Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Mês da Música no Barreiro

mes da musica-divulgacao digital.jpg

 

O Mês da Música no Barreiro prossegue com uma “mão cheia” de propostas, para todos os estilos. Este final de semana, em matéria de concerto haverá: Spin the Mic (13 outubro, sexta-feira, 21h00, na Escola Conde Ferreira), Rita Redshoes (14 outubro, sábado, 22h00, no Auditório Municipal Augusto Cabrita) e Camerata Musical do Barreiro (15 outubro, domingo, 16h00, na Igreja de Santo António da Charneca).

 

Toda a programação atualizada do Mês da Música pode ser consultada no Site da Câmara Municipal do Barreiro – www.cm-barreiro.pt – ou na sua página do Facebook – www.facebook.com/municipio.barreiro.

 

TODA a PROGRAMAÇÃO do MÊS da MÚSICA

CONCERTOS 

13 outubro | sexta-feira | 21h00 | Spin the Mic | Escola Conde Ferreira

Faixa Etária – M/14 anos | Entrada livre 

O SPIN THE MIC é uma iniciativa que tem como objetivo descobrir e incentivar novos talentos da música e composição, em que os jovens podem, ao melhor estilo Freestyle, dar a conhecer o seu talento para as rimas e rap music.

 

14 outubro | sábado | 22h00 | Rita Redshoes | Auditório Municipal Augusto Cabrita

Faixa Etária – M/6 anos

Ingresso – 12,50 € 

 

Rita Redshoes iniciou o seu percurso como baterista num grupo de teatro de escola, passou por inúmeros projetos musicais como autora e intérprete, onde tocou muitos instrumentos e gravou vários discos (Atomic Bees, Photographs, Rebel Red Dog, David Fonseca, The Legendary Tigerman, Noiserv). Tem também colaborado em inúmeras bandas sonoras premiadas para teatro e cinema, tendo, inclusivamente, discos editados nesta área.

 

15 outubro | domingo | 16h00 | Camerata Musical do Barreiro | Igreja de Santo António da Charneca  

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre 

A Camerata Musical do Barreiro é uma associação cultural sem fins lucrativos que tem como principais objetivos a integração/união de jovens instrumentistas com o intuito de lhes proporcionar a prática de música de Câmara e ao mesmo tempo, promover a sua divulgação. 

A Camerata, sob orientação do Professor Lopes da Cruz, tem vindo a desenvolver atividades de divulgação de música dos séculos XV ao XX e abrange um enorme leque de compositores, tais como, Josequim de Prés, Albinoni, Vivaldi, Haendel, Haydn, Telemann, J. C. Bach, Gluck, Cimarosa, Mozart, Boccherini, Beethoven, Brahms, Schubert, Johann Strauss, Georges Bizet, Tchaikovsky, Gershwin, entre outros. Realiza também a divulgação de música de compositores portugueses como Luís Cipriano, Jorge Salgueiro e Gonçalo Lourenço, incentivando, desta forma, a criação musical. 

A Camerata tem um protocolo firmado com a Câmara Municipal do Barreiro, que contempla o apoio financeiro para o seu funcionamento.

 

20 outubro | sexta-feira | 21h00 | Apresentação do Projeto “Love Music” | ADAO – Associação Desenvolvimento Artes e Ofícios 

Faixa Etária – M/14 anos | Entrada livre 

Love Music é um programa online que tem como principal objetivo partilhar o talento de vários artistas convidados, abrangendo vários estilos musicais.

Com o esforço e dedicação de toda a equipa, nomeadamente: Waldemar Lopes, Alex Shol, André Antunes, Tarik Lima, Cláudio Fragoso e Jemmy Amando, o projeto Love Music ganhou vida no espaço “Casinha”, na Cidade Sol, após várias remodelações e aquisição de equipamento de som. A partir daí começou a convidar vários artistas e a lançar o seu programa nas redes sociais (youtube, facebook e site) para mostrar aos seus seguidores.

 

21 outubro | sábado | 22h00 | The Sisters and the Midnight Smokers | Auditório Municipal Augusto Cabrita 

Faixa Etária – M/6 anos

Ingresso – € 2,50 

The Sisters.jpg

 

Beatriz Nunes, Inês Góis e Ana Mendes (voz) – João Pereira (guitarra) – Telmo Gonçalves (baixo) – Pedro Nobre(bateria) 

The Sisters and The Midnight Smokers é um trio de jazz vocal, uma versão moderna dos clássicos americanos do jazz feminino de Andrews Sisters ou The Chordettes.

O grupo junta as cantoras Beatriz Nunes, Inês Góis e Ana Mendes, professora e alunas da Escola de Jazz do Barreiro, acompanhadas por um trio de alunos finalistas da escola.

Presta-se uma homenagem ao cancioneiro do jazz americano ao estilo dos grupos vocais a capella.

 

22 outubro | domingo | 16h00 | Recital – A Bela Maguelona | Igreja Paroquial de Santo André 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre           

DIE SCHÖNE MAGELONE (A Bela Maguelona)

Ciclo de 15 canções

Música de Joahnnes Brahms (1833-1897)

Poemas de Ludwig Tieck (1773-1853)

Texto narrativo traduzido e resumido da edição alemã de “O Romance da Bela Maguelona” (séc. XV) por Manuel Pedro Nunes

Esta obra foi concluída por Brahms em 1869 e inicialmente constituía um ciclo de 15 canções sobre um conjunto de poemas de Tieck (não todos), que este poeta escrevera inspirado pelo romance medieval da Bela Maguelona. Posteriormente, Brahms incluiu um conjunto de pequenas narrativas entre cada canção que tornaram a história mais inteligível. Assim, de ciclo de canções passou-se a uma narrativa dramática com um texto musicado, à guisa das canções insertas nas peças de teatro.

Ciclo complexo, difícil para os intérpretes, de grande beleza musical e de notável subtileza, raras vezes ouvido fora do mundo cultural alemão, será aqui apresentado na sua versão integral pelo barítono Manuel Pedro Nunes e pelo pianista Yan Mikirtumov, estando o papel de narrador a cargo do ator António Cordeiro.

 

27 outubro | sexta-feira | 21h30 | "Concerto de Canto e Órgão" | Igreja de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre 

Canto – Ana Paula Russo e Carlos Guilherme

Organista – António Duarte

 

Ana Paula Russo 

É Professora de Canto na Escola de Música do Conservatório Nacional e na Academia de Música de Almada.

Tem já uma longa carreira como solista em Portugal e no estrangeiro, tendo atuado em inúmeros concertos de Lied, ópera e oratória.

Foi laureada em diversos concursos de canto nacionais e internacionais e gravou programas para a rádio e televisão, assim como CDs de música erudita.

Como cantora convidada tem atuado regularmente num elevado número de produções cénicas do Teatro Nacional de S. Carlos, de outras instituições relevantes em Portugal (Expo 98, Gulbenkian, CPO, ONP, etc.) e no estrangeiro (Festival de Macau, Teatro Real de Madrid, Lincoln Center de New York).

Em abril de ’98 integrou o elenco que fez a estreia mundial da ópera “Os Dias Levantados” de António Pinho Vargas, gravada posteriormente para a EMI. 

 

Carlos Guilherme 

Estudou com John Labarge no Conservatório Regional do Algarve e foi cantor residente do Teatro Nacional de S. Carlos de 1980 a 1992. O seu repertório inclui 41 papéis principais em 82 óperas, recitais e concertos por todo o País sendo de realçar a sua colaboração com o Círculo Portuense de Ópera e a Fundação Calouste Gulbenkian. A partir de 1987 foi convidado a cantar noutros países tais como os Estados Unidos, Brasil, Moçambique, Bélgica, França e Israel. Gravou em CD “A Canção Portuguesa”, com Armando Vidal. Lançou recentemente o CD “IN OPERA” com árias de ópera acompanhado pela Orquestra do Norte. Além das principais orquestras portuguesas, colaborou com a Orquestra de Câmara de Pádua, do Comunal de Bolonha, Filarmónica de Moscovo e Sinfónicas de Budapeste, de S. Francisco, de Israel, de Pequim e de Shangai. Em abril de 2001 estreou-se em Itália no Teatro Rossini. Voltou a Itália em 2005 para cantar nos Teatros Comunais de Ferrara e de Modena. Atuou em Coimbra com o tenor José Carreras.

Melhorou a sua técnica vocal com Marimi del Pozo, Gino Becchi, Franco Campogalliani, Claude Thiolass e Regina Resnik. Venceu o prémio “Tomás Alcaide”.

Encontra-se no seu 37º ano de carreira profissional.

 

António Duarte

Realizou os seus estudos musicais no Centro de Estudos Gregorianos onde, sob a orientação do Professor Antoine Sibertin-Blanc, concluiu o Curso Superior de Órgão.

Como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian foi aluno da Professora Montserrat Torrent na Classe de Órgão do Conservatório Superior Municipal de Música de Barcelona, dedicando-se sobretudo ao estudo da Música Antiga Ibérica.

Gravou para a radiodifusão portuguesa e francesa e efetuou gravações discográficas em órgãos históricos portugueses e espanhóis.

Como concertista tem realizado concertos em diversos países europeus, no México, Japão e Estados Unidos da América.

É professor de Órgão na Escola de Música do Conservatório Nacional e Organista Titular da Sé Patriarcal de Lisboa. 

Organização: Fábrica da Igreja de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro

 

29 outubro | domingo | 16h00 | Orquestra Académica Metropolitana | Auditório Municipal Augusto Cabrita

Faixa Etária – M/6 anos

Ingresso – € 10,00 

"O Fulgor do Século Romântico"

  1. Mendelssohn ……………. Abertura As Hébridas, Op. 26 (1830) [10 min.]
  2. Brahms …………………………….…… Sinfonia N.º 2, Op. 73 (1877) [45 min.]

Direção Musical: Jean-Marc Burfin e/ou alunos do Curso de Direção de

 

Orquestra da Academia Nacional Superior de Orquestra 

Existem opiniões de todo o género a respeito da Segunda Sinfonia de Brahms. Houve quem a chamasse «Sinfonia Pastoral», numa conotação evidente com as sugestões bucólicas da Sexta de Beethoven. Numa primeira impressão, Clara Schumann achou-a «alegre e encantadora», sendo também comuns adjetivos como «ensolarada» e «triunfal». É certo que em dezembro de 1877, por ocasião da estreia, o público de Viena manifestou o seu agrado pela disposição idílica da obra. Mas o tempo veio revelar diferentes matizes: intensidades expressivas arrebatadoras, êxtase emocional… Por sinal, o próprio compositor endereçou as seguintes palavras ao seu editor, um mês antes daquela data: «A nova sinfonia é tão melancólica que muito dificilmente a conseguirá suportar. Nunca escrevi algo tão triste, tão ’menor’: as páginas da partitura deveriam ter uma orla negra.» Confirma-se, portanto, que não existem experiências percetivas universais. Também nem todos reconhecem n’As Hébridas de Mendelssohn a contemplação da beleza da Gruta de Fingal ou a afetação tempestuosa de quem se curva diante da imensidão e força do mar. 

 

 

MÚSICA – AULAS ABERTAS 

14 outubro | sábado | 09h00 às 13h00 | Escola de Jazz do Barreiro | Instalações da Escola de Jazz do Barreiro, na R. Dr Eusébio Leão, 11 – Barreiro 

Oportunidade de assistir a aulas reais de diversos instrumentos – bateria, piano, guitarra e violino – tomando deles conhecimentos, experimentando-os. 

 

21 outubro | sábado | 10h00 às 12h00 | Escola de Música da Banda Municipal do Barreiro | Instalações da Banda Municipal do Barreiro, na Av. Almirante Reis, 28 – Barreiro 

A Escola de Música da Banda Municipal do Barreiro abre as portas à comunidade em geral, para que possa assistir e participar nas aulas que lá são ministradas.

 

 

TERTÚLIAS 

30 outubro | segunda-feira | 15h00 | TERTÚLIAS NO CONVENTO | Convento da Madre de Deus da Verderena

Ao Encontro de…

“Música com história”

Convidado – José António Batata

Entrada Livre

 

 

MOSTRA BIBLIOGRÁFICA

Livros Sonantes-Mostra Bibliografica-50_o.jpg

 

Até 31 outubro | segunda a sexta-feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 | “Livros Sonantes” – Mostra Bibliográfica comemorativa do Dia Mundial da Música | Biblioteca Prof. José Esteves e Espaço Entregerações | Convento da Madre de Deus da Verderena

 

CMB

Inauguração da Exposição Colectiva de Artes Plásticas "ROMEU CORREIA 1917-2017" I 20 Out I 21h I Galeria de Arte Imargem

Exposição Colectiva de Artes Plásticas 

"ROMEU CORREIA 1917-2017"

Inauguração 20 Outubro 21h

GALERIA DE ARTE IMARGEM

Romeu Correia 1917-2017.jpg

 

​HORÁRIO: TERÇAS 14:00 - 20:00 QUARTAS 9:30 - 13:00 QUINTAS 16:00 - 20:00

Exposição Colectiva de Artes Plásticas de artistas da Imargem no âmbito das Comemorações do Centenário de Romeu Correia. Participam: Conceição Freitas, Conceição Silva, D`Souza, Elsa Oliveira, Fátima Ramos, Fernanda Ferreira, Fernanda Guerreiro, Fernando Cacela, Francisco Palma, José António Silva, Louro Artur, Marcos Reis, Maria Aline, Maria Bargado e Susana Horta.

 

APOIO CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA

 

'THE WALKING DEAD’ REGRESSA À FOX NA COMPANHIA DE ‘THE ORVILLE’

REGRESSA À FOX NA COMPANHIA DE ‘THE ORVILLE’

  • Regresso de ‘The Walking Dead’ coincide com 100º episódio da série
  • ‘The Orville’ é a nova série de Seth MacFarlane

 

ESTREIA da 8ª temporada de ‘THE WALKING DEAD’, segunda-feira, 23 de outubro às 22h15 na FOX

ESTREIA de ‘THE ORVILLE’, segunda-feira, 23 de outubro às 23H05 na FOX

 

image007.jpg

 

O fenómeno televisivo dos últimos anos está de volta para a sua oitava temporada. A série que colocou os zombies nas bocas do mundo estreia na FOX menos de 24 horas depois do premiere nos Estados Unidos, sendo que, à semelhança do ano passado, terá a sua pré-estreia às 2h30 da madrugada de domingo para segunda, apenas 30 minutos após a emissão americana. Esta nova temporada começa com um marco bastante importante: o 100.º episódio da série… que promete muitas surpresas!

 

Como esta é uma das séries preferidas dos portugueses, a NOS vai oferecer, em exclusivo, aos seus clientes a possibilidade de participarem num evento que inclui o visionamento do episódio de estreia, quase em simultâneo com os EUA, na madrugada de dia 23.  Para aqueles que não se lembram das temporadas anteriores ou que, simplesmente, querem rever poderão ver o recap antes da estreia. Além disso, estão asseguradas várias atividades para os maiores fãs de ‘The Walking Dead’, testando assim a sua capacidade de sobrevivência.

 

Um regresso muito esperado

 

Na temporada passada, Rick (Andrew Lincoln) e o seu grupo de sobreviventes foram confrontados com o maior e mais perigoso desafio até agora. No conforto de Alexandria, eles baixaram a guarda e foram relembrados do quão brutal o mundo onde vivem pode ser, quando Negan Negan (Jeffrey Dean Morgan) e os Saviors se apresentaram e quebraram o grupo.

 

Sentindo-se impotente perante as regras e controlo de Negan, Rick aconselha o grupo a cooperar mas, ao aperceber-se de que o vilão não é capaz de ser razoável, o ex-xerife começa a juntar forças e a recrutar outras comunidades afetadas pelos Saviors. Com o apoio de Hilltop e Kingdom, eles finalmente têm poder suficiente para enfrentar Negan e a sua Lucille.

 

Nesta temporada, Rick começa uma guerra contra Negan e as suas forças. Os Saviors estão em maior número, estão melhor equipados e são implacáveis – mas Rick e as comunidades unificadas vão lutar pela promessa de um futuro mais brilhante. As linhas de batalha são desenhadas à medida que avançam para uma mega ofensiva. Rick e o grupo serão testados de maneiras nunca antes vistas. No entanto, com as três comunidades de Alexandria, Hilltop e Kingdom finalmente unidas no combate aos Saviors do temível Negan, os vilões vão começar a sofrer às mãos das vítimas. Novas personagens vão ser adicionadas nesta temporada, numa altura em que todos vão ser puxados até ao limite nesta nova fase explosiva.

ESTREIA da 8ª temporada de ‘THE WALKING DEAD’: Segunda-feira, dia 23 de outubro, às 22h15

Emissão: Segundas-feiras, às 22h15

 

Seth MacFarlane domina o espaço com muito humor

 

‘The Orville’ é o regresso de Seth MacFarlane à criação e representação de um dramedy concebido como uma paródia aos filmes e séries de ficção científica ‘Star Trek’. Seth MacFarlane é o génio por detrás de outras produções televisivas e cinematográficas como ‘Family Guy’, ‘American Dad’, ‘Ted’ ou ‘Mil e Uma Maneiras de Bater as Botas’.

 

‘The Orville’ é uma aventura espacial passada 400 anos no futuro que segue a U.S.S. Orville, uma nave espacial exploratória de nível médio. A sua tripulação, humana e extraterrestre, enfrenta as maravilhas e perigos do espaço, enquanto lida com os problemas do dia-a-dia. O elenco conta com Seth MacFarlane como o capitão da nave, Ed Mercer, e Adrianne Palick como a sua ex-mulher, que é destacada para ser o seu braço direito na nave, nos principais papéis. A acrescentar ao elenco estão Penny Johnson Jerald como a Dr.ª Claire Finn, uma das mais bem-sucedidas físicas da União Planetária; Scott Grimes como Gordon Malloy, o homem do leme e melhor amigo de Mercer; Peter Macon como o tenente e comandante Bortus, um extraterrestre de uma espécie de um só sexo; Halston Sage como Alara Kitan, uma jovem e inexperiente agente de segurança de um planeta onde a alta gravidade a torna mais poderosa; J. Lee como John LaMarr, o navegador da Orville com um sentido de humor único; Mark Jackson como Isaac, um humano artificial de uma sociedade robotizada que pensa que os humanos concebidos biologicamente são inferiores; e Chad L. Coleman como Klyden, o parceiro de Bortus.

ESTREIA de ‘THE ORVILLE’: Segunda-feira, dia 23 de outubro, às 23H05

Emissão: Segundas-feiras, às 23H05

 

Exposição de arte contemporânea assinala 15º aniversário da Operação Nariz Vermelho

Com curadoria de Luiza Teixeira de Freitas e João Fernandes, “Debaixo do seu nariz” estará patente entre 14 de outubro e 19 de novembro

 

 

image011.jpg

 

  • Conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República e tem exposiografia do gabinete SIA Arquitectura e Aires Mateus
  • Inauguração oficial do evento no dia 13 de outubro, às 18h30, na Gare Marítima da Rocha Conde d’Óbidos, em Alcântara

Nas comemorações dos 15 anos, a Operação Nariz Vermelho (ONV) leva a cabo diversas iniciativas, com destaque para uma exposição de arte contemporânea que, entre 14 de outubro e 19 de novembro, tem como palco a Gare Marítima da Rocha Conde d’Óbidos, em Alcântara. Sendo o tema central o humor e o palhaço, “Debaixo do seu nariz” retrata a história de missão da ONV, evidenciando os marcos principais, através de fotografia, vídeo e ilustração, mas também de objetos emblemáticos da arte do palhaço. O evento inaugural tem lugar no próximo dia 13 de outubro, às 18h30.

 

A exposição pretende reunir um conjunto combinado de conceitos referentes ao palhaço, ao humorístico e ao absurdo. Conta com curadoria de Luiza Teixeira de Freitas e João Fernandes, atual vice-diretor e curador principal do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia (Madrid) e ex-diretor do Museu de Arte Contemporânea de Serralves. Tem o Alto Patrocínio da Presidência da República, estando entregue a exposiografia ao gabinete SIA Arquitectura e Aires Mateus.

 

Com recurso a filmes, performance, escultura, literatura, desenho e pintura, a exposição pretende representar o cómico e o riso, quer seja de forma mais direta ou mais abstrata. Sendo o palhaço, no caso o Doutor Palhaço, uma figura complexa e de diversas interpretações, as obras de arte escolhidas para a exposição abordam as diferentes facetas de ser um palhaço – o figurino, a construção da personagem, as inspirações e o mundo maravilhoso de trabalhar com crianças.

 

“A exposição investiga certas práticas artísticas contemporâneas em que a presença do humor é enfatizada de muitas maneiras diferentes. Seja através do uso de formas e objetos que recriam a dinâmica dos jogos, seja através da ironia e do absurdo, ou seja gerando dinâmicas relacionais e participativas. As obras apresentadas compreendem uma exposição polvilhada com humor e ironia, formulada como uma breve exploração de certos conceitos que nos permitem analisar o lúdico, enquanto ilustramos como o absurdo, as brincadeiras e o riso podem ser ferramentas poderosas para avaliar a realidade de cada um e das suas contradições inerentes.” sublinha a curadora da exposição, Luiza Teixeira de Freitas.

 

A curadora acrescenta ainda que “de forma implícita e poética, a exposição encobre os limites entre o trabalho e o lazer, a produtividade e a improdutividade, a educação e a instrução, quase como uma ponte para um mundo de criatividade e pura imaginação.”

 

É, assim, através da arte e de um conjunto combinado de conceitos referentes ao palhaço e ao humor que surge uma exposição de arte inédita e surpreendente, cujo evento inaugural para o dia 13 de outubro celebra os 15 anos da ONV.

 

Em paralelo à exposição e aos fins e semana, entre 14 de outubro e 19 de novembro, decorre outra programação que serve também de mote à celebração do 15º aniversário da ONV.

A pensar nos mais novos, acontecerão vários workshops entre os quais se destacam “Quando Eu For Grande Quero Ser Doutor Palhaço” e “Pai-lhaço e Fi-lhaço”, ambos com Mark Mekelburg (um dos fundadores da ONV) e serão aos sábados e domingos, das 11h30 às 12h30. Também aos fins de semana têm lugar o Consultório dos Doutores Palhaços e no sábado, dia 28 de outubro, o debate Rir é o melhor remédio – “Diferentes Olhares”, moderado pelo Dr. Francisco Goiana da Silva, Secretário de Estado Adjunto e da Saúde e que contará com a presença do Doutor Palhaço D’Agulha e de outros profissionais ligados aos hospitais onde a ONV intervém.

Por último, aos sábados, entre as 18h000 e as 19h00, decorre o F. L. O. P. – Festival Louco Organizado por Palhaços, num serão artístico experimental com vários números em que se explora o efeito cómico, estando confirmada a presença de convidados especiais a cada semana como Pedro Tochas, César Mourão, Maria Rueff, José Pedro Vasconcelos, Filomena Cautela e Ana Bola.

 

“15 anos é uma celebração muito especial para a Operação Nariz Vermelho, por isso queremos espalhar a alegria e fazer sorrir mais e mais portugueses. Na rua, nos centros comerciais, no trânsito, nas janelas dos escritórios. Em todo o lado. Entre o trabalho e o lazer, o humor e a arte, procuramos despertar olhares curiosos e ávidos - olhares de criança, que permitem redescobrir um mundo interdependente, mais criativo e solidário.”, refere Nicole Azevedo, presidente da ONV.

Agenda Cultural Fnac | Olá outono! Propostas culturais FNAC para dar as boas-vindas à nova estação

Agenda Cultural -  segunda quinzena de setembro

 

 

Olá outono!

 

Propostas culturais FNAC 

para dar as boas-vindas à nova estação

 

 

A FNAC convida a desfrutar dos serões de outono com propostas culturais gratuitas em todo o país. Da música ao vivo, às exposições, passando pelos workshops e pelas apresentações didáticas há sugestões para todos os gostos e para toda a família.

 

Passar um fim de tarde ao som do dedilhar do artista do cavaquinho Júlio Pereira é uma das muitas propostas FNAC para a nova estação. A apresentação do seu novo disco “Praça do Comércio” vai acontecer na FNAC do Chiado, no próximo dia 29 de setembro pelas 18h30.

 

Destaque para a oportunidade de aperfeiçoar as técnicas de fotografia com workshops gratuitos: introdução à fotografia digital, sexta-feira, dia 22 de setembro pelas 20h30 na FNAC Leiria e o workshop de fotografia noturna, quinta-feira, dia 28 de setembro pelas 21h30 na FNAC GaiaShopping. 

 

Para os aficionados dos videojogos a FNAC propõe o evento de lançamento do jogo FIFA18 que decorre dia 28 de setembro nas FNAC do Colombo, Cascais, Oeiras, Vasco da Gama, Alfragide e Coimbra. Na FNAC Colombo a festa começa às 16h00 com várias surpresas, entre as quais um torneio de FIFA17 com atribuição de prémios. 

 

 

Seguem os destaques culturais da última quinzena de setembro:

 

 

 

 

 

Apresentações/Workshops

 

Workshop de introdução à Fotografia Digital, por Rute Violante

22/09 |20H30 - FNAC Leiria

 

Workshop de Fotografia Noturna, por Tiago Monteiro da Academia Olhares

28/09 |21H30 - FNAC GaiaShopping

 

Sound+ Vision Magazine, Os dias de Berlim - viagem pelos sons e imagens da fase berlinense de David Bowie

30/09 | 18H30 - FNAC Chiado

 

A linguagem mágica dos bebés, livro de Joana Rombert

30/09 | 19H00 - FNAC Madeira

 

 

Exposições

 

Fotografia

Teatro Mudo, fotografias de filipe Ferreira

Até 10/11 - FNAC NorteShopping

 

O olhar de Compromisso com os filhos dos grandes descobridores, fotografias de Gérald Bloncourt

Até 12/11 -  FNAC Madeira

 

Ilustrações

Exposição 10 anos, 10 Fóruns, ilustrações de vários autores 

Até 01/12 -  FNAC Gaia Shopping, Braga, Guimarães, Sta. Catarinas, Coimbra, Leira, Viseu, Chiado, Almada e Algarve Shopping, 

 

 

Projeção

 

Festival Curtas Vila do Conde, Filmes Vencedores da 25ª Edição do Festival

22/09 e 23/09 Todas as FNAC, exceto Coimbra, Madeira e Mar Shopping

 

Gaming

 

Lançamento FIFA 18

28/09 |16h00 - FNAC Colombo

28/09 | 21h00 - FNAC Cascais e Oeiras

28/09 | 21h30 - FNAC Vasco da Gama e Alfragide

 

KIT- CONCERTO & EP

 

 

Os KIT continuam a dar passos seguros rumo à afirmação na cena musical nacional. Depois de um single de estreia surpreendente, “Só Metade”, foi tempo de arrebatar corações indiscretos com o recente “Tempo É Frágil”, um mid-tempo que fica no ouvido e que soa a Rock, do início ao fim.

 

E agora surgem mais duas etapas fulcrais no processo de crescimento do trio português. Primeiro, o lançamento do EP de estreia através do selo da Music For All intitulado precisamente “Só Metade” – registo que conta com cinco faixas revestidas do melhor Rock cantado em português da atualidade. Este registo estará à venda em formato físico na próxima sexta-feira e já está disponível nas principais plataformas digitais, nomeadamente: ITunes, Google Play, Deezer. Tidal e Spotify.

 

E em segundo, um showcase especial e intimista, com entrada gratuita, em Lisboa. É que depois de conquistarem tudo e todos na FNAC Alfragide impunha-se um novo showcase na capital. Assim no próximo dia 20 de outubro, pelas 21h30, os KIT atuarão na FNAC Vasco da Gama!

CDMG | Outubro é sinónimo de oficinas, conversas e visitas às exposições da Casa da Memória

E2B2E0CE-E81D-4A4A-85EB-817C62A0DCA7.png

 

Em outubro, a programação da Casa da Memória de Guimarães (CDMG) dá o pontapé de saída no dia 07 com o Guia de Visita, a cargo de Jorge Castelar. No dia 14, é tempo de arregaçar as mangas e apurar o paladar para uma oficina de cozinha pedagógica com sabores outonais. A 21 de outubro, a Casa acolhe uma conversa com Tiago Gil para explorar a memória sob uma perspetiva neurobiológica e, no dia seguinte (no habitual último domingo do mês), realiza-se mais um Domingos em Casa, desta vez com uma oficina que vai pôr os participantes com as mãos no barro. Outubro é também o último mês para visitar a exposição temporária do ciclo “Memento”, sob o tema “Jantar de Domingo à Tarde”. Até 15 de outubro, a mostra está aberta ao público e exibe, através de vários documentos, as profundas transformações no mundo do trabalho no início do séc. XX. Em novembro, o ciclo “Memento” inaugurará uma nova exposição.

 

No dia 07 de outubro, às 17h00, o Guia de Visita faz-se com Jorge Castelar como convidado. Há muito tempo que Jorge Castelar – advogado, associativista, Nicolino – tem ajudado a fazer cultura na cidade de Guimarães: mentor e produtor do já mítico Guimarães noc noc, escritor de vários gags das não menos míticas Danças de São Nicolau, é ele o Guia de Visita de outubro na Casa da Memória, precisamente em sábado de noc noc – uma conjugação nada casual que traz o Festival para a Casa ou vice-versa, associada à capacidade narrativa ímpar do Guia convidado.

 

A programação da Casa da Memória prossegue no dia 14 de outubro, às 16h00, com uma oficina de cozinha pedagógica. “À Roda das Estações #Outono” leva os participantes numa exploração pelos sabores típicos desta época. Nesta oficina, dar-se-á ênfase a dois produtos da terra mãe, muitas vezes esquecidos no contexto citadino contemporâneo, o calondro e a nêspera, e exploram-se as histórias e receitas que têm sido protagonistas deste seu ressurgimento. A oficina será conduzida pelo chef Álvaro Dinis Mendes, Liliana Duarte e seus convidados. Esta atividade carece de inscrição prévia até ao dia 11 de outubro, através do telefone 253 424 716 ou do e-mail casadamemoria@aoficina.pt.

 

No dia 21 de outubro, às 17h00, há uma nova sessão do Memórias da Memória, um ciclo de conversas que convoca convidados das mais distintas áreas para ajudar a compreender os vários lados e as várias formas da memória. Desta feita, o convidado é Tiago Gil Oliveira, Professor Auxiliar na Escola de Medicina da Universidade do Minho que abordará o tema da memória sob uma perspetiva neurobiológica, esclarecendo os presentes sobre o lado orgânico da memória, as suas bases neurobiológicas ao nível das moléculas, células e circuitos neuronais.

 

No dia 22 de outubro, às 11h00, realiza-se mais um Domingos em Casa, iniciativa que acontece no penúltimo domingo de cada mês com oficinas que promovem a descoberta de atos históricos, tradições, lendas, lugares ou objetos, sempre num ambiente informal e de convívio. Nesta edição, sob o mote “Histórias de Cântaros e Cantarinhas”, propõe-se aos participantes que metam as mãos no barro e se sentem numa roda de oleiro para descobrir as histórias que guarda a Cantarinha dos Namorados.

 

Outubro é o último mês para visitar a primeira exposição do ciclo “Memento (Lembra-te)”, sob o título “Jantar de Domingo à Tarde”, que terminará a 15 de outubro. “Jantar de Domingo à Tarde” apresenta um conjunto de objetos e imagens provenientes das coleções particulares de António Oliveira (pai), António Oliveira (filho), Jorge Correia e da Delegação de Guimarães do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços. Fotografia, cerâmica, mobiliário e documentos permitem-nos recuar às primeiras décadas do século XX em Guimarães — a um tempo em que o mundo de trabalho estava em profunda transformação e o papel reivindicativo do operariado já se fazia sentir. Em novembro, a Casa da Memória inaugurará uma nova exposição no âmbito deste ciclo de mostras temporárias.

 

A Casa da Memória encontra-se aberta de terça a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00. Aos domingos de manhã, a entrada é gratuita. A programação pode ser consultada em www.casadamemoria.pt.

 

Município de Palmela apoia a Festa de Todos os Santos | Quinta do Anjo - 27 de outubro a 2 de novembro

 

Certame decorre entre 27 de outubro e 2 de novembro

Município de Palmela apoia a Festa de Todos os Santos

 

A 261.ª edição da Festa de Todos os Santos, em Quinta do Anjo, contará, este ano, com mais um dia de celebração, iniciando-se a 27 de outubro e continuando até 2 de novembro.

Aquela que é uma das festividades mais antigas e tradicionais do concelho de Palmela e da região, é promovida pela Associação das Festas de Quinta do Anjo, assumindo-se a Câmara Municipal como parceira na concretização do certame, que tem registado dimensão e ambição crescentes, procurando afirmar a cultura, os valores e os saberes da freguesia.

Na reunião pública realizada a 20 de Setembro, o Município aprovou, por unanimidade, a atribuição de um subsídio à Associação, no valor de 3.500 euros, como comparticipação na organização da Festa. A este apoio financeiro, somam-se apoios logísticos, técnicos e de comunicação.

A população e as associações locais envolvem-se fortemente na organização da Festa, que evoca a promessa feita em virtude da proteção da aldeia de Quinta do Anjo, na sequência do terramoto de 1755.

 

João Granola apresenta "O Convidado" ao vivo

João Granola editou o EP de estreia, "O Convidado" a 25 de Setembro.
 
 
O músico anda na estrada a apresentar este trabalho de estreia
1 outubro, 17h00 - fnac almada [entrada livre] *
6 outubro, 21h30 - fnac oeiras [entrada livre] *
7 outubro, 17h00 - fnac alfragide [entrada livre] * 
8 outubro, 17h00 - fnac cascais [entrada livre] *
15 outubro, 17h00 - fnac vasco da gama [entrada livre] *
22 outubro, 17h00 - largo residências, lisboa [entrada livre]
* nas fnac's João Granola vai apresentar-se a solo
 
----------------
 
www.facebook.com/j.granola/
https://joaogranola.bandcamp.com/track/a-todos-os-que-deixei-na-m-o 

 

 
 
Em João Granola a música é importante, mas é a palavra o ponto de partida. A palavra portuguesa, uma vez que foi assim que começaram e acabaram todas as reflexões que transformaram ideias em 5 canções. "O Convidado" é nome do disco de estreia de João Granola e "Amigo Vaivém" foi o primeiro single retirado deste EP. 
João Granola é o atual caminho musical de alguém que vê nas árvores a metáfora perfeita para a sobrevivência. a força das suas raízes complementa-se com a flexibilidade dos seus ramos, naquilo a que chamamos de resiliência. João Granola não é mais do que o ramo musical de uma vida atestada de ramos, assentes num tronco que se fez, quer e procura ser robusto.