Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Venham mais cinco - Homenagem a Zeca

29 de Julho

16h

 

Baixa-Chiado PT Bluestation, Estação de Metro Baixa-Chiado

 

 

Zeca Afonso figura do imaginário referencial. Facilitou-nos abril ao amanhecê-lo com Grândola Vila Morena; todos os dias podemos (re)começá-lo. Zeca, em 1984: “Os jovens, digo os jovens de todas as classes, estão um pouco à mercê de um sistema que não conta com eles, que hipocritamente fala deles. O 25 de abril não foi feito para esta sociedade, para aquilo que estamos agora a viver. [...] Eu creio que a única atitude foi aquela que nós tivemos, nós, refiro-me à minha geração, de recusa frontal, de recusa inteligente, se possível até pela insubordinação, se possível até pela subversão do modelo de sociedade que lhes está a ser oferecido. [...] Tal como nós, eles têm de a combater, têm que a destruir, têm que a enfrentar, com todas as suas forças, organizando-se, para criarem a sociedade que têm em mente, que não é, com certeza, estou convencido, a sociedade de hoje.” Homem de Homen-agens. / Inês Pires

Fonte: LeCool

1 comentário

Comentar post