Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Descubra os segredos de produção de A Guerra dos Tronos no Syfy

Recriar a época medieval em pleno século XXI requer muita perícia. O resultado final, no entanto, pode ser memorável. Antes da estreia da terceira temporada de A Guerra dos Tronos conheça alguns segredos desta grande produção.

 

 

 

As guerras, os confrontos pessoais, os segredos e as traições estão de volta ao Syfy a 8 de abril às 22h15 com a estreia da terceira temporada de A Guerra dos Tronos. Mas nesta épica série de fantasia, em que cenários magníficos nos deslumbram, estranhas criaturas nos surpreendem e uma época procura ser fielmente retratada, outros segredos se escondem... 

 

Para recriar este reino de Westeros tal qual o público o pode ver, David Benioff e D.B. Weiss não dispensaram a computação gráfica. As novas tecnologias revelaram-se essenciais na recrição de cenários, de parte de algumas cenas e ainda de algumas criaturas fantásticas que vão surgindo.

 

Outro grande desafio de A Guerra dos Tronos está no facto de a ação decorrer num mundo muito diversificado, que inclui ambientes, climas, faunas e floras diversificadas que exigem efeitos visuais que superem as expectativas. Como se recria neve em cenários como a Muralha de Gelo? Empresas especializadas fornecem as chamadas velas de neve, um papel embebido numa substância química que produz uma queima lenta cujo resultado final é uma cinza muito fina. Para a equipa de efeitos especiais, a neve é um dos fenómenos naturais que mais gozo dá em recriar mas que, em simultâneao, se revela um grande desafio.

 

Uma novidade da terceira temporada de A Guerra dos Tronos é o recurso à pirotecnia. Segundo a equipa de David Benioff e D.B. Weiss, este é provavelmente o mais rigoroso de todos os elementos em termos de segurança, não sendo permitida a utilização telemóveis ou rádios durante a utilização. Isto coloca um outro desafio em termos de rodagem: conseguir filmar a cena sem recorrer aos intercomunicadores.

 

Além da pirotecnia, o fogo é outro componente importante da série. Para os incêndios, a equipa de efeitos especiais utiliza uma máquina específica que se serve de uma solução oleosa que produz fumo totalmente seguro para respirar. Através de tubos de irrigação, o fumo é espalhado por longas distâncias, por exemplo, extensas florestas. O alcance é suficiente para envolver a área de filmagens na bruma desejada, bastando uma alimentação a partir de apenas uma extremidade, ou de ambas, caso seja necessário.  

 

Em relação à chuva, a equipa de A Guerra dos Tronos utiliza o mesmo tipo de sistema que os bombeiros para o combate o fogo: bombas que, neste caso, pode consumir água de rio se existir lgum perto, ou água armazenada em grandes recipientes. Segundo a HBO, a equipa chegou a ter 20 mil litros de água preparados em grandes recipientes para posterior utilização. Para cenas que envolvem muita chuva (como aquel com Arya no pátio Harrenhall ou a da batalha nas cenas da Blackwater), é utilizado um aspersor gigante apoiado num guindaste com cerca de cem metros de altura e trinta metros de diâmetro, que faz com que a pressão da água gire em círculo, provocando uma enorme chuvada.

 


 

O inexplicável parece afinal ter uma explicação, o que demonstra ainda mais a grandiosidade de A Guerra dos Tronos. Mais surpresas a partir de Abril, só no Syfy.

 

 

 

A Guerra dos Tronos – Terceira Temporada

 

A Guerra dos Tronos (Game of Thrones). EUA, 2011

 

Int: Lena Headey, Jack Gleeson, Peter Dinklage, Michelle Fairley, Emilia Clarke

 

Estreia: Segunda-feira, dia 08 de Abril, 22h15

 

 

 

Esta série pode ser vista nos seguintes operadores de televisão por cabo:

 

Clix: Syfy: Posição 118

 

Meo: Syfy HD: Posição 67

 

         Syfy: Posição 68

 

ZON: Syfy HD: Posição 90

 

 

 

Toda a informação sobre estas series e filmes está disponível na página web do Syfy, em http://www.syfy.pt/guerra-dos-tronos-terceira-temporada, e também nas páginas de Facebook (https://www.facebook.com/SyfyPT) e Twitter (@Syfypt) do canal.