Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

SOCIEDADE CIVIL

De 2ª a 6ª feira às 14h00, na RTP2



No Sociedade Civil, Eduarda Maio modera as participações dos vários parceiros em cada emissão. Os temas dedicados a melhorar a nossa vida através dos testemunhos de cidadãos com uma larga experiência na resolução de problemas, pessoas de várias organizações mobilizadas para as soluções nas mais diversas áreas. Sempre de 2ª a 6ª feira às 14h00, na RTP2.

Segunda-feira, 15 abril
Diversidade Cultural


Dados do Instituto Nacional de Estatística revelam que a maior parte dos imigrantes em Portugal são naturais do Brasil, Ucrânia e Cabo Verde. E é na região da grande Lisboa que se concentra mais de metade da população estrangeira. Por onde se fixam trazem inovação cultural e social e contribuem para criar novas oportunidades empresariais. As línguas que aprendemos, a música que ouvimos, as fusões gastronómicas que experimentamos são fruto destas influências. Como é o Portugal dos imigrantes? Que mudanças trouxeram para o país? Que dificuldades ainda sentem? E que apoios existem?


Terça-feira, 16 abril
Tiroide: afeta 1 milhão de portugueses(as)


Cerca de 10% da população portuguesa tem uma doença associada à tiroide. Muitos desconhecem que um diagnóstico precoce aumenta a taxa de sucesso de cura, por isso é importante alertar para a necessidade de manter uma vigilância médica regular. O aumento de stress, a exposição a níveis de poluição elevados, o tabagismo e as infeções virais estão entre as causas prováveis. Como é feito o diagnóstico? Em que idades são mais comuns as perturbações da tiroide? Que consequências têm? Neste Sociedade Civil reunimos os melhores especialistas entre os parceiros do programa para esclarecerem todas as dúvidas sobre um problema que afeta cerca de um milhão de portugueses(as).


Quarta-feira, 17 abril
Conflitos parentais


Os tribunais demoram, em média, 11 meses para resolver conflitos parentais, de acordo com um estudo da Associação Portuguesa para a Igualdade Parental e Direitos dos Filhos. Mas os conflitos parentais também crescem entre casais não divorciados, um reflexo em muitos casos justificado pela crise. Independentemente das razões, as crianças são sempre as mais afetadas. A que sinais devem pais e educadores estar atentos? Quando é que os conflitos parentais passam também para os filhos? Como resolver discórdias sem afetar os mais novos? É possível ultrapassar estes conflitos sem ir à barra do tribunal?

Quinta-feira, 18 abril
Ensino técnico-profissional


As ofertas ao nível do ensino profissional não são suficientes e as ofertas não estão ajustadas à procura, como fez saber o ministro Nuno Crato. Numa altura em que o mercado de trabalho não tem lugar para tantos licenciados e em que há muitas áreas sem mão de obra especializada, o ensino técnico-profissional pode ser uma excelente opção para a entrada no mercado de trabalho. Quem opta por este ensino? De que forma a formação se conjuga com a experiência laboral? Que parcerias existem entre escolas e empresas? Que áreas são mais procuradas e quais proporcionam mais colocação no mercado de trabalho?

Sexta-feira, 19 abril
Redes sociais para maiores de 50


Uma investigação do Instituto do Envelhecimento quer perceber como a população com mais de 50 anos beneficia do uso das redes sociais. Se daqui a uns anos as faixas etárias acima dos 50 terão total domínio das novas ferramentas on-line, atualmente a maioria destes utilizadores estão ainda a dar os primeiros passos nas múltiplas redes sociais existentes. Mas será que estas redes foram pensadas só para jovens? De que forma podem contribuir para evitar o isolamento das pessoas em idade de reforma? E será que estas pessoas sabem proteger-se na web?
 
Apresentação de Eduarda Maio
Produção: Companhia de Ideias