Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

39º aniversário do 25 de Abril de 1974

 

Programa comemorativo reúne movimento associativo e instituições locais

 

 

A Câmara Municipal de Palmela, as Juntas de Freguesia e o Movimento Associativo promovem, até ao dia 1 de maio, um conjunto de iniciativas de caráter cultural, desportivo e cívico, que pretendem assinalar, em clima de festa, mas também de reflexão, o 39º aniversário da Revolução. O programa comemorativo do 25 de Abril evoca valores de liberdade e de cidadania, e apresenta várias propostas em todas as freguesias do concelho.

Destaque para a Sessão Solene da Assembleia Municipal, no dia 25, às 11 horas, na Biblioteca Municipal de Palmela, para a exposição “25 de Abril, um Cravo Vivo de Sonho”, para o espetáculo infantil “Os Barrigas e os Magriços” e para a nova proposta do Teatro O Bando “Olhos de Gigante”, e ainda para duas coproduções de grande qualidade, especialmente construídas pelo movimento associativo local para assinalarem a data, em Palmela e no Pinhal Novo – os espetáculos “Tempos de Abril” e “Não Adianta Olhar o Céu”.

 

Destaques de programação:

 

21 abril - 16h00 | Auditório Municipal de Pinhal Novo          

“Os Barrigas e os Magriços” pelo Teatro Extremo

Através de poderosas imagens, Álvaro Cunhal conta às crianças a luta travada pelos Magriços por uma vida liberta da opressão dos Barrigas, pela partilha justa dos meios de produção. A revolta dos Magriços levou ao derrube dos Barrigas em 25 de Abril de 1974. A presente versão cénica evolui em dois discursos complementares: o discurso narrado e o discurso visual pela manipulação de imagens, formas e objetos. Juntos fazem a ponte entre passado, presente e futuro.

Para maiores de 6 anos | Duração: 20m sem intervalo

Entrada gratuita mediante levantamento de bilhete

Org.: Câmara Municipal de Palmela

 

23 a 29 abril | Av.ª da Liberdade (Pinhal Novo) e Largo de São João (Palmela)

Exposição "25 de Abril Um Cravo Vivo de Sonho"

A Exposição da União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) é constituída por 11 painéis que ilustram o longo período fascista, de 1926 a 25 de Abril de 1974. Esta exposição tem percorrido diferentes espaços do concelho, nos últimos anos, em iniciativas da autarquia ou de agentes locais e comunidade educativa.

Org.: Câmara Municipal de Palmela

Apoio: URAP

 

24 abril - 21h30 | Jardim José Maria dos Santos, Pinhal Novo

Espetáculo Comemorativo em Pinhal Novo - “Tempos de Abril”

Participantes: Bardoada o Grupo do Sarrafo, BOONC, Orquestra Nova de Guitarras, ATA, Ensaiarte, Rancho Folclórico de Pinhal Novo

NOTA: Em caso de condições climatéricas adversas, o espetáculo terá lugar nos Bombeiros Voluntários de Pinhal Novo.

Org.: Câmara Municipal de Palmela

 

25 abril - 11h15 | Vale de Barris, Palmela

“Olhos de Gigante” pelo Teatro O Bando

“Não tenhas medo de estares a ver a tua cabeça a ir diretamente para a loucura, não tenhas medo! Deixa-a ir até à loucura! Ajuda-a a ir até à loucura. Vai tu também, pessoalmente, com a tua cabeça até à loucura!”.

Poemas: Almada Negreiros e Miguel Jesus; Encenação: João Brites e Miguel Jesus; Cenografia Nuno Melo e Rui Francisco; Direção musical: Jorge Salgueiro; Oralidade: Teresa Lima; Figurinos e adereços: Clara Bento e Fátima Santos com Ana Brandão e Raúl Atalaia; Criação Teatro O Bando, coprodução TNDMII.

Entrada livre para menores de 18 anos

Com transporte do Largo de São João às 10H30

Informação e reservas: 212 336 850

Org.: Teatro O Bando

 

25 abril - 11h00 | Biblioteca Municipal de Palmela

Sessão solene da Assembleia Municipal de Palmela

Org.: Assembleia Municipal de Palmela

 

25 abril - 21h30 | Cineteatro São João, Palmela

Espetáculo Comemorativo em Palmela- “Não adianta olhar o céu”

Participantes: DançArte, Sociedade Filarmónica Humanitária, Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, FIAR, “As Avozinhas”, DRACA, Grupo Coral “Ausentes do Alentejo”

Org.: Câmara Municipal de Palmela