Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre nos Jardins do Palácio de Queluz




A partir de 8 de Maio, terão lugar, todas as 4ªs feiras, às 11h, apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre, nos jardins do Palácio de Queluz, com a duração de 20 a 30 minutos. Estes espetáculos organizados com os cavalos e cavaleiros da Escola de Arte Equestre, estarão acessíveis a todos os visitantes do Palácio e/ou Jardins de Queluz.

Com o decorrer das obras nas instalações da Escola, e consequente melhoria da capacidade de acolhimento de visitantes/espetadores, serão agendadas outras atividades e espetáculos, a anunciar em breve.

Mantém-se também a possibilidade de agendar espetáculos privados da Escola de Arte Equestre, noutros horários ou locais.

 

A Escola Portuguesa de Arte Equestre, sediada nos jardins do Palácio de Queluz, foi fundada em 1979 com a finalidade de promover o ensino, a prática e a divulgação da Arte Equestre tradicional portuguesa. Recupera a tradição da Real Picaria, academia equestre da corte portuguesa do século XVIII, que usava o Picadeiro Real de Belém, hoje Museu Nacional dos Coches, e monta exclusivamente cavalos lusitanos da Coudelaria de Alter.

 

Em Setembro de 2012, a gestão da Escola Portuguesa de Arte Equestre foi entregue pelo Governo à Parques de Sintra – Monte da Lua, juntamente com a gestão dos Palácios Nacionais de Sintra e Queluz. Atualmente encontra-se em desenvolvimento o projeto de recuperação das instalações, com o objetivo de melhorar as condições de trabalho, alojamento dos cavalos, acolhimento de visitantes e apresentações ao público. Mantêm-se também os espetáculos da Escola noutros locais nacionais e internacionais, bem como a participação em feiras da especialidade.