Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

CIRCO VOX APRESENTA “CURTA A TEMPORADA EM PORTUGAL"

 

2013 Ano  do  Brasil no Chapitô


 



O 1º espectáculo criado pelo grupo Vox para apresentar a “Curta a temporada” apresenta inúmeras influências do circo contemporâneo.  Interactivo e bem-humorado, capaz de divertir todas as idades, é uma fusão de canto, dança e teatro com números de malabarismo, acrobacia de solo, equilibrismo, magia e acrobacia aérea.

O espectáculo “Curta a Temporada”  apresenta  cenas nonsense em que o público percebe que existe ligação entre os personagens e um sentido. Mas a história não é contada de uma forma literal.

Há uma continuidade cénica, ainda que não visível, sustentada numa forma interactiva com o público criando momentos intimistas e diferenciados.

 

A união de dois profissionais especializados em novo Circo (Elena Cerantola e Gallo Cerello) possibilitou a formação do Circo Vox em 1996. Os dois fundadores do grupo estudaram nas melhores escolas de Novo Circo da França ( ENC - Ecole Nationale du Cirque - Paris e CNAC e Centre Nationale des Arts du Cirque - Chalons Sur Marne).

 

O grupo costuma agregar artistas experientes para cada necessidade de trabalho, e conta com mais de onze anos de experiência no mercado de espetáculos.  As técnicas circenses (malabarismo, contorcionismo, tecido, lira, elástico, pirâmides acrobáticas, clown, entre outras) unem-se à dança, teatro, projeções e ao canto.

Ganharam o Prémio Funarte Estímulo ao Circo 2005, Troféu Terça Insana de Humor 2006, Prémio Funarte Carequinha 2007, Edital Pac de Circo 2008, Prêmio Estímulo ao Teatro 2008, entre outros.

 

Elenco: Elena Cerântola, Gallo Cerello, Biah Carfig,Tânia Oliveira

Publico alvo: Família – todas as idades

Duração: 1h30

 

 

 

CIRCO DE ÉBANOS APRESENTA “FOLHAS DA TERRA IGBÓ”



9 E 10 DE JUNH0,  22HOO


Com base na TERRA e na sua relação com o universo negro, “Folhas da terra IGBÒ” apresenta um espectáculo centrado nos elementos da cultura Afrobrasileira , tendo a música negra como banda sonora , as danças afro, a coreografia e toda a cenografia baseada nessas tradições e contando ainda com um elenco composto inteiramente por artistas negros.

Numa constante interacção com os objectos cénicos, elementos de ligação dos negros com a Terra, com a fecundidade, a terra que nutre e alimenta, acrescentam aos vários números circenses as vivências culturais de cada artista, numa história divertida e emocionante que se inicia quando um palhaço canibal escolhe uma pessoa do público para ser a sua refeição.

 

Com uma trajetória de mais de 70 apresentações nos últimos 5 anos, a  proposta do Ébanos é misturar a riqueza africana com a técnica e beleza do circo.

Existe uma cultura negra rica que pode ser muito bem aproveitada num espectáculo de circo: desde as lutas e danças de origem africana como a capoeira, o maculelê, a puxada de rede e o maracatu, até aos deuses e elementos do candomblé e as suas músicas persuasivas que fazem parte do folclore brasileiro.

 

Elenco: Simone (bailarina aérea/contorcionista); Alan ( Balé  aéreo trapezista); Andersom Esteves Souza (roda alemã); Grazielle (contorcionista bailarina/ acrobata); Panmella Naves (palhaça); Miotolo (palhaço), Everton Maximo (acrobacia)

Publico alvo: Família – todas as idades

Duração: 50 Mn