Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

5 NOITES, 5 FILMES - De segunda a sexta, às 22h00, na RTP2




De segunda a sexta, a partir das 22h00, na RTP2

5 NOITES, 5 FILMES

Em 5 Noites 5 Filmes da próxima semana o destaque vai para o cinema italiano.   

2ª feira
ADEUS MACHO (“Bye, Bye Monkey“)
  

Lafayette vive em Nova Iorque. O seu tempo é passado a circular entre três locais: o museu de cera de Roma Antiga, onde trabalha, um pequeno teatro de vanguarda dirigido só por mulheres e a cave infestada de ratos, onde habita. Até que um dia, um amigo descobre na praia um cadáver de um chimpanzé, em cima do qual se enroscava um macaco recém-nascido. 

Com: Gérard Depardieu, James Coco, Marcello Mastroianni, Geraldine Fitzgerald, Gail Lawrence, Mimsy Farmer, Stefania Casini, Francesca de Sapio, Nathalie Bernart, Avon Long, Richard Bowler, Enrico Blasi, William Berger
Realização: Marco Ferreri
Produção: Giorgio Nocella
Autoria: Marco Ferreri, Gerard Brach
Música: Philippe Sarde
Ano: 1978
Duração: 113 (cor) minutos      



3ª feira
UM DIA INESQUECÍVEL (“Una Giornata Particolare”)
 

O Fascismo e a sua perversa dimensão totalitária num drama intimista sobre um homem e uma mulher que passam juntos um dia inesquecível, com Sophia Loren e Marcello Mastroianni.  
Um Dia Inesquecível, é uma das mais notáveis realizações de Ettore Scola. Evocando o célebre dia em que Hitler fez uma visita de estado à Itália de Mussolini em 1938. Scola, centra-se no inesperado encontro entre um homem e uma mulher que não participaram nas celebrações e passaram juntos, um dia inesquecível. Ela é uma típica dona de casa, conformada com a sua situação de sujeição ao marido e aos filhos. Ele é um antifascista, homossexual, erradicado da rádio e condenado ao exílio. Os dois passam o dia num fascinante jogo de cumplicidades, confidências e bom humor. Riem juntos, almoçam e fazem amor. Ela, pela primeira vez sente-se desejada e não requisitada, e ele encontra conforto e coragem para suportar o inferno que o aguarda. Scola com uma espantosa elegância e um deslumbrante trabalho de fotografia, evoca o fascismo e o seu poder corruptor e totalitário através do mais banal episódio do quotidiano, quando um intelectual homossexual e uma dona de casa ignorante não só “inventam o amor com carácter de urgência”, mas desafiam e enfrentam os seus medos, fantasmas e incertezas. Sozinhos e na intimidade, os dois, resistem ao fascismo, cuja dimensão mais perversa consistia em levar cada um a esquecer-se de si. Um grande e memorável filme de Scola, servido por duas portentosas interpretações a cargo de Sophia Loren e Marcello Mastroianni.  

Com: Sophia Loren, Marcello Mastroianni, John Vernon, Françoise Berd, Nicole Magny, Patrizia Basso, Tiziano De Paolantonio, Antonio Garibaldi.
Realização: Ettore Scola Produção: Carlo Ponti
Autoria: Maurizio Costanzo, Ruggero Maccari e Ettore Scola
Música: Armando Trovajoli
Ano: 1977
Duração: 101 (cor) minutos
       


4ª feira
FEIOS, PORCOS E MAUS (“Brutti, Sporchi e Cattive”)


Prémio Para a Melhor Realização no Festival de Cannes de 1976, "Feios, Porcos e Maus" confirmou Ettore Scola como um dos mais inspirados cineastas italianos dos nossos dias.
Num bairro de lata em Roma vive a família de Giacinto. Uma vintena de pessoas entre filhos, filhas, noras, genros e netos para além da matrona da mulher e da mãe inválida e senil de cuja pensão a família se apropria todos os meses. Vivem apertados numa barraca miserável rodeados pelo lixo dos outros que vivem nos arranha-céus que os cercam. Giacinto dorme de arma na mão para proteger o seu tesouro, um milhão de liras que recebeu de indeminização por ter perdido um olho, e que muda constantemente de lugar, certo da cobiça da sua família. O dia a dia desta amoral, feroz e incontrolável família entra em aceso conflito quando um dia Giacinto leva para a barraca uma divertida e gorda prostituta. A família "em pé de guerra" tenta envenenar Giacinto durante o batizado de um neto. Este sobrevive ao raticida e por vingança deita fogo à barraca, vende o terreno a outra família e no fim acabam todos, os novos locatários e a família de Giacinto, por partilhar a velha e decrépita barraca.

Com: Nino Manfredi, Maria-Luisa Santella, Francesco Anniballi, Maria Bosco, Giovanni Rovini, Linda Moretti, Pietro de Luca.
Realização: Ettore Scola
Produção: Carlo Ponti
Autoria: Ruggero Maccari e Ettore Scola
Música: Armando Trovajoli
Ano: 1976
Duração: 111 (cor) minutos
     


5ª feira
AS QUATRO VOLTAS (“Le Quattro Volte”)

   
Um velho pastor vive os seus últimos dias numa velha aldeia medieval nas colinas/encostas da Calábria, no ponto mais a Sul da Itália. Ele pastoreia cabras sob o mesmo céu que outros habitantes abandonaram há já muito tempo. Está doente, e acredita ter encontrado o remédio milagroso na poeira que apanha no chão da igreja, e que bebe dissolvido em água todos os dias.  
Galardoado com o Prémio melhor produção no Torino Film Festival 2010 e marcou presença no último Festival de Cannes.  

Com: Bruno Timpano; Giuseppe Fuda; Nazareno Timpano
Realização: Michelangelo Frammartino
Ano: 2010
Duração: 1h28 minutos



6ª feira  
HABEMUS PAPAM (“Habemus Papam”)

  
O novo papa eleito, sofre um ataque de pânico no momento em que é suposto aparecer na varanda da Praça de São Pedro, para saudar os fiéis.  
Após a morte do Papa, os cardeais reúnem-se para elegerem o seu sucessor (Michel Piccoli). Na Praça de São Pedro, milhares de pessoas aguardam pela primeira aparição do novo Sumo Pontífice. Porém, esmagado com o peso da responsabilidade, o herdeiro de S. Pedro entra em pânico, recusando-se a aparecer em público. Depois de várias tentativas, os seus conselheiros decidem chamar um dos mais reconhecidos psicanalistas do país (Nanni Moretti) para o ajudar a ultrapassar a crise. Mas nada parece surtir efeito. Depois de três dias com o mundo suspenso, vagueando solitariamente pelas ruas de Roma, ele tenta encontrar a coragem necessária para tomar a única decisão possível.  

Com: Michel Piccoli, Nanni Moretti, Renato Scarpa, Jerzy Stuhr
Realização: Nanni Moretti
Ano: 2011
Duração: 105 minutos