Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Agenda de expoisções - concelho de Palmela

        Artes plásticas e multimédia

      

 

        A Galeria da Biblioteca Municipal de Palmela e o Foyer do Auditório Municipal de Pinhal Novo acolhem, até 3 de janeiro, um conjunto de exposições, integradas na iniciativa Mês da Fotografia ImaginArte Almada. A mostra “O Mundo é Pequeno”, de Carlos Marques da Silva - «registos de estados de espírito, de ambientes e de gentes» captados em viagens, do Vietname à Síria, da Rússia aos EUA, passando pelo Nepal, índia e Egipto - pode ser apreciada em Palmela, no horário habitual. Em Pinhal Novo, estão patentes ao público o vídeo de Carlos Ribeiro, “Cosmos” («a história deste Universo») e a exposição ”Interior/exterior, caminhos na aldeia”, de Luís Miranda, que evidencia «aspetos ou detalhes que caracterizam os espaços, surgidos pela ação do tempo e pelas utilizações humanas».

        O Espaço Fortuna – Artes e Ofícios, em Quinta do Anjo, é palco, até 5 de janeiro, de “4 Artes & Ofícios”, exposição coletiva que conjuga quatro tipos de arte – a cerâmica, a escultura, a pintura e o restauro. Participam nesta coletiva Carlos Rocha, Francisco Sicho, Hélio Sacramento, Pedro Botelho, Pedro Marques e Teresa Machado.

        Até 6 de janeiro, está patente no Foyer do Cineteatro S. João, em Palmela, a exposição “Imagens Avulsas” de Francisco Colaço, organizada pelo município. Professor de pintura na Universidade da Terceira Idade do Barreiro, desde 2011, Francisco Colaço nasceu em S. Miguel do Pinheiro, Mértola, em 1943. Licenciado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico, foi responsável técnico em várias empresas de construção metalomecânica até se reformar. Na área artística, deu aulas de desenho e aprendeu pintura em tela, tendo produzido, até ao momento, cerca de meia centena de trabalhos, com predominância para os óleos.