Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Dia Mundial da Música

Imagem:
#
#
  #   #
#

#

 

#
 
#
 

30 de Setembro e 1 de Outubro de 2010

 

O Dia Mundial da Música (1 Outubro) comemora-se em vários locais e a partir de 30 de Setembro.

Programa:

 

TEATRO DA TRINDADE
À conversa sobre Chopin e Schumann
Rui Nery (musicólogo) e Carla Seixas (pianista)
30 Set: 18h

Gala Premiados/ Alunos da Escola Profissional do Conservatório Nacional de Lisboa
1 Out: 18h

ESTAÇÕES DE METRO
Campo-Grande, Alameda, Baixa-Chiado, Marquês de Pombal, São Sebastião e Saldanha
Música a Metro
Percussões da Metropolitana
1 Out: 11h-13h

Info: 210 027 147

BIBLIOTECA MUNICIPAL ORLANDO RIBEIRO
Isabella's Bop
Swing, MPB, Rock'n'Roll, Blues
1 Out: 21h30

Deambulando
Ambientes Sonoros Típicos de Portugal
2 Out: 21h30

Info: 217 549 030

MUSEU DA ÁGUA - MÃE D'ÁGUA DAS AMOREIRAS

Concerto de Órgão de Cristal com Michel Deneuve
Entrada livre
1 Out: 21h30

Info: 917 256 722

Portugal 2010 - Exposição Mundial de Filatelia

Imagem:
#
#
  #   #
#


#

 

#
 
#
 
#
#
# # #   #
#
# # #
#
# #   #
#
# # #

1 a 10 de Outubro de 2010

10h-19h (excepto dia 1 Out: 19h-21h e 10 Out: 10h-14h30)

 

Fil

Rua do Bojador
Parque das Nações
1998-010 Lisboa

 

A programação educativa da exposição contempla visitas guiadas e oficinas pedagógicas. Há visitas guiadas à exposição sem marcação prévia diariamente às 16h, excepto nos dias 1 e 10. No Dia Mundial dos Correios, 9 de Outubro, às 16 horas, o espaço educativo da exposição recebe os writers Pariz e Nomen que farão ao vivo um graffiti alusivo à Filatelia, bem como uma actuação do VJ Pedro Osório, do DJ Ride e do saxofonista Rodrigo Amado. Este grupo de artistas convida à participação nesta experiência através da experimentação da técnica do graffiti. Uma exposição para ver em família ou em escola.

 

Oficinas Pedagógicas
- Os Postais Temáticos (oficina de experimentação plástica)
Maiores de 3 anos

- As Estórias da Filatelia (oficina de escrita criativa)
Maiores de 8 anos

- O Dia-a-Dia do Carteiro (peddy paper)
Maiores de 8 anos

- És Coleccionador? (oficina de construção de uma colecção)
Maiores de 6 anos

- Portugal cabe num Selo? (oficina de experimentação plástica)
Maiores de 5 anos

- Passaporte Filatélico (peddy paper)
Maiores de 10 anos

- Arte Postal (oficina de experimentação plástica)
Maiores de 3 anos

- Faz de Conta... (oficina de expressão dramática)
Maiores de 3 anos

- O Selo Humano (oficina de expressão corporal)
Maiores de 3 anos

- A minha Vida dava um Selo! (oficina de experimentação plástica)
Maiores de 3 anos

 

Inscrições: 800 215 216, museu@fpc.pt

Banda Sinfónica da PSP em Palmela para assinalar o Dia Mundial da Música e o Centenário da Implantação da República

1 de Outubro

21h30

 

Cine-Teatro S. João

Palmela

 

A Câmara Municipal de Palmela promove, no dia 1 de Outubro, um Concerto Comemorativo do Dia Mundial da Música e do Centenário da Implantação da República com a Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública. O concerto decorre no Cine-Teatro S. João, em Palmela, às 21h30, sob direcção do Comissário Ferreira de Brito.

A Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública teve origem num grupo de elementos policiais com conhecimentos de música, que pertenciam ao então Comando Distrital da PSP de Lisboa (actual Comando Metropolitano). A partir de 1979, sob a chefia do Major Silvério de Campos, o grupo evoluiu para um estágio de grande desenvolvimento artístico, o que permitiu concretizar a realização de um velho sonho de todo o pessoal da Polícia de Segurança Pública - integrar no seu efectivo uma Banda Sinfónica oficial. O reconhecimento público é notório, com actuações nos mais distintos auditórios nacionais e diversas participações em programas de rádio e televisão.

A entrada é livre.

 

Informações e reservas através do telefone 212 336 630.

 

 

 

 

Sara Tavares

1 de Outubro de 2010
21h30

 

Palácio de Belém

Calçada da Ajuda, 11

Lisboa

 

Comemorações do Centenário da Implantação da República.

Sara Tavares está entre as vozes convidadas para a festa no Palácio de Belém. A cantora leva "Xinti" às Comemorações do Centenário da Implantação da República, no dia 1 de Outubro.

Conhecemos Sara Tavares desde que era uma menina com um vozeirão para mostrar em programas televisivos de talentos. Conhecemos-lhe também o percurso, que passou pelo Festival da Canção, por trabalhos com os Shout, etc. Houve um ponto em que a sua cotação disparou, tanto dentro como fora de portas. Esse ponto coincidiu com o momento em que encontrou a sua personalidade musical, assumindo as raízes cabo-verdianas num quadro de modernidade. O primeiro testemunho disso foi o equilíbrio de "Balancê". "Xinti", que se estreou ao vivo no palco do Barbican Theatre (Londres), é o sucessor.

S.Pe. (PUBLICO.PT)

http://www.saratavares.com

Incrível Tasca Móvel

1 a 3 de Outubro de 2010
21h00

 

Rossio

Lisboa

 

Comemorações do Centenário da República

 tasca móvelDurante três dias a Tasca Móvel pára no Rossio para comemorar o centenário da República em tom de festa e arraial.

Mais do que um simples concerto, os Oquestrada querem garantir a festa por onde quer que passem e para isso construíram uma tasca ambulante e recriam aqui e ali o espírito português viajante. Nos primeiros dias de Outubro, a Incrível Tasca Móvel vai devolver o estilo popular (com pozinhos de fado, mas também dos Balcãs ou de Paris) ao Rossio, num espectáculo especialíssimo com a duração de três divertidas e animadas horas.

 

 

 

Centenário da República 1910-2010 - Do Terreiro do Paço à Praça dos Cidadãos

Imagem:
#
#
#   #
#


#
 

1 a 5 de Outubro de 2010

21h, 24h

 

Arco da Rua Augusta

Terreiro do Paço

Lisboa

 

A Sociedade Frente Tejo realiza pela primeira vez em Portugal um espectáculo multimédia, com animação e efeitos de video mapping, projectado em toda a fachada do Arco da Rua Augusta no Terreiro do Paço. Durante 10 minutos vai ser possível viajar no tempo. Ver a barca de S. Vicente ligada ao mito da origem de Lisboa, simular o terramoto e a reconstrução da baixa. Passear pelas arcadas e encontrar figuras da República, conviver com destacadas personalidades da política e da cultura e participar nos grandes momentos que marcaram a História de Portugal. A monumentalidade da fachada que serve de «tela» e a espectacularidade da projecção permitem dar aos cidadãos um sentimento de partilha.

Pág. 1/6