Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

«ALMOÇOS COM ARTE»

Novo dia arranca a 8 de Março


«ALMOÇOS COM ARTE» ÀS QUINTAS-FEIRAS NA

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

A partir de 8 de Março, os «Almoços com Arte» realizam-se às quintas-feiras na Casa-Museu Medeiros e Almeida, no centro de Lisboa. A iniciativa inspirada na National Gallery de Londres tem sido um sucesso. Por isso, se ainda não participou num destes “almoços”, aproveite a hora de almoço para “beber” um pouco de cultura.

 

Os «Almoços com Arte» durante o mês de Fevereiro mantêm-se às quartas-feiras, mas a partir de 8 de Março e até 28 de Junho realizam-se às quintas-feiras. A entrada é gratuita e sem necessidade de reserva mas limitada ao mínimo de 5 e ao máximo de 15 participantes. A duração é de cerca de 15 a 20 minutos.

 

As próximas peças da coleção de António Medeiros e Almeida (1895-1986) a serem apresentadas ao público através de pequenas histórias são:

 

FEVEREIRO 2012 – QUARTAS-FEIRAS ÀS 13H30

Dia 1 – A cómoda do Sr. Lever – Cómoda-secretária John Channon

Dia 8 – Uma família de pintores – Brueghel

Dia 15 – Um ar de sua graça – Leques na coleção

Dia 22 – História e Estórias de uma secretária – John Webb

Dia 29 – Cosmephilia – Porta Mogol

 

MARÇO 2012 – QUINTAS-FEIRAS ÀS 13H30

Dia 8 – Retrato flamengo – António Moro

Dia 15 – As Jóias da Casa-Museu – Joalharia Sala do Lago

Dia 22 – Azul e Branco – Azulejaria

Dia 29 – Um marceneiro excecional – F. Linke

 

ABRIL 2012 – QUINTAS-FEIRAS ÀS 13H30

Dia 5 – Um infiltrado na Colecão – Carlos Botelho

Dia 12 – De Vita Caesarum – Taça Aldobrandini

Dia 19 – Biombos na Coleção

Dia 26 – 1.ªs Encomendas – Porcelana de exportação Ming

 

MAIO 2012 – QUINTAS-FEIRAS ÀS 13H30

Dia 3 – A Horas – Despertadores da Coleção

Dia 10 – Partie et Contre-partie – A. C. Boulle

Dia 17 – Meninos de Palhavã – Terrina e travessa

Dia 24 – Amedée d’Ouville: A história por trás do quadro – Delacroix

Dia 31 – Chá com Napoleão – António Firmo da Costa

 

JUNHO 2012 – QUINTAS-FEIRAS ÀS 13H30

Dia 7 – Princesa Portuguesa, Rainha de Inglaterra – Catarina de Bragança

Dia 14 – Miscigenações – Púlpito Indo-Português

Dia 21 – Argentum Sacrum – Alfaias religiosas

Dia 28 – História da Medicina – J. Veloso Salgado

 


Mais informações em www.casa-museumedeirosealmeida.pt 

Informações:

Tel. (+351) 21 354 78 92

E-mail: info@casa-museumedeirosealmeida.pt                                               

Local: Rua Rosa Araújo, 41 - Lisboa

“Quando os Portugueses andaram na Grande Guerra”

 

Tema inspira encontros e conferências na Biblioteca de Palmela

 

No âmbito da Exposição Bibliográfica “ Quando os Portugueses andaram na Grande Guerra” - patente ao público até 14 de Fevereiro, numa organização da Câmara Municipal de Palmela e do Prof. João Reis Ribeiro - a Biblioteca Municipal de Palmela acolhe um conjunto de iniciativas que exploram a temática: dois encontros com escritores e uma conferência, sempre às 21 horas.

No dia 4 de Fevereiro, o escritor Sérgio Luís de Carvalho apresenta o seu romance “O Destino do Capitão Blanc”, cuja acção decorre durante a I Guerra Mundial e retrata a participação portuguesa no grande conflito armado. No dia 17, será a vez de António de Oliveira e Castro apresentar o seu romance “Tambwe – a Unha do Leão”, com ilustrações de Nuno David. Nas duas iniciativas, que integram sessões de autógrafos, o público poderá adquirir livros dos autores.

O historiador Ernesto Castro Leal proferirá a conferência “Pátria e República: Memorialismo de Guerra nas Edições da Renascença Portuguesa” no dia 10 de Fevereiro.

Entrada livre.

 

 

“Camilla Watson - Mistérios de Monserrate”

Exposição de fotografia em suportes alternativos

“Camilla Watson - Mistérios de Monserrate”

 

- Fotografias impressas em papel de algodão

- Biombo e mesa com impressão direta na madeira

- Patente de 3 de fevereiro a 25 de março

 

Exposição “Camilla Watson - Mistérios de Monserrate”

2 de fevereiro a 25 de março

Palácio de Monserrate

Entrada gratuita mediante aquisição de bilhete para o Parque de Monserrate.

Informações ao público: animacao.cultural@parquesdesintra.pt / 21 923 73 00

www.parquesdesintra.pt

 

Sintra, 31 de janeiro de 2012 – A Parques de Sintra receberá, a partir do próximo dia 3 de fevereiro (Sexta-feira), no Palácio de Monserrate (Sintra), a exposição “Camilla Watson - Mistérios de Monserrate”, integrando fotografias captadas por Camilla Watson no Parque de Monserrate durante os últimos 8 meses. As imagens expostas encontram-se impressas em papel de algodão, e a exposição inclui também um biombo e uma mesa com impressão de fotografias diretamente sobre madeira marítima.

 

Este trabalho marca a diferença pelo local que retrata e também pelos métodos de impressão. Com imagens a preto e branco, impressas sobre papel de algodão através da aplicação a pincel de uma emulsão líquida de prata, as fotografias apresentadas revelam um olhar diferente sobre a beleza e a magia de Monserrate, tratando-se do primeiro trabalho de Camilla Watson sem pessoas nas fotografias.

 

A fotógrafa utiliza uma emulsão fotográfica gelatinosa, rica em prata, que começa por liquidificar em banho-maria. Este líquido é aplicado a pincel, no escuro, sobre a superfície escolhida: mosaico, madeira, parede, ou simplesmente papel. Após secagem com um ampliador ou um projetor de slides (para superfícies maiores) expõe a superfície a um negativo preto e branco. O processo de câmara escura completa-se com um revelador, banho de paragem e fixador.

 

O trabalho desta fotógrafa distingue-se pela experimentação de novos suportes, com fotografias impressas diretamente em pedra, madeira, mosaicos e mesmo nas paredes das casas, utilizando uma câmara escura móvel que ela mesma desenhou.

 

Camilla explica que “não tinha uma lista do que queria fotografar, fui com a mente aberta e fotografei só as coisas que me chamavam: a água, cascatas, pedras, peixes, as raízes das árvores;  voltei no inverno e atraíram-me as sombras longas e as árvores sem folhas - luminosas no sol baixo de inverno”, acrescentando ainda que espera que “as pessoas sintam a magia do parque; não acho que vão sentir a falta da cor nas fotografias do jardim a preto e branco, porque apesar de as cores terem a sua beleza, também podem ser uma distração”.

 

Sobre Camilla Watson

Nasceu no Reino Unido em 1967 e começou a sua carreira como fotógrafa de cena de teatro, tendo-se depois dedicado à reportagem e ao retrato. Entre 2001 e 2004 viveu em São Paulo, onde foi convidada pela ONG Meninos do Morumbi para ensinar fotografia a jovens residentes nas favelas, e de cuja experiência resultou “São Paulo - Belo Horizontes”, a sua primeira exposição em Lisboa. Posteriormente passou por S. Tomé, Moçambique, Etiópia e África do Sul, continuando o seu percurso na área da reportagem ligada a ONG's.

Em Lisboa, onde vive há 5 anos, tem desenvolvido atividades com a comunidade da Mouraria, (incluindo como sócia da associação “Renovar a Mouraria”) e a Câmara Municipal de Lisboa tem apoiado alguns dos seus projetos. Entre estes encontram-se “Tributo” e “Dentro-Fora/Passado-Presente”, integrados na iniciativa “TODOS 2010” e "TODOS 2011", que consistiram na impressão de fotografias dos moradores diretamente nas paredes das casas, utilizando uma câmara escura móvel que a fotógrafa desenhou. Estes trabalhos foram igualmente expostos no Arquivo Municipal - Núcleo Fotográfico.

O Cultura de Borla Aconselha:

 
  Newsletter | Janeiro 2012
 
 
   
APANHADOS NO DIVÃ
UMA COMÉDIA DE JOE ORTON

Até 3 de Março 2011
Sextas e Sábados às 22h
 

 

No mesmo dia em que o Dr. Prentice entrevista uma candidata ao lugar de sua secretária, é visitado por um inspector do Governo (do ramo "mental"). A chegada do Sargento Match, envolvido num complexo inquérito policial, só vem complicar mais a vida do pobre psiquiatra. O que se passou no Hotel Central? Onde estão as partes desaparecidas de uma estátua de Sir Winston Churchill? Quem pára a Senhora Prentice? Quem é louco afinal? Não perca esta corrosiva subversão da comédia de boulevard!

Apanhados no Divã (título original What the Butler Saw), uma comédia de Joe Orton, foi o último texto escrito pelo autor inglês, terminado um mês antes da sua morte em 1967. A encenação de Jorge Cardoso conta com a participação dos actores Rui Félix, Patrocínia Cristóvão, Manuela Ramos Félix, Bruno Vitoriano, Ricardo Guerreiro e Nuno Paulino.

Este espectáculo 

Hoje existe uma sensação geral de desespero acerca da política porque sabemos que não nos pode fornecer nenhuma solução real. No entanto, eu não tenho a pretensão de ser um escritor pessimista. Estou divertido demais a ver a maneira das pessoas se comportarem para me entregar ao desespero. (Orton)

 

agora apetece-nos o divertimento

interrogamo-nos sobre o que resta do escândalo moral que fez fracassar a estreia desta 

peça no final dos anos 60

interrogamo-nos sobre o que resta da violência e da revolta de Orton que na sociedade 

inglesa de então se dizia rodeado de cus-apertados

uma coisa é certa: a peça continua a ser levada à cena por esse mundo fora …

 

Num mundo governado por loucos o escritor só se pode limitar a fazer a crónica dos feitos desses loucos ou das suas vítimas. (Orton)

 

por isso nos apetece agora este divertimento apesar da amoralidade do desenlace –

 suprema subversão – ser afinal acolhida nos braços da hipocrisia do mundo

 

final feliz?

Jorge Cardoso / Outono de 2011

Passatempo O Regresso de Natasha

O Blog Cultura de Borla em parceria com a Companhia Teatral do Chiado tem bilhetes duplos para a peça O REGRESSO DE NATASHA no Teatro MÁRIO Viegas para o dia 31 de Janeiro às 21h aos primeiros leitores que enviarem um mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver O REGRESSO DE NATASHA com o Cultura de Borla" com nome, BI, contacto.

 


Saber mais sobre a peça em www.companhiateatraldochiado.pt

 

O regresso de Natasha
uma comédia do absurdo
 
 
Ficha Técnica ß
 
de Ricardo Neves-Neves

Sem antes nem depois, este é um episódio onde quatro personagens partilham um espaço de onde não podem sair.
O Regresso de Natasha há contradição do naturalismo e uma procura da musicalidade no quotidiano.
É uma comédia do absurdo ou uma tempestade que persegue o surrealismo.

Num país das maravilhas ou dentro dum ovo
há uma sociedade de quatro pessoas,
aquelas e mais nenhuma.

Não sabem se se conhecem,
mas percebem-se como conhecidos
e às vezes são uma família.

Um é G., o outro é L.,
uma é velha, a outra é.
O outro é de quem o apanhar
se houvesse, mas não há.

Cada um, herói da sua própria certeza,
confessa sonhos de riqueza
a um relógio derretido em cima da mesa.

E quando passa de táxi um monstro escondido,
vai tu
não vou
não vai
ela vai
vai-vai,
tenho medo e peço um desejo.

E assim vamos correndo,
num sopro,
até ao inevitável regresso de Natasha.
O regresso de Natasha<br>uma comédia do absurdo
Para reservar bilhete(s) online:
Bilheteira Online

Interpretação: Ana Lázaro, Rita Cruz, Rogério Jacques, Vítor Oliveira
Encenação: Ricardo Neves-Neves
Música: Sérgio Delgado
Desenho de Luz: Hugo Franco
Direcção Técnica: Hugo Franco
Cabelos e Caracterização: Pessoa Júnior
Produção: Teatro do Eléctrico
Co-Produção: Companhia Teatral do Chiado
Direcção de Produção: Ricardo Neves-Neves
Bilheteira: Buzico - Produções Artísticas
Design Gráfico: Pedro Frois Meneses
Ilustração: Pedro Frois Meneses

Local: Teatro-Estúdio Mário Viegas
Em cena de 2011-10-04 a 2011-11-28
Horário: Terças às 22h00

Classificação: M/12

uma comédia do absurdo

Sugestões de actividades gratuitas para o fim-de-semana

Alegro Alfragide


 

Tal como vem sendo hábito, o Alegro Alfragide preparou um conjunto de iniciativas gratuitas para o fim-de-semana. Enquanto os mais pequenos aprendem a dançar hip-hop, os pais podem receber aconselhamento de imagem com um serviço de consultoria especializado, ou até mesmo esclarecer todas as dúvidas no Clube Mamãs, Papás & Bebés Alegro. No Domingo, para terminar o fim-de-semana, o Alegro sugere uma ida ao cinema acompanhada por jantar num dos restaurantes do centro comercial por apenas 9 euros.

 

No Sábado, às 10h30, decorre mais um Clube Mamãs, Papás & Bebés Alegro, onde o tema escolhido é: “O Parto – Um dos Grandes Momentos”. O objectivo do Clube é esclarecer dúvidas sobre gravidez, amamentação, preparação para o parto, entre muitos outras temas relacionados com o nascimento do primeiro filho.

 

E porque os Domingos Alegro são reservados para os mais novos, às 15h00, as crianças podem aprender a dançar hip-hop, através da actividade “Energia em Movimento – Move it!”. Uma iniciativa que se insere nos “Domingos Alegro”, o programa lúdico e didático permanente do Alegro Alfragide que tem lugar todos os domingos e onde podem participar todas as crianças entre os 6 e os 12 anos de idade.

 

No sábado, entre as 17h00 e as 21h00, a Experience BOX do Alegro recebe o S.O.S Fashion. Um serviço de consultoria de imagem personalizado que tem como objectivo a valorização de imagem tendo em conta a aparência física, o comportamento e a personalidade de cada pessoa, bem como o contexto da sua vida pessoal e profissional.

 

Para terminar o fim-de-semana o Alegro sugere que junte o útil ao agradável através da campanha “Cinema + Jantar”. Por apenas 9€ é possível jantar e assistir aos melhores filmes em exibição.

 

Alegro Alfragide actividades gratuitas

 

 

Clube Mamãs, Papás & Bebés

“O Parto – Um dos Grandes Momentos” :: Dia 28 de Janeiro

10h30 (Experience Box)

(Inscrições no balcão de informações, 21 712 54 03 ou em www.alegro.pt)

 

Domingos Alegro

“ Energia em Movimento” :: Dia 29 de Janeiro

15h00 (Praça Central)

 

S.O.S Fashion :: 3.ª, 6.ª e Sábados

Serviço de consultoria de imagem personalizado

17h00 às 21h00 (Experience Box)

(Inscrições no balcão de informações, 21 712 54 03 ou em www.alegro.pt)

 

O Cultura de Borla Aconselha:

d’Orfeu apresenta
“Mal-Empregados” em Lisboa

Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro (Telheiras)
LISBOA, 3 + 4 Fevereiro, 21h30


Luís Fernandes e Ricardo Falcão formam a dupla músico-teatral de “Mal-Empregados” © d’Orfeu

Lisboa prepara-se para acolher "Mal-Empregados", a mais recente criação músico-teatral da d'Orfeu, nos dias 3 e 4 de Fevereiro, pelas 21h30, no Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro (Telheiras). Depois de ter estreado e passado em alguns dos principais festivais portugueses de música, teatro e humor, inicia-se na capital a digressão nacional de 2012 de “Mal-Empregados”.

“Mal-Empregados” um espectáculo pseudo-sério, pseudo-cómico, absurdo qb e tendencialmente minimal, destacando-se originalmente pela fusão da comicidade gestual e teatral com a música. Dois actores-músicos, Luís Fernandes e Ricardo Falcão, desafiam-se, revezam-se, fartam-se, tentam sempre outra coisa, numa sequência de momentos cómicos, provocadores e interactivos com o público, onde a música tem o seu lugar, com o recurso a stylophones, instrumentos a pilhas praticamente desconhecidos. Este espectáculo é uma caricatura irónica dos especialistas em polivalência, para se chegar a uma conclusão: mal-empregados!

Estreado em Outubro passado no 10º Festival “O Gesto Orelhudo”, em Águeda, o espectáculo já passou entretanto pelo Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia e pelo FINTA – Festival Internacional de teatro ACERT. Depois das próximas apresentações em Lisboa a 3 e 4 de Fevereiro, "Mal-Empregados" prosseguirá digressão nacional por Coimbra (6 de Março, Centro Cultural Dom Dinis), e pelo Porto (17 de Março, Contagiarte), entre outras datas por anunciar por todo o país.

Os bilhetes para os espectáculos em Lisboa a 3 e 4 Fevereiro podem ser adquiridos directamente no local e terão um custo de 7€ para público em geral e de 5€ para portadores de Cartão d'Orfeu, associados INATEL, crianças até 12 anos e grupos a partir de seis pessoas.

info do espectáculo
http://www.dorfeu.pt/malempregados

vídeos promo
http://www.youtube.com/watch?v=FkYKEmJ4GsM
http://www.youtube.com/watch?v=gKXg5iKWVCg

CENTENÁRIO DO TURISMO ORGANIZA JORNADAS SOBRE GASTRONOMIA


 
Gastronomia e Turismo são o tema das Jornadas de Reflexão "Da Terra à Mesa, às Mesas do Campo", promovidas pela Comissão Nacional do Centenário do Turismo em Portugal, em articulação com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, a Naturtejo e o Turismo do Centro de Portugal. A iniciativa desenrola-se no sábado, dia 4 de Fevereiro, a partir das 14h30, no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova.
 
A gastronomia e o turismo são factos sociais e fenómenos de cultura que apontam para dimensões de identidade e de representação, considerados ou não em termos históricos.
 
Para além das Jornadas de Reflexão, o programa prevê duas exposições complementares, em Idanha-a-Velha e Idanha-a-Nova, refeições gastronómicas especiais em Monsanto e Idanha-a-Nova e, por fim, concerto de Rita Guerra, no Centro Cultural Raiano.
 
No dia seguinte, domingo, realiza-se um percurso pedestre, com guia, pela Rota dos Fósseis, em Penha Garcia, e uma visita ao balneário das Termas de Monfortinho.

Feira Urbana da Graça

28, 29 jan/12: 9h-18h

 

 

 
#
Ilustração, fotografia, moda, cerâmica, joalharia e design.

Informações Úteis: Largo da Graça
914 298 554/927 221 815
feiraurbanadagraca@gmail.com

Pág. 1/7