Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

A 16ª edição do OuTonalidades começa agora!



ABERTO O PERÍODO DE INSCRIÇÃO DE GRUPOS
até 4 Março 2012

Está oficialmente aberto o período de inscrições para os grupos musicais, de todos os géneros, portugueses ou estrangeiros, que pretendam integrar a bolsa de espectáculos da 16ª edição do OuTonalidades, circuito de música ao vivo que vai dar novos tons ao próximo Outono português!

INSCREVE O TEU GRUPO ONLINE:
http://www.dorfeu.pt/outonalidades

INSCRIÇÕES DE GRUPOS |  Para os grupos que se inscrevem pela primeira vez, será necessário criar uma conta de utilizador no portal da d’Orfeu. Os grupos que já se registaram em edições anteriores poderão aceder à plataforma e simplesmente actualizar os dados (receberão, entretanto, um e-mail a relembrar o seu registo de acesso).

PROJECTO SUSTENTÁVEL  |  Nesta 16ª edição, o OuTonalidades persegue a sua sustentabilidade e introduz uma filosofia de participação contributiva. Cada inscrição de grupo terá uma jóia simbólica de 10€, com vista à viabilização deste projecto único e singular no panorama musical nacional. Instruções no decorrer da inscrição online.

NOVAS PARCERIAS |  Depois de quatro edições em parceria com a Galiza (continuidade não confirmada para 2012), o circuito continua a consolidar-se na geografia nacional e acaba de estabelecer acordos com circuitos congéneres em França e na Bélgica, para intercâmbio de grupos. As oportunidades continuarão a surgir.

GRUPOS NACIONAIS E ESTRANGEIROS | O OuTonalidades continua também aberto a grupos não portugueses, desde que assegurem directamente as suas deslocações a Portugal. Uma vez programados, o circuito assegura iguais condições a grupos portugueses ou estrangeiros: cachet consoante escalão (máx 700€/concerto), jantares, alojamento e rider técnico.

Junta o teu grupo ao OuTonalidades 2012!
http://www.dorfeu.pt/outonalidades
Perante quaisquer dúvidas que surjam, contactar <outonalidades@dorfeu.pt> ou utilizar o formulário de esclarecimentos existente na plataforma online.

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC

Mozart: tal pai tal filho!

No dia 11 de Março, pelas 16h30, o Teatro Aberto acolherá o concerto comentado Mozart: tal pai tal filho!, da Orquestra de Câmara Portuguesa, dirigido pelo maestro Pedro Carneiro.  Um concerto  familiar que mostrará uma face mais leve e divertida dos compositores Wolfgang Amadeus Mozart e do seu pai Leopold Mozart, também ele um brilhante compositor e autor de um dos mais celebrados livros sobre violino. Em anexo seguem algumas imagens, agradecemos a actualização das vossas agendas e roteiros.

 

MOZART – TAL PAI, TAL FILHO!

Orquestra de Câmara Portuguesa

 

Direcção Musical e Comentários: Pedro Carneiro

 

Solistas: Witold Dziuba, violino | Hugo Diogo, viola

 

 

PROGRAMA

Leopold Mozart: Sinfonia dos Brinquedos

Wolfgang Amadeus Mozart: Sinfonia Concertante, K 364 (320d)

 

SINOPSE

Sabia que Mozart (filho) teve variadíssimos nomes durante a vida? E que adorava jogar bilhar? E que o pai foi um excelente compositor, professor e violinista: autor de um dos mais celebrados livros sobre violino?

Prepare-se para miminhos sonoros, melodias de embalar e sustos divertidos das vuvuzelas!

Vuvuzelas?! Claro, mas... não podemos revelar mais segredos. Venha e traga a família e os vizinhos e os amigos e quem mais encontrar pelo caminho. Venha ouvir a OCP, a mais recente e enérgica orquestra portuguesa, liderada por Pedro Carneiro. Deixe-se levar pela a Sinfonia Concertante para viola e violino, uma das mais belas obras criadas pelo Mozart, filho, o Wolfgang Amadeus.

Mas para começar venha divertir-se com a Sinfonia dos Brinquedos de Mozart pai, o senhor  Leopold.

É caso para dizer: - Tal pai, tal filho!

 

BILHETEIRA

4ª a sábado das 14h às 22h00; domingo das 14h às 19h

Reservas 213 880 089 ou bilheteira@teatroaberto.com

FNAC | ABREU | WORTEN | C.C Dolce Vita | Megarede | El Corte Inglés (Lisboa e Gaia) www.ticketline.pt (T) 707 234 234

 

PREÇOS

Normal – 12€

Jovem (até 25 anos) – 8€

Sénior (mais de 65 anos) | Parcerias | Grupos a partir das 10 pessoas – 10€

Bilhete família (2 adultos + 2 jovens até 18 anos) – 35€

Rita Redshoes na ETIC

29 fev: 15h-18h

 

ETIC - Escola Técnica de Imagem e Comunicação

Rua Dom Luis, 6

Lisboa

 

O objetivo desta tertúlia é proporcionar aos alunos da área de música e som, bem como a todos os interessados, um momento de conversa em que seja possível partilhar experiências do mundo da música, aspetos positivos e negativos deste meio, colocar questões, dúvidas, tudo num tom informal. Pessoas externas à comunidade ETIC devem fazer a acreditação na receção.#

Meio Metro de Pedra"

 

Exibição documentário
"Meio Metro de Pedra"
1de Março_19h
com participação de
Adolfo Luxúria Canibal, Henrique Amaro, Raquel Ralha, Tó Trips

Auditório Restart

-----------------------------------------------------------------

A RESTART, Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias, vai exibir no próximo dia 1 de Março, pelas 19 horas o documentário “Meio Metro de Pedra” sobre a história da contracultura do rock'n'roll nacional desde o seu surgimento no fim da década de 50 até aos nossos dias.

Na década de 60, inspirados por bandas como os Shadows, Bill Haley ou os Beatles, cerca de 3000 conjuntos de norte a sul de um país sob o alçada de Oliveira Salazar abalaram as editoras inconscientes deste som emergente.

Um impulso de espírito ousado que percorreu o psicadelismo dos Jets, o punk dos Aqui D'el Rock, e se estabeleceu em pontos nevrálgicos como Braga, Coimbra ou Barreiro.
Um pedaço da história de Portugal que tende a ser ocultado sobrevive através do selo independente da Ama Romanta, da Bee Keeper, da Lux ou da Groovie Records, e tem neste documentário de Eduardo Morais, a sua merecida celebração.

Participações
Adolfo Luxúria Canibal (Mão Morta); Henrique Amaro (Antena 3); Victor Gomes; Madalena Iglesias; Filipe Mendes (Chinchilas/ Roxigénio); João Alves da Costa (Jets); Victor Torpedo (Tédio Boys/ The Parkinsons); Raquel Ralha (Belle Chase Hotel/ Wraygunn); Suspiria Franklyn (Les Baton Rouge); Tó Trips (Lulu Blind/ Dead Combo), entre outros.

www.docmeiometrodepedra.blogspot.com
www.facebook.com/docmeiometrodepedra
www.vimeo.com/meiometrodepedra/trailer2
http://www.youtube.com/watch?v=aDMDZ3zSWlM

Durante os últimos dois meses de 2011, este documentário foi exibido por um circuito de cerca de trinta Cine-Teatros e auditórios por todo o país, sempre com a presença do realizador, Eduardo Morais para a realização de uma conferência após a visualização.

ANIMAÇÃO CULTURAL RESTART
ENTRADA LIVRE

   
       
   

INFORMAÇÕES
Telefone|
21.3609450
e-mail |
info@restart.pt


RESTART
Rua da Quinta do Almargem, nº 10
Belém

O Cultura de Borla Aconselha:

O RAPAZ DA ÚLTIMA FILA de Juan Mayorga

rapaz_ultima_fila_3 O RAPAZ DA ÚLTIMA FILA de Juan Mayorga Tradução de António Gonçalves Com António Filipe, Andreia Bento, Maria João Falcão, Pedro Carraca, Marc Xavier e Pedro Gabriel Marques Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Colaboração Artística Daniel Fernandes Luz Pedro Domingos

No Teatro da Politécnica de 7 de Março a 14 de Abril de 2012

Juana A literatura não ensina nada.
Germán Ah, não?
Juan Mayorga, O Rapaz da Última Fila

Uma das coisas que descobri quando era professor é que ninguém escolhe a última fila em vão. Nem sempre um rapaz a escolhe por ser o malandro, a última fila é aquela de onde se vê todos os outros sem se ser visto - é a fila do escritor, do artista.
Juan Mayorga

rapaz_ultima_fila_1É uma peça sobre a escola e a família, onde se encontram duas personagens, duas aves raras. Uma é um professor de literatura, de liceu, Germano, que terá uns 50 anos. Escolheu esta profissão porque pensava que lhe ia permitir viver em contacto com os grandes livros, e transmitir o seu amor por eles. O que acontece é que, no final da sua carreira, é um homem que não foi capaz de entregar a sua experiência, é um homem sem herdeiros. Um dia, ao tentar explicar a noção de ponto de vista pede-lhes que escrevam sobre o que fizeram no último fim-de-semana. E entre redacções horríveis descobre uma, inesperada pelo seu conteúdo e forma, que é a da outra personagem especial, o rapaz da última fila. Ninguém escolhe a última fila em vão. Nem sempre um rapaz a escolhe por ser o malandro, a última fila é aquela de onde se vê todos os outros sem se ser visto - é a fila do escritor, do artista.
Juan Mayorga in Artistas Unidos Revista nº 19

 

Exposição de Camélias - Sintra 2012 (17-18 março)


As melhores Camélias expostas em Sintra

 

 

è Exposição e Concurso nos Jardins do Palácio Nacional de Sintra

è Quintas históricas e produtores expõem as suas melhores Camélias

è Prémios: Melhor Camélia de origem Portuguesa e Melhor Camélia

è Parceria Parques de Sintra, Pal. Nac. Sintra e Assoc. Port. de Camélias

 

(Imagens em alta resolução: http://62.28.132.233/1330367426.zip)

 

Sintra, 27 de fevereiro 2012 – A Parques de Sintra, o Palácio Nacional de Sintra e a Associação Portuguesa de Camélias apresentarão, a 17 e 18 de março, a II Exposição de Camélias – Sintra 2012. Esta exposição e concurso, a ter lugar no Palácio Nacional de Sintra, contará com diversas Quintas históricas e produtores de camélias, e incluirá a atribuição de prémios para os melhores lotes de flores apresentadas.

 

Assim, um júri composto por Dra. Joana Andresen Guedes (Presidente da Associação Portuguesa de Camélias), Prof. António Lamas, (Presidente do Conselho de Administração da Parques de Sintra), e Dr. Inês Ferro (Diretora do Palácio Nacional de Sintra), bem como diversos especialistas em Camélias, irá avaliar a qualidade e beleza (como critérios de avaliação) dos lotes de flores apresentadas, atribuindo prémios não só para a Melhor Camélia como para a Melhor Camélia de uma variedade de origem Portuguesa.

 

Até Abril, os parques, quintas e jardins de Sintra são animados pelas graciosas flores das “japoneiras”, sendo estas o ex-libris do Inverno sintrense, motivo para bailes e festas. A introdução de Camélias em Sintra (Parque da Pena) e o gosto pelo cultivo de variedades no século XIX deveu-se fundamentalmente a D. Maria II e a D. Fernando II. Muitas destas variedades foram batizadas com nomes de membros da Família Real, em reconhecimento e como forma de divulgação das Camélias em todo o país, sobretudo no Norte, onde o clima era também favorável ao seu cultivo. Assim, encontramos rainhas, ‘Dona Maria II, Rainha de Portugal’ (1865, vermelha – cor de cereja), ‘Dona Maria Pia, Rainha de Portugal’ (branca virgem com riscas de carmesim); princesas: ‘Princeza D. Amelia’ (1865, branca pura), ‘Princeza Real’ (1865, vermelha – cor de cereja com manchas brancas); os infantes: ‘Dom Carlos Fernando (Príncipe Real)’ (1865, cor de rosa delicado), ‘Infante Dom Augusto’ (1865, cor de rosa com riscas brancas); e os reis e imperadores: ‘Dom Pedro V, Rei de Portugal’ (1872, branca pura com marcas e riscas cor de rosa), ‘Dom Pedro, Imperador do Brazil’ (1865, branca com riscas carmesim), e não faltando a Condessa d’Edla (1872, branca pura).

 

Em Sintra, a presença de Camélias é ainda hoje muito importante, e esta exposição vem permitir a promoção científica da enorme coleção de Camélias existente na área. Estas coleções são objeto de estudo, classificação e recuperação com o objetivo de vir a ser os mais importantes acervos de variedades históricas portuguesas no sul do país.

 

Horário:

17 de março - 14h30 - 17h30

18 de março - 10h - 17h30

Entrada livre nos jardins do Palácio Nacional de Sintra

Informações ao público: 21 923 73 00 / npa@parquesdesintra.pt

Palmela apresenta programa Cidade Europeia do Vinho 2012

BTL – 29 de Fevereiro a 3 de Março


 

A Câmara Municipal de Palmela estará presente na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa para apresentar o programa de actividades, o vídeo promocional “Cidade Europeia do Vinho 2012” e promover os produtos locais de qualidade.

A apresentação decorrerá no stand do Turismo de Portugal, no dia 29 de Fevereiro, quarta-feira, às 16 horas, onde não faltará a prova do "Melhor Moscatel do Mundo" - o Moscatel de Setúbal da adega Venâncio da Costa Lima.

 

O município marcará, presença, também, neste stand nos dias 1 de Março, às 12h00 e às 16h00, e 2 de Março, às 12h00, com informação turística e a degustação de produtos regionais, em parceria com a Rota de Vinhos da Península de Setúbal/ Costa Azul, e no dia 3 de Março, no stand da Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo, onde será efectuada a divulgação do calendário de eventos Palmela, Cidade Europeia do Vinho 2012.

 

 

 

 

CENTENÁRIO DO TURISMO PROMOVE DEBATE SOBRE TURISMO E FRONTEIRA


 
A Comissão Nacional do Centenário do Turismo em Portugal e o Município de Barrancos  organizam e promovem o Congresso “Turismo e Fronteira: perspectivas de desenvolvimento turístico do interior”, que irá ter lugar no próximo dia 16 de Março, no Cineteatro de Barrancos. Este evento pretende reunir empresários, técnicos, investigadores e comunidade em geral, em torno da problemática do turismo e da sua importância no âmbito do desenvolvimento do interior.
 
Estarão presentes, entre outros representantes, os presidentes da Comissão Nacional, da Câmara Municipal de Barrancos e da Entidade Regional do Turismo do Alentejo e o Director Geral do Património Cultural.
 
O programa do Congresso foi estruturado em dois painéis, com oradores dos dois lados da fronteira: "Valorização do Património e Desenvolvimento Local" (Ana Paula Figueira, Isabel Sabino, Bárbara Pinto, Victor Figueira, Aurora Carapinha e Francisco Chalaça) e "Turismo e Desenvolvimento do Interior" (António Eloy, Leonel Rodrigues, Gloria Pons e Emilio Domingues).
 
De manhã, haverá uma visita guiada ao Parque de Natureza de Noudar e, a terminar o Congresso, ao final da tarde, está previsto um Workshop de corte de presunto e a degustação de enchidos e presunto.
 
A Comissão Nacional considera que, "nestes meses finais das celebrações, importa também verificar a importância do turismo nas oportunidades que se têm aberto ultimamente na melhoria da conectividade e das infra-estruturas básicas das zonas fronteiriças e na procura do aumento da competitividade. Segmentos como, por exemplo, o turismo rural, o turismo de natureza, o património e a gastronomia podem ser importantes para este objectivo."
 
As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, e devem ser formalizadas para os seguintes endereços de correio electrónico: cmb.eeagrants@cm-barrancos.pt ou centenariodoturismo@gmail.com .
 
--

 


--

Pág. 1/8