Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

EVOCAÇÃO DOS 50 ANOS DA MORTE DE BERNARDO MARQUES (1889-1962)

 

 

 

 

A pretexto da evocação dos 50 anos da morte de Bernardo Marques pretende-se organizar um conjunto de iniciativas culturais e educativas que revisitem a obra de BM, consagrado desenhador humorístico no campo da ilustração e das artes gráficas.

 

BM nasceu em Silves no seio de uma família de abastados proprietários rurais. Em 1918 inscreveu-se na Faculdade de Letras. Contudo, abandonaria os estudos logo no 3.º ano, decidindo que queria ser pintor. Iniciou-se como ilustrador, com desenhos humorísticos, atividade que prosseguiu até meados dos anos 30, em jornais e revistas, como a ABC, Ilustração Portuguesa, Rir, O Século, A Batalha, Diário de Lisboa e na revista Contemporânea, participando ao lado de Almada de Negreiros, Jorge Barradas, Ernesto do Canto, Emmerico Nunes, Cristiano Cruz, António Soares, José Pacheko, entre outros.

 

A sua estadia em Berlim, em 1929, fê-lo tomar contacto com o expressionismo alemão, que ele adaptou ao contexto lisboeta. Viagens a Paris, Nova Iorque e São Francisco, nos anos 30, alimentaram e desenvolveram a sua expressão criadora. Nos anos 40, a sua atividade desdobrou-se entre a ilustração, as artes gráficas e a decoração, tendo dirigido algumas publicações periódicas: foi diretor gráfico da revista Panorama, colaborado ainda com várias editoras e aceitado encomendas oficiais do Secretariado Nacional de Informação.

 

Na década de 50, volta ao desenho como atividade autónoma e de carácter íntimo, que centrou essencialmente na análise da paisagem urbana e rural. De 1959 a 1962, foi diretor artístico da revista Colóquio. Contemporâneo da segunda geração modernista, Bernardo Marques recusou sempre expor individualmente e só depois da sua morte foi possível avaliar a dimensão da sua obra. Foi autor de uma obra multifacetada que lhe confere um lugar de destaque na ilustração portuguesa.

 

PROGRAMAÇÃO

EXPOSIÇÕES

Bernardo Marques na Colecção da Hemeroteca de Lisboa: Obra Gráfica - mostra documental e bibliográfica

Reúne parte da obra gráfica de BM existente na coleção da Hemeroteca, nomeadamente a que resultou da sua colaboração em vários jornais e revistas da época. esta mostra permitirá revisitar alguns dos trabalhos que o consagraram como um desenhador humorístico de grandes qualidades e um ilustrador de traço original e moderno.

Inauguração: 3 de Outubro | Patente ao público até 17 de Novembro

Local: Hemeroteca Municipal de Lisboa – Átrio e Escadaria

 

CONFERÊNCIAS

Bernardo Marques na Ilustração Portugueza

Por Rita Correia (Hemeroteca Municipal de Lisboa)

11 Outubro: 18.00h

Local: Sala do Espelho_ HML

 

Bernardo Marques como diretor artístico das revistas Panorama, Colóquio e Litoral

Por Jorge Silva (Designer Gráfico)
25 de Outubro: 18.00

Local: Sala do Espelho_HML

 

CONTEÚDOS DIGITAIS

Bernardo Marques, Dossier Digital com:

  • Guião da Mostra Bibliográfica Bernardo Marques na coleção da Hemeroteca Municipal de Lisboa
  • Recensão crítica das conferências
  • Nota Biográfica de Bernardo Marques, por Rita Correia
  • Bernardo Marques no catálogo colectivo das BLX
  • Programa da evocação dos 50 anos da morte de Bernardo Marques


Agradecemos a divulgação desta iniciativa. Para mais informação ou outros esclarecimentos contactar: Maura Pessoa – Tel. (geral) 21 324 62 90 / E-mail: maura.pessoa@cm-lisboa.pt">maura.pessoa@cm-lisboa.pt

 

11º Festival “O Gesto Orelhudo”

 


http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo
3 a 6 Outubro 2011  |  ÁGUEDA, Espaço d’Orfeu


QUARTA 3 OUTUBRO

21h30

“Piano Tour” - Divinas (Barcelona)
Concerto músico-teatral inspirado nos anos 50, a época dourada do swing, um tempo em que os trios vocais femininos enchiam as emissões de rádio. Divertidas e muito sensuais, acompanhadas ao piano, as Divinas cantam incrivelmente a três vozes, ressuscitando o glamour, o estilo e até o look da época. E o humor, aquele que brota da personalidade de cada uma delas, na sua ânsia de protagonismo. Muito charme na abertura do 11º Festival O Gesto Orelhudo!

22h45

“Push!” - The Slampampers (Holanda)

Um dos mais marcantes grupos de toda a história d’O Gesto Orelhudo (onde se apresentaram em 2006 e 2007), voltam agora com novo espectáculo, “Push!”, para repetir o sucesso. Uma extravagância de três musicómicos plena de peripécias musicais, inesperadas acrobacias, interacção com o público e ilimitada energia. Uma autêntica paródia em cima do palco, por uma mini big-band hilariante!



QUINTA 4 OUTUBRO

21h45

“Tim Tim por Tim Tum”

Quatro dos mais aclamados bateristas nacionais dão um singular concerto, num clima de interacção que explora o som, o silêncio, o acústico, o gestual e o imprevisível. Quatro baterias em cena é, por si só, fascinante, mas o universo sonoro a descobrir é tão vasto quanto a imaginação, onde qualquer objecto que produza som pode ser usado para fazer música. De regresso ao festival, senhoras e senhores, Tim Tim por Tim Tum!


23h15

“Obrigado!” - Quico Cadaval & Narf (Galiza)

Um espectáculo em formato de emissão de rádio, feita em directo pelo contador de histórias Quico Cadaval e pelo músico e cantor Narf. No trabalho destes dois artistas confluem o gosto pelo engenho popular, o magnetismo pelos trópicos, a simpatia pela luso-cultura e a vontade de exprimir histórias muito pessoais. Quico tem um humor fascinante; Narf é um artista dos sons e das canções. O público do Gesto Orelhudo não vai deixar de dizer obrigado!



SEXTA 5 OUTUBRO

21h45

“Vintage” - Vozes da Rádio

O mais conceituado grupo português a cappella chega ao Festival O Gesto Orelhudo com uma carreira recheada de sucesso. Um peculiar humor na (re)interpretação de músicas de todos os tempos, além do extremo bom gosto nos arranjos vocais, tornam o seu espectáculo “Vintage” obrigatório no festival. A qualidade de Vozes da Rádio não podia demorar mais a chegar ao Gesto Orelhudo!


23h15

“Humor in Concert” - Gogol & Max (Alemanha)

Gogol & Max são musicómicos da elite internacional; dois virtuosos que fascinam audiências por todo o mundo. A mímica clownesca, o humor engenhoso e as acrobacias incríveis tornam este espectáculo imperdível. Mas não é tudo: os seus profundos conhecimentos musicais levam estes dois a uma competição, em forma de concerto, que inclui cerca de vinte instrumentos diferentes. Estreia em Portugal, mais um grande espectáculo na linha de programação do festival!



SEXTA 6 OUTUBRO

21h45

“Fados, Fantasmas e Folias” - Zeca Medeiros (Açores)

Zeca Medeiros, o cantor açoriano da voz rouca e poderosa, é um artista carismático, tanto na sobriedade das canções, como quando tira do bolso um nariz de palhaço. Na sua teatralidade, transporta para o palco mil vivências como músico e compositor de eleição, com requinte, com humor e fortemente inspirado na profundidade dos sentimentos ilhéus. O regresso do marinheiro das canções à d’Orfeu, ora embalador, ora poderosamente desconcertante.


23h15


“Muito Riso, Muito Siso” - d'Orfeu
http://www.dorfeu.pt/outonalidades

Quando se cumprem 10 anos da estreia deste espectáculo (em pleno O Gesto Orelhudo do ano 2002), a d’Orfeu apresenta a corrente versão simplista de “Muito Riso, Muito Siso”. Se foi estreado com um elenco de sete pessoas, actualmente é um solo de Luís Fernandes no múltiplo papel de músico-actor-diseur. Ou como muitos textos lusófonos dizem grandes coisas, nem sempre com as palavras mais sérias e formais. Humor potente no fio das palavras!




7ª FESTA DO TEATRO AMADOR NO CENTRO CULTURAL MALAPOSTA

 

            

             O Centro Cultural Malaposta acolhe, até ao próximo dia 14 de outubro, a Festa do Teatro Amador. Este fim-de-semana é dedicado às peças “O Ser do Planeta”, “Os Bolsos Vazios de Deus”, “Os Amigos do Mar” e “O Destino, Alegoria do Poder”. Hoje é ainda possível ver “Um Crime Perfeito”, peça levada a cena pelo Grupo de Teatro Lusofonia, em homenagem ao patrono desta 7ª edição, Jaime Salazar Sampaio.

 

          Inspirada no conjunto da obra literária do autor, “Um Crime Perfeito” reflete um universo “absurdo e alienado”, duas armas criticas de constatação da realidade do ser humano e da sociedade.

 

Amanhã, pelas 21h30, o Grupo de Teatro-Cultural Contra Senso apresenta “O Ser do Planeta”, peça que nos apresenta um cenário apocalíptico: os Quatro Cavaleiros do Apocalipse elevam o último sobrevivente num dispositivo que irá fazer uma viagem pela mente humana. Este pretende ser um alerta para os atos errantes do Homem que podem levar à destruição do planeta e de si próprio.

 

“Os bolsos vazios de Deus” conta-nos a história de Giovanessa e Paolino. Gionavessa não vê, apenas fala e expõe o que sente. Paolino não fala e não ouve, apenas vê. Que linguagem utilizam para comunicar? As palavras do poeta José-Alberto Marques são levadas a cena pelo Grupo de Teatro das Três Peças de Woody Allen, sábado, pelas 21h45.

 

No último dia de Setembro há espaço para uma peça infantil baseada numa das obras mais populares de Sophia de Mello Breyner Andresen, A Menina do Mar. Em “Os Amigos do Mar”, um menino que passeava na praia encontra, por trás de uma rocha, a Menina do Mar, um caranguejo, um polvo e vários peixes. Juntos vão viver grandes aventuras.

 

Para terminar o dia, o grupo ENGRAÇARTE quis deixar um espaço aberto à imaginação e reflexão dos espetadores. Em “O Destino, Alegoria do Poder” irão procurar, de forma engraçada, levantar questões sobre o mundo em que vivemos, numa viagem até ao Destino.

 

7ª edição da Festa do Teatro Amador

25 de setembro a 14 de outubro

terça a sábado às 21h30 | domingo  às 16h00.

Bilhetes: 3 e 6 euros

Reservas: 219 383 100

 

HISTÓRIA ESTREIA “ESPECIAL REPÚBLICA PORTUGUESA”

 

 


 

O canal HISTÓRIA estreia no dia 5 e 6 de Outubro, às 00h25 um especial sobre a República Portuguesa” composto por dois documentários: “A República Portuguesa” e “Mulheres da República”.

 

A 5 de Outubro de 1910, D. Manuel II, o último rei de Portugal sai do país rumo a Gibraltar. No dia seguinte, Portugal proclama a República. HISTÓRIA retrocede 102 anos para recordar os acontecimentos que deram lugar àquele acontecimento e analisa alguns aspetos desconhecidos do último século da história portuguesa.

 

“A REPÚBLICA PORTUGUESA”, dia 5 Outubro às 00h25, 07h10, 13h35 e às 16h55.

Em Portugal não há memória de outro sistema político para além dos republicanos. A monarquia caiu há 102 anos e, desde então, os homens de sangue azul não voltaram a controlar a nação. Mas antes de 5 de Outubro de 1910, o poder da realeza em Portugal via-se gravemente ameaçado, a 1 de Fevereiro de 1908 por exemplo, o Rei Carlos e o príncipe D. Luís foram assassinados em Lisboa. Os dois anos seguintes foram de liderança débil, dirigidos por D. Manuel, que provavelmente nunca pensou assumir o trono e muito menos numa idade tão jovem. Este momento sangrento é o ponto de partida para este documentário. Num momento em que a porta está aberta para a mudança permanente. Porque caiu a monarquia e como se estabeleceu um regime republicano que mantinha quase todos os vícios da monarquia? As respostas são dadas pelas personagens principais deste drama. Basear-nos-emos no testemunho dos descendentes dos primeiros presidentes da República e também no dos últimos chefes de Estado. Cada um à sua maneira irá ajudar-nos a compreender as três etapas diferentes do exercício do poder. Ajudar-nos-á a analisar a instabilidade da primeira etapa Republicana, a ditadura da segunda, e a estabilidade conseguida na terceira fase.

 

“MULHERES DA REPÚBLICA”, dia 6 de Outubro às 00h25, 07h10 e às 16h50.

A 5 de Outubro de 1910, Portugal viveu uma mudança histórica. Estávamos já no século XX, e os valores da Revolução Francesa, enchiam as cabeças dos que queriam outro Portugal. Fala-se muito na Revolução do 5 de Outubro de 1910, mas quase sempre dos homens (pensadores, políticos). Mas o país de Portugal tem um ditado, "por trás de um grande homem, há sempre uma grande mulher", e isto aplica-se à república de Portugal. As mulheres também sonhavam com isto! Neste documentário pretende-se destacar, entre outros, Adelaide Cadete, Ana de Castro Osório, Ângelo e Maria Carolina Veleda. Todas elas foram membros da Liga de Mulheres Republicanas. Eles lutaram pelos seus direitos, por exemplo o direito de votar. Adelaide Cadete Ângelo e Carolina eram médicas, acenavam bandeiras na Praça da República na cidade a 5 de Outubro de 1910. No final o movimento deu-lhes a nova bandeira, mas negou-lhes o direito de voto. Opinavam que dar o direito de voto às mulheres era perigoso, porque continuavam sob a influência da Igreja e dos sacerdotes. Ana de Castro Osório foi uma das líderes feministas do século XX e o Presidente da República Teófilo Braga leu e desfrutou da sua obra. Hoje em dia, 102 anos depois, Portugal já vive numa democracia há 37 anos e os sonhos destas mulheres continuam a realizar-se. Esta obra analisa até que ponto os sonhos das mulheres da república chegaram a realizar-se.

 

 

Nas BLX Acontece... 1 a 7 out 2012 | N 31

 

 

Destaques

 

 


BM Orlando Ribeiro
2ª feira, 1 out

Dia Mundial da Música - 1 outubro
No âmbito da comemoração desta efeméride, a BM Orlando Ribeiro organiza, para este dia, um programa com várias atividades.
+ INFO

Entrada livre.

 

 

 


BM Camões
de 4 out a 2 nov

ANANQUE - Publicação de Autores
Exposição que pretende reunir vários autores numa mesma plataforma, onde sobre o mesmo mote, estão convidados a abordar o tema de forma livre, simultaneamente no formato de revista, e instalação.
Paralelamente ao lançamento da revista, e de forma complementar, serão promovidos debates conversas, exposições e concertos.

Entrada livre.

 

Exposições

 

 


BM São Lázaro
de 1 a 31 out

Contos de encantar
A Coleção «Contos de Encantar» retrata o mundo imaginário dos anos 40 e 50, ilustrando títulos que ainda são reproduzidos, como João Feliz (contos Grimm e adaptado por Emília de Sousa Costa); A raposa e o lobo (adaptado por Raquel Andresen e ilustrado por José Cambraia) ; ou outros que nos são menos familiares, como O espantalhete (Noel de Arriaga) ou A bruxa do bosque e O valentão (ambos adaptados por Raquel Andresen dos contos de Bechstein).

Entrada livre.

 

 

 


BM Natália Correia
de 1 out a 30 nov

A Escola de Ontem e Hoje
Serão recolhidas fotografias e documentação relativa ao tema, afim de se podermos comparar as diferenças do antes e do agora.

Entrada livre.

 

 

 


BMRR - Cidade Universitária
de 2 a 24 out

Eu Fui Uma Testemunha - O 5 de Outubro em Lisboa
Exposição comemorativa da Revolução do 5 de Outubro.

Entrada livre.

 

 

 


BM Camões
de 3 a 30 out

Prémio Nobel da Literatura - conheça os escritores que fizeram história
A mostra bibliográfica pretende dar a conhecer as obras dos escritores que ganharam o Prémio Nobel da Literatura e ficaram na história!

Entrada livre.

 

 

 


Hemeroteca
de 3 out a 17 nov

Bernardo Marques na coleção da Hemeroteca Municipal de Lisboa
Esta mostra bibliográfica que reune parte da obra gráfica de BM existente na coleção da Hemeroteca.
Esta biblioteca colaborou em vários jornais e revistas da época, pelo que esta mostra permitirá revisitar alguns dos trabalhos que o consagraram como um desenhador humorístico de grandes qualidades e um ilustrador de traço original e moderno
(inauguração às 17H00).

Entrada livre.

 

 

 


BM Palácio Galveias
de 4 out a 4 nov

Os Presidentes da República
Neste mês em que se assinala a implantação da República, a BM Palácio Galveias realiza uma mostra bibliográfica onde estarão representados os vários Presidentes.

Entrada livre.

 

 

 


BMRR - Grandella
de 20 a 31 out

Imagens ReVEladas
Exposição de fotografia (Dário Vieira) e de pintura (João Silva)
(inauguração às 19H00).

Entrada livre.

 

 

 


Rede BLX
OUTRAS EXPOSIÇÕES
Conheça todas as outras exposições que temos disponíveis na Rede BLX.
+ INFO

Entrada livre.

 

Formação

 

 


BM Palácio Galveias
5ª feira, 4 out | das 10H30 às 13H30

Ulisses: como procurar emprego
Saiba como pode valorizar o seu currículo, domine técnicas de pesquisa de trabalho e saia vencedor nas entrevistas.

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia: Tel: 21 780 30 20

 

 

 


REDE BLX
VÁRIAS FORMAÇÕES
Conheça as várias formações que temos disponíveis na Rede BLX.
+ INFO

 

Infantil

Famílias/ Escolas

 

 


BM Palácio Galveias
5ª feira, 4 out | 10H30

PARA ESCOLAS
Dia Mundial do Animal

Encontro com a Escritora/Ilustradora Violante Saramago Matos, com o objetivo de comemorar o Dia Mundial do Animal.
O livro proposto para a concretização do referido encontro será "O Quinas ganha uma casa".

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia: Tel: 21 780 30 20

 

 

 


BM Orlando Ribeiro_Auditório
sábado, 6 out | 11H00 e 15H00

PARA FAMÍLIAS
Teatro «O Livro Mágico da Beatriz»

pela ARTITUDE - Câmara Lisboa Clube

Beatriz está doente e não pode sair do quarto. Tem como única companhia um Livro Mágico, de onde saltam as personagens maravilhosas do mundo da Fantasia.

Informações / Inscrições / Pagamentos: 919 612 456 e 917 412 112

 

 

 


BM Orlando Ribeiro_Atelier Infantil
sábado, 6 out | das 16H00 às 17H30


MailScanner detectou uma possível tentativa de fraude de "blx.cm-lisboa.pt" INSCRIÇÕES ABERTAS!!!

PARA FAMÍLIAS
Oficina de Gravura

Este workshop visa a exploração da gravura contemporânea, com recurso a materiais simples e acessíveis a qualquer participante.
+ INFO

Informações / Inscrições / Pagamentos: 963731318

 

 

 


Hemeroteca
Para Escolas do 1.º, 2.º e 3.º CEB
«Encontro com o Texto Jornalístico»

Atelier que terá como suporte a coleção de publicações periódicas da Hemeroteca Municipal de Lisboa.
+
Para escolas do ensino básico (2.º/3.º ciclo) e do ensino secundário e professores
«Ao encontro da Hemeroteca de Lisboa»

Visita de estudo que tem por objetivo apresentar às escolas os serviços e os recursos informativos que os alunos e os professores poderão encontrar na Hemeroteca Municipal, localizada no Bairro Alto, e utilizar no âmbito do seu percurso/desenvolvimento escolar.
Duração visita: 2H30

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia: 21 324 62 90

 

 

 


REDE BLX
MailScanner detectou uma possível tentativa de fraude de "blx.cm-lisboa.pt" Fio da História
Depois das Meadas de Livros (2010) e Novelos de Leitura (2011), começa este ano o FIO DA HISTÓRIA.
Conheça o Programa de promoção do livro e da leitura para este ano letivo 2012-2013 para escolas e famílias.
+ INFO

 

 

 


REDE BLX
FORMAÇÕES_área Infantil
Conheça as várias formações na área infantil, que temos disponíveis na Rede BLX.
+ INFO

 

Literatura

 

 


BM Orlando Ribeiro_Sala Multiusos
sábado, 20 out | 16H00


INSCRIÇÕES ABERTAS!!!

Estimular o gosto pela leitura
Workshop interativo e refletivo no qual serão abordadas questões relativas ao diálogo aberto, construtivo, formativo e são entre encarregados de educação e os seus filhos adolescentes.
+ INFO

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia: 217 549 030

 

Música

 

 


BM Orlando Ribeiro_Auditório
sábado, 6 out | 21H30

SO.MA e Riding Pânico
Os So.ma nascem com um espírito punk que se encontrava adormecido.
Os Riding Pânico encontram-se por sons melancólicos com orquestrações rock muito intensas, construídas sobre várias camadas elétricas que fluem nos loops de guitarras.

Promotor: Cinceclube de Telheiras.

Bilhetes à venda no local no dia do espetáculo.

 

Outros Eventos

 

 


BMRR - Grandella
2ª feira, 1 out | 18H30

CICLO DE CONFERÊNCIAS
A Introdução e difusão do Marxismo em Portugal

Trata-se de um ciclo de conferências, centrado na realidade histórica portuguesa, em que se pretende trazer alguma luz sobre os processos de difusão de uma das ideologias políticas mais marcantes da contemporaneidade, ou seja, o marxismo.

1ª Sessão
"Das origens ao início dos anos 20" por Rui Henriques.
+ INFO

Entrada livre.

 

 

 


BMRR - Grandella
5ª feira, 4 out | 18H00

CICLO DE CONFERÊNCIAS
Rostos da Resistência

"Virgínia Moura: A Coragem, A Dignidade, A Resistência" por Vanessa Almeida e António Areosa Feio.

Entrada livre.

 

Dia Mundial da Música com Celina da Piedade

Em Palmela


 

O Município de Palmela assinala o Dia Mundial da Música, 1 de outubro, com uma aula da Canto Tradicional com Celina da Piedade, aberta a todas as pessoas que queiram participar. A aula decorre no Cineteatro S. João, em Palmela, entre as 19 e as 20 horas.

Celina da Piedade dinamiza, atualmente, em Palmela, oficinas de Canto Tradicional, desenvolvidas em torno dos repertórios tradicionais e do património imaterial, com o objetivo de criar um ponto de encontro para quem gosta de cantar e se interessa pelo cancioneiro popular português. A artista colabora regularmente com nomes como Rodrigo Leão, Attambur, Dazkarieh, Virgem Suta ou Homens da Luta, entre outros, e dedica-se, também, à pesquisa e recolha do cancioneiro tradicional português.

O Dia Internacional da Música foi celebrado, pela primeira vez, em 1975, por proposta do violinista e maestro norte-americano Lord Yehudi Menuhin (na altura, Presidente do Conselho Internacional da Música), com o propósito de promover a arte musical em todas as secções da sociedade, aplicar os ideais da UNESCO de paz e amizade entre os povos e contribuir para a evolução das culturas, a partilha de experiências e a apreciação mútua dos diversos valores estéticos.

 

 

SALVADOR MARTINHA NO TEATRO DO BAIRRO

Próxima actuação dia 1 de Outubro

 

***

 

Dia 1 de Outubro, segunda-feira, pelas 22h00, Salvador Martinha sobe pela 2ª vez ao palco do Teatro do Bairro em Lisboa para apresentar o espectáculo de Stand-up Comedy “Salvador ao vivo”. Os bilhetes podem ser comprados na Bilheteira Online, aqui.



A ESTREIA FOI ASSIM:

 

Sinopse: As profissões são uma desculpa que se inventou para se fazer tempo até à hora do jantar. E as sinopses até à hora do espectáculo. No que toca a sinopses, a farsa é maior porque ninguém lê. AUMENTE O SEU PÉNIS! Desculpe, foi só para chamar a atenção do leitor. Adiante: Depois de passar quase todo o seu tempo a trabalhar em televisão como autor e intérprete de vários programas; “Especial”, “Nada de Especial” e “Salvador no Brasil”, o humorista regressa ao palco com o seu segundo solo de Stand-up comedy. Ainda estão aí? Não? O SALVADOR ESTÁ TODO NU! Sim, outra vez para chamar a atenção. O espectáculo “Salvador ao vivo” vai tentar ser genial e OFERECE BRINDES. Com esta é que ficaram doidos, não foi? É mentira, mas valeu a pena. Vá, até já.

 

Datas do espectáculo:

Outubro: 1, 8, 15, 22 e 29 | Todas as segundas-feiras às 22h00

 

Bilhete: 10 € |  à venda em bilheteiraonline.pt, Teatro do Bairro e locais de venda habituais. 

Reservas: 21 347358 | 913211263 

Mais informações:

producaosalvadormartinha@gmail.com 

Passatempo Festival O GESTO ORELHUDO

O Blog Cultura de Borla em parceria com d'Orfeu tem 3 bilhetes individuais para o FESTIVAL O GESTO ORELHUDO para o dia 3 de OUTUBRO aos primeiros leitores que enviarem um e-mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "EU QUERO IR AO GESTO ORELHUDO COM O CULTURA DE BORLA indicando nome, BI e contacto.

 

 

“O Gesto Orelhudo”
regressa ao palco d'Orfeu!
ÁGUEDA - Espaço d'Orfeu  |  3 a 6 Outubro 2012



Pela 11ª vez, de 3 a 6 de Outubro próximo, Águeda vai ser palco da melhor musicomédia com a realização do Festival “O Gesto Orelhudo”, naquela que é uma iniciativa de marca da cidade e distintiva na programação cultural nacional, atraindo público de vários pontos do país. Depois da especial edição, a décima, realizada na antiga Junta dos Vinhos, o festival regressa a casa. É no Espaço d'Orfeu que O Gesto é mais Orelhudo. 

Celebrando a orelhuda ideia de fundir música e humor, esta 11ª edição volta a dar motivos para rir com arte, de orelha a orelha. Na programação destaca-se a presença de espectáculos internacionais altamente musicómicos (Slampampers, Gogol & Max) e a produção nacional ligada à musico-teatralidade (Tim Tim por Tim Tum, Vozes da Rádio, Zeca Medeiros), passando por formatos distintos pró-humor (Divinas, Quico Cadaval & Fran Pérez, Muito Riso Muito Siso). O encerramento do festival contará com o habitual cruzamento de públicos com o circuito OuTonalidades.
 
Este festival é uma iniciativa conjunta da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, parceria ininterrupta desde 2006, com o apoio da Direção-Geral das Artes, para além de inúmeros outros organismos. O programa completo já pode ser conhecido em www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo, página oficial do evento.

PASSATEMPO LONDRES

O Blog Cultura de Borla em parceria com o TEATRO ABERTO tem bilhetes duplos para a peça LONDRES para o dia 28 de Setembro aos primeiros leitores que enviarem um e-mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "EU QUERO VER LONDRES COM O CULTURA DE BORLA" indicando nome, BI e responderam acertadamente à seguinte questão:

 

 - Com que prémio foi este texto premiado em 2011?

 

 

 

Escrito por em 2012/06/26 para Mundos, Teatro | 0 comentários

A nova peça de teatro encenada por João Lourenço estreia dia 5 de julho no Teatro Aberto, em Lisboa. Londres estará em cena na Sala Vermelha, um monólogo de Cláudia Clemente interpretado pela atriz Carla Maciel.

O texto foi distinguido, em 2011, com o Grande Prémio de Teatro Português, promovido pelo Teatro Aberto em parceria com a Sociedade Portuguesa de Autores. Trata-se da estreia de Carla Maciel na interpretação de um monólogo, bem como do regresso do encenador a este género.

Londres conta a história de uma família que parte para Londres em busca de uma saída. Uma mulher escreve sobre esta viagem, sobre os pais, sobre si mesma, de modo a dar sentido ao que aconteceu nas suas vidas. A sua memória, as suas emoções e a história da família é o que ela conta em palco. A peça original de Cláudia Clemente tem dramaturgia de Vera San Payo de Lemos e está classificada para maiores de 12 anos.

A partir de dia 5 de julho, quinta-feira, Londres está em cena de quarta-feira a sábado às 21h30 e domingo às 16 horas. Os preços variam entre os 7,5€ (até 25 anos), 12€ (mais de 65 anos) e os 15€.

A peça marca também o regresso de João Lourenço à encenação depois de ter apresentado, no mesmo espaço, a peça Vermelho, do final do ano passado ao início de 2012. É também este ano que o Novo Grupo de Teatro, de João Lourenço, Irene Cruz, Francisco Pestana e Melim Teixeira, os quatro atuais diretores do Teatro, comemora os 30 anos da sua fundação. Desde 1982, foram produzidos mais de 80 espectáculos pelo Novo Grupo, que tem a concessão do Teatro Aberto desde 2001.

Pág. 1/10