Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Agenda Outubro Bar Adufe-sons do mundo

Dia 3, Sexta-feira às 21h 
Selecção Adufe - Sons do Oriente
Para este mês de Outubro o colectivo Adufe produziu uma selecção de músicas do Oriente. Da Turquia ao Japão com paragens obrigatórias por muitos povos e muitas culturas a selecção Adufe irá conduzir-nos a uma viagem pela música do Oriente.
Dia 4, Sábado às 22h
Selectas Alex e Joana - Sons de um Brasil moderno
Os dois selectas estão profundamente ligados ao Brasil e às suas novas tendências culturais e de onde se destaca a música. Para esta noite preparam um set inteiramente ligado à música brasileira e às novas tendências, assim como, à MPB agora interpretado por jovens artistas brasileiros. 
Dia 10, sexta-feira às 22h
Selecta Miguel Lopes Folk da América do Norte
O selecta Miguel Lopes é um jovem músico nascido no Canadá e de descendência açoriana. Sobe ao palco do Adufe-sons do mundo vestindo a pele de selecta e produzindo para esta noite um set de folk da América do Norte com passagem obrigatória pelo Canadá país ainda desconhecido pela sua música popular. 
Dia 11, Sábado às 22.30 
Concerto com El Sur
A América Latina será a suprema contradição?
Recolhe de todos os cantos do mundo pedaços de identidade: o mediterrâneo, o negro, o azul e o vermelho. Retoma sempre que pode a sua própria génese, as suas cores terra e os seus sabores intensos, o seu afã de liberdade e esperança.
É aqui que mergulha o projecto português "el Sur". Na força de um continente e no génio dos seus autores, na fronteira entre o Pacífico e o Atlântico. Confronta-se, sob o olhar de Neruda e Guillen, com o seu próprio passado, de Pizarro e Magalhães. O sul é muito mais do que uma coordenada, é uma condição e um modo de vida, é compreender que quando olhamos para baixo, estamos é a olhar para cima, para o urgente tempo que se aproxima e que nos mudará para sempre.
Dia 17, sexta-feira às 22h 
Selectas pralenka e Major Alvega - Balcãs
As paisagens musicais dos Balcãs regressam ao Adufe-sons do mundo pela mão dos Selctas Pralenka e Major Alvega. Os ritmos desconcertantes dos balcãs irá certamente aquecer o ambiente.
Dia 18, Sábado às 22h
Selecta Bamako - African sounds
Selecta Bamako estreia-se no Adufe-sons do mundo e irá trazer-nos um set inteiramente dedicado à música africana e com especial incidência na música do Mali e do Senegal.
Dia 24, sexta-feira às 22h
Selectas Laukur e Prium  -- World Music set
Nesta noite iremos encontrar um regresso - Laukur e uma estreia por parte da Selecta Prium. Pela primeira vez juntos preparam-nos um set de World Music que irá ter uma parte de música mais tradicional e uma outra em que nos irão dar a conhecer novas fusões com influência do folk.
Dia 25, Sábado às 22.30h
Concerto com  Sebastião Antunes
É com enorme orgulho que o Adufe-sons do mundo volta a contar com um dos mais importantes músicos da folk portuguesa - Sebastião Antunes.
Sebastião Antunes é o vocalista, autor e compositos do grupo quadrilha e apresenta neste concerto um projecto de música popular portuguesa, tendo em conta, as suas diferentes influências como a Celta ou a música do Norte de África.
Dia 31, Sexta-feira às 22h
Selecta Bagalike -- World music Set

Para o encerramento do mês a nossa sugestão vai para o set do selecta Bagalike que regressa ao Adufe após ter assumido o “Posto de Comando” no mês de Abril. Para esta noite Bagalike irá conduzir-nos para paisagens musicais à volta do mundo. Uma noite de muita e boa música.

Todas as 5ªf decorre a iniciativa "A Sara faz o jantar" noite dedicada à gastronomia vegetariana confeccionada pela cozinheira Sara Ramos. 
--

Passatempo O Gesto Orelhudo - 1 de Outubro

 Blog Cultura de Borla em parceria com DORFEU tem bilhetes simples para o FESTIVAL O GESTO ORELHUDO EM ÁGUEDA para o dia 1 de  Outubro aos primeiros leitores que:

 

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver ir ao FESTIVAL O GESTO ORELHUDO com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone e indiquem a sessão que pretendem;

 

Águeda volta a fundir música e teatro para mais uma edição do Festival O Gesto Orelhudo, um dos mais reconhecidos eventos d’Orfeu. De 1 a 4 de Outubro próximo, sem superstições, “O Gesto Orelhudo” chega à sua 13ª edição, apresentando 10 espectáculos de companhias e artistas de Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido e Chile.

Este ano, além da mítica tenda do Espaço d’Orfeu - onde a musicomédia acontece -, o festival faz também do Cine-Teatro São Pedro palco principal em cada noite, para os espectáculos de grande formato. E por aí não se fica, com a novidade dos aperitivos orelhudos, ao fim da tarde, em lugares informais da cidade. O festival mantém ainda uma programação paralela, com sessões escolares e outras pontes com as instituições locais, estimulando os hábitos culturais e tornando a oferta cultural acessível a toda a comunidade.

Nesta 13ª edição, com as palavras embebidas em música, poderemos assistir a espectáculos de pequeno formato como "Hamlet em Pessoa" (André Gago e Carlos Barreto), "20Dizer" (Trigo Limpo teatro ACERT) e "Circo Mediático" (Américo Rodrigues). Para o horário nobre, estão confirmados os espectáculos "Deixem o Pimba em Paz" (com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo), "The Best Of Leo Bassi", "Liberdade" (de Sérgio Godinho) e os britânicos “The Vocal Orchestra”. Da gama musicómica, chegam este ano Murmuyo (Chile) e, de Espanha, os andaluzes Hermanos Infoncundibles e o galego Peter Punk. Em propostas tão distintas, o humor chegará ao 13º Festival “O Gesto Orelhudo” de muitas formas, das mais intimistas às mais extravagantes.  

O Passe Orelhudo, válido para todo o festival, estará antecipadamente à venda. Toda a informação sobre programa e bilhetes está já disponível em http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo. Este festival é uma iniciativa conjunta da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, parceria que faz de “O Gesto Orelhudo” uma marca de Águeda. Todos os anos.

 

19h00 | bard'O Hamlet em Pessoa - André Gago / Carlos Barretto
Concerto poético que junta o contrabaixista e improvisador Carlos Barretto ao  actor André Gago, numa viagem pelas palavras de poetas maiores. Ou como a poesia dita por um grande diseur se alia ao magnífico instrumento que é o contrabaixo. E logo nas melhores mãos.

 

 21h30 | Cine-Teatro São Pedro Deixem o Pimba em Paz - Bruno Nogueira / Manuela Azevedo
Fascinado pelo universo pimba, Bruno Nogueira propôs-se dar uma oportunidade a  essas canções, convidando grandes músicos a vesti-las com arranjos muito pouco prováveis, num registo jazz e pop de extremo bom gosto. No final, chega a pairar a ideia de que, afinal, a credibilização é possível. É  que os novos arranjos fazem mesmo muita diferença.
voz  - Bruno Nogueira | voz e percussão - Manuela Azevedo | piano - Filipe  Melo | guitarras - Nuno Rafael | contrabaixo - Nélson Cascais

 

 

 
   
   

AMAC, 5 DE OUTUBRO, 15H30 | "DE COR&SOM"

 

 

O Auditório Municipal Augusto Cabrita recebe, no dia 5 de outubro, pelas 15h30, no Piso 1, a estreia de uma performance experimental de sinestesia audiovisual. DE COR&SOM - Sinestesia ao Vivo: Pintura, Música e Computers visa assinalar o encerramento da Exposição “Entre o 8 e 6A”, dos artistas Miguel Amaral e Ricardo Guerreiro, que ocuparam o Ateliê Municipal do Barreiro em 2013/14.

 

A sinestesia é o particular estado em que dois sentidos são estimulados pela mesma fonte, por exemplo em que as cores e luzes emitem sons.

Em colaboração com o LabIO (Laboratório de Interação e Oralidade) as obras visuais dos artistas foram transformadas em paisagens sonoras por um processo chamado “sonificação de imagem”, e serão propostas ao público. Este processo será demonstrado ao vivo utilizando um sofwtare criado para ajudar cegos a captar a informação de cor e luz através do som.

A pintura ao vivo desenvolverá e com ela a paisagem sonora associada que será acompanhada por músicos convidados que improvisarão no momento, influenciando a criação visual.

O resultado da performance será uma peça visual e sonora na qual o público poderá presenciar o ato de criação e interagir com ele.

CMB

Concerto MÁRCIA ADIADO para 8 de novembro 2014

 

 

CONCERTO ADIADO para 8 de novembro

 

O Concerto com Márcia, inserido no programa do Mês da Música, marcado para amanhã, dia 1 de outubro, foi adiado por motivos de ordem técnica. O espetáculo realiza-se SÁBADO, dia 8 de novembro, pelas 21h30, no Auditório Municipal Augusto Cabrita.

 

 

8 de novembro | 21h30 | Auditório Municipal Augusto Cabrita

MÁRCIA

Apresenta “Casulo”

"Casulo" sucede ao aclamado álbum de estreia "Dá". Editado originalmente em novembro de 2010, "Dá" teve uma nova edição em novembro de 2011, na qual, ao alinhamento original, se juntou o tema "A pele que há em mim (quando o dia entardeceu)" em dueto com JP Simões. Um tema que se mantém desde a sua edição entre os mais vendidos nas plataformas digitais, que no YouTube já ultrapassou largamente um milhão de visualizações e que valeu a Márcia uma nomeação para os Globos de Ouro.

"Casulo" promete seguir-lhe os passos com excelentes críticas da imprensa e aceitação do público. No palco, Márcia contará com a participação de Filipe Monteiro (guitarras e teclados), Rui Freire (bateria), Manuel Dordio (guitarras) e David Santos (baixo).

Público-alvo - Maiores de 6 anos

Ingressos – 10,00€ plateia | 7,50€ frisa

Venda de bilhetes:

Auditório Municipal Augusto Cabrita | Parque da Cidade | Barreiro | bilheteira@cm-barreiro.pt

Posto de Turismo | Largo do Mercado 1º de Maio | Barreiro | Contato | 21 099 08 37

 

CMB

CTE: Espetáculo circense “Abril” em cena esta sexta-feira

Espetáculo circense “Abril” em cena esta sexta-feira

No próximo dia 3 de outubro, sexta-feira, o coreógrafo João Paulo Santos apresenta em Estarreja o seu mais recente trabalho. “Abril” junta pela primeira vez em palco João Paulo Santos e Elsa Caillat, sua companheira, num espetáculo que desafia o equilíbrio e a gravidade através de uma proeza física arrepiante.

 

O artista circense João Paulo Santos é o único português com diploma superior em Circo. Em “Abril”, o acrobata de mastro chinês radicado em França mergulha na busca de uma expressão comum com a sua companheira e também acrobata Elsa Caillat. O espetáculo, que será apresentado no Cine-Teatro de Estarreja (CTE), dia 3 de outubro, às 21h30, sugere a relação de duas pessoas que estão ligadas por um mesmo contexto, mas com perspetivas diferentes do mesmo.
Um projeto de expressão plástica, com recurso a diversas ferramentas, destacando-se os aparelhos de circo (um mastro chinês, uma corda de escalada e um mastro suspenso). A paisagem solitária da vila abandonada de Safira, em Montemor-o-Novo, surge projetada na tela e apresenta-se como ponto de partida para esta criação de João Paulo Santos, que dança entre paisagem, solidão e encontro.
Abril” percorre as misturas do encontro humano e artístico para dar à luz uma criação sensível, íntima e poderosa. Uma dança ritual, embriagante, que esquece as condições (mastro ou corda) para o reencontro franco e sem artefactos, corpo a corpo.
Este projeto resulta de uma encomenda da CIM Região de Aveiro, no âmbito do programa Cultura em Rede. Antes de iniciar a digressão com datas em vários Municípios da Região de Aveiro, João Paulo Santos esteve em residência artística no Centro Cultural de Ílhavo, durante o mês de agosto, para o desenvolvimento desta criação.
Os bilhetes para o espetáculo “Abril” já se encontram à venda e podem ser adquiridos na Bilheteira do CTE, site da Bilheteira Online, lojas FNAC, CTT e El Corte Inglés.

SEX 03 OUT 21H30 Abril
João Paulo Santos / Companhia O Último Momento criação João Paulo Santos e Elsa Caillat performance e mastro chinês Encomenda da CI Região de Aveiro no âmbito do programa Cultura em Rede [NOVO CIRCO] 5€

+

http://www.cineteatroestarreja.com http://www.facebook.com/cinestarreja http://twitter.com/CTE__

Passatempo "Ver não custa, o que custa é saber ver"

 

O Blog Cultura de Borla tem exemplares da obra: "Ver não custa, o que custa é saber ver para oferecer aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

MARY POPPINS, A MULHER QUE SALVOU O MUNDO em ABRANTES

 

MARY POPPINS, A MULHER QUE SALVOU O MUNDO Texto e Encenação Ricardo Neves-Neves Com Ana Valentim, Custódia Gallego, Patrícia Andrade, Rafael Gomes e Vítor Oliveira Desenho de Luz El Duplo Fotografia Raquel Albino Vídeo João Oom Apoio ao Movimento Bernadete Sant’Anna Montagem e Operação Técnica Filipe Otero Pureza M16

 

 

Reservas: 241 366 321/ cine.teatro@cm-abrantes.pt  

 

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 1/27