Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

#3 . Dia Mundial do Teatro

Resumo

A CTB - Companhia de Teatro de Braga, o Theatro Circo e o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Braga apresentam a programação para o Dia Mundial do Teatro


 

Descrição

 

Dia Mundial do Teatro
27 de Março
Theatro Circo

A CTB - Companhia de Teatro de Braga, o Theatro Circo e o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Braga apresentam a programação para o Dia Mundial do Teatro:

18h30 – Ensaio público de CONCERTO “À LA CARTE” de Franz-Xaver Kroetz, encenação de Rui Madeira, com Ana Bustorff.

21h30 – Espectáculo PRECONCEITO VENCIDO de Pierre Marivaux.

22h30 – Debate/Reflexão: A Função das Práticas Artísticas Profissionais nas cidades médias, com a participação de:
- Professor Doutor Mário Vieira de Carvalho, ex-secretário de Estado da Cultura e Prof. Universitário;
- Dr.ª Ângela Mendes Ferreira, directora do Curso de Fotografia da Escola Superior
Artística do Porto, fotógrafa e produtora dos Encontros da Imagem de Braga;
- Prof. Carlos Morais, coordenador adjunto do curso de Estudos Artísticos e Culturais da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica de Braga;
- Regina Guimarães, escritora, dramaturga e videasta;
- Cristina Mendanha, directora do Arte Total – Centro de Educação pela Arte;
- Rui Madeira, director da CTB.

Todas as actividades terão entrada livre. Contudo, o ensaio público de CONCERTO “À LA CARTE” e o espectáculo PRECONCEITO VENCIDO têm lotação limitada e são sujeitas a levantamento de convite. Os convites poderão ser levantados na bilheteira do Theatro Circo.


 

Sinopse:

Este espectáculo é, antes de mais, um exercício de actores, sobre o Romantismo.

Testemunha privilegiada do século das Luzes, Marivaux foi, no teatro, precursor da Revolução Francesa. Defendeu a emancipação da mulher, o direito de voto, o sufrágio universal, visualizou a união livre, a igualdade sexual… mas ao contrário do seu contemporâneo Rousseau, cinquenta anos antes, acreditava que o homem nasce mau, mas que a sociedade o torna pior. É um pouco isso que se pode tirar de “Preconceito Vencido”: os interesses sociais e económicos combinam-se com os do coração a tal ponto que, até parece que estão ligados naturalmente. Uma tentativa para a feliz aliança da aristocracia (falida) com a burguesia (endinheirada), na busca do poder político, “organizada” e testemunhada aqui, pela astúcia dos criados. Um caso de amor-próprio. É sobretudo isto que ressalta do teatro de Marivaux: o triunfo do amor sobre o amor-próprio. Mas é também o triunfo da Burguesia, ou mais exactamente do dinheiro. Uma pequena comédia que é prenúncio da Revolução Francesa. 

Rui Madeira

Ficha Artística:
Autor: Pierre Marivaux
Encenação: Rui Madeira
Tradução: Mário Barradas
Figurinos: Sílvia Alves
Cenografia: Rui Madeira
Desenho de luz: Fred Rompante
Grafismo: Carlos Sampaio
Actores: Thamara Thaís*; Allex Miranda*; Mabelle Magalhães*; André Silva** e Jaime Soares

* Actores estagiários no âmbito dum projecto de intercâmbio da CTB com a Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia e a Prefeitura de Camaçari.
** Actor estagiário no âmbito da Oficina Bacantes: a orgia do poder.


Concerto “à la carte”
de Franz-Xaver Kroetz

Theatro Circo / Sala Principal
Estreia: 31 de Março

Espectáculos:
31 de Março a 3 de Abril às 21.30h

Com Ana Bustorff
Encenação de Rui Madeira
Assistentes de encenação de Frederico Bustorff Madeira, Solange Sá
Cenografia de Carlos Sampaio
Figurinos de Sílvia Alves
Desenho de luz de Fred Rompante
Desenho de som de Pedro Pinto
Fotografia de Manuel Correia

 “É preciso estar satisfeito. A insatisfação é uma doença.”

Ana Bustorff volta à Companhia para uma grande performance.
Um texto único para uma actriz única.
Um espectáculo construído em partitura de silêncios.
O teatro já passou e a Vida é vivida tal qual é.
Há ecos e silêncios que a Vida produz: são a música do tempo e do lugar.
Habitamos e vivemos, cada vez mais, um mundo que é só nosso. Livres e prisioneiros das nossas
cabeças. Agimos. Organizamos e reorganizamos um Caos.
Reconstituímo-nos no Silêncio.
Depois de AS BACANTES e antes de PESAR, a CTB continua na pista de um “théàtre de femmes”, como lhe chamou Kroetz.

Rui Madeira

 

Preconceito Vencido
de Pierre Marivaux 

27 de Março – 21h30
Salão Nobre do Theatro Circo


 

Tipo de Evento
Teatro e Stand Up Comedy


 

Web Site

http://www.ctb.pt

Data(s) do evento
27-03-2009
Theatro Circo
Distrito: Braga
Concelho: Braga