Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Camerata Nov’Arte no CCB

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

28 de outubro | 21:00 | Pequeno Auditório
Camerata Nov’Arte
Reinvenção dos esboços da Sinfonia n.º 10 de Mahler
Mahler foi um grande inovador na arte da orquestração do seu tempo, e é precisamente essa sua curiosidade que se pretende transportar para os nossos dias, recuperando uma obra o compositor deixou incompleta, a sua 10.ª Sinfonia, através de uma abordagem que pode considerar-se pós-moderna.
Comprar

MUSEU NACIONAL DA MÚSICA | Quarteto EntreQuatre | 20 de Outubro, pelas 19h | #EntradaLivre

QUARTETO ENTREQUATRE
20 de Outubro, pelas 19h | #EntradaLivre
 
Carlos Cuanda / Carmen Cuello / Manuel Paz / Jesús Prieto
 
Organização: Secretaría de Estado de Cultura de España
 
 
The Washington Post: “(...) EntreQuatre, a virtuoso guitar quartet that also opened the program with several instrumental works of Chaviano. These works, ranging in style from folk song imitations to avant-garde experiments using extended performance techniques, were played with panache and effortless technique”.
www.entrequatre.es

21686805_1585659211490849_6296406130235069728_o.jp

 


Em 2009, exactamente quando celebrava 25 anos de existência, o quarteto EntreQuatre recebeu um dos reconhecimentos mais importantes da sua história, ao ver nomeada para os Grammy’s Latinos a interpretação da obra “4 Asimetrías” de Orlando Jacinto García.
Em Maio de 2017, o quarteto apresentou-se no prestigiado festival Prague Spring 72 International Music Festival, enchendo a sala Dvořák com mais de mil pessoas e obtendo uma enorme aclamação do público e da crítica.
Nas celebrações dos 30 anos do quarteto, em 2016, o EntreQuatre fez a estreia do "Segundo Concierto para 4 guitarras y orquesta" de Flores Chaviano com a Sinfónica del Principado de Asturias, direcção de Oliver Díaz.
Quando, em 1984, quatro guitarristas amigos se juntaram para tocar, estavam longe de imaginar que o resultado viria a inspirar a criação de um novo e extenso repertório para quatro guitarras. O grupo já estreou mais de cinquenta obras da autoria de compositores como Miguel del Aguila, Moisés Arnáiz, Imanol Bageneta, Jose Luis Barroso, Javier Blanco, Francisco Cuenca, entre muito outros.

EntreQuatre realizou digressões na Europa, Estados Unidos, América Latina, África e Índia. 

Participou em numerosos festivais, entre os quais o II Festival de Guitarra de Sao Paulo (com Egberto Gismonti), o VI Festival de Música Contemporánea de Salamanca, o XIII Festival Internacional de Música Contemporánea de Alicante, o Music Festival FIU 99 de Miami, o Festival Internacional de Santander, o Festival hispano-luso Península de Músicas, ou o Festival Internacional de Quito.

Para além do Carnegie Hall de Nova York en 2004, o quarteto apresentou-se em salas de grande prestígio, como o Auditorio Nacional de Madrid, a sala Lutosławski de Varsovia, a sala Cecilia Meireles de Rio de Janeiro, o National Concert Hall de Dublín, o Auditório de Brasília, ou o Auditório da Biblioteca Luis Ángel Arango de Bogotá.

#EntradaLivre
 
 
 
CONSULTE AQUI OS PRÓXIMOS EVENTOS NO MUSEU NACIONAL DA MÚSICA:
 
 

IMG_8164.jpg

 

A Flauta Mágica | Transmissão em diferido da Royal Opera House no CCB

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

22 de outubro | 16:00 | Grande Auditório

Coro e Orquestra da Royal Opera House
Começa em outubro o ciclo de transmissões de grandes obras da história da música que passam pela Royal Opera House. A maestrina Julia Jones dirige assim A Flauta Mágica, de Mozart, nesta extraordinária produção, com um elenco de luxo, que conta com Roderick Williams como Papageno.
Comprar

Carta Branca a Ricardo Ribeiro Tributo a José Afonso no CCB

26 de outubro | 21:00 | Grande Auditório

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

Ricardo Ribeiro é essencialmente fadista, mas é muito mais do que isso musicalmente falando. Coabitam nele vários géneros musicais e chegou a hora, mais uma vez, de essa sua transversalidade ser posta à prova.  Aceitou o desafio de Carta Branca que o CCB lhe fez, para cantar e nos surpreender com um tributo a José Afonso, poeta que soube, como poucos, revitalizar a tradição popular e trabalhá-la com invenção e modernidade.

 

 

Orquestra Académica Metropolitana em concerto no IPS

 

Dia 24 de outubro, pelas 15h, na Escola Superior de Educação

MusicaCiencia-out17_setubal_nova data.jpg

 

O ciclo “Música e Ciência”, que está a percorrer várias instituições de ensino superior em todo o País, vai passar pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) no próximo dia 24 de outubro, para um concerto/conferência no edifício da Escola Superior de Educação (ESE/IPS), agendado para as 15 horas.

 

Recorde-se que a data inicialmente divulgada, 19 de outubro, foi alterada devido ao período de luto nacional entretanto decretado pelo Governo, na sequência dos incêndios trágicos do passado domingo.  

 

O programa, da responsabilidade do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), em parceria com a AMEC|Metropolitana, inclui a conferência “O espírito do tempo”, pelo musicólogo Rui Vieira Nery, seguida de um concerto pela Orquestra Académica Metropolitana, que interpretará a Sinfonia N.º 2, Op. 73, de J. Brahms, sob direção de  Jean-Marc Burfin. 

 

O programa “Música e Ciência” contempla ao todo 10 sessões, chegando a cinco universidades e cinco politécnicos.

 

 

 

 

 

--

Sobre o Instituto Politécnico de Setúbal:

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) é uma instituição pública de ensino superior com mais de 30 anos de experiência na formação de profissionais de qualidade reconhecida no mercado de trabalho. Atualmente integra cinco Escolas Superiores – Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, Escola Superior de Educação, Escola Superior de Ciências Empresariais, Escola Superior de Saúde (campus de Setúbal) e Escola Superior de Tecnologia do Barreiro (campus do Barreiro). A instituição procura, desde sempre, ser inovadora, adaptando-se constantemente às exigências do mercado de trabalho e em permanente contato com os diversos setores de atividade. Atualmente dispõe de uma vasta oferta formativa que inclui licenciaturas, mestrados, pós-graduações e cursos de especialização nas áreas das engenharias, tecnologias, educação, desporto, comunicação, animação, gestão, ciências empresariais e saúde. Paralelamente à formação o IPS procura, de forma permanente e em articulação com os parceiros sociais, contribuir para a valorização e desenvolvimento da sociedade em geral e da região de Setúbal, em particular, através de atividades de formação terciária, de investigação e de prestação de serviços, que concorram para a criação, desenvolvimento, difusão e transferência de conhecimento e para a promoção da ciência e da cultura. (www.ips.pt)

Casa Independente :: Programação 18 a 21 de Outubro :: They're Heading West + Daniel Romano :: Undo the Taboo :: 5º Aniversário Casa Independente ::

 

OK_Out3semana-1.jpg

 

Quarta - 18 de Outubro

22h - They're Heading West + Daniel Romano (concerto) - 10€


Sexta - 20 de Outubro

23h - Undo the Taboo (Rita Só & Eli Pavel) (dj set) entrada livre


Sábado - 21 de Outubro

23h - 5º Aniversário Casa Independente - Rita Maia (dj set) - entrada livre

***
Daniel Romano

Quarta - 18 de Outubro

22h - They're Heading West + Daniel Romano (concerto)- 10€

Hoje à noite, o multi-instrumentista, produtor e artista visual Daniel Romano apresenta-se ao vivo pela primeira vez em Portugal.
Relativamente desconhecido entre nós, chega-nos com um novo disco (o sétimo longa duração) na mala - "Modern Pressure" pela New West Records/You’ve Changed, disco que segundo o próprio é uma colectânea de canções espirituais.
A sua música combina na perfeição aquela vibe psicadélica que vai do punk ao folk, do rock ao country, soando tudo incrivelmente bem.

Com a primeira parte do concerto a cargo dos nossos They're Heading West, vai ser uma noite de grandes canções.

Venham daí.

Fotografia DR

Undo-The-Taboo-200x300

Sexta - 20 de Outubro

23h - Undo the Taboo (Rita Só & Eli Pavel) (dj set) - entrada livre

Rita Só e Eli Pavel, cosmic gals e vinyl junkies, são duas amigas que sob o mote Undo the Taboo, dão largas à sua obsessão por música.

Afrobeat, Voodoo, Brass & Bounce e malhas obscuras de Cabo Verde e Angola são assim a banda sonora ideal, para entrar no fim de semana da melhor maneira - a dançar, dançar, dançar.

Fotografia DR

5Aniversario medium

Sábado - 21 de Outubro

23h - 5º Aniversário Casa Independente - Rita Maia (dj set) - entrada livre

Este sábado fazemos cinco anos e queremos encher a Casa de amigos.
Às 23h as portas abrem-se a todos os que queiram entrar na festa, espalhar boa onda e celebrar a vida.
Dançamos o som eclético do set da Rita Maia e festejamos cinco anos de amor com desejos de muitos mais.

Contamos convosco para brindarmos juntos.

Ilustração por FatiMorri Ilustra

 

Outubro_final.jpg

 

PANIC! - DJ Boring e No She Doesn't dia 19 de Outubro no Musicbox

DJ Boring estreia-se em Portugal, acompanhado pelos DJs da nova label de música electrónica, No She Doesn't 

 

e82922f1-7618-4d0a-933d-a2ac9d56123d.jpg

 

DJ Britânico fará companhia à nova coqueluche do roster Match Attack. O colectivo No She Doesn't que se fará representar por DJ Spielberg, DJ Baywatch, DJ Legwarmer e DJ Permission fazem a sua apresentação, em Lisboa

A súbita ascensão de DJ Boring não terá deixado ninguém indiferente no seio da cena da música de dança. À margem das discussões sobre a ironia do seu nome artístico ou sobre a nostalgia em torno de actrizes dos anos 90, a sua faixa “Winona” rapidamente passou de fenómeno do Youtube para uma espécie de hino de um movimento que, sob a designação de “lo-fi house”, reflecte uma geração de produtores que, sem complexos e com os meios possíveis, recria e questiona a própria cultura club.

O colectivo No She Doesn't não é apenas uma editora, é também um movimento: os seus membros, representados nesta festa por DJ Spielberg, DJ Baywatch, DJ Legwarmer e DJ Permission, acreditam numa mentalidade aberta na qual a igualdade e a liberdade são prioridades. É essa atitude que orienta as suas faixas, as suas festas e os sentimentos que delas se podem extrair. A confiança na ideia de que uma sociedade sem preconceitos é possível guia-os neste caminho feito de música inspiradora, na qual se reflecte um carrossel de abordagens à música house, fazendo do hedonismo da dança o seu motor de expressão. A materializar tudo isto, é lançado no início de Dezembro, com o apoio da distribuidora Lobster, o seu primeiro EP, no qual se reúnem vários artistas representativos da estética da editor

 

Agenda Match Attack - 18/10 a 21/10

Dia 18 de Outubro
Moullinex & Xinobi DJ set - 25 Anos da Vodafone - Lisboa

Dia 19 de Outubro
Panic! com DJ Boring & No She Doesn't - Musicbox - Lisboa

Dia 21 de Outubro
Ermo  - Carmo 81 - Viseu
Rui Vargas - Pedra do Couto - St. Tirso
Switchdance - Rive-Rouge - Lisboa
Trikk - IV Night ADE - Amsterdam
Xinobi - Portugal Fashion After Party - Porto

WILLIAM PARKER / JOHN DIKEMAN / LUÍS VICENTE / ONNO GOVAERT - Barreiro, 30 Outubro

AF_A3_WILLIAM PARKER_Out-web.jpg

 

William_Parker.jpg

 

Programação regular da OUT.RA - Associação Cultural retorna com uma das verdadeiras lendas vivas do jazz mundial
 
Contrabaixista nova-iorquino William Parker, acompanhado por John Dikeman, Luís Vicente e Onno Govaert actuam na Biblioteca Municipal do Barreiro
 
 
Depois da fantástica aventura sonora que foi o 14º OUT.FEST, Outubro vai ainda testemunhar outro dos pontos altos do ano, na próxima edição da programação regular OUT.RA Música.
 
O Barreiro acolhe, nada mais nada menos, uma das lendas vivas do jazz mundial, aquele que é justamente considerado por muitos como o mais brilhante contrabaixista das últimas décadas: o senhor WILLIAM PARKER, que acompanhado pelo saxofonista JOHN DIKEMAN, o trompetista LUÍS VICENTE e o baterista ONNO GOVAERT oferecerá uma hora de jazz livre, informado pela inspiração afro-americana, espiritual e orgânica, na senda do legado de Coltrane, Don Cherry ou Ayler, lado a lado com a improvisação de escola europeia.
 
O concerto será já no dia 30 de Outubro, pelas 22h, na Biblioteca Municipal do Barreiro.
 
A reserva prévia de bilhete (ao preço de 5€) é especialmente recomendada neste caso e pode ser feita para info@outra.pt

Casino Estoril propõe "Jazznesis - A música dos Genesis" na próxima Sexta-Feira

Jazznesis a Música dos Genesis.jpg

 

É já na próxima Sexta-Feira, 20 de Outubro, às 21h30, que o Auditório do Casino Estoril recebe o espectáculo Jazznesis. Trata-se de uma proposta inédita que se distingue pelo rock progressivo da mítica banda britânica Genesis veste-se de jazz pela mão de Jaume Vilaseca Quartet Mar, através do seu projecto Jazznesis. 

 

Esta formação liderada pelo conceituado pianista e compositor catalão Jaume Vilaseca, um dos músicos mais versáteis do jazz espanhol, evoca o universo musical dos Genesis entre 1970 e 1974 com arranjos musicais jazzísticos a que imprime sonoridades mediterrânicas com pequenos toques de flamengo. 

 

A carreira dos Genesis constitui o mote para um espectáculo revivalista que promete surpreender o público. A cantora convidada Mar Vilaseca, filha de Jaume e uma revelação do jazz catalão, estará em destaque dando voz às fabulosas letras de Peter Gabriel.

 

 

Bilheteira do Casino Estoril

Todos os dias das 15h00 às 19h00 / Em dias de espectáculo à noite, das 15h00 às 22h00 Reservas: 214667708 / Reservas Online: www.artfeist.pt / Outras bilheteiras: FNAC, Worten, CTT e locais habituais.

 

O Auditório do Casino Estoril acolhe o espectáculo Jazznesis – A Música dos Genesis no próximo dia 20 de Outubro, às 21h30. M/12. Preço: 18€ por pessoa.