Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Grandes Concertos do Casino Estoril com um cartaz de luxo de 22 de Junho a 10 de Agosto

Com um notável cartaz, os “Grandes Concertos do Casino Estoril” estão de volta ao Lounge D, a partir do próximo dia 22 de Junho. São intérpretes bem conhecidos do público que protagonizam oito concertos, apresentando composições inéditas e revivendo outros grandes êxitos das suas carreiras. O ambiente festivo está, assim, assegurado nas noites de Quinta-Feira, até 10 de Agosto. A entrada é livre.

 

Lançado, em 1999, pelo Casino Estoril, o ciclo de “Grandes Concertos” obteve, desde a primeira edição, uma expressiva afluência de público, tornando-se numa referência dos espectáculos agendados em Portugal durante o Verão.

 

 

Matias Damásio inaugura, no próximo dia 22 de Junho, o ciclo de “Grandes Concertos do Casino Estoril”. Trata-se de um nome incontornável da música de expressão portuguesa. O intérprete angolano estreia-se no Lounge D para apresentar o seu mais recente álbum “Por Amor”.

 

matias Damásio.jpg

 

“Por Amor” é o quarto disco da carreira de Matias Damásio. O mediático cantor e compositor retrata, ao longo de 12 temas, histórias de amor, força, esperança, optimismo e orgulho no seu país, na sua história. Este disco celebra, igualmente, 10 anos de uma carreira única daquele que é um dos artistas mais reconhecidos e premiados de Angola.

 

 

Referência do hip-hop português, Dengaz estreia-se, a 29 de Junho, no Casino Estoril. O Artista apresenta o seu segundo álbum de originais “Para Sempre”, não esquecendo outros êxitos do seu percurso musical.

 

Dengaz 3.jpg

 

Após os sucessos de “Skills, Respeito e Humildade”, em 2010, e da mixtape, “Ahya”, em 2012, Dengaz lançou “Para Sempre”, em Novembro de 2015. Este álbum foi número 1 de vendas digitais em apenas algumas horas, tendo também chegado ao Top 10 de vendas nacional logo na primeira semana. O single, “Dizer Que Não”, feat Matay, conta com mais de 10 milhões de visualizações no Youtube e é Single de Ouro.

 

 

Compositor e autor de referência, Pedro Abrunhosa reencontra-se, a 6 de Julho, com os visitantes do Casino Estoril. Acompanhado pelos Comité Caviar, o músico portuense promete revisitar vários êxitos da sua carreira.

 

Pedro Abrunhosa_crédito Lionel Balteiro.jpg

 

Aguardado com expectativa, Pedro Abrunhosa assegura uma actuação interactiva com o público. Presença habitual no Lounge D, o cantor considera o programa dos “Grandes Concertos do Casino Estoril” como “um contributo exemplar à sustentação da música portuguesa”.

 

 

Os Azeitonas serão, a 13 de Julho, os protagonistas de mais uma etapa do ciclo de “Grandes Concertos do Casino Estoril”. A banda apresenta-se, em palco, para revisitar os incontornáveis sucessos que marcaram uma década de produção discográfica.

 

Os Azeitonas.jpg

 

Reconhecidos pela empatia que estabelecem com o público, Miguel Araújo, Marlon, João Salcedo e Nena interpretam, habitualmente, nos seus concertos sucessos como, por exemplo, “Um Tanto ou Quanto Atarantado”, “Quem És Tu Miúda”, “Ray-dee-oh”, “Tonto de Ti”, “Nos Desenhos Animados Nunca Acaba Mal” ou “Anda Comigo Ver os Aviões”.

 

 

Em concerto inédito, Raquel Tavares apresenta-se, a 20 de Julho, no Lounge D para interpretar as melhores composições do novo álbum intitulado, precisamente, “Raquel”. Trata-se de um concerto, a não perder, que será protagonizado por uma das mais importantes e consistentes vozes do fado contemporâneo.

 

É o Fado que faz pulsar o seu coração. É o Fado que dá sentido à sua vida. O Fado clássico, enraizado na mais profunda tradição, o espelho mais fiel da alma portuguesa. Em “Raquel”, o seu terceiro e recente disco, continua a ser esse Fado, a sua essência. Mesmo refletindo a pulsação do presente, ou não fosse esta enorme coleção de canções produzida por Fred Pinto Ferreira, João Pedro Ruela e Tiago Bettencourt, é sempre de Fado que se trata, do mais sentido respeito pelo seu peso e tradição, quando ouvimos Raquel Tavares.

 

 

Em noite de “Grande Concerto”, Paulo Gonzo regressa, a 27 de Julho, ao Lounge D para interpretar as melhores composições do seu novo álbum “Diz-me”. Os temas “Sem Ti” e “Amor Maior” estarão em destaque.

 

Editado no passado mês de Março, o álbum “Diz-me” conta com as participações especiais de Raquel Tavares, Diego El Cigala, Mario Biondi, Boss AC e The Black Mamba.

 

 

Com um espaço próprio no panorama da música nacional, os Orelha Negra apresentam-se, a 3 de Agosto, assegurando um dinâmico e ritmado encontro com os visitantes do Casino Estoril. Os sons que os cinco magníficos produzem juntos são envolventes, mas ouvi-los e vê-los ao vivo, é um prazer verdadeiramente misterioso.

 

Os Orelha Negra são o único grupo de hip-hop em Portugal que não tem um vocalista, o que, na verdade, não se revela necessário. A banda comunica com o público, de forma exemplar, através dos sons e samples de Sam The Kid, das dinâmicas dos teclados de João Gomes, do groove de baixo de Francisco Rebelo, da batida certa e forte de Fred e dos scratches inesperados e certeiros de Cruzfader.

 

 

Em noite de encerramento de mais um ciclo de “Grandes Concertos do Casino Estoril”, os The Gift actuam, a 10 de Agosto, no Lounge D. A banda de Alcobaça apresenta os temas do seu novo disco intitulado “Altar”, produzido e co-composto por Brian Eno, misturado por Flood.

 

Os The Gift consideram “Altar” o álbum das suas vidas. Um disco de 10 canções, intemporais. Feitas durante dois anos. Pensadas ao longo de três. Sonhadas ao longo de vinte e dois. Um disco que, ao vivo, se transforma num espectáculo que retrata todas as emoções vividas ao longo deste processo e que convida o público a dançar, vibrar. A pensar e sobretudo a celebrar o presente, vivendo-o. Um projeto de vida que se realiza em 2017.

 

 

Os Grandes Concertos do Casino Estoril estão agendados para o amplo espaço do Lounge D, de 22 de Junho a 10 de Agosto, todas as Quintas-Feiras, a partir das 23 horas. A entrada é livre.

 

O programa é o seguinte:

- 22 de Junho: Matias Damásio

- 29 de Junho: Dengaz

 

- 06 de Julho: Pedro Abrunhosa

- 13 de Julho: Os Azeitonas

- 20 de Julho: Raquel Tavares

- 27 de Julho: Paulo Gonzo

 

- 03 de Agosto: Orelha Negra

- 10 de Agosto: The Gift

 

Com vários motivos de interesse, esta série de concertos consolida a qualidade da oferta cultural e de entretenimento do Casino Estoril, proporcionando uma atmosfera de cumplicidade com os seus visitantes.

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.

 

Dolce Vita Ovar com noites de fado ao vivo

image007.jpg

 

Entre os meses de janeiro e junho, o Dolce Vita Ovar é palco da iniciativa “Noites de Fado”. Os espetáculos terão lugar na Praça da Restauração, pelas 20h00, sendo o primeiro concerto no dia 20 de janeiro que conta com o fado de Jorge César.

 

As “Noites de Fado” estão reservadas para as sextas-feiras à noite e contam com artistas como Ana Cristina, no dia 17 de fevereiro, a fadista Filomena Silva no dia 31 de março, já no dia 28 de abril, será a vez da fadista Filomena Sousa. No dia 26 de maio, o palco volta a ser de Jorge César, para fechar o programa de fados, o Dolce Vita Ovar conta com a Isa de Castro no dia 30 de junho.

 

Os fadistas, contam também com o apoio de Amável Carneiro na guitarra portuguesa e com Pedro Martins na viola. O Dolce Vita Ovar, pretende estimular o gosto pela música e a cultura juntos dos habitantes da região.

Grandes Concertos do Casino Estoril com um cartaz de luxo de 22 de Junho a 10 de Agosto

Com um notável cartaz, os “Grandes Concertos do Casino Estoril” estão de volta ao Lounge D, a partir do próximo dia 22 de Junho. São intérpretes bem conhecidos do público que protagonizam oito concertos, apresentando composições inéditas e revivendo outros grandes êxitos das suas carreiras. O ambiente festivo está, assim, assegurado nas noites de Quinta-Feira, até 10 de Agosto. A entrada é livre.

 

Lançado, em 1999, pelo Casino Estoril, o ciclo de “Grandes Concertos” obteve, desde a primeira edição, uma expressiva afluência de público, tornando-se numa referência dos espectáculos agendados em Portugal durante o Verão.

 

 

Matias Damásio inaugura, no próximo dia 22 de Junho, o ciclo de “Grandes Concertos do Casino Estoril”. Trata-se de um nome incontornável da música de expressão portuguesa. O intérprete angolano estreia-se no Lounge D para apresentar o seu mais recente álbum “Por Amor”.

 

matias Damásio.jpg

 

“Por Amor” é o quarto disco da carreira de Matias Damásio. O mediático cantor e compositor retrata, ao longo de 12 temas, histórias de amor, força, esperança, optimismo e orgulho no seu país, na sua história. Este disco celebra, igualmente, 10 anos de uma carreira única daquele que é um dos artistas mais reconhecidos e premiados de Angola.

 

 

Referência do hip-hop português, Dengaz estreia-se, a 29 de Junho, no Casino Estoril. O Artista apresenta o seu segundo álbum de originais “Para Sempre”, não esquecendo outros êxitos do seu percurso musical.

 

Dengaz 3.jpg

 

Após os sucessos de “Skills, Respeito e Humildade”, em 2010, e da mixtape, “Ahya”, em 2012, Dengaz lançou “Para Sempre”, em Novembro de 2015. Este álbum foi número 1 de vendas digitais em apenas algumas horas, tendo também chegado ao Top 10 de vendas nacional logo na primeira semana. O single, “Dizer Que Não”, feat Matay, conta com mais de 10 milhões de visualizações no Youtube e é Single de Ouro.

 

 

Compositor e autor de referência, Pedro Abrunhosa reencontra-se, a 6 de Julho, com os visitantes do Casino Estoril. Acompanhado pelos Comité Caviar, o músico portuense promete revisitar vários êxitos da sua carreira.

 

Pedro Abrunhosa_crédito Lionel Balteiro.jpg

 

Aguardado com expectativa, Pedro Abrunhosa assegura uma actuação interactiva com o público. Presença habitual no Lounge D, o cantor considera o programa dos “Grandes Concertos do Casino Estoril” como “um contributo exemplar à sustentação da música portuguesa”.

 

 

Os Azeitonas serão, a 13 de Julho, os protagonistas de mais uma etapa do ciclo de “Grandes Concertos do Casino Estoril”. A banda apresenta-se, em palco, para revisitar os incontornáveis sucessos que marcaram uma década de produção discográfica.

 

Os Azeitonas.jpg

 

Reconhecidos pela empatia que estabelecem com o público, Miguel Araújo, Marlon, João Salcedo e Nena interpretam, habitualmente, nos seus concertos sucessos como, por exemplo, “Um Tanto ou Quanto Atarantado”, “Quem És Tu Miúda”, “Ray-dee-oh”, “Tonto de Ti”, “Nos Desenhos Animados Nunca Acaba Mal” ou “Anda Comigo Ver os Aviões”.

 

 

Em concerto inédito, Raquel Tavares apresenta-se, a 20 de Julho, no Lounge D para interpretar as melhores composições do novo álbum intitulado, precisamente, “Raquel”. Trata-se de um concerto, a não perder, que será protagonizado por uma das mais importantes e consistentes vozes do fado contemporâneo.

 

É o Fado que faz pulsar o seu coração. É o Fado que dá sentido à sua vida. O Fado clássico, enraizado na mais profunda tradição, o espelho mais fiel da alma portuguesa. Em “Raquel”, o seu terceiro e recente disco, continua a ser esse Fado, a sua essência. Mesmo refletindo a pulsação do presente, ou não fosse esta enorme coleção de canções produzida por Fred Pinto Ferreira, João Pedro Ruela e Tiago Bettencourt, é sempre de Fado que se trata, do mais sentido respeito pelo seu peso e tradição, quando ouvimos Raquel Tavares.

 

 

Em noite de “Grande Concerto”, Paulo Gonzo regressa, a 27 de Julho, ao Lounge D para interpretar as melhores composições do seu novo álbum “Diz-me”. Os temas “Sem Ti” e “Amor Maior” estarão em destaque.

 

Editado no passado mês de Março, o álbum “Diz-me” conta com as participações especiais de Raquel Tavares, Diego El Cigala, Mario Biondi, Boss AC e The Black Mamba.

 

 

Com um espaço próprio no panorama da música nacional, os Orelha Negra apresentam-se, a 3 de Agosto, assegurando um dinâmico e ritmado encontro com os visitantes do Casino Estoril. Os sons que os cinco magníficos produzem juntos são envolventes, mas ouvi-los e vê-los ao vivo, é um prazer verdadeiramente misterioso.

 

Os Orelha Negra são o único grupo de hip-hop em Portugal que não tem um vocalista, o que, na verdade, não se revela necessário. A banda comunica com o público, de forma exemplar, através dos sons e samples de Sam The Kid, das dinâmicas dos teclados de João Gomes, do groove de baixo de Francisco Rebelo, da batida certa e forte de Fred e dos scratches inesperados e certeiros de Cruzfader.

 

 

Em noite de encerramento de mais um ciclo de “Grandes Concertos do Casino Estoril”, os The Gift actuam, a 10 de Agosto, no Lounge D. A banda de Alcobaça apresenta os temas do seu novo disco intitulado “Altar”, produzido e co-composto por Brian Eno, misturado por Flood.

 

Os The Gift consideram “Altar” o álbum das suas vidas. Um disco de 10 canções, intemporais. Feitas durante dois anos. Pensadas ao longo de três. Sonhadas ao longo de vinte e dois. Um disco que, ao vivo, se transforma num espectáculo que retrata todas as emoções vividas ao longo deste processo e que convida o público a dançar, vibrar. A pensar e sobretudo a celebrar o presente, vivendo-o. Um projeto de vida que se realiza em 2017.

 

 

Os Grandes Concertos do Casino Estoril estão agendados para o amplo espaço do Lounge D, de 22 de Junho a 10 de Agosto, todas as Quintas-Feiras, a partir das 23 horas. A entrada é livre.

 

O programa é o seguinte:

- 22 de Junho: Matias Damásio

- 29 de Junho: Dengaz

 

- 06 de Julho: Pedro Abrunhosa

- 13 de Julho: Os Azeitonas

- 20 de Julho: Raquel Tavares

- 27 de Julho: Paulo Gonzo

 

- 03 de Agosto: Orelha Negra

- 10 de Agosto: The Gift

 

Com vários motivos de interesse, esta série de concertos consolida a qualidade da oferta cultural e de entretenimento do Casino Estoril, proporcionando uma atmosfera de cumplicidade com os seus visitantes.

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.

 

Programação OUT.RA até Julho - Barreiro

A3_FRANÇOIS CARRIER, MICHEL LAMBERT & HUGO ANTUNE

 

Maio, Junho e Julho serão meses particularmente intensos para os lados do Barreiro e para vários dos seus espaços mais emblemáticos.
 
A aliar à continuidade da programação regular “OUT.RA Música”, cujo epicentro em 2017 se tem vindo a deslocar com mais frequência para as instalações da ADAO – Associação Desenvolvimento Artes & Ofícios (colectivo de artistas que tem vindo a recuperar o antigo quartel dos Bombeiros Voluntários Sul & Sueste), as primeiras intervenções da OUT.RA – Associação Cultural no domínio das celebrações do octagésimo aniversário da rede de água pública no Concelho surgem com uma inusitada performance no Reservatório Elevado do Alto da Paiva, com espectáculos a decorrer nas tardes de 27 e 28 de Maio por artistas selecionados na sequência de uma Open Call internacional que resultou em mais de uma centena de candidaturas.
 
A 16 de Junho, inaugura no Auditório Municipal Augusto Cabrita uma exposição que ilustra o trabalho de documentação sonora realizado em volta dos muitos espaços e estruturas que compõem a Rede Municipal de Águas e Saneamento, numa “caça aos sons” que vem complementar o arquivo que tem vindo a mapear as mais diversas paisagens sonoras do Concelho.
 
Já fora do tema da Água Pública – no âmbito do qual se realizarão ainda várias outras actividades até final do ano, a anunciar oportunamente -, mas também em Junho, o trio de Pedro Sousa, Rodrigo Pinheiro e Gabriel Ferrandini - três nomes proeminentes da “Lisbon's New Jazz Vanguard” coberta pela Wire na sua edição de Fevereiro – estabelece residência na Casa da Cultura da Baía do Tejo (o histórico “Cinema da CUF”) para o desenvolvimento de um trabalho mais aprofundado que preparará o primeiro lançamento discográfico da formação. A 8 de Julho mostram o trabalho numa apresentação na Biblioteca Municipal do Barreiro, numa noite que contará também com a actuação do Space Quartet, a actual formação de trabalho de Rafael Toral.
 
Outro trabalho de longo curso que mostrará os seus primeiros avanços resulta da Bolsa de Criação atribuída a um artista local (em 2015 e 2016 o recipiente foi o pianista Tiago Sousa), que neste ano proporciona ao músico e artista sonoro José Bica (Ybasics, Grooveyard Junkies) oportunidade para uma reflexão sonora sobre o património material e imaterial da cidade. O primeiro de três momentos públicos consubstancia-se numa Instalação Sonora Interactiva, de título “Subúrbio Sonoro”, patente na ADAO, com inauguração a 13 de Maio e término a 3 de Junho.
 
A programação regular da OUT.RA continua, após concerto de pré-apresentação de “Casa de Cima”, das Pega Monstro, com o trio do contrabaixista Hugo Antunes e dos canadianos Michel Lambert (percussão) e François Carrier (saxofone) - no dia 2 de Junho no Terraço dos escritórios da associação – e com a apresentação de “Vermelho”, primeiro disco de Bruxas/Cobras, novo duo que junta o baixo de Pedro Lourenço (reconhecido como dos mais únicos ilustradores nacionais e que nos habituámos a ver em palco com nomes como Rafael Toral ou Bernardo Devlin) e a bateria de Ricardo Martins (homem de mil projectos e ainda e sempre lembrado como explosivo motor dos Lobster), a 9 de Junho, na ADAO, numa noite partilhada com os Iguanas, também prestes a lançar novo disco. 
 
 
13 Maio a 3 Junho. ADAO
Subúrbio Sonoro – Instalação Sonora Interactiva por José Bica
Entrada livre. Aberto sábados e domingos das 17h-19h
 
27 e 28 Maio. Reservatório Elevado do Alto da Paiva. 16H e 18h
Música / Sound Art com: 
Melaina Barnes & Jean-Philippe Drecourt
Luís Bittencourt
Alberto Lopes / Sonoscopia
Carlos Santos & Nuno Torres
Entrada livre mediante inscrição obrigatória para info@outra.pt
 
2 Junho. Terraço na Rua Elias Garcia, 38. 18h
Hugo Antunes, François Carrier & Michel Lambert
Entrada livre c/ donativo opcional e reserva obrigatória para info@outra.pt
 
9 Junho. ADAO. 22h30
Bruxas / Cobras
Iguanas
Entrada: 5€
 
16 Junho. Auditório Municipal Augusto Cabrita. 18h30
Inauguração da Exposição 80 Anos da Água
Entrada livre. .
 
8 Julho. Biblioteca Municipal do Barreiro. 22h.
Pedro Sousa, Rodrigo Pinheiro & Gabriel Ferrandini
Rafael Toral Space Quartet
Entrada: 5€
 
 
Mais informações sobre todos os eventos em www.outra.pt

FILHO ÚNICO - Anúncio das NOITES DE VERÃO

NOITES DE VERÃO 2017

concertos às Sextas-feiras 

em Julho no Jardim dos Coruchéus

em Agosto no Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado

pelas 19h30 e com entrada livre

 

No seu oitavo ano de vida, o ciclo de concertos Noites de Verão apresentar-se-á entre o Jardim dos Coruchéus, em Alvalade, pela primeira vez, e o habitual Jardim das Esculturas do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, mantendo-se o horário das Sextas-feiras, pelas 19h30, e com entrada livre.

Este programa de música ao vivo programado pela Filho Único é co-produzido com a EGEAC, as Galerias Municipais e o MNAC.

 

7 de Julho - Ogoya Nengo & The Dodo Women's Group (KE) + Bruno Silva DJ set

14 de Julho - Volúpia das Cinzas (PT) + Varela DJ set

21 de Julho - Hieroglyphic Being (US) + Novo Major DJ set

28 de Julho - Vaiapraia e as Rainhas do Baile (PT) + Pega Monstro DJ set

 

4 de Agosto - Ricardo Rocha (PT)

11 de Agosto - Gigi Masin (IT)

18 de Agosto - Calhau! (PT)

25 de Agosto - Primeira Dama (PT)

 

Noites de animação do Casino Lisboa em Junho

As noites de animação no Casino Lisboa distinguem-se pelas inovadoras sugestões de música ao vivo. Em Junho, o palco-multiusos do Arena Lounge recebe, de Quarta-Feira a Sábado, um elenco de propostas musicais a não perder. Com um programa diversificado, o Casino Lisboa propõe, ainda, de Quinta-Feira a Sábado, pouco depois da meia-noite, diferentes DJ’s que seleccionam os ritmos ideais, prolongando o ambiente festivo até de madrugada. A entrada é livre.

 

Com uma proposta revivalista, os The Peakles são uma banda de tributo aos Beatles que inicia, a 31 de Maio, um curto ciclo de actuações no Arena Lounge. Recusam ser um grupo "look alike", apostando, ao invés, na sua própria interpretação dos êxitos da mítica banda de Liverpool. A não perder, até 3 de Junho.

 

Os The Peakles iniciaram, em 2013, o seu percurso musical, tendo, logo de seguida, recebido um convite para integrar o cartaz do mítico festival “Internatinal Beatle Week 2014”, em Liverpool, onde apresentaram 10 concertos, sempre esgotados, em salas como “The Cavern” e o luxuoso “The Adolphi Hotel”. Foram, assim, a primeira e única banda portuguesa a fazer parte deste festival. O vocalista Nelson Mendes será acompanhado por Pedro Parreira na guitarra, Luís Félix no baixo, Ricardo Monteiro nos teclados e André Conceição na bateria.

 

 

Noutro aguardado ciclo de actuações, os Tamla apresentam-se, de 7 a 10 de Junho, no Arena Lounge. A vocalista Elisabete Brás partilha o palco com André Mendes nas teclas, e João Colaço na bateria.

Tamla - Foto1.jpg

 

 

Desta sua essência, o estilo perdura na “alma” característica à sua representação. O som da Motown chega-nos como título de criação de três performers sincrónicos, evocando os mentores e sucessores desta vibração musical única.

 

 

Os Chronicle News reencontram-se, de 14 a 17 de Junho, com os visitantes do Casino Lisboa. Num estilo muito próprio, a vocalista Rita Viegas será acompanhada por Rui Mação na guitarra, Frederico Carvalho no baixo, e Ricardo Daniel na bateria.

 

Os Chronicle News convidam o público a viajar pelo tempo, recordando temas que marcaram as últimas décadas no panorama musical. A banda presta homenagem a numerosas estrelas como, por exemplo, Amy Winehouse, Adele, Creedence Clearwater Revival, Clã, Rui Veloso, Beatles, Cranberries, Sheryl Crow, Maroon 5, Bryan Adams, Adam Lambert, Amy McDonald, Snow Patrol, Radiohead, Coldplay, Duffy ou John Mayer.

Por sua vez, a banda RedSox apresentam-se, de 22 a 24 de Junho, no Casino Lisboa para interpretar um reportório pop/rock que reúne alguns dos grandes êxitos da actualidade.

 

Red Sox.jpg

 

Com influências muito distintas, desde o soul ao metal, passando pelo rock e pelo funk, a vocalista Ru Vasconcellos partilha o palco com Raquel Simões na guitarra, Sara Costa no baixo e João Nuno Barros na bateria.

 

 

Com um enquadramento inovador, os Soundsuite propõem, de 28 de Junho a 1 de Julho, a reinvenção de várias composições com arranjos originais que oferecem novas perspectivas sobre os temas, com uma base acústica e exploração de sons e timbres. 

 

Bem conhecidos dos visitantes do Casino Lisboa, os Soundsuite reúnem, em palco, o vocalista Nuno Craveiro acompanhado pela sua guitarra, Luís Pinto no baixo, Fábio Rodrigues na bateria e percussão, e Diogo Gonçalves na flauta transversal, melódica e teclados.

 

 

Arena Lounge - Jukebox

O programa de animação musical culmina com as dinâmicas sonoridades da Juke Box. Diferentes DJ’s seleccionam de Quinta-Feira a Sábado, pouco depois da meia-noite, os ritmos ideais para um público predominante jovem. A entrada é livre.

 

Programa de Junho

01 - Nery

02 - Johnny Deep

03 - Dj Al

 

08 - Pan Sorbe

09 - Diogo Pires

10 - Bruno Safara

 

15 - Ka§par & Cherry Bass

16 – Mr. Mute

17 - John Holmes

 

22 - Nuno di Rosso

23 - Luis Leite

24 - Luis Patraquim

 

29 - Pelota

30 - Yugo Dee

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.

KADYPSLON Showcase Fnac Leiria

image008.png

 

Um dos maiores representantes do hip hop nacional continua a mostrar o seu mais recente trabalho, “Refúgio”, pelo país fora. Depois de apresentações nas FNAC lisboetas e algarvias, Kadypslon chega agora à FNAC Leiria a 24 de Junho.

O showcase está marcado para as 17h e será centrado precisamente neste seu primeiro longa-duração de onde já foram extraídos os singles “Malta Perdida” e “A Cultura”. No dia seguinte é a vez do rapper se apresentar ao vivo nas festas de S. João de Braga no Jardim de Santa Bárbara, bem no centro histórico da cidade. O disco já se encontra disponível em edição física nos locais habituais e em formato digital em plataformas como a Amazon, Google Play, Spotify ou The Store.

 

Artistas portugueses unem-se em concerto solidário para com as vítimas dos fogos florestais

 
 

 

ImagemConcerto.jpg

 

MEO Arena recebe concerto "Juntos Por Todos" a 27 de Junho, com transmissão ao vivo na RTP, SIC, TVI e em todas as rádios portuguesas.

No dia 27 de Junho, pelas 21h00, o Meo Arena recebe um concerto de homenagem às vítimas dos fogos florestais que continuam a lavrar em Pedrógão Grande e zonas limítrofes, e de angariação de receitas para reforço da ajuda às populações afectadas pela que é já considerada uma das maiores tragédias na história do nosso país. A receita obtida será entregue à União das Misericórdias Portuguesas.

"Juntos Por Todos" é uma iniciativa civil, co-produzida pela Sons em Trânsito, Nação Valente, MEO Arena, Blueticket, RTP, SIC e TVI, e artistas participantes: AGIR, Amor ElectroAna MouraAureaCamanéCarlos do CarmoCarminho, D.A.M.ADavid FonsecaDiogo PiçarraGisela JoãoHélder MoutinhoJoão GilJorge PalmaLuísa Sobral, Luís RepresasMatias DamásioMiguel AraújoPaulo GonzoPedro AbrunhosaRaquel TavaresRita RedshoesRui Veloso, Salvador Sobral Sérgio Godinho.

Os bilhetes já se encontram disponíveis em blueticket.pt e nos pontos de venda Fnac, Worten, El Corte Inglês, The Phone House, Pagaqui, ACP e Turismo de Lisboa, e têm as seguintes tipologias:

15€ - Bilhete Geral - único e sem marcação;

25€ - Bilhete Geral Extra - sem marcação, para quem pretende contribuir com um valor superior - Dá acesso aos mesmos sectores que o Bilhete Geral único e sem marcação de 15€;

15€ - Bilhete Donativo - para quem pretende contribuir mas não pode comparecer ao espectáculo - Não dá acesso ao espetáculo e pode ser adquirido em Portugal, nos locais habituais, e em qualquer parte do mundo, em blueticket.pt; foi criado para responder ao apelo da diáspora portuguesa e das muitas empresas que têm procurado formas de contribuir.

Para além das entidades co-produtoras, "Juntos Por Todos" conta com a imprescindível generosidade e solidariedade de inúmeras empresas e parceiros, que estão a colaborar de forma inteiramente gratuita e às quais a organização agradece.

MEO Arena e a Blueticket associam-se a esta causa oferecendo o seu espaço e serviços gratuitamente, nomeadamente a angariação e entrega das receitas à União das Misericórdias Portuguesas.

O evento conta com o Alto Comissariado da Fundação Calouste Gulbenkian.

O espírito solidário que se encontra na génese do evento sonhado pela Sons em Trânsito e pela Nação Valente, e desde logo apadrinhado por todos os artistas participantes, mobilizou a RTP, a SIC e a TVI, e todas as rádios portuguesas, garantindo a transmissão em directo para todos os portugueses residentes em Portugal continental, ilhas e um pouco por todo o mundo, através dos seus vários canais e plataformas online.É a primeira vez que todas as televisões e rádios portuguesas garantem uma cobertura conjunta de um espectáculo.

"Juntos Por Todos" conta com o contributo das editoras Sony Music Portugal, Universal Music PortugalValentim de Carvalho Warner Music Portugal na sua divulgação artística.

A organização aproveita a oportunidade "para agradecer comovidamente as centenas de outras ofertas espontâneas de participação de músicos e artistas no concerto. Infelizmente é impossível acolher todos, sendo que o evento a todos pertence, independentemente dos que subirem ao palco".