Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

À conversa com... João Tordo | 4 de março de 2017

image001.jpg

 

O autor João Tordo é o convidado da terceira Sessão do ciclo “À Conversa com…” agendada para o próximo dia 4 de março, sábado, pelas 16h00, no Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro. 

A Entrada é livre.

 

“À conversa com…” pretende convidar escritores e atores, de forma a proporcionar uma conversa mais abrangente sobre a sua atividade, ou tema escolhido para o dia.

 

Biografia:

“João Tordo nasceu em Lisboa em 1975. Licenciou-se em Filosofia e estudou Jornalismo e Escrita Criativa em Londres e Nova Iorque. Em 2001, venceu o Prémio Jovens Criadores na categoria de Literatura. Publicou os romances O Livro dos Homens sem Luz (2004); Hotel Memória (2007); As Três Vidas (2008), que recebeu o Prémio Literário José Saramago e cuja edição brasileira foi, em 2011, finalista do Prémio Portugal Telecom; O Bom Inverno (2010), finalista do prémio Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores e do Prémio Literário Fernando Namora e cuja tradução francesa foi selecionada para a 6.ª edição do Prémio Literário Europeu; Anatomia dos Mártires (2011), finalista do Prémio Literário Fernando Namora; O Ano Sabático (2013); Biografia Involuntária dos Amantes (2014); e, mais recentemente, O Luto de Elias Gro (2015) e O Paraíso segundo Lars D. (2015).

Os seus livros estão publicados em França, Itália, Alemanha, Brasil, Sérvia e Hungria. Trabalha como cronista, tradutor, guionista e formador em oficinas de ficção”.

 

CMB

Proteção civil inspira exposição no Dolce Vita Tejo

image004.jpg

 

Dolce Vita Tejo inaugura, no dia 1 de março, às 15h00 “Resiliência Artística”, uma exposição de pintura e ilustrações inédita subordinada ao tema da proteção civil. A convite da Proteção Civil da Amadora, jovens e adultos com deficiência intelectual da Fundação AFID Diferença da Associação Nacional de Famílias para a Integração de Pessoa Deficiente (AFID) apresentam um conjunto de trabalhos inspirados em quatro temas, a prevenção de incêndios, a segurança rodoviária, a prevenção de sismos e primeiros socorros. Os trabalhos, que vão estar expostos durante todo o mês de março, no Piso 1 do Dolce Vita Tejo, são baseados nas visitas que os artistas fizeram a algumas instituições do concelho, como os Bombeiros Voluntários da Amadora, a PSP, a Proteção Civil e a Cruz Vermelha.

A inauguração da exposição conta com a presença da Presidente da Câmara Municipal da Amadora, Carla Tavares, do Presidente da Fundação AFID, Domingos Rosa e o diretor do Centro Comercial Dolce Vita Tejo, Roberto Xavier.

“Resiliência Artística” insere-se no âmbito das comemorações do mês da proteção civil. Além desta exposição, o Dolce Vita Tejo organiza ainda, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa, no dia 11 de março, uma mostra de veículos de suporte de vida. Na ocasião será montado um posto médico e tendas de abrigo onde serão feitas demonstrações de técnicas de socorrismo. Por fim, no dia 26 de março, a praça central do Dolce Vita Tejo vai ser palco de uma competição de resgate entre bombeiros. Nesta prova de obstáculos, conhecida como Fire Fighters – Rescue Competition, o público poderá assistir à perícia e profissionalismo dos soldados da paz.

Ao associar-se às atividades do mês da proteção civil, o Dolce Vita Tejo abre as suas portas a iniciativas que contribuem para melhorar a segurança e o bem-estar da comunidade em que se insere, assumindo-se como um espaço que cria uma nova centralidade na região de Lisboa. Por isso, o Dolce Vita Tejo convida a população a conhecer os trabalhos dos artistas da AFID e a participar nas restantes atividades agendadas no âmbito do mês da proteção civil.

 

Sobre o Dolce Vita Tejo

 

O Dolce Vita Tejo, Centro Comercial sob a gestão da PRAGMA Management, foi inaugurado em maio de 2009 e disponibiliza cerca de 280 lojas, distribuídas por 2 pisos e 104 mil metros quadrados. Possui um parque de estacionamento coberto e gratuito.

Adquirido no início de 2015 pelo Eurofund Investments, o Dolce Vita Tejo está a implementar o inovador conceito de “shopping resort” que transforma o Centro num destino de lazer e entretenimento ao reinventar a experiência de visita através da criação de espaços cada vez mais acolhedores e da disponibilização de atividades culturais, desportivas e de ócio para as famílias.

O Dolce Vita Tejo possui na Praça Central exterior um dos maiores ecrãs permanentes da Europa, com 130m2 e tecnologia de última geração, colocando-o no roteiro dos melhores espaços da grande Lisboa para assistir a transmissões em direto e todo tipo de programação multimédia.

Integra a KidZania, parque temático lúdico e educativo único em Portugal onde “as crianças podem brincar aos adultos”, experimentando mais de 60 profissões, e a primeira LEGO® Fun Factory do país, espaço gratuito que permite viver a magia do mundo LEGO®.

Disponibiliza um acolhedor Balcão de Atendimento, área de lazer com imprensa diária gratuita, work hub com acesso internet gratuito e um Espaço Solidário para apoiar ONGs e IPSS.

O Dolce Vita Tejo possui um hipermercado Jumbo e marcas de referência como Primark, Zara, H&M, MANGO, El Corte Inglés Oportunidades, Worten ou Holmes Place, além de 11 salas de cinema UCI.

No centro de 6 municípios (Amadora, Lisboa, Loures, Sintra, Oeiras, Odivelas), e com acessos privilegiados, o Dolce Vita Tejo é um destino familiar de excelência para compras, lazer e entretenimento.

Jardim Zoológico recebe Expo Orquídeas 2017

image004.jpg

 

 

Nos dias 3, 4 e 5 de Março, o Jardim Zoológico recebe a 2ª Edição da Exposição Internacional de Orquídeas. A organização promete actividades diversificadas e um agradável convívio entre apaixonados por plantas.

 

Depois do sucesso da exposição em 2016, o Jardim Zoológico volta a juntar-se ao Clube dos Orquidófilos de Portugal para realizar mais uma edição da Expo Orquídeas.

 

Na edição deste ano, as Orquídeas Cymbidium, as mais cultivadas e preferidas dos portugueses, vão estar em grande destaque. Poderá assistir a palestras, onde temas como os híbridos raros de Cymbidium, o seu cultivo, as mini-orquídeas, o cultivo de orquídeas por semente e a relação entre as aves e as orquídeas vão ser abordados, e consolidar conhecimentos através de demonstrações práticas de cultivo. Poderá ainda adquirir livros, artesanato e plantas, aos melhores produtores nacionais e internacionais de orquídeas e outras plantas.

 

A 2ª edição da Expo Orquídeas terá lugar no Auditório e no Salão de Festas, na área de circulação livre do Jardim Zoológico, e terá um bilhete de entrada no valor de 2,50 euros. A inauguração acontece no dia 3 de Março, entre as 17h00 e as 20h00. E nos dias 4 e 5 de Março, a exposição poderá ser visitada entre as 10h00 e as 19h00 e as 10h00 e as 18h00, respectivamente.

 

Exposição de Luis Athouguia na Galeria da Ordem dos Médicos - Secção Regional do Norte

A Galeria da Ordem dos Médicos - Secção Regional do Norte apresenta a Exposição 

"Visões Pretéritas" de LUIS ATHOUGUIA com inauguração no dia 3 de Março às 21h00 

 

Convite OMed Porto-.jpg.jpg

 

 

Sobre ele escreveu João Aníbal Henriques:

É preciso coragem para literalmente podermos mergulhar na obra dele. É fundamental que o façamos num estado de liberdade absoluto que geralmente só encontramos quando conciliamos o sono com o sonho e nos libertamos das amarras do real. Só assim podemos conceber e sentir os universos alternativos que os seus quadros nos trazem. É com essa forma subliminar, livres e atrozmente perdidos, que podemos conceber os caminhos novos que a sua obra nos propõe.

COIMBRA RECEBE EXPOSIÇÃO ÚNICA EM PORTUGAL

Play With Art.png

 

Com certeza que já viu, na televisão ou na internet, obras de arte em 3D. Sim, aquelas que parece que são mesmo reais. E também deve ser confrontado, diariamente, com os testes de ilusão ótica que tanto preenchem as redes sociais e os sites. Agora imagine que pode ver estas obras de arte bem perto e, melhor ainda, interagir com elas!

 

O Forum Coimbra recebe, de 25 de fevereiro a 12 de março, o evento “Play With Art”. Um evento que consiste numa exposição de arte em 3D, em que os visitantes são convidados a participar, interagindo com as peças e pousando ao lado de diversas personagens. Esta exposição, que apresenta mais de 10 cenários diferentes com temas transversais a miúdos e graúdos, estará distribuída pelo piso 1 e a entrada é totalmente gratuita.

 

Para complementar esta exposição, existirão, na Praça Terra, vários workshops interativos alusivos à temática para os mais novos: desenho 3D, ilusão ótica, maquilhagem e atividades com stencil são algumas das propostas. Os workshops decorrem das 16h às 20h [de segunda a sexta] e das 11h às 14h e 16h às 21h [aos sábados e domingos] e são, também eles, gratuitos.

UM PALCO DE TODOS E PARA TODAS AS ARTES PERFORMATIVAS

Palco Comunitário.png

 

Alegro Castelo Branco apresenta: o Palco Comunitário

 

UM PALCO DE TODOS E PARA TODAS AS ARTES PERFORMATIVAS

 

O Centro Comercial Alegro Castelo Branco acaba de apresentar mais um conceito inovador: o Palco Comunitário. Esta é a sua mais recente oferta de lazer e entretenimento, destinada à exibição de performances artísticas e partilha comunitária, em que o palco é de todos.

 

E se o palco fosse seu? Para receber e dar vida ao talento escondido da região, o Alegro Castelo Branco aposta num projeto inovador e aberto à comunidade: um Palco Comunitário.

 

Seja no teatro, na música, na dança, na magia, no stand up ou através de outras formas de expressão, grupos amadores, associações culturais ou ilustres desconhecidos podem subir ao Palco Comunitário do Alegro Castelo Branco e brilhar.

 

O Palco Comunitário é apadrinhado pelo Conservatório Regional de Castelo Branco, uma instituição que ocupa um papel de relevância no Ensino Artístico Especializado da Música e dinamização cultural nesta zona do país. Na noite inaugural, a 16 de fevereiro, começou por presentear o público com uma atuação do seu Ensemble de Cordas, sob a direção do professor Nicolas Celis, e outra do Quinteto de Acordeões, dirigido pelo professor Horácio Pio.

 

Localizado no Merenda 6000, espaço de restauração do Alegro Castelo Branco, é num ambiente moderno e acolhedor, que qualquer pessoa poderá testar a recetividade do grande público ao seu talento e mostrar que é uma estrela.

 

“Trata-se de um projeto inovador e, ao mesmo tempo, capaz de criar laços emocionais com a nossa comunidade. Queremos que este palco seja sentido por todos os profissionais e amadores do mundo do espetáculo, como sendo deles, e se assuma como uma oportunidade de dar a conhecer os seus dotes artísticos a todos os que passam pelo Alegro Castelo Branco, proporcionando momentos verdadeiramente especiais”, explica Cristina Roxo, Diretora do Centro Comercial Alegro Castelo Branco.

 

“Para esta iniciativa contamos com diferentes embaixadores, com mérito reconhecido ao nível local e nacional. Nesta fase temos já como embaixador o Conservatório Regional de Castelo Branco, e muito em breve vamos dar a conhecer outro embaixador, também com atuação na nossa cidade, e fortemente reconhecido. Acreditamos que o Palco Comunitário reúne todas as condições para surpreender os nossos clientes com espetáculos originais e diferentes a cada dia. O palco é de todos, por isso, venham experimentá-lo”, conclui Cristina Roxo.

 

Para que o palco seja seu, basta enviar a sua ideia ou projeto para geral.alegrocb@auchan.pt ou preencher o formulário para o efeito aqui.

 

Desafie os seus limites e mostre o seu talento. O Palco é seu!

UM PALCO DE TODOS E PARA TODAS AS ARTES PERFORMATIVAS

Palco Comunitário.png

 

Alegro Castelo Branco apresenta: o Palco Comunitário

 

UM PALCO DE TODOS E PARA TODAS AS ARTES PERFORMATIVAS

 

O Centro Comercial Alegro Castelo Branco acaba de apresentar mais um conceito inovador: o Palco Comunitário. Esta é a sua mais recente oferta de lazer e entretenimento, destinada à exibição de performances artísticas e partilha comunitária, em que o palco é de todos.

 

E se o palco fosse seu? Para receber e dar vida ao talento escondido da região, o Alegro Castelo Branco aposta num projeto inovador e aberto à comunidade: um Palco Comunitário.

 

Seja no teatro, na música, na dança, na magia, no stand up ou através de outras formas de expressão, grupos amadores, associações culturais ou ilustres desconhecidos podem subir ao Palco Comunitário do Alegro Castelo Branco e brilhar.

 

O Palco Comunitário é apadrinhado pelo Conservatório Regional de Castelo Branco, uma instituição que ocupa um papel de relevância no Ensino Artístico Especializado da Música e dinamização cultural nesta zona do país. Na noite inaugural, a 16 de fevereiro, começou por presentear o público com uma atuação do seu Ensemble de Cordas, sob a direção do professor Nicolas Celis, e outra do Quinteto de Acordeões, dirigido pelo professor Horácio Pio.

 

Localizado no Merenda 6000, espaço de restauração do Alegro Castelo Branco, é num ambiente moderno e acolhedor, que qualquer pessoa poderá testar a recetividade do grande público ao seu talento e mostrar que é uma estrela.

 

“Trata-se de um projeto inovador e, ao mesmo tempo, capaz de criar laços emocionais com a nossa comunidade. Queremos que este palco seja sentido por todos os profissionais e amadores do mundo do espetáculo, como sendo deles, e se assuma como uma oportunidade de dar a conhecer os seus dotes artísticos a todos os que passam pelo Alegro Castelo Branco, proporcionando momentos verdadeiramente especiais”, explica Cristina Roxo, Diretora do Centro Comercial Alegro Castelo Branco.

 

“Para esta iniciativa contamos com diferentes embaixadores, com mérito reconhecido ao nível local e nacional. Nesta fase temos já como embaixador o Conservatório Regional de Castelo Branco, e muito em breve vamos dar a conhecer outro embaixador, também com atuação na nossa cidade, e fortemente reconhecido. Acreditamos que o Palco Comunitário reúne todas as condições para surpreender os nossos clientes com espetáculos originais e diferentes a cada dia. O palco é de todos, por isso, venham experimentá-lo”, conclui Cristina Roxo.

 

Para que o palco seja seu, basta enviar a sua ideia ou projeto para geral.alegrocb@auchan.pt ou preencher o formulário para o efeito aqui.

 

Desafie os seus limites e mostre o seu talento. O Palco é seu!

Noites de animação no Casino Lisboa em Fevereiro

O Casino Lisboa propõe, em Fevereiro, um extenso programa lúdico e cultural no Arena Lounge. Trata-se de um versátil cartaz de animação, a não perder, de Quinta-Feira a Domingo. A entrada é livre.

 

Com propostas sempre diferentes, o Casino Lisboa acolhe, às Quintas-Feiras, uma relevante série de espectáculos especiais no Arena Lounge. O novo circo estará em destaque, logo no dia 2, com a actuação de João & Tiffanie e, posteriormente, a 16 de Fevereiro, com uma exigente performance da dupla Raquel e Angélica. Por sua vez, o pole dance estará em evidência, no dia 9, com a actuação de Sara e Raquel; enquanto André Vaz assegura, a 23 de Fevereiro, um espectáculo de fado.

 

O ciclo de música ao vivo renova-se, ainda, de Sexta-Feira a Domingo, com vários sets protagonizados pelos The Joe’s, Daniela Mendes 4Teto, Trio Naranjus e Woodnote. O programa consolida-se, de Quinta-Feira a Sábado com as actuações conhecidos DJ’s que escolhem os ritmos ideais pela noite dentro.

 

 

Arena Lounge – Palco-multiusos

As noites de animação no Casino Lisboa distinguem-se, também, pelas inovadoras sugestões de música ao vivo. Em Fevereiro, o palco-multiusos do Arena Lounge recebe, de Sexta-Feira a Domingo, quatro propostas musicais a não perder. A entrada é livre.

 

 

 

Com mais de 10 anos de experiência a diversão e emoção é garantida e a boa música é devidamente celebrada. 

 

Os WoodNote actuam, de 24 a 26 de Fevereiro, protagonizando um ciclo musical que engloba numerosas composições clássicas que vão desde o jazz até ao soul mais profundo.

 

Os WoodNote distinguem-se por uma performance musical onde a espontaneidade e naturalidade dos músicos, providencia um ambiente de cumplicidade com o público. O vocalista André Ferreira apresenta-se, em palco, com Pedro Brito na guitarra, Luís Rosa, no baixo, e Rui Carvalho, na bateria.

 

Arena Lounge - Jukebox

No Arena Lounge, a Juke Box assume, pouco depois da meia-noite, o protagonismo dos serões do Casino Lisboa. São conhecidos DJ’s que seleccionam criteriosamente os ritmos mais adequados pela noite dentro. A entrada é livre.

 

Programa de Fevereiro

02 - Nuno di Rosso

03 - Johnny Deep

04 - Yugo Dee

 

09 - Mr. Mute

10 - Dj Al

11 - John Holmes

 

16 - Pelota

17 - Bruno Safara

18 - Luis Patraquim

 

23 - Pan Sorbe

24 - Diogo Pires

25 - Luís Leite

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.

 

ABRE ALAS… OS “DOMINGUINHOS” QUEREM PASSAR

image001.jpg

 

Abre alas… os “Dominguinhos” querem passar para ao Carnaval brincar! Já aprumadas com as suas fantasias, as crianças com maquilhagem própria se vão transformar! Em princesa para reinar? Ou em pirata para lutar? As pinturas faciais vão ajudar… Na manhã de domingo de 26 de fevereiro, os foliões no MAR Shopping vão “desfilar”. 

 

Os “Dominguinhos” são compostos por diferentes temáticas mensais e surgem da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, que se dedica a projetos educativos. Aos domingos, entre as 11h00 e as 12h00, no corredor de Moda Infantil do MAR Shopping, Piso 0, acontece um leque de atividades gratuitas de lazer, numa simbiose perfeita de momentos alegres e educativos.

Lúcia Echagüe estreia-se no Casino Estoril em noite de concerto no Lounge D

Lucia Echague.jpg

 

Em concerto inédito no Casino Estoril, Lúcia Echagüe apresenta-se, no próximo dia 25 de Fevereiro, a partir das 23 horas, no Lounge D. A artista argentina apresenta o seu novo álbum "De Aire", no qual assume pela primeira vez, a faceta de compositora. A entrada é livre. Lúcia Echagüe renovou a sua identidade com uma proposta, que vai ao encontro de vários ritmos mundiais. O seu segundo álbum, “De Aire”, é pautado pela convivência entre diversas identidades musicais, tais como o folclore argentino, o flamenco e o jazz. O disco conta com a colaboração do guitarrista e produtor angolano Ricardo Quinteira.


Recorde-se que, Lucía Echagüe estreou-se, em 2010, com o álbum “Todo Puede Ser”, que foi gravado em Madrid com temas do canta-autor cubano Julio Fowler e com produção musical de José Mestre.

 

Nascida em Buenos Aires, a cantora e compositora argentina reside, desde 2001, em Lisboa.

 

Em noite de concerto no Casino Estoril, Lúcia Echagüe sobe ao palco do Lounge D, a 25 de Fevereiro, a partir das 23 horas, para interpretar as melhores composições do seu reportório.

 

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.

 

Gabinete de Imprensa

Tel: 214667791 * Fax: 214667970

Gabimprensa.cestoril@estoril-sol.com