Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Ciclo de Cinema Economia Social e Solidária em Lisboa

Cinema, debates e gastronomia 
 - Ciclo Economia Social e Solidária -


O Ciclo de Cinema Economia Social e Solidária promovido pelo IMVF em parceria com o Largo Residências vai estar, a 4 e 11 de maio de 2017, no Largo Residências, no Intendente, em Lisboa. No dia 4, às 19h00, o público pode assistir ao filme turco “Gente Extraordinária“, vencedor do prémio SUSY - Economia Social e Solidária. No dia 11, às 19h00, é exibido o documentário brasileiro “Palmas”, vencedor do prémio IX Edital Ceará de Cinema e Vídeo da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. Entrada gratuita. Debates e degustação da gastronomia turca e brasileira (sujeita a reserva) também marcam lugar na programação.

Depois da sua passagem na MANIFesta em Gaia, em novembro de 2016, o Ciclo de Cinema Economia Social e Solidária chega agora a Lisboa integrado na programação de cinema do Largo Residências, no âmbito do projeto “SSEDAS/SUSY”, cofinanciado pela União Europeia.

4 MAI
LARGO Café Estúdio (Largo do Intendente, nº 16)

19h00 » GENTE EXTRAORDINÁRIA, de Orhan Tekeoğlu
TURQUIA | 2015 | 30’ (leg. em Português) 
Entrada gratuita

 

 

 

19h45 » Debate "Cultura como motor de Desenvolvimento" 

Qual o impacto das tradições e salvaguarda de estilos de vida tradicionais para o processo de Desenvolvimento? Que caminhos a seguir? Que pontes e sinergias?
Orador: Alberto Fernandes, Associação Frauga

Entrada gratuita

 

20h15 » Jantar temático
O IMVF tem o prazer de convidar o público para uma experiência gastronómica inspirada nos filmes exibidos. Para dia 4 de maio, o prato será Mussaka. Necessário reservar até dia 2 de maio (preço do prato de 6,5 euros). Para os primeiros 15 inscritos o jantar é oferta!
Reserva para globalcitizenship.imvf@gmail.com

 

 

11 MAILARGO Café Estúdio (Largo do Intendente, nº 16)

 

19h00 » PALMAS, de EDLISA BARBOSA PEIXOTO

BRASIL | 2014 | 56’

Entrada gratuita

 

 


20h00» Debate "Moedas complementares"

A aguardar confirmação
Entrada gratuita

 

20h15 » Jantar temático

O IMVF tem o prazer de convidar o público para uma experiência gastronómica inspirada nos filmes exibidos. Para dia 11 de maio, o prato será feijoada brasileira. Necessário reservar até dia 9 de maio (preço do prato de 6,5 euros). Para os primeiros 15 inscritos o jantar é oferta!
Reserva para globalcitizenship.imvf@gmail.com

XII Festival Internacional da Máscara Ibérica | 4 a 7 de Maio | Belém

image001.jpg

 

 

De 4 a 7 de maio os foliões andam à solta no Jardim da Praça do Império!

A Progestur, a EGEAC e a Câmara Municipal de Lisboa levam, pela primeira vez, o Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) até Belém, cruzando a riqueza do património histórico e cultural envolvente da zona ocidental da cidade com as tradições ancestrais da Península Ibérica.

Durante quatro dias, de 4 a 7 de maio, o Jardim da Praça do Império oferece, assim, uma programação variada, que junta Portugal e Espanha, entre máscaras e caretos, artesanato e produtos regionais, concertos, exposições, o XII Desfile da Máscara Ibérica (dia 6 de Maio) e muita animação de rua.

Animação da leitura | inscrições abertas

avô.JPG

 

"O meu Avô", de Catarina Sobral, é o livro escolhido para a Animação da Leitura e a Oficina Plástica e de Memória orientada pela atriz e mediadora de histórias, Madalena Marques, no próximo dia 13 de maio, pelas 11h00, na Sala Multiusos da Biblioteca Municipal do Barreiro.

 

Sinopse

2 homens. 2 casas. 2 tempos. 2 mundos diferentes. Um avô que faz tudo e mais alguma coisa e que, como um carrossel francês, faz o neto rodopiar e perder-se no encanto que revela por ele. Este dia-a-dia, ilustrado com referências a Jacques Tati, Fernando Pessoa, Almada Negreiros, ou Charlie Chaplin, faz-nos viajar pela história da arte. O que faremos com tudo isto? Para além de rodopiar como o neto e de descobrir quem são estes autores, iremos criar padrões – que poderão representar espaços – e associá-los depois a histórias de família. 

 

Faixa Etária: Famílias com crianças a partir dos 5 anos

Limite de 15 (crianças e acompanhante)

Duração: Aprox. 1h30

Entrada livre mediante inscrição para o contacto: 21 206 86 59.

 CMB

Palmo e Meio 2017 | últimas iniciativas

contos foto.jpg

 

 

A programação Palmo e Meio 2017 chega ao fim este fim-de-semana com a inauguração da exposição VAGA MENTE, de André Letria, e o Teatro de Marionetas “CONCHAS”.

 

25 fevereiro 21 maio | VAGA MENTE | EXPOSIÇÃO DE ILUSTRAÇÃO de ANDRÉ LETRIA | Auditório Municipal Augusto Cabrita - Piso 0, Galeria Azul

Inauguração no dia 25, às 17h00

 

Nasceu em Lisboa, em 1973. Trabalha como ilustrador desde 1992. Ganhou o Prémio Gulbenkian, o Prémio Nacional de Ilustração, um Award of Excellence for Illustration, atribuído pela Society for News Design (EUA), medalhas de prata e bronze do Children’s Book Annual, da revista americana 3×3, entre outros. Tem livros publicados em diversos países, como EUA, Brasil, Espanha ou Itália. Participou em exposições como a Bienal de Bratislava, a Exposição de Ilustradores da Feira de Bolonha, Sarmede ou Ilustrarte. Realizou filmes de animação e fez cenários para teatro. Foi membro do Júri do Prémio Digital da Feira do Livro Infantil de Bolonha. Em 2010, criou o Pato Lógico. O livro MAR, com ilustrações suas e texto de Ricardo Henriques, recebeu em 2014 uma menção dos Bologna Ragazzi Awards, na categoria Não Ficção.

 

 

 

CMB

Dolce Vita Ovar com noites de fado ao vivo

image007.jpg

 

Entre os meses de janeiro e junho, o Dolce Vita Ovar é palco da iniciativa “Noites de Fado”. Os espetáculos terão lugar na Praça da Restauração, pelas 20h00, sendo o primeiro concerto no dia 20 de janeiro que conta com o fado de Jorge César.

 

As “Noites de Fado” estão reservadas para as sextas-feiras à noite e contam com artistas como Ana Cristina, no dia 17 de fevereiro, a fadista Filomena Silva no dia 31 de março, já no dia 28 de abril, será a vez da fadista Filomena Sousa. No dia 26 de maio, o palco volta a ser de Jorge César, para fechar o programa de fados, o Dolce Vita Ovar conta com a Isa de Castro no dia 30 de junho.

 

Os fadistas, contam também com o apoio de Amável Carneiro na guitarra portuguesa e com Pedro Martins na viola. O Dolce Vita Ovar, pretende estimular o gosto pela música e a cultura juntos dos habitantes da região.

Farmácias Holon participam na XVI Edição do Hospital da Bonecada

canvas.png

 

De 24 a 30 de abril, Centro Colombo

 

As Farmácias Holon associam-se à XVI Edição do Hospital da Bonecada, promovida pela Associação de Estudantes da NOVA Medical School | Faculdade de Ciências Médicas (AEFCM). O projeto tem como objetivo familiarizar as crianças com o ambiente dos serviços de saúde.

 

 

Marta Valente, responsável pelos Produtos Holon, explica que “sempre que possível, procuramos promover a educação e a literacia em saúde junto dos mais novos. É importante ajudar as crianças e os seus pais a adquirir determinados conhecimentos para uma situação de internamento hospitalar e, acima de tudo, sensibilizar para o trabalho que os profissionais de saúde desempenham diariamente”

 

“O projeto XVI Hospital da Bonecada by Bepanthene Plus tem como principal propósito desmistificar o síndrome da bata branca. Pretende-se, de forma descontraída, que as crianças tenham contacto com o ambiente dos serviços de saúde, dando a conhecer as diferentes valências hospitalares”, clarifica Márcia Filipe, do Departamento de Educação e Promoção para a Saúde.

 

Neste hospital de brincar as crianças são desafiadas a assumir o papel de pais que acompanham os seus filhos. Os pequenos pais têm que partilhar os sinais e sintomas dos seus filhotes (bonecos), perceber o diagnóstico e realizar o tratamento adequado.

 

As crianças melhor classificadas no Jogo da Glória irão receber prémios, nomeadamente:

  • Balões Holon
  • Canetas Holon
  • Amostras Produtos Holon

O XVI Hospital da Bonecada by Bepanthene Plus é dirigido a crianças dos 3 aos 10 anos e decorre de 24 a 30 de abril, na Praça Central do Centro Colombo.

Exposição de Ildebranda Martins no Castelo de Pirescoxe com o tema "O Grito Mudo com Eco"

cartaz_promocional.png

 

No dia 22 de abril, pelas 17 horas,  inaugura a exposição de Pintura e instalações de Ildebranda Martins no Castelo de Pirescoxe. A exposição individual de aproximadamente 40 obras estará patente até finais de julho.  

O Castelo de Pirescouxe, localiza-se na povoação de Pirescouxe, na freguesia de Santa Iria de Azóia, concelho de Loures. A mansão senhorial, acastelada, foi erguida no século XV, num ponto alto, com vista privilegiada sobre o Rio Tejo. Depois de ter sido habitada durante muitos séculos, conheceu o abandono por um longo período. Hoje, no espaço, funciona um auditório, ao ar livre para eventos culturais, uma cafetaria, galeria de artes plásticas, sala multi uso, além de uma área envolvente, ajardinada.


O tema “O Grito Mudo com Eco” está relacionado com o silêncio que impera nas ruas povoadas de sons. Nas avenidas da civilização quem grita pela respeitosa dama da verdade e aclama em voz alta pela rainha da justiça não tem direito sequer a ser amordaçado porque nem sequer tem o privilegio de ser ouvido. Há uma indiferença que mata a consciência com a arma da cegueira e que deixa a massa coletiva despedida de sentidos.

A Ildebranda Martins nasceu em Angola em 1965 e desde de 1974 que vive na área metropolitana de Lisboa. A sua ligação à arte não era profissional, mas afetiva. A sua dedicação fez com que no inicio dos anos 90 começasse a encarar a possibilidade de partilhar a sua arte com o público e assim iniciou o processo de abertura de portas. Com a disponibilidade moral que os artistas devem de ter para ouvir criticas, comentários, opiniões sobre o seu trabalho fez-se às paredes brancas com as quais  se ia cruzando e que manifestavam interesse em acolher as suas páginas de diário em formato de telas e instalações. 

 

Exposição "Amadeo de Souza-Cardoso 1916-2016”

Amadeo-Cartaz_2017.jpg

 

O Agrupamento de Escolas de Casquilhos, em parceria com o Município do Barreiro, inaugura a exposição "Amadeo de Souza-Cardoso 1916-2016”, na próxima 6ª feira, 31 de março, às 18h00, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, no Parque da Cidade. 

 

A exposição integra 27 obras executadas por alunos do curso de arte visuais da Escola Secundária de Casquilhos e pretende assinalar o Centenário da primeira exposição individual do reconhecido pintor modernista em Portugal, ocorrida em novembro de 1916.

 

 

CMB