Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Antiga estação recebe Núcleo Museológico dedicado às raízes ferroviárias de Pinhal Novo | Contrato foi celebrado a 21 de julho

Antiga estação recebe Núcleo Museológico dedicado às raízes ferroviárias de Pinhal Novo

 

Núcleo museológico Ferroviário.jpg

 

O edifício da antiga estação ferroviária de Pinhal Novo irá acolher um núcleo museológico sobre a atividade ferroviária, com abertura prevista para maio de 2018. O Contrato de Subconcessão de Uso Privativo Parcial do referido edifício foi celebrado entre a Câmara Municipal de Palmela e a IP Património – Administração e Gestão Imobiliária S.A., no dia 21 de julho.

A cerimónia contou, entre outras entidades, com as presenças de Carlos Fernandes, Vice-Presidente da IP Património – Administração e Gestão Imobiliária, S.A. e de Álvaro Balseiro Amaro, Presidente da Câmara Municipal de Palmela. Na ocasião, Álvaro Balseiro Amaro recordou o contexto da criação deste núcleo, integrado no Programa Museológico Municipal e que reflete a importância deste meio de transporte e comunidade profissional na génese da vila de Pinhal Novo.

Trata-se de um projeto que reflete trabalhos já iniciados há alguns anos pelo Museu Municipal – nomeadamente, a exposição “Caminhos de ferro e ferroviários em Pinhal Novo” e o livro “Memórias de Ferroviários em Pinhal Novo – Para a História da Vila e da Comunidade Ferroviária” - que abre uma linha de investigação permanente em torno do tema. A abertura do espaço ao público, com uma exposição de longa duração, com peças depositadas ou doadas por munícipes e/ou pelas entidades proprietárias de acervos que nos falam dos quotidianos e da evolução local; a execução de um programa educativo centrado nesta temática e o estabelecimento de parcerias com a Fundação Museu Nacional Ferroviário e com o Centro Nacional de Documentação Ferroviária são os próximos passos perspetivados pelo Município.

 

Projeto "Dar de Volta" ajuda as famílias e o ambiente | Bibliotecas públicas recolhem e redistribuem livros escolares usados

Projeto “Dar de Volta” ajuda as famílias e o ambiente

Bibliotecas públicas recolhem e redistribuem livros escolares usados

 

image005.jpg

 

 

Tem início no dia 1 de agosto mais uma edição do projeto intermunicipal “Dar de Volta”, que aposta na reutilização de livros escolares do ensino básico e secundário, disponibilizando-os, depois, gratuitamente a quem deles necessite.

No concelho de Palmela, o projeto é gerido pela Câmara Municipal de Palmela, em parceria com a Associação de Municípios da Região de Setúbal e o Grupo de Bibliotecas Escolares do Concelho de Palmela.

A organização apela a estudantes, docentes e famílias que continuem a proceder à entrega dos manuais em vigor que já não utilizem, em qualquer uma das Bibliotecas da Rede Municipal. Através deste projeto, centenas de milhares de livros têm sido recebidos e entregues na região, com ganhos sociais, ambientais e económicos para todos. Em 2016, Palmela recolheu perto de 10 mil manuais escolares, que foram redistribuídos a cerca de 400 famílias. Os livros não utilizados foram entregues ao Banco Alimentar Contra a Fome, no âmbito da campanha “Papel por Alimentos”.

Consulte as moradas e horários da Rede Municipal de Bibliotecas Públicas do Concelho de Palmela em http://www.cm-palmela.pt/pages/1358. Mais informações disponíveis em www.amrs.pt ou através dos contactos dardevolta.palmela@amrs.pt | 212 336 605 (a partir de 1 de agosto).

 

 

 

Palmela promove atividades de ocupação de tempos livres para crianças e jovens

Jovens no Verão.jpg

 

 

Nos meses de verão

Palmela promove atividades de ocupação de tempos livres

para crianças e jovens

O Município de Palmela e entidades parceiras prepararam um conjunto diversificado de atividades para ocupação de tempos livres de crianças e jovens, durante o período de férias escolares de verão. Estes programas, de participação gratuita ou de custo acessível, constituem uma importante ajuda para as famílias e enriquecem as/os participantes com conteúdos lúdicos, educativos, culturais e desportivos, promovendo o convívio e a interação com o património regional.

O Museu Municipal de Palmela propõe a descoberta dos “tesouros” da Arrábida, candidata a Reserva da Biosfera da Unesco nos dias 12, 13 e 14 de julho, para crianças entre os 6 e os 8 anos, e nos dias 19, 20 e 21 de julho para crianças dos 9 aos 11 anos. As atividades estendem-se pelos três concelhos do território Arrábida, com visitas ao Museu do Ovelheiro, em Quinta do Anjo, à Quinta de Alcube, ao Mercado do Livramento e ao Parque do Alambre, em Setúbal, a sítios arqueológicos e ao Castelo de Sesimbra, entre outros.

Para o público juvenil, entre os 12 e os 17 anos, o Município promove o programa gratuito “Jovens no verão”, a partir dos Centros de Recursos para a Juventude. As atividades decorrem entre 4 e 27 de julho, para jovens das diferentes freguesias, e integram jogos de equipa e praia, na Figueirinha, canoagem e outros desportos na praia fluvial das Azenhas da Seda, em Mora, e paintball e arborismo no Natura Park, em Sesimbra.

As Férias Desportivas regressam entre 26 de junho e 28 de julho, na Piscina de Pinhal Novo e no Pavilhão Desportivo Municipal, com atividades para crianças e jovens entre os 6 e os 14 anos, e as inscrições estão a decorrer nas secretarias das piscinas de Pinhal Novo e Palmela. A iniciativa, promovida pela empresa municipal Palmela Desporto, integra aikido, andebol, atletismo, badminton, basquetebol, futebol, hip hop, natação, orientação, ténis, râguebi e zumba, entre outras modalidades. Para público com idades a partir dos 14 anos e até aos 29, as Férias de Verão Ativas apresentam um vasto conjunto de modalidades, com aulas a dois euros.

Dança, música, teatro, expressão plástica, cinema e património são as propostas da Passos e Compassos para mais uma edição das Férias Culturais de verão. Vocacionadas para crianças entre os 6 e os 12 anos, as atividades decorrem nas semanas de 26 a 30 de junho e de 3 a 7 de julho, com a atividade especial “Em Pijama no FIG” a 9 de julho. A participação pode ser integral, semanal ou diária, com seleção, também, de horário da manhã ou da tarde. Entre 10 e 12 de julho, esta entidade promove um mini curso de artes circenses no Cine-teatro S. João, em Palmela, para crianças entre os 7 e os 11 anos.

Por último, a Rede Municipal de Bibliotecas, promove entre julho e agosto, em Palmela, Quinta do Anjo, Pinhal Novo e Águas de Moura, o programa “O comboio das histórias em viagem de verão”, com atividades de expressão plástica, jogos e animações do livro e da leitura, destinado à faixa etária dos 5 aos 12 anos.

Fins de Semana Gastronómicos da Fruta de Palmela | 14 a 23 de julho - Propostas sumarentas para um verão cheio de sabor

image001.jpg

 

 

Fins de Semana Gastronómicos da Fruta de Palmela

Propostas sumarentas para um verão cheio de sabor

 

Para valorizar e promover a excelente fruta de Palmela, o Município e a Rota de Vinhos da Península de Setúbal promovem, nos dias 14, 15, 16, 21, 22 e 23 de julho, mais uma edição dos Fins de Semana Gastronómicos da Fruta de Palmela.

A produção de hortofrutícolas de grande qualidade é mais um dos expoentes daquele que é o maior concelho da Área Metropolitana de Lisboa. No verão, os campos enchem-se de cor e aromas, e entre as ameixas, os figos, as meloas, os pêssegos ou as uvas, o destaque vai para a Maçã Riscadinha de Palmela, com Denominação de Origem Protegida.

Nestes fins de semana, toda a frescura da fruta de Palmela chega aos pratos dos 19 restaurantes do concelho que participam na iniciativa, através de entradas criativas, de pratos aromáticos e de sobremesas inesquecíveis.

Esta é mais uma proposta do programa de promoção gastronómica “Palmela – Experiências com Sabor!” que, desde 2009, tem vindo a assumir-se como um forte contributo, no quadro da dinamização do turismo local, para a captação de visitantes, valorização da restauração e desenvolvimento da economia local.

 

Ementas:

 

Palmela

 

3.ª Geração *

VILA de Palmela | 212 350 152

Prato Principal: Coelhinho malandro com arroz de Arroz de Maçã Riscadinha

Sobremesa: Folhado de Requeijão com Doce de Figo

 

Âncora & Serrano *

BREJOS DO ASSA | 265 501 236 

Prato Principal: Lombo de porco assado com maçãs

Sobremesa: Torta de laranja

 

A Tipóia *

MONTINHOSO | 212 383 396

Prato Principal: Lombo de porco com castanhas e Maçã Riscadinha

Sobremesa: Doce à casa com Maçã Riscadinha

 

Bobo da Corte *

CASTELO DE PALMELA | 935 205 936

Sobremesa: Bolo de Maçã Riscadinha com nozes

 

Casa de Atalaia

VILA DE PALMELA | 212 332 227

Prato Principal: Saladas frescas com fruta

Sobremesa: Bolinhos de alperce

Bebida: Sangria de pêssegos

 

Casa do Castelo *

MIRADOURO DO CASTELO DE PALMELA | 212 333 146

Prato Principal: Salada tropical com Maçã Riscadinha

Sobremesa: Tarte de Maçã Riscadinha com bola de gelado

 

Casa Mãe da Rota de Vinhos da Península de Setúbal *

VILA DE PALMELA | 212 334 398

Sobremesa: Gelado artesanal de Maçã Riscadinha

                                                     

Culto Café *

VILA de Palmela | 926 578 578

Prato Principal: Salada de meloa com presunto e rúcula | Risotto de salmão fumado e Maçã Riscadinha

Sobremesa: Cheesecake de frutos vermelhos

 

Dona Isilda *

  1. Brás | 212 333 255

Prato Principal: Empadão de perdiz com puré de Maçã Riscadinha

Sobremesa: Semifrio de Maçã Riscadinha com bolacha areada e canela

 

Retiro Azul *

Vila de Palmela | 212 333 070

Entrada: A boneca de morcela, o carpaccio de maçã, o tomate e alfaces

Prato Principal: Lombinhos de porco sobre um risotto de maçã e rúcula

Sobremesa: A pera, o sumo de laranja e a mousse de requeijão

 

Sete Mares

Palmela | 212 406 688

Prato Principal: Tábua Sete Mares

 

Taverna da Ladeira*

Vila de Palmela | 212 332 612

Prato Principal: Massa à Ladeira com Maçã Riscadinha

Sobremesa: Bavaroise de morango

 

 

Quinta do Anjo

 

Afinidades – Casa Agrícola Horácio Simões *

QUINTA DO ANJO | 212 870 500

Sobremesa: Delícia de pêra

 

Bones & Bones

Cabanas | 925 921 777

Sobremesa: Cabritinha

 

Casa da Pimenta

Vila Amélia – Cabanas | 212 100 391

Prato Principal: Carne assada no forno com maçã

Sobremesa: Pudim de maçã

 

O Pereira

CABANAS | 211 810 246

Prato Principal: Tábua mista de carnes com fruta

Sobremesa: Tarte de maçã

 

 

Pinhal Novo

 

O Telheiro *

Pinhal Novo | 212 362 244

Prato Principal: Rosbife com molho de mostarda e mel com puré de Maçã Riscadinha

Sobremesa: Torta de laranja

 

 

POCEIRÃO

 

A Moagem (encerra ao domingo)

POCEIRÃO | 265 990 317

Prato Principal: Lombo assado no forno com frutas

Sobremesa: Salada de fruta

 

Montalegre

ASSEICEIRA | 265 995 662

Prato Principal: Bife tropical

Sobremesa: Salada de fruta de Palmela

 

 

 

“O comboio das histórias em viagem de verão” | Rede Municipal de Bibliotecas do Concelho de Palmela dinamiza programa gratuito de atividades para crianças

Ateliê Biblioteca.JPG

 

“O comboio das histórias em viagem de verão”

Rede Municipal de Bibliotecas dinamiza programa gratuito de atividades para crianças

 

A Rede Municipal de Bibliotecas Públicas do Concelho de Palmela dinamiza, durante as férias de verão, o programa de animação “O comboio das histórias em viagem de verão”,destinado a crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 12 anos.

O programa propõe atividades de expressão plástica, jogos e animação do livro e da leitura, proporcionando momentos de lazer e cultura, de forma gratuita.

A Biblioteca Pública constitui-se, assim, como um recurso disponível para as crianças e jovens do concelho, possibilitando à comunidade um conjunto de experiências relacionadas com a literacia, de uma forma descontraída e lúdica.

As atividades decorrem nos diferentes espaços da Rede Municipal, de acordo com a seguinte calendarização:

 

 

Ateliê de pintura “Lagarta pintada”

4 julho | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

5 julho | 15h-16h Biblioteca de Palmela

6 julho | 15h-16h Biblioteca de Quinta do Anjo

 

Jogo “STOP! Vou procurar um livro”

11 julho | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

12 julho | 15h-16h Biblioteca de Palmela

13 julho | 15h-16h Polo de Marateca

 

Animação do Conto “O dia em que os lápis desistiram”

18 julho / 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

19 julho / 15h-16h Biblioteca de Palmela

20 julho / 15h-16h Biblioteca de Quinta do Anjo

 

Ateliê de expressão plástica “O Espantalho e os girassóis”

25 julho | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

26 julho | 15h-16h Biblioteca de Palmela

27 julho | 15h-16h Centro Cultural do Poceirão

 

Animação do Conto “TRINCAS o monstro dos livros”

1 agosto | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

2 agosto | 15h-16h Biblioteca de Palmela

3 agosto | 15h-16h Biblioteca de Quinta do Anjo

 

Jogo “Pictionary das Histórias”

8 agosto | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

9 agosto | 15h-16h Biblioteca de Palmela

10 agosto | 15h-16h Pólo da Marateca

 

Ateliê “Arte em gesso”

16 agosto | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

17 agosto | 15h-16h Biblioteca de Palmela

 

Poemas da mentira e da verdade

22 agosto | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

23 agosto | 15h-16h Biblioteca de Palmela

24 agosto | 15h-16h Pólo da Marateca

 

“Jogo da Glória” dos Contos

29 agosto | 15h-16h Biblioteca de Pinhal Novo

30 agosto | 15h-16h Biblioteca de Palmela

31 agosto | 15h-16h Biblioteca de Quinta do Anjo

 

FIG - Festival Internacional de Gigantes | 7 a 9 de julho - Pinhal Novo recebe três dias GIGANTES de espetáculos e animação

image002.jpg

 

 

Festival reúne artistas de Portugal, Alemanha, Japão e Espanha

Pinhal Novo prepara-se para receber três dias gigantes de espetáculos e animação

 

Entre 7 e 9 de julho, a vila de Pinhal Novo acolhe o 9.º FIG – Festival Internacional de Gigantes. Serão três dias com muitos espetáculos e animação, num cruzamento entre a cultura festival tradicional de raiz ibérica e as expressões artísticas contemporâneas, marcadas pelas fascinantes máquinas e estruturas de grandes dimensões. Teatro de rua, marionetas, música do mundo, circo, danças, exposições, atividades dedicadas ao público infantil, arruadas, desfiles e a presença indispensável das figuras tradicionais – gigantones, cabeçudos, zés pereiras – acompanhadas pelas percussões, gaitas de foles e fogo, fazem o programa desta 9.ª edição do FIG, que reúne grupos e artistas de Portugal, Alemanha, Japão, Palestina e Espanha.

Com um orçamento superior a  50 mil euros e o apoio de diversas empresas, ao abrigo do Programa “Mecenas de Palmela”, esta iniciativa da Câmara Municipal de Palmela continua a apostar no incentivo à produção de artistas e grupos locais e conta com a presença incontornável dos parceiros de organização: Bardoada – O Grupo do Sarrafo, ATA (Acção Teatral Artimanha), Associação  Juvenil COI e PIA (Projectos de Intervenção Artística). A comunidade artística local integra a programação, com instalações e exposições presentes no recinto, espetáculos dos Pia, ATA, Teatro dos Barris, Teatro Sem Dono, Teatro da Vila, Bardoada, Balha ca Carroça, Leónia Oliveira e Carla Gomes, com destaque para o Grande Desfile de Gigantes e Formas Animadas, no domingo, dia 9, às 17h00, que contará com mais de 30 grupos e cerca de 700 desfilantes. Destaque, ainda, para o espetáculo de encerramento, “KAIROS” (reflexo do “momento certo”, “momento oportuno”), a primeira criação FIG, inspirada no universo de Gil Vicente, que aborda a sociedade atual, o uso do recurso Tempo e a inevitável Morte.

O já habitual Encontro sobre Cultural Popular integra, este ano, um novo recurso - a Maleta Pedagógica e Cadernos de Atividades da Gaita de Foles - que estará à disposição do Museu Municipal e da comunidade educativa do concelho, para divulgar e valorizar este instrumento musical e a sua importância na tradição musical portuguesa.

Os indispensáveis espaços de gastronomia, com os excelentes sabores regionais, completam três dias de celebração e convívio, num evento que se orgulha de ser  acessível e que ostenta o selo de qualidade EFFE 2017/2018, integrando a plataforma “Europe for Festivals, Festivals for Europe”, criada pela Associação de Festivais Europeus.

 

Programa completo em www.cm-palmela.pt.

Visite em:

http://fig.cm-palmela.pt/

https://www.facebook.com/festivalinternacionaldegigantes/

 

Palmela Run em contagem decrescente! | Centro Histórico de Palmela e Arrábida - 8 de julho

 

 

image001.jpg

 

Palmela Run em contagem decrescente!

 

A Palmela Run - prova de trail running com 12,5 quilómetros de extensão, disputados em circuito urbano e de montanha, percorrendo, em particular, o Centro Histórico de Palmela e a Arrábida – candidata a Reserva da Biosfera da Unesco, decorre no dia 8 de julho. A prova, com partida às 20h00, no Largo de S. João, integra, também, uma caminhada de 8 quilómetros.

                O evento é coorganizado pela Experimenta Natura e pela Associação de Moradores do Casal das Figueiras - Arrábida Trail Team, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela. A cronometragem é da responsabilidade da Trilho Perdido.

Mais informações em https://www.trilhoperdido.com/evento/Palmela-Run-2017.

 

 

Trânsito e estacionamento condicionados

 

Devido à realização da Palmela Run e, também, do 18.º aniversário do Moto Clube de Palmela, no Miradouro do Castelo de Palmela, será interdito o estacionamento e condicionada a circulação automóvel na vila de Palmela, nos seguintes dias, locais e horários:

 

            8 de julho | entre as 19h45 e as 00h00

            Partida e chegada: Largo de S. João

Percurso: Largo de S. João, Rua Gago Coutinho e Sacadura Cabral, Rua D. João de Castro, Rua General Amílcar mota, Rua do Passo da Formiga, largo do Paço da Formiga, Rua Augusto Cardoso, Rua Hermenegildo Capelo (atravessamento pelo antigo posto de abastecimento), Alameda 25 de Abril (através da faixa situada à esquerda junto ao estacionamento dos TST no sentido palmela – Quinta do Anjo), Quinta do Piloto – Serra do Louro (estrada de terra batida na vertente norte abaixo da crista da serra), Serra do Louro (Moinho do Motor), Serra do Louro (Teatro “O bando”), Estrada do vale dos Barris, Rua da Ribeira (Estrada da Lagartixa), Estrada da Cobra, Rua da Portela, Miradouro do Castelo de Palmela, Avenida dos Cavaleiros de Santiago e Espada, Castelo de Palmela (porta falsa – rampa de acesso à cisterna – terraço sul – Igreja de Santiago – estacionamento da Pousada – revelim de inversão de marcha – revelim exterior), Parque Venâncio Ribeiro da Costa, Rua da Portela, Estrada Romana, Estrada da Cobra, Rua Afonso de Albuquerque, Rua Hermenegildo Capelo, Rua do Arrabalde, Largo d’el Rei D. Afonso Henriques, Rua do Castelo, Largo do Município, Praça Duque de Palmela, Rua Jaime Afreixo, Rua General Amílcar Mota, Rua D. João de Castro, Rua Gago Coutinho e Sacadura Cabral.

 

8 e 9 de julho | entre as 15h00 de dia 8 (sábado) e as 02h00 de dia 9 (domingo)

 

            Miradouro do Castelo de Palmela (parque de estacionamento) e Alameda D. Nuno Álvares Pereira

 

 

Doce de figo inteiro em calda vence prémio absoluto do Concurso de Doçaria de Palmela

Doce de figo inteiro em calda vence prémio absoluto do Concurso de Doçaria de Palmela

 

Vencedoras + Júri.jpg

 

 

Lourdes Magalhães venceu o prémio absoluto do 1.º Concurso de Doçaria de Palmela, realizado a 1 de julho, com o seu doce de figo inteiro em calda. Uma iguaria que reuniu o consenso do painel de jurados, presidido pelo Chef Emílio Rosa (Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril), e constituído, também, por Fátima Santos (Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa), Paula Magalhães (Divisão de Comunicação, Turismo e Economia Local da Câmara Municipal de Palmela), Io Appolloni (atriz e empresária na área da doçaria) e Anabela Rito (Junta de Freguesia de Palmela). 

Além do prémio absoluto - o melhor dos melhores - o júri selecionou o primeiro lugar em cada uma das três categorias: Doce de Colher - Pudim de ovos com natas e nozes, de Maria Emília Oliveira; Doce de Fatia - Carolinos (Maria da Luz Silva); Doce Seco ou Biscoito - Fogaça de Palmela (Isabel Lopes). Foram, ainda atribuídas menções honrosas ao doce Cabritinha (restaurante Bones & Bones) e às bolachas de menta (Biscoitos e Companhia).

O Espaço Cidadão, no Centro Histórico da vila de Palmela, acolheu a iniciativa, durante a manhã de sábado, que incluiu um ateliê de confeção de Fogaça de Palmela, contribuindo para a divulgação e preservação das tradições gastronómicas locais. O Chef Emílio Rosa reforçou a importância deste tipo de iniciativas, que permitem registar as memórias culinárias «das nossas avós» - uma lição que procura passar às/aos alunas/os que forma. O «casamento feliz entre a gastronomia e o turismo» foi sublinhado pelo Vereador Luís Miguel Calha, que enquadrou a iniciativa no âmbito dos objetivos do projeto municipal "Palmela, experiências com sabor", iniciado em 2009, com excelentes resultados. A promoção da gastronomia local, conjugada com o incentivo à inovação, tem favorecido o enriquecimento das ementas dos restaurantes do concelho, levando, também, a uma maior utilização e procura dos produtos locais de grande qualidade. Palmela é o concelho da Área Metropolitana de Lisboa que mais tem crescido, nos últimos anos, em vários indicadores de desenvolvimento turístico, e a gastronomia tem sido uma componente de relevo na atração de mais visitantes e turistas ao nosso território.

Os Fins de Semana Gastronómicos - uma das principais propostas do projeto - regressam nos dias 14, 15, 16, 21, 22 e 23 de julho, para celebrar a Fruta de Palmela. 

 

 

 

"Os Morcegos no Castelo" | dia 7 de julho, Castelo de Palmela

Morcegos Castelo.jpg

 

“Os Morcegos do Castelo”

Biotrails promove sessão sobre o mundo fascinante dos morcegos

 

No dia 7 de julho, a Biotrails promove a iniciativa “Os Morcegos do Castelo”, que decorre entre as 21h00 e as 22h30, no Castelo de Palmela e propõe, a miúdos e graúdos, a descoberta do mundo misterioso dos morcegos, o único mamífero com voo ativo.

Durante esta sessão, que contará com a participação do biólogo Mário Carmo, especialista em quirópteros, serão, ainda, esclarecidas questões recorrentes relativas a este fascinante animal.

Com um custo de 4 euros (crianças dos 5 aos 12 anos) e 6 euros (adultos), as inscrições poderão ser efetuadas através do site www.arrabidabookings.com/morcegos.

No âmbito da iniciativa “os Morcegos do Castelo”, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Palmela, estão agendadas mais duas sessões, para os dias 18 de agosto e 9 de setembro.

 

 

 

Palmela Wine Jazz - Mário Laginha em festival que conjuga bons vinhos e boa música | 23 a 25 de junho, Castelo de Palmela (entrada livre)

image003.jpg

 

Palmela Wine Jazz

Mário Laginha em festival que conjuga bons vinhos e boa música

 

Entre 23 e 25 de junho, a 4.ª edição do Palmela Wine Jazz atrai ao Castelo de Palmela amantes de boa música e dos melhores vinhos da região. Fins de tarde descontraídos, ao som do jazz, com prova e venda de vinhos, provas comentadas pelos enólogos das adegas presentes, wine bar e street food são as propostas deste festival, que contará com a atuação do Mário Laginha Trio no dia 23 de junho, sexta-feira, às 22 horas.

O Palmela Wine Jazz é promovido pela Câmara Municipal de Palmela e pela Rota de Vinhos da Península de Setúbal, com o apoio da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal e da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, e o patrocínio da Caixa de Crédito Agrícola Entre Tejo e Sado e da IMEGUISA (ao abrigo do programa “Mecenas de Palmela”).

Entrada livre.

 

 

Programa:

 

Dia 23

 

22h00  Mário Laginha Trio

 

Dia 24

 

18h00  Conference Trio

20h00  Confluence 5Tet

22h00  Quinteto de José Menezes

 

Dia 25

 

18h00  Jorge Gonçalves & André Rosinha Duo

20h00  The Plexus

 

 

Provas de vinhos comentadas e promoções de vinhos com oferta de material promocional:

Dia 23 – 18h30/19h30/20h30

Dia 24 – 18h30/19h30

Dia 25 – 18h30