Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Ao encontro de Raul Brandão | Debates a 13 e 20 Setembro

Para aprofundar o conhecimento sobre o universo literário de Raul Brandão a companhia As Boas Raparigas convidou Maria João Reynaud e Pedro Eiras para duas conferências a decorrerem nos dias 13  e 20 de Setembro às 18h00 no espaço da Mala Voadora (Rua do Almada, 277) 

 13|09|2014

18H00

Nasceu no Porto. Licenciou-se em Filologia Romântica e doutorou-se em Literatura Portuguesa com uma dissertação sobre as três versões de "Húmus", de Raul Brandão. Actualmente, é Professora Associada da Faculdade de Letras do Porto, onde lecciona a cadeira de Literatura Portuguesa (séculos XIX e XX) e orienta seminários de Poesia Portuguesa Contemporânea (Cursos de Mestrado e Pós-Graduação).
Nas áreas do ensaísmo e da crítica tem publicado estudos e artigos sobre narrativa, poesia e teatro em revistas nacionais e estrangeiras. Dirige a edição de "Obras de Jacinto do Prado Coelho" (Campo das Letras, Porto).

 

 

 

A Farsa como objecto teatral 

20|09|2014Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Letras da Universidade do Porto e doutorou-se em Literatura Portuguesa pela Universidade do Porto com uma tese sobre a fragmentação do sujeito nas obras de Raul Brandão, Fernando Pessoa, Herberto Helder e Maria Gabriela Llansol. É Professor Auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Investigador do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, Membro da rede LyraCompoetics. Publicou numerosos ensaios sobre literatura dos séculos XIX a XXI, em diversas revistas e jornais. Traduziu livros de Jean-Luc Nancy, Pascal Quignard e (com Rosa Maria Martelo) Stéphane Mallarmé.