Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

É UM MERCADO À PORTUGUESA, COM CERTEZA, NO BRAGA PARQUE

Uma montra do que de melhor se faz em Portugal, de 27 de julho a 27 de agosto

 

Braga Parque - Mercado à Portuguesa 2017.jpg

 

 

 

Um cabaz repleto dos mais deliciosos exemplares de queijos, enchidos e doces conventuais. Parece irresistível, não parece? O Mercado à Portuguesa está de volta ao Braga Parque já no dia 27 de julho, sendo que, durante um mês, promete apelar aos sentidos dos visitantes do centro comercial minhoto com uma vasta seleção dos mais indulgentes produtos do imaginário gastronómico e cultural português.

 

Retomando o espírito dos tradicionais mercados regionais, o já clássico Mercado à Portuguesa do centro comercial de referência da cidade de Braga volta para mais uma edição plena de sabores e aromas que deixará qualquer um com água na boca, não esquecendo também as mais típicas peças de artesanato e alguns dos produtos mais característicos de Portugal.

 

Distribuídos por pitorescas banquinhas junto à icónica escadaria central, pequenos produtores de várias regiões do país convidam a uma imersão total na tradição lusitana. O palato será o primeiro a ser inevitavelmente seduzido pelos carismáticos queijos nacionais, que conquistam pelo sabor forte e inconfundível, ou os incontornáveis enchidos, como a alheira, a farinheira e o chouriço, que são reis e senhores de qualquer mesa portuguesa. Numa nota mais doce, surgem os suspeitos do costume: os doces conventuais, uma das principais heranças da doçaria e pastelaria nacionais, concluirão com chave-de-ouro as compras para uma refeição única que surpreenderá os familiares e amigos.

 

Mas, porque nem só de iguarias gastronómicas se pode encher este cabaz, a oferta de artesanato é rica e variada. Com vincada regionalidade e uma personalidade única, os bordados revelam os saberes e costumes intemporais de uma arte passada de geração em geração, transportando consigo a história e as lendas dos locais. Presente em variados objetos de decoração para o lar, estará também a cortiça, a matéria-prima portuguesa por excelência, emprestando todo o seu conforto a criações irreverentes. Afirmando-se como uma montra para o que de melhor se faz em Portugal, o Mercado à Portuguesa não esqueceu também os têxteis, as louças e icónicas esculturas pelos quais os pequenos produtores são tão reconhecidos.

 

“Recebemos, no mês de agosto, milhares de visitantes no centro comercial, sendo que muitos deles são emigrantes que aproveitam o verão para visitar a família e o seu país. É, por isso, muito importante para nós podermos oferecer um pouco da portugalidade que não têm lá fora neste Mercado à Portuguesa, uma iniciativa que reúne muita popularidade entre os nossos clientes”, afirma Ana Rodrigues, responsável de Marketing do Braga Parque. “Esta é uma missão que levamos muito a sério: queremos estar próximos das entidades locais e dos bracarenses, quer vivam em Portugal ou além-fronteiras”.

 

Com uma programação preenchida por degustações das mais sofisticadas criações e produtos gastronómicos e demonstrações de técnicas artesanais, a edição de 2017 conta também com algumas surpresas que serão reveladas ao longo do mês. Resta apenas visitar o mercado, junto à escadaria principal, de 27 de julho a 27 de agosto, das 10h às 23h.