Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Exposição de Lourenço de Castro

f2294ed0-3d62-4cdc-8a90-338d1f663848.jpg

 

INAUGURAÇÃO >  04 Novembro, 18h30 
EXPOSIÇÃO >  04 - 23 Novembro
Segunda - Sábado  I  14h30 - 19h30 

Lourenço de Castro apresenta na galeria da Livraria Sá da Costa a sua mais recente exposição individual de pintura, intitulada “Atlas 2009/2017”, entre os próximos dias 4 e 23 de Novembro.

São pinturas de pequeno formato, sobre papel, de forte cromatismo, que balanceiam entre jogos abstractos geometrizantes e composições informais com sugestão a paisagens.

O conjunto das obras a apresentar é o resultado de uma criteriosa seleção baseada na capacidade de cada trabalho escolhido poder estabelecer relações com as demais pinturas. Para tal, foram agrupadas em cinco blocos, ligeiramente autónomos mas, decididamente, fazendo parte de um todo. Continuidade, fluxo, dispersão orientada, limite do suporte, vestígio, infinito, transformação, construção da imagem, especulação no processo, matéria, geometria, mapeamento, são noções importantes para a compreensão destas obras.

No limite cada pintura é um fragmento, um organismo vivo em pulsão que se espraia num plano de leitura vertical e que permite mapear uma constelação tendencialmente infinita, portanto em constante transformação. 

A exposição estará patente ao público até ao próximo dia 23 de Novembro.

(Livraria Sá da Costa, Rua Garrett, 100-102, 1º andar, ao Chiado, Lisboa. Horário: de segunda a sábado, das 14h30 às 19h30.

Formação:
Curso Avançado de Artes Plásticas, Centro de Arte & Comunicação Visual (Ar.Co.) – 2000/2002.
Curso Básico de Pintura, Ar.Co. – 1997/2000.
Licenciatura em Arquitetura, Universidade Lusíada – 1990/1996.

Exposições individuais (selecção): 
2016 - “Dust is everywhere”, Museu Geológico, Lisboa.
2015 - “Sem Estilo - Modo Heterogéneo", Centro Cultural de Cascais, Cascais.
2014 - “Linha, Mancha, Plano”, Museu Nogueira da Silva, Braga.
2013 - “Um Corpo num Espaço”, Galeria Monumental, Lisboa.
2012 - “Concinnitas”, Museu Nacional de História Natural e da Ciência – Sala do Veado, Lisboa.

Exposições colectivas (selecção): 
2017 – “Apropriação, Desejo e Memória”, XIX Bienal de Arte de Cerveira, Vila Nova de Cerveira.

2016 - TERRA DE NINGUÉM, Espaço AZ, Lisboa.

2016 - Arte Hoje 2014 - Premiados, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa.
2014 - TIAF London, The Rag Factory, Londres.
2014 - Arte Hoje, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa.
2008 - “On Europe” – 1ª Bienal do Montijo – IX Prémio Vespeira, Montijo.
2002 - “7º Prémio Fidelidade Jovens Pintores”, Culturgest, Lisboa.
 
Prémios: 

2014 -“ARTE HOJE”, SNBA, Lisboa.
2002 -7º Prémio Fidelidade Jovens Pintores - Menção Honrosa.