Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

FILIPE MELO REGRESSA AO CINEMA COM SLEEPWALK

 

 

Após um intervalo de 10 anos, o músico e autor de BD regressa à realização com a curta-metragem Sleepwalk, uma co-produção Portugal / EUA.

 

Sleepwalk é a adaptação ao cinema do conto de BD com o mesmo nome, de Filipe Melo e Juan Cavia, publicado pela primeira vez na revista Granta Portugal – a convite de Carlos Vaz Marques. A história de um homem que percorre o interior dos EUA em busca de uma tarte de maçã deu também origem ao livro Comer/Beber, editado pela Tinta da China.

 

Em 2018, Sleepwalk chega ao grande ecrã, em formato de Curta-Metragem. Rodado em Los Angeles, na California, em Novembro de 2017, o filme é produzido por Sandra Faria (Força de Produção, PT), em co-produção com Carlos Berrizbeitia (Libre, EUA) e conta com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. 

 

Filipe Melo assina a realização, argumento e a banda sonora original – que conta com a participação de Norberto Lobo, na guitarra. Dillon Bennett (Black MirrorAlien: ConvenantCapitão Phillips, A Teoria de Tudo) é o responsável pelo desenho de som e Juan Cavia  (O Segredo dos Seus Olhos ) juntamente com Walter Cornás assinam a direcção de arte. 

 

Filipe Melo estreou-se no cinema em 2003 com a curta-metragem de culto I’ll See you in my dreams, vencedora do Fantasporto, do Méliès d´Or e de mais 12 prémios internacionais. Em 2008 escreveu e realizou Um Mundo Catita, a primeira série de ficção produzida pela RTP2. Sleepwalk marca o seu regresso à realização e é o primeiro registo cinematográfico produzido pela Força de Produção. 

 

O filme encontra-se, neste momento, em pós-produção, tendo estreia prevista para 2018.