Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Genée International Ballet Competition pela primeira vez em Portugal

Primeiro Bailarino Português na estreia da 
Genée International Ballet Competition em Portugal
 
O concurso internacional começa amanhã em Lisboa e irá contar pela primeira vez com um bailarino masculino português na competição
 

0.jpeg

 

Portugal acolhe pela primeira vez Genée International Ballet Competition, evento organizado pela Royal Academy of Dance (RAD) - uma das mais influentes organizações de educação e treino em dança no mundo traz a Lisboa 52 bailarinos de 14 nacionalidades, que vão competir nas semifinais, a 13 e 14 de setembro, e na final, a 16 de setembro, em Lisboa. João Gomes, de 15 anos, é o primeiro bailarino masculino português a participar neste concurso que espera inspirar a próxima geração de bailarinos.

 

João Gomes começou a dançar aos 7 anos e participa pelo Conservatório Internacional Privado de Portugal Annarella Sanchez. Tem participado em vários concursos nacionais e internacionais nos quais se destacam o Youth América Grand Prix, o Dance World Cup, tendo ganho já este ano o prémio de “Outstanding boy”. Ao João junta-se a brasileira Emilia Pascual, de 17 anos, que é sua colega da mesma academia e também aluna da professora registada pela RAD, Diana Leitão.

 

Os candidatos desta competição que poderia ser equiparada aos Jogos Olímpicos do Ballet, começam hoje a chegar a Portugal e terão aulas e ensaios intensivos de 8 a 11 de setembro. O painel de jurados é composto por importantes figuras do mundo da dança, tais como: a anterior diretora artística do Royal Ballet, Dame Monica Mason, o diretor artístico do Scottish Ballet Christopher Hampson, e Lynn Wallis OBE, ex-diretora artística da RAD. 

 

Valentino Zucchetti, medalha de ouro da Genée (Hong Kong, 2006) e primeiro solista do Royal Ballet e a portuguesa Brígida Pereira Neves, bailarina no Tiroler Landestheater e alumni Genée (Birmingham, 2003), foram nomeados como Embaixadores para a competição deste ano.

Segundo a bailarina portuguesa, “sendo a Geneé uma referência, é ainda mais entusiasmante realizar-se este ano no meu país, e como Portuguesa orgulhosa e membro da Royal Academy of Dance há já bons anos, sinto ser uma evolução natural assumir este papel. Perspectivo que proporcione novas oportunidades aos jovens bailarinos portugueses e, simultaneamente, aos estudantes e profissionais internacionais a experiência de acederem à beleza e ao potencial do nosso país.”.

 

César Augusto Moniz é o coreógrafo convidado desta edição e apresentará dois solos, um para as raparigas e um para os rapazes. A final de dia 16 de setembro contará com a co-apresentação da apresentadora Fátima Lopes.