Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Passatempo GAPURA - Fábrica de Braço de Prata

O Blog Cultura de Borla em parceria com os GAPURA tem bilhetes duplos para o concerto de apresentação do seu novo álbum "Pela Rua", no dia 18 de Fevereiro, na Fábrica de Braço de Prata aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ao concerto dos GAPURA com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

 

GAPURA
 1º álbum "PELA RUA"
Apresentação dia 18 de Fevereiro, Fábrica de Braço de Prata, 23h30
 

16508287_1358131540875349_417752866570537966_n.jpg

 

 
Gapura é um projecto fortemente enraizado na música do mundo. A sua sonoridade tem muito a dever à música Balcânica e ao Flamenco, passando pontualmente pelo Reggae, Ska, Jazz Manouche, Afrobeat e Trance Orgânico.

Indo por um caminho do qual a música se está a afastar cada vez mais, a formação é essencialmente acústica, sendo o baixo, o único instrumento eléctrico presente nalguns temas. É clara a opção tomada pelo universo dos instrumentos puramente acústicos. Bateria, guitarras acústicas, saxofones, trompete, flauta, percussão de muitos géneros, e tantos outros instrumentos tradicionais de variadas partes do mundo, dão um toque especial que já se torna raro, num universo preenchido por guitarras eléctricas, sintetizadores e "beats" electrónicos.

Todos os aspectos da música de Gapura são relevantes e recheados de pequenos pormenores. As letras não são excepção. Não querendo passar ao lado do que é a realidade da sociedade portuguesa, Gapura transmite mensagens muito pertinentes ao longo da sua música.
 
O primeiro álbum da carreira do Gapura - "Pela Rua" - uma edição possível graças a uma bem sucedida campanha de crowdfunding que ultrapassou as expectativas iniciais, será apresentado ao vivo, no dia 18 de Fevereiro, na Fábrica de Braço de Prata, pelas 23h30h.
 
 
Gapura Formação:
Carlos Rodrigues (Kabeção) - Bateria, Percussões, Didgeridoo
Sebastião Bergmann - Bateria, Percussões
Pedro Pereira - Baixo Eléctrico
João Nunes (Mariachi) - Guitarra Clássica, Flauta Transversal, Saxofone Alto, Kalimba
Zé Cruz - Trompete, Guitarra Clássica, Percussões
Francisco Menezes - Saxofone (Tenor, Soprano)
Isabel Mesquita - Voz