Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Santa Casa apoia estreia internacional da Jovem Orquestra Portuguesa

 

 

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) associa-se à digressão internacional da Jovem Orquestra Portuguesa (JOP) com estreia marcada para o dia 5 de agosto, no Festival de Kassel, na Alemanha, sob a direção de Pedro Carneiro. Com o apoio à música nacional e aos jovens talentos a Santa Casa reforça o seu posicionamento estratégico no apoio à cultura nacional, contribuindo para o desenvolvimento, coesão social e a proximidade de gerações.

 

Os mais de 80 jovens  músicos que compõe a JOP são provenientes de todo o país e selecionados todos os anos em audições realizadas em Lisboa e Porto. Estes jovens são formados pelo diretor artístico, Pedro Carneiro, músicos e ensaiadores convidados da Orquestra de Câmara Portuguesa, quando participam nos Estágios JOP.

 

A JOP é uma iniciativa da Orquestra de Câmara Portuguesa e sendo membro da Federação Europeia das Orquestras Nacionais Juvenis, desde 2013, oferece a possibilidade dos jovens músicos estagiarem em encontros de outras orquestras europeias, ao abrigo do Programa MusXchange.

 

Mais uma vez a Santa Casa assume o seu compromisso de apoio à cultura e aos jovens talentos nacionais, que levam a história do país a novos palcos e a novos públicos. Com esta iniciativa, a SCML reafirma a confiança na formação e qualidade artística dos jovens talentos, prosseguindo o apoio à cultura nacional e às boas causas que são o desígnio da instituição há 516 anos.

 

O público português pode assistir, no dia 3 de agosto, às 16h00, na Escola Superior de Música de Lisboa, a um concerto da JOP (entrada gratuita) que antecede a sua digressão internacional.

 

Sobre o Festival de Kassel (Kultursommer Nordhessen)

O Festival de Kassel (Verão Cultural de Nordhessen) realiza-se nos meses de julho e agosto, desde 1989, oferecendo aos milhares de visitantes da terra natal dos irmãos Grimm, mais de 70 eventos de música clássica, jazz, dança, teatro e concertos de família.

Nesta região, encontramos o castelo de Sababurg, onde o príncipe encantado despertou a Bela Adormecida. O imaginário dos contos de fadas continua presente, sendo o local ideal para caminhadas, ciclismo, canoagem e para relaxar e desfrutar do mundo artístico.