Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

MUSICAL “PANDA E OS CARICAS” LEVA CRIANÇAS À MAGIA DO CINEMA

image010.jpg

“Panda e os Caricas no Cinema” é o novo musical de um dos maiores fenómenos infantojuvenis da atualidade que está de regresso aos palcos nacionais para oito dias de espetáculos de norte a sul de Portugal, com arranque agendado para dia 2 de dezembro no Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé.

 

O espetáculo baseia-se no mais recente CD/DVD “Panda e os Caricas 4”, com a interpretação garantida de temas como “Sexta-Feira (Estudei A Semana Inteira)”, “O Autocarro do Panda” ou “Eu Gosto de Dançar”, cujos vídeos já ultrapassaram, individualmente, 1 milhão de visualizações no YouTube/VEVO.

 

Depois de receber mais de 50 mil pessoas no ano passado, o Canal Panda regressa, pelo sexto ano consecutivo, com a digressão nacional do musical “Panda e os Caricas”, embarcando numa aventura pela história de Hollywood, onde terão oportunidade de viajar pelo mundo do cinema mudo, a preto e branco, mas sempre com muita cor e animação.

Cendrev | Novembro

 

cabecalhoNOVEMBRO2(1).jpg

 

ESPECTÁCULOS EM ACOLHIMENTO
 



Mesmo antes do mês terminar recebemos o espectáculo DRAMATÍCULOS 2 - “Eu Não, Acto sem Palavras I e Cadeira de Embalar”, de Samuel Beckett, que nos chega pela mão da companhia Teatro da Rainha.

SINOPSE
Em «Eu Não» analisa-se, em estado de vigília, um estranho “filme mental” de fragmentos de vida, no tempo e na lógica de um jorro de palavras incontinente que se impõe como se as palavras estivessem contidas sob uma pressão – timidez, associabilidade, exclusão, confusão e a gramaticalidade – que entretanto cedesse. E o jorro é tentativa de compreender, história bastarda de vida atirada pela Boca aos bocados o nascer e a visitação da morte, aos setenta, no meio do nada, uma ida ao supermercado e a experiência de ter sido ré num tribunal que se confunde com uma imaginação concreta da cena do juízo final. Em «Acto sem palavras» um corpo humano é tiranizado numa caixa de cena prisional que funciona como máquina de tortura. «Cadeira de embalar», cuja forma cadenciada remete para a canção de embalar, embala a personagem para a outra vida é um apagamento que acontece, como um pavio que se extingue.

Teatro Garcia de Resende
 Dia 30 de Novembro e dia 1 de Dezembro, às 21h30 

FICHA TÉCNICA
texto Samuel Beckett | tradução e dramaturgia Isabel Lopes | encenação Fernando Mora Ramos | interpretação Isabel Lopes, Fábio Costa (“Deus Ex Machina” Alexandre Calçada) | desenho de som Carlos  Alberto  Augusto | desenho de luz Carina Galante | produção Teatro da Rainha | duração 50 min.| classificação etária M/16
 
 
 

sigue.jpg

 

Aproveite o feriado para vir ao Teatro. No próximo dia 8 a Companhia Tranvía Teatro apresenta um espectáculo para ver e reflectir!

SINOPSE
Nathan Goldring, um jovem e famoso director de teatro, quer encenar O Rei Lear, de W. Shakespeare num dos mais conhecidos teatros de Berlin. Para encarnar a personagem visita Theo Steiner, actor retirado e desaparecido há vinte e cinco anos. Steiner vive em absoluta solidão numa quinta na Borgonha francesa. Neste encontro, debaixo de uma tempestade, ambos iniciam uma viagem vital e essencial que nos desvendará alguns episódios do passado de Steiner e do presente de Golding. Uma viagem muito mais profunda que o episódio de Rei Lear, questionando a verdadeira essência da alma humana.
Sigue la Tormenta fala do ser humano, da arte e da cultura na sociedade. Questiona a responsabilidade individual e colectiva, a falsa inocência, a banalidade do mal e do cúmplice silêncio.
Fala também do sentido da arte em geral e do teatro em particular na sociedade em que se desenvolvem porque, segundo o autor “O teatro é uma muralha contra a barbárie”


Teatro Garcia de Resende
 Dia 8 de Dezembro, às 21h30 

FICHA TÉCNICA
texto Enzo Corman | encenação Cristina Yáñez | interpretação Mariano Anós e Daniel Martos | cenografia e guarda-roupa Silvia de Marta | composição musical Miguel Ángel Remiro | iluminação Fernando Vallejo | organização Cendrev – Centro Dramático de Évora, no âmbito do Circuito Ibérico de Artes Cénicas | apoio Câmara Municipal de Évora | duração 1h30 | classificação etária M/16

CENDREV EM CENA
 

antes_de_comecar.jpg

 “Antes de Começar” de Almada Negreiros é “uma história de poesia para todas as idades”, uma história carregada de “afectividade, como deve ser a vida das pessoas”.
Dois bonecos ganham vida, encontram-se, conhecem-se, brincam como as crianças, descobrem o coração e crescem. Dois actores fazem uma viagem interior à sua meninice, emprestam o seu corpo à alma dos bonecos, dão-lhes vida.
Numa belíssima prosa poética, falam da amizade, do amor, da vida, das relações humanas. Humanas sim. Quando não estão sob o olhar do seu manipulador, do seu bonecreiro, ganham vida própria.


Teatro Garcia de Resende
 De 11 a 15 de Dezembro, às 10h30 e às 15h00
 (sessões para público escolar do 1.º ao 8.º ano) 

 Dia 16 e 17 de Dezembro, às 16h00 


FICHA TÉCNICA
autoria Almada Negreiros | encenação Rui Nuno | cenografia e figurinos Helena Calvet | música Vitor Ciríaco | desenho de luz e operação de luz e som António Rebocho | construção Tomé Baixinho e Paulo Carocho | interpretação Maria Marrafa e Jorge Baião

OS BONECOS EM DIGRESSÃO

 

bonecos.jpg

 

Mestre Salas e companhia estão de malas feitas. Desta feita partem para a cidade de Recife, no Brasil. Depois voltam para a já tradicional temporada na Biblioteca Pública de Évora. Estes “pícaros” e “atrevidos” bonecos garantem o inesperado e o advertimento é sempre garantido!
Os Bonecos de Santo Aleixo são marionetas de varão que se apresentam num palco em miniatura, o retábulo, com cenários de cartão e iluminação a candeias de azeite. Os textos e as cantigas são acompanhados pelo som da guitarra portuguesa.
Se ainda não viu ou quer rever este admirável espectáculo, que preserva a tradição e originalidade de outros tempos, não perca esta oportunidade.

Parque Treze de Maio, Recife, Brasil
 Dias 9 e 10 de Dezembro, às 19h00 

Biblioteca Pública de Évora
 De 13 a 17 de Dezembro, às 18h30 

FICHA TÉCNICA
actores-manipuladores Ana Meira, Gil Salgueiro Nave, Isabel Bilou, José Russo, Victor Zambujo | acompanhamento musical Gil Salgueiro Nave
 

 


BILHETEIRA
preço normal 6€ | Sócios do Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) 4€ | até aos 12 anos, Estudantes, + 65 anos, Reformados/Pensionistas, Funcionários da C.M.Évora, Grupos Escolares e outros de + de 12 pessoas  desconto 50% - 3€ | Cartão PassaporTeatro (estudante) 3€ | Cartão Passaporteatro Sénior: (Assinatura Anual)

Informações e Reservas: 266 703 112 | Email: geral@cendrev.com

MUSICAL “PANDA E OS CARICAS” LEVA CRIANÇAS À MAGIA DO CINEMA

Digressão nacional arranca dia 2 de dezembro em Loulé

image010.jpg

 

“Panda e os Caricas no Cinema” é o novo musical de um dos maiores fenómenos infantojuvenis da atualidade que está de regresso aos palcos nacionais para oito dias de espetáculos de norte a sul de Portugal, com arranque agendado para dia 2 de dezembro no Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé.

 

O espetáculo baseia-se no mais recente CD/DVD “Panda e os Caricas 4”, com a interpretação garantida de temas como “Sexta-Feira(Estudei A Semana Inteira)”, “O Autocarro do Panda” ou “Eu Gosto de Dançar”, cujos vídeos já ultrapassaram, individualmente, 1 milhão de visualizações no YouTube/VEVO.

 

Depois de receber mais de 50 mil pessoas no ano passado, o Canal Panda regressa, pelo sexto ano consecutivo, com a digressão nacional do musical “Panda e os Caricas”, embarcando numa aventura pela história de Hollywood, onde terão oportunidade de viajar pelo mundo do cinema mudo, a preto e branco, mas sempre com muita cor e animação.

Cendrev | “Embarcação do Inferno” últimas sessões em Évora

cabecalhoNOVEMBRO2.jpg

 

 

A mais recente produção vicentina do Cendrev e d’A Escola da Noite despede-se do Teatro Garcia de Resende no próximo domingo, dia 19 de Novembro, às 16h00. Até lá, o espectáculo pode ainda ser visitado no dia 18, sábado, às 21h30.


EMBARCAÇÃO DO INFERNO, co-produção A Escola da Noite e Cendrev

No texto que escreveu para o programa do espectáculo, José Augusto Cardoso Bernardes, consultor científico do projecto, salienta “Com os pés assentes no nosso tempo, bastará alongar o ouvido e apurar a visão para escutar a sensibilidade e a moral de um outro tempo que, afinal, não está ainda tão afastado de nós como pode parecer.”

Teatro Garcia de Resende – Évora
 Dias 16 e 17 de Novembro – às 10h30 e às 15h00 – Últimas sessões para público escolar 
 Dia 18 de Novembro (sábado), às 21h30 
 Dia 19 de Novembro (domingo), às 16h00 


Depois da temporada em Évora, a “Embarcação do Inferno” seguirá para Castelo Branco

 Cine Teatro Avenida - Castelo Branco 
 Sessões para público escolar – dia 23 de Novembro, às 11h00 e às 15h00 
 Sessões para o público geral – dia 24 de Novembro, às 21h30 


FICHA TÉCNICA 
texto Gil Vicente | encenação António Augusto Barros e José Russo | interpretação AnaMeira, Igor Lebreaud, Jorge Baião, José Russo, Maria João Robalo, Miguel Magalhães, Rosário Gonzaga, Rui Nuno | cenografia João Mendes Ribeiro, Luísa Bebiano | figurinos, bonecos e imagem gráfica Ana Rosa Assunção | música Luís Pedro Madeira | desenho de luz António Rebocho | consultadoria científica José Augusto Cardoso Bernardes | consultadoria de esgrima Henrique Guerra | assistência de encenação Sofia Lobo | direcção de montagem António Rebocho, Rui Valente | operação de luz e som António Rebocho, José Diogo | direcção de cena Miguel Magalhães | fotografia Paulo Nuno Silva | construção e montagem de cenário António Rebocho, Carlos Figueiredo, Paulo Carocho, Tomé Antas, Tomé Baixinho | execução de figurinos Maria do Céu Simões | produção executiva e secretariado Ana Duarte, Cláudia Silvano, Pedro Rodrigues | comunicação e colocação de espectáculos Alexandra Mariano, José Neto, Pedro Rodrigues.
Duração 60’ | Público M12


BILHETEIRA
preço normal: 6€ | Sócios do Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS): 4€ | até aos 12 anos, Estudantes, + 65 anos, Reformados/Pensionistas, Funcionários da C.M.Évora, Grupos Escolares e outros de + de 12 pessoas:  desconto 50% - 3€ | Cartão PassaporTeatro (estudante): 3€ | Cartão Passaporteatro Sénior: (Assinatura Anual).


IX ENCONTRO NACIONAL APCEN
ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CENOGRAFIA

IXEncontro.jpg

 
A Associação Portuguesa de Cenografia tem vindo, desde a sua fundação em Abril de 2012, a promover e realizar encontros nacionais com vista à melhor divulgação da associação e com a intenção de mobilizar os seus associados, grupos de trabalho e todos os interessados em torno de contextos de encontro, partilha e criação diversificados.   Os encontros nacionais pretendem proporcionar uma mais consciente e consequente (re)conexão entre pessoas, ações, tempos e espaços; conhecer grupos, associações, escolas e profissionais das artes visuais e performativas sediadas numa determinada região; proporcionar contextos de troca entre os atuais associados da APCEN e os participantes locais e potenciais associados.

 

cartazWeb.jpg

 


A Associação Portuguesa de Cenografia tem vindo, desde a sua fundação em Abril de 2012, a promover e realizar encontros nacionais com vista à melhor divulgação da associação e com a intenção de mobilizar os seus associados, grupos de trabalho e todos os interessados em torno de contextos de encontro, partilha e criação diversificados.   Os encontros nacionais pretendem proporcionar uma mais consciente e consequente (re)conexão entre pessoas, ações, tempos e espaços; conhecer grupos, associações, escolas e profissionais das artes visuais e performativas sediadas numa determinada região; proporcionar contextos de troca entre os atuais associados da APCEN e os participantes locais e potenciais associados.

Dia 18 de Novembro
Masterclass “Arquitectura e Espaço Cénico” com João Mendes Ribeiro e Luísa Bebiano
 Das 10H30 às 12H30 – Palco do Teatro Garcia de Resende 

Visita Guiada ao Teatro Garcia de Resende, seguida de Masterclass “Heritage Theatre Machinery: unexpected possibilities in contemporary productions” por Jérôme Maeckelbergh
 Das 17H30 às 20H00 

 Lançamento do site/blog da APCEN 
 22H30 – Salão Nobre do Teatro Garcia de Resende 
 
Dia 19 de Novembro
 Assembleia Geral da APCEN 
 Das 10H00 às 12H00 – Salão Nobre do Teatro Garcia de Resende 

Para mais informações e conhecer todo o programa consulte a página de Facebook da APCEN

Cendrev | Novembro

cabecalhoNOVEMBRO.jpg

 

 

EMBARCAÇÃO DO INFERNO, co-produção A Escola da Noite e Cendrev

A embarcação não pára. Atravessa o país e queremos embarcar gente em todos os portos. Está pronto para esta viagem?

O Cendrev e A Escola da Noite, ambas com larga experiência no repertório vicentino, decidiram montar o grande clássico do teatro português, também conhecido como “Auto da Barca do Inferno”.
O espectáculo é um convite ao público para que volte a olhar para a peça e a confrontar-se com tudo o que ela continua a ter para nos oferecer, cinco séculos depois. “Com os pés assentes no nosso tempo, bastará alongar o ouvido e apurar a visão para escutar a sensibilidade e a moral de um outro tempo que, afinal, não está ainda tão afastado de nós como pode parecer.”
Para além das sessões para o público em geral estão marcadas sessões especiais para o público escolar.


Centro de Artes e Espectáculos – Figueira da Foz
 Sessões para público escolar – dia 3 de Novembro, às 10h30 e 14h30 
 Sessões para o público geral – dia 4 de Novembro, às 21h30
 

Teatro Garcia de Resende - Évora
 Sessões para público escolar – dias 9, 10 14, 15, 16 e 17 de Novembro, às 10h30 e 15h00 
 Sessões para o público geral – dias 18 e 19 de Novembro, às 21h30 e 16h00,
 respectivamente 


FICHA TÉCNICA 
texto Gil Vicente | encenação António Augusto Barros e José Russo | interpretação AnaMeira, Igor Lebreaud, Jorge Baião, José Russo, Maria João Robalo, Miguel Magalhães, Rosário Gonzaga, Rui Nuno | cenografia João Mendes Ribeiro, Luísa Bebiano | figurinos, bonecos e imagem gráfica Ana Rosa Assunção | música Luís Pedro Madeira | desenho de luz António Rebocho | consultadoria científica José Augusto Cardoso Bernardes | consultadoria de esgrima Henrique Guerra | assistência de encenação Sofia Lobo | direcção de montagem António Rebocho, Rui Valente | operação de luz e som António Rebocho, José Diogo | direcção de cena Miguel Magalhães | fotografia Paulo Nuno Silva | construção e montagem de cenário António Rebocho, Carlos Figueiredo, Paulo Carocho, Tomé Antas, Tomé Baixinho | execução de figurinos Maria do Céu Simões | produção executiva e secretariado Ana Duarte, Cláudia Silvano, Pedro Rodrigues | comunicação e colocação de espectáculos Alexandra Mariano, José Neto, Pedro Rodrigues.
Duração 60’ | Público M12



MÚSICA NO TEATRO

_Concerto “Missa De Alcaçus”

Integrado no IV Festival da Música, organizado pelo Departamento de Música da Universidade de Évora, o Teatro Garcia de Resende recebe, em absoluta estreia nacional, o concerto Missa de Alcaçus do compositor brasileiro Danilo Guanais.
Um espectáculo musical com protagonistas internacionais que foi ouvido pela primeira vez em Nova York na famosa sala de concertos de Carneggie Hall, na direcção do Maestro Vladimir Silva.
A Missa inaugura o seu actual estilo de composição, que ele próprio define como uma renovação da estética Armorial que propõe a criação de uma arte erudita com base na Cultura Popular do Nordeste brasileiro.


FICHA TÉCNICA 
maestro Vladimir Silva - Brasil | Julie Cássia Cavalcante - soprano | Luís Carlos Figueiras  - barítono - Portugal | Regiane Yamaguchi  - piano - Brasil | Bruno Domingos, David William e Rodrigo Oliveira  - percussão | coro Loiret’s Singers – França; Elodie Bigé, Marie-Lou Vinchon, Emmanuelle Bardet, Laure Crotte e Patricia Felix - sopranos; Alice Legroux, Chérryl Nagot, Danièle Rossi et Annie Delbecq - altos; Eric Flandry, Mahmoud Idir, Steeve Place, Alexis Marie – tenores; Gérad Barbier, Yannick Nagot e Nicolas Vicquenault - baritono-baixos; Maria das Graças Medina Arrais - Brasil | maestro Yan Mikirtumov | coro do Departamento de Música da Escola de Artes Universidade de Évora | design cartaz Manuela Cristovão, Departamento de Artes Visuais da Escola de Artes Universidade de Évora | coordenação do concerto Liliana Bizineche, Departamento de Música da Escola de Artes Universidade de Évora.
duração: 45 min. | Para todos os públicos 


BILHETEIRA
preço normal: 6€ | Sócios do Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS): 4€ | até aos 12 anos, Estudantes, + 65 anos, Reformados/Pensionistas, Funcionários da C.M.Évora, Grupos Escolares e outros de + de 12 pessoas:  desconto 50% - 3€ | Cartão PassaporTeatro (estudante): 3€ | Cartão Passaporteatro Sénior: (Assinatura Anual)

Cendrev | embarque na barca -Outubro

 

cabecalhoOUTUBRO(1).jpg

 

À barca senhores, à barca! Embarque nesta barca do inferno e entregue-se a uma sessão que é um paraíso para os sentidos.


EMBARCAÇÃO DO INFERNO, co-produção A Escola da Noite e Cendrev

A barca está de volta! Desta feita as viagens começam em Coimbra e seguem outros destinos perto de si.

Aproveite esta oportunidade para ver esta peça da obra maior de Gil Vicente. No texto que escreveu para o programa do espectáculo, o consultor científico do projecto, José Augusto Cardoso Bernardes, salienta: “pela mão qualificada, segura e inventiva da Escola da Noite e do Centro Dramático de Évora, ficamos em condições de problematizar temas de sempre: Morte e Vida, Mal e Bem, Ter e Poder. E, para tal, nem sequer precisamos de sair completamente do século XXI. Com os pés assentes no nosso tempo, bastará alongar o ouvido e apurar a visão para escutar a sensibilidade e a moral de um outro tempo que, afinal, não está ainda tão afastado de nós como pode parecer.”


 Teatro da Cerca de São Bernardo – Coimbra 
 Sessões para público escolar - de 18 a 27 de Outubro, de 4ª a 6ª, às 11h00 e 15h00 
 Sessões para o público geral - de 21 a 29 de Outubro, 5ª a Sábado, às 21h30 e Domingo às 16h00 

 Teatro Garcia de Resende - Évora 
 Sessões para público escolar – dias 9, 10 14, 15, 16 e 17 de Novembro, às 10h30 e 15h00 
 Sessões para o público geral – dias 18 e 19 de Novembro, às 21h30 e 16h00, respectivamente 


FICHA TÉCNICA 
texto Gil Vicente | encenação António Augusto Barros e José Russo | interpretação AnaMeira, Igor Lebreaud, Jorge Baião, José Russo, Maria João Robalo, Miguel Magalhães, Rosário Gonzaga, Rui Nuno | cenografia João Mendes Ribeiro, Luísa Bebiano | figurinos, bonecos e imagem gráfica Ana Rosa Assunção | música Luís Pedro Madeira | desenho de luz António Rebocho | consultadoria científica José Augusto Cardoso Bernardes | consultadoria de esgrima Henrique Guerra | assistência de encenação Sofia Lobo | direcção de montagem António Rebocho, Rui Valente | operação de luz e som António Rebocho, José Diogo | direcção de cena Miguel Magalhães | fotografia Paulo Nuno Silva | construção e montagem de cenário António Rebocho, Carlos Figueiredo, Paulo Carocho, Tomé Antas, Tomé Baixinho | execução de figurinos Maria do Céu Simões | produção executiva e secretariado Ana Duarte, Cláudia Silvano, Pedro Rodrigues | comunicação e colocação de espectáculos Alexandra Mariano, José Neto, Pedro Rodrigues.
Duração 60’ | Público M12

Cendrev | caem as folhas e sobe o pano | Setembro

cabecalhoSETEMBRO3.jpg

 

Agora que o mês vai para lá de meio, vira o tempo, vira a estação. Já cai frio, caem as folhas, mas aqui sobe sempre o pano, aquece-se o coração!


VISITAS GUIADAS AO TEATRO GARCIA DE RESENDE

Já conhece o Teatro por dentro? Quer subir ao palco e sentir a grandeza da plateia, conhecer os cenários, objectos e histórias dos bastidores? 

As visitas realizam-se nos seguintes horários:

 Segundas-feiras – às 11h00 e às 14h30 
 Terças-feiras – às 14h30 
 Quintas-feiras – às 11h00 e às 14h30 
 Sábados – às 11h00 

 

Grupos: de 5 pessoas a 15 pessoas
Preço: 3€/pessoa
Visitas gratuitas para grupos escolares, mediante marcação prévia.


TEATRO EM DIGRESSÃO1

antesComecar.jpg

 

_ ANTES DE COMEÇAR

Ao abrigo do protocolo existente com os municípios de Alandroal e Arraiolos vamos em digressão com o espectáculo “Antes de Começar”, de Almada Negreiros.
Dois bonecos ganham vida e, ele e ela, falam da amizade, do amor, da vida, das relações humanas. Sim, são dois bonecos que falam dos valores humanos e das coisas das pessoas, das relações e das coisas com importância.
Um espectáculo dirigido para grupos escolares nas seguintes datas:


 Dia 26, às 10h30 e às 14h30 
 Fórum Cultural e Transfronteiriço de Alandroal 

 Dia 28, às 10h15 e às 14h35 
 Escola Cunha Rivara de Arraiolos 


FICHA TÉCNICA
autoria Almada Negreiros | encenação Rui Nuno | cenografia e figurinos Helena Calvet | música Vitor Ciríaco | desenho de luz António Rebocho | operação de luz e som António Rebocho | construção Tomé Baixinho, Paulo Carocho | interpretação Maria Marrafa e Jorge Baião.


TEATRO EM ACOLHIMENTO

 

prefiroMorrer.jpg

 _ PREFIRO MORRER

Recebemos este espectáculo que é um projecto do Departamento de Artes Cénicas com a colaboração do Departamento de Música da Universidade de Évora.

SINOPSE 
A Hedda engordou na viagem.
A Hedda mudou. 
A Hedda escreve sem letras. 
A Hedda sobe escadas sem degraus. 
A Hedda até no tempo manda. 
A Hedda é de quem ela quiser. 
A Hedda não está feliz. 
A Hedda não tinha nenhum interesse nisto tudo. 
A Hedda só diz, não faz. 
A Hedda é a melhor parte de tudo isto.
A Hedda não tem medo do escuro. 
A Hedda gosta de dar luta. 
A Hedda prefere morrer. A Hedda cortou.
A Hedda queimou. 
A Hedda disparou.
A Hedda… A Hedda… A Hedda…


 Dias 26, 27 e 28, às 21h30 
 Teatro Garcia de Resende 


FICHA TÉCNICA
texto Henrik Ibsen e José Maria Vieira Mendes | encenação Jéssica Brandão e Rolando Galhardas | interpretação Jéssica Brandão, Rolando Galhardas, Rúben Jaulino, Tiago Carrasco | composição e interpretação musical piano Tiago Quintas, violino Rita Nunes, voz Luís Carlos, contrabaixo Dalila Ferreira | desenho de luz Rolando Galhardas | figurinos Rolando Galhardas | cenário vivo Lúcia Caroço, Duarte Banza, Maria Vilalobos, Apollo Neiva, Ana Sofia Nóbrega, Alexandra Matos, Sofia Martelo, Carolina Saramago, Mariana Conceição, Ana Sofia Cunha, José Santos, Tomás Gomes, Suzanne Maat, Juliana Fonseca | confecção de figurino Clara Sertório | design gráfico Rúben Jaulino | operação de luz André Batista | fotografia Filomena Sousa | vídeo André Batista | produção executiva Sofia Martelo | apoio de corpo Beatriz Cantinho | orientação Ana Tamen e Isabel Bezelga | apoios Cendrev - Centro Dramático de Évora, Câmara Municipal de Évora, AAUE.



BILHETEIRA
Preço Normal: 6 Euros | Sócios do Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS): 4€ | até aos 12 anos, Estudantes, + 65 anos, Reformados/Pensionistas, Funcionários da C.M.Évora, Grupos Escolares e outros de + de 12 pessoas: 3 Euros.
Funciona o Cartão PassaporTeatro e Cartão PassaporTeatro Sénior.

 

CAMÕES Tour Portugal

 

 

“Até o eterno termina / num momento que não se imagina”. Quem o diz é Camões, o cantor e compositor brasileiro, que marca a sua vinda perante o povo português. “Anilina” e “Nova Aurora” são os singles que compõe os seus mais recentes projetos. Esta é uma criação onde a riqueza da língua portuguesa se deita numa suave e bem urdida cama de sonoridades pop, rock e eletrónica.

 

Camões pode não viver para sempre mas, graças à Music For All e à digressão que o trará a Portugal já no início de agosto, a sua obra não mais será esquecida pelos fãs portugueses.

 

02.08 | Mói-te Bar, Évora, 22h – 3€

03.08 | Espaço Deck (Deck Bar), Vendas Novas, 19h, Entrada Livre

04.08 | Espaço A, Freamunde, 23h - 3€

05.08 | Espaço Ribeirinho @ Festival Soundville 2017, 22h30, Entrada Livre

06.08 | HitchFest, Marco de Canaveses, 18h, (Donativo)

 

CAMÕES À DESCOBERTA DE PORTUGAL – DIGRESSÃO NACIONAL

 

Camões- Digressão por Portugal.png

 

“Até o eterno termina / num momento que não se imagina”. Quem o diz é Camões, o cantor e compositor brasileiro, que marca a sua vinda perante o povo português. “Anilina” e “Nova Aurora” são os singles que compõe os seus mais recentes projetos. Esta é uma criação onde a riqueza da língua portuguesa se deita numa suave e bem urdida cama de sonoridades pop, rock e eletrónica.

 

Camões pode não viver para sempre mas, graças à Music For All e à digressão que o trará a Portugal já no início de agosto, a sua obra não mais será esquecida pelos fãs portugueses.

 

Conheçam os locais e as datas confirmadas até ao momento:

 

02.08 | Mói-te Bar, Évora, 22h

05.08 | Panólias Bar, Lisboa, 22h30