Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

25 de Abril - Seixal - Jorge Palma + Deolinda

24 de Abril de 2011

22h

 

 

Largo 1º de Maio

Largo 1º de Maio

Seixal

 

Um trovador errante e uma personagem revolucionária em todos os ângulos. Um é veterano com carreira pré e pós-Abril. A outra, filha herdeira e bastarda da revolução. Jorge Palma e Deolinda são os anfitriões da festa de celebração, dia 24 de ABRIL, no Seixal.

Palma deverá fazer levantar um "Voo Nocturno", de acordo com o álbum que gravou com Os Demitidos e que conquistou a crítica. Mas a sede maior é dos grandes clássicos cantados e contados entre viagens pelas emoções, com paragens em retratos do dia-a-dia. Sem disciplina, com excessos e sempre à margem de tudo o resto

 

O veterano partilha o palco com Deolinda, cuja juventude não atrapalha o carácter de transformação. Esta entidade, servida pela voz de Ana Bacalhau,
chegou para transformar o fado de subúrbio numa "Canção Ao Lado", para enviar mensagens com "Dois Selos e um Carimbo", para alimentar a ironia gingona dessa tal de portugalidade e até para catalisar a saída em massa do povo para as ruas.
Quem é que ainda não ouviu "Parva que sou"? Começa assim: "Sou da geração sem remuneração/ E não me incomoda esta condição..."

 

½ Maratona Fotográfica do Barreiro

MARATONA FOTOGRÁFICA NA NOITE DE 24 DE ABRIL A ½ Maratona Fotográfica do Barreiro regressa este ano, sábado, dia 24 de Abril, em versão nocturna, com o tema “A Liberdade Cria a Mudança”. O tema desta iniciativa, na 5ª edição, integrada nas Comemorações do 25 de Abril promovidas pela Câmara Municipal do Barreiro, reporta a dois acontecimentos emblemáticos do País: 25 de Abril e 100º Aniversário da Revolução Republicana/Implantação da República.

A V ½ Maratona é de âmbito nacional e aberta a todas as faixas etárias. Tem início às 20h00, na Avenida de Santa Maria (porta de entrada do Tribunal). Duração: cinco horas. Termina à 1h00 da madrugada.
Percorrer a noite barreirense em busca de associações ao tema através da fotografia é o desafio lançado este ano.
A Exposição da V ½ Maratona Fotográfica será inaugurada a 7 de Maio, no Espaço de J prolongando-se até dia 21.

25 de Abril - Barreiro - Carlos do Carmo

24 de Abril

22h

 

Parque da Cidade

Barreiro

Em jovem, não imaginava seguir uma carreira musical.

Pensava dedicar-se à hotelaria, mas o seu fado seria outro: tornar-se um nome incontornável da música portuguesa.

Carlos do Carmo leva ao Barreiro, a 24 de Abril, uma viagem por 45 anos de carreira.

Dono de uma voz inconfundível, Carlos do Carmo é senhor de um currículo marcante que soube aliar o rigor interpretativo e a tradição ao desbravar de novos caminhos para o fado.

Colaborou com nomes das mais diversas esferas musicais (como José Carlos Ary dos Santos, Fernando Tordo, Paulo de Carvalho, José Mário Branco ou José Luís Tinoco) e eternizou temas como "O cacilheiro", "O homem das castanhas", "O amarelo da carris" ou "Balada para uma velhinha".

 

OBSERVAÇÕES Canta Ary dos Santos, com a participação especial de Bernardo Sassetti.

 

http://www.carlosdocarmo.com

Comemorações do 25 de Abril

22, 24, 25 e 28 de Abril

 

 

Renovando Abril através das gerações mais novas, a programação cultural do Chapitô para a noite de 24 (início às 22h) e madrugada de 25 de Abril abre com uma performance onde o centro é o “público” e o objectivo é “olhar de novo”. Nesta performance, criação colectiva dos alunos da EPAOE – Escola Profissional de Artes e Ofícios do Espectáculo do Chapitô sob orientação artística da equipa pedagógica - juntam-se as ancestrais técnicas do circo às novas tecnologias.

 

Segue-se a exibição de dois documentários: Cartas a Uma Ditadura, de Inês de Medeiros, e 48, de Susana Sousa Dias. As autoras estão presentes e comentam a importância do cinema na memória colectiva. Olhar de novo junta as vozes das novas gerações com Pedro Lourtie (Secretário de Estado para os Assuntos Europeus), Tiago Rodrigues Bastos (Advogado), Rui Zink (Escritor), entre outros, num debate sobre a actualidade da revolução. Às 24h, a cantora brasileira Sílvia Machete junta-se a Ana Lúcia Palminha e Rui Rebelo para, juntos, darem o tom às vozes de alunos, professores e colaboradores do Chapitô na interpretação de Grândola.

 

 

A Junta de Freguesia de Carnide assinala também a data com uma série de actividades.

No dia 25 de Abril realiza-se a Corrida da Liberdade com partida às 10h30 (participação gratuita).

Info: 217 121 330 (Junta de Freguesia de Carnide)

 

 

A Câmara Municipal de Lisboa organiza também uma série de actividades para comemorar o 25 de Abril:


Palestra - Revolução do 25 de Abril pelo Coronel Vasco Lourenço, no dia 22 de Abril às 16h, na Biblioteca Municipal Camões (Tel. 213 422 158);


Arraial de Abril no dia 23 de Abril, das 14h às 24h, e no dia 24 de Abril das 14h às 2h, no Largo do Carmo.

Do programa fazem parte actividades destinadas à população escolar, animação, música e gastronomia. Marcam também presença Associações e ONGD’s;
Sessão de Poesia Cantos e Leituras da Revolução com José Fanha, no dia 23 de Abril às 17h, na Biblioteca-Museu República e Resistência (Tel: 217 802 760);


Literatura, Música e Liberdade debate moderado por Inês Pedrosa com Arthur Dapieve, Nuno Pacheco e Aldina Duarte, no dia 23 de Abril às 18h30, com entrada livre na Casa Fernando Pessoa (Tel. 213 913 270);


33ª Corrida da Liberdade no dia 25 de Abril às 10h30, no Largo do Carmo - Quartel da Pontinha;


Mini-Roteiro e Descerramento de Placa no dia 25 de Abril às 16h. Percurso com início no Largo do Município, Rua do Arsenal, Largo da Boa Hora, Rua Capelo, terminando na Rua António Maria Cardoso com o descerramento da placa informativa da localização da ex-sede da PIDE/DGS. Roteiro elaborado pelo Movimento Cívico NÃO APAGUEM A MEMÓRIA, no decurso do qual revisitaremos “vozes de Abril” e breve descrição histórica.

 

Descerramento de uma placa que assinala a localização da ex-sede da PIDE/DGS (Rua António Maria Cardoso); testemunho de 2 ex-presos políticos que estão presentes nesta sessão evocativa;


Exposição - (R)evolução Rua Cultural, de 26 a 30 de Abril na Biblioteca Municipal Camões. Trabalhos de alunos da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (Tel. 213 422 158);


Ateliê - A revolução de 25 de Abril de 1974. Arquivo Municipal de Lisboa e estabelecimentos de ensino (Tel: 218 844 060);


Documentário 25 de Abril. O filme pode ser visionado na íntegra no site da Videoteca Municipal de Lisboa em www.videotecalisboa.org, a partir do dia 19 de Abril;


O Serviço Educativo do Arquivo Municipal de Lisboa realiza a actividade A Revolução de 25 de Abril de 1974, durante o mês de Abril. Público-alvo: 1º e 2º Ciclos do ensino básico. Descrição: Exploração dos acontecimentos do dia 25 de Abril de 1974 com recurso aos documentos do Arquivo Municipal de Lisboa. A actividade prática consiste na pintura de um cartaz (Tel: 213 807 100/01/02/03/04).