Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Exposição de Gravura e Xilogravura "A Natureza move-se..." de Conceição Freitas

 

A inauguração da exposição de gravura e xilogravura com o título #A Natureza Move-se, realiza-se na Galeria de Arte Imargem em Almada no dia 10 de Março, pelas 21h00, podendo ser visitada até dia 28 de Março de 2016.

 

#A Natureza Move-se... é uma exposição da artista Conceição Freitas.

 

Foi olhando, observando a Natureza que se desenvolveram os trabalhos que se apresentam. As formas, foram recortadas no metal, riscadas com pontas afiadas, impressas a ácido; a madeira e linóleo escavados a golpes de goiva. Em fundo, uma história sempre diferente, impressa no papel.

CONCEIÇÃO FREITAS
Lisboa, 1952
Curso de formação Cerâmica Decorativa e Secção Preparatória às Belas Artes da Escola de Artes Decorativas António Arroio. Licenciatura em Artes Plásticas – Escultura, da ESBAL. Frequência, durante três anos, da disciplina de Cerâmica. Pós-graduação em Museologia (ISMAG). Estágio em Museus de Arte no Brasil (1993). Formação em Joalharia e em Gravura (1995/1998) na Galeria Diferença (2012/2014).

 

------ * -------

 

Galeria de Arte Imargem - Rua Torcato José Clavine 19 – Piso 03, 2804-501 Pragal Portugal

Horário: Terças 14:00 – 20:00, Quartas 9:30 – 13:00 e Quintas 16:00 – 20:00

https://imargem82.wordpress.com/actividades/espaco-sede-galeria/exposicoes-2016/

Metro Transportes Sul:  – estação Bento Gonçalves: Universidade – Cacilhas, Corroios-Cacilhas

GPS: 38.6747557,-9.1664857

 

Mais informação em http://www.imargem82.wordpress.com e no facebook: https://www.facebook.com/imargem.associacao/?ref=aymt_homepage_panel

 

CTA comemora o Dia Mundial do Teatro: 2ª feira cheia

image001.jpg

image002.jpg

 

 

André Alves e André Pardal em Os bonecos de luz, de Romeu Correia, com encenação de Rodrigo Francisco

 

 

 

 

 

 

A Companhia de Teatro de Almada comemora este ano o Dia Mundial do Teatro, segunda-feira, dia 27 de Março, com muitas actividades em vários espaços. As comemorações iniciam-se às 17h e são todas de entrada livre.

 

Às 17h, na Sala Experimental do Teatro Municipal Joaquim Benite, haverá uma leitura da peça Migrantes, de Matéi Visniec, próxima produção da Companhia de Teatro de Almada, com encenação de Rodrigo Francisco, e estreia marcada para dia 21 de Abril.

Às 19h, no Foyer do Teatro Municipal Joaquim Benite, realizar-se-á o lançamento do terceiro volume da colecção O sentido dos mestres, desta vez dedicado a Ricardo Pais e intitulado Aprender a esquecer.  

Às 21h30 dois espectáculos de teatro: no Teatro Municipal Joaquim Benite a peça A noite da iguana, de Tennessee Williams, pelos Artistas Unidos, e encenada por Jorge Silva Melo. À mesma hora no Fórum Municipal Romeu Correia será apresentada a peça Bonecos de luz, a partir de Romeu Correia, com encenação de Rodrigo Francisco.

Os bilhetes para o espectáculo A noite da iguana serão distribuídos, dois por pessoa, a partir das 17h, do dia 27 de Março, na bilheteira do TMJB. Para o espectáculo Os bonecos de luz, os bilhetes podem ser levantados a partir do dia 22 de Março, na Bilheteira do Fórum Municipal Romeu Correia. Em ambos os espectáculos a distribuição dos bilhetes está sujeita às lotações das salas.

A tradicional mensagem do Dia Mundial do Teatro, este ano da autoria da actriz francesa Isabelle Huppert, será lida antes do espectáculo A noite da iguana, pelo actor, encenador e realizador Jorge Silva Melo.

 

"Lysistrata" - Grupo de Teatro Obs Cena

Irá decorrer uma leitura encenada "Lysistrata" que no espaço "Chá de Histórias" (Rua Cândido dos Reis, nº 129), em Almada, no dia 30.03.2017, às 22h00, com entrada livre.

 

Esta leitura encenada faz parte de um dos vários projectos do recém-formado Grupo de Teatro Obs Cena, que surge da união de um grupo de actores profissionais e amadores tendo como principais objectivos, o desenvolvimento e apresentação de produções teatrais e a criação de uma formação de expressão dramática. O Grupo pretende explorar maioritariamente temáticas de comédia, interligando as obras clássicas com projectos inovadores, privilegiando assim a criação artística e abrangendo vários tipos de público e canais, tornando-se numa opção diferenciadora dentro e fora do concelho de Almada.

Artistas Unidos em Almada

image001.jpg

 

image002.jpg

 

Nuno Lopes em A noite da iguana, de Tennessee Williams, com encenação de Jorge Silva Melo,  dias 25 e 26 de Março no TMJB.

 

Artistas Unidos em Almada

 

A noite da iguana é a primeira das duas peças de Tennessee Williams que os Artistas Unidos trazem ao Teatro Municipal Joaquim Benite este ano, ambas encenadas por Jorge Silva Melo. A noite da iguana estará em cena no Sábado, dia 25 de Março, às 21h, e no Domingo, dia 26 de Março, às 16h. No dia 25 de Março, às 18h, haverá uma Conversa com o público no foyer do TMJB, com a presença de Jorge Silva Melo.

 

 

Estreada na Broadway, em 1961, A noite da iguana foi o último grande sucesso de Tennessee Williams. Lawrence Shannon, um pastor afastado da igreja por escândalos sexuais, e Hannah Jelkes, uma pintora de meia-idade aparentemente conformada com a sua profunda solidão, são os protagonistas de uma história que, segundo a crítica, revela mais sobre a intimidade do autor do que qualquer outro trabalho seu. Os caminhos de ambos cruzam-se numa pensão modesta, na costa do Pacífico, e põem a nu dramas de consciência, cicatrizes deixadas pela educação e pelo meio e, sobretudo, um mesmo desejo de liberdade, que se encontra personificado na iguana que permanece amarrada na varanda.

Tennessee Williams (1911-1983) escreveu uma parte considerável da sua obra inspirado pelo Sul dos Estados Unidos, de onde era natural. Algumas das suas peças foram adaptadas para cinema e transformaram-se em verdadeiros clássicos. Foi o caso de Um eléctrico chamado desejo e Gata em telhado de zinco quente, vencedoras do Prémio Pulitzer. Os Artistas Unidos têm vindo a dedicar um ciclo a este autor.

FICHA ARTÍSTICA


Intérpretes Américo Silva, Ana Amaral, Bruno Xavier, Catarina Wallenstein, Isabel Muñoz Cardoso, Joana Bárcia, João Delgado, João Meireles, Maria João Luís, Nuno Lopes, Pedro Carraca, Pedro Gabriel Marques, Tiago Matias e Vânia Rodrigues
Tradução Dulce Fernandes
Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves
Luz Pedro Domingos
Som André Pires
Coordenação Técnica João Cachulo

 

TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE | SALA PRINCIPAL | M/14

25 MAR | SÁB às 21H

26 MAR | DOM às 16H

 

PREÇO: 6,5€ a 13€  

 

RESERVAS: +351 212 739 360
COMPRAR: http://cta.bilheteiraonline.pt/

 

LUCIANA ARAÚJO Showcases FNAC

Depois do lançamento do single “Mais”, primeira amostra de “Essências”, o registo de estreia da cantora e compositora luso-brasileira Luciana Araújo, chega finalmente a vez das atuações ao vivo!

Da sonoridade cativante às letras profundas, ou do ritmo contagiante à voz doce e suave de Luciana Araújo, os motivos para estar presente nas duas datas já confirmadas pela Music For All são mais do que muitos! Conheçam as datas:

 

18.03 | FNAC @ Almada Fórum, 17h

19.03 | FNAC @ Vasco da Gama, 17h

 

 

CTA estreia Bonecos de luz no Forum Romeu Correia

image001.jpg

 

 

Rodrigo Francisco adaptou e encenou o romance Bonecos de luz do dramaturgo almadense Romeu Correia, com estreia marcada para dia 18 de Março, às 21h30, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. O espectáculo mantém-se em cena até dia 2 de Abril: Quinta-feira a Sábado, às 21h30, e Domingos às 16h. No dia 9 de Março, às 19h, haverá um ensaio aberto à comunicação social. (Agradecemos confirmação dos órgãos de comunicação interessados)

 

A próxima criação da CTA insere-se nas comemorações do centenário do nascimento do escritor almadense Romeu Correia. Bonecos de luz, obra recomendada pelo Plano Nacional de Leitura, inspira-se no universo do cinema para contar a história de Zé Pardal: um pequeno pícaro que descobre nas películas de Charlot uma forma de evasão à realidade em que vive. Com música ao vivo e um elenco jovem e versátil, Bonecos de luz é um espectáculo divertido, recomendado para o público juvenil – e indicado para toda a família.

Romeu Correia (1917-1996) foi escritor e dramaturgo. Destacou-se como ficcionista e dramaturgo, inserindo-se inicialmente na corrente Neo-realista. As suas obras, marcadas por uma forte ligação às fontes da literatura oral popular, decorrem frequentemente em ambientes como os do circo, das feiras, do teatro de fantoches ou outros grupos marginais à sociedade. A sua obra foi distinguida com alguns prémios literários, entre os quais o Prémio da Crítica (1962), o Prémio da Casa da Imprensa - Óscares da Imprensa (1962), o Prémio Ricardo Malheiros pela Academia das Ciências de Lisboa (1976), pelo livro de contos «Um Passo em Frente», e o Prémio de Teatro 25 de Abril da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro (1984). Em 1972 Romeu Correia recusou um conferido pelo S.N.I (Secretariado Nacional de Informação). A sua peça Tempos Difíceis (1982) foi encenada por Joaquim Benite e levada ao palco pela Companhia de Teatro de Almada, com mais de cem representações.

 

FICHA ARTÍSTICA

 

INTÉRPRETES André Alves, André Pardal, Carlos Pereira, João Farraia, Manuel Mendonça, Pedro Walter, Rui Dionísio e Vanda Rodrigues

FIGURINOS Ana Paula Rocha

LUZ Guilherme Frazão

SOM Miguel Laureano

VÍDEO Cristina Antunes

VOZ E ELOCUÇÃO Luís Madureira

 

MOVIMENTO Francesca Bertozzi

 

FÓRUM MUNICIPAL ROMEU CORREIA | SALA FERNANDO LOPES GRAÇA | M/6

18 MAR a 2 ABR |  QUI a SÁB às 21H30 ! DOM às 16H

 

PREÇO: 3€ a 6€  

 

RESERVAS: +351 212 724 920

CARNIVAL na Casa Amarela

Cartaz 15ena.jpg

 

Inquietação. Seria este o mote de Carnival, se não se tratasse duma festa. Gostamos de festas: das cores, do canto, da dança, da música, dos vendedores de banha-da-cobra, 

dos malabaristas, do baile-mandado, da adivinhação.

Sina. Desejo. Promessa. Metes a ficha e é Mais uma Voltinha, Mais uma Viagem

Entra no carrossel, sabe o teu destino, pede um desejo, ouve a Palavra dos Senhores e dança! Dança! DANÇA!

E se em algum momento te sentires possuído pela inquietação, cabe-te encontrar a saída. Não estás sozinho.

 

Ficha Técnica

Texto - Jonathan Swift - “Uma Modesta Proposta…" e João Vasco Henriques - "Sinas"

Criação e encenação - Luzia Paramés

Intérpretes - Ana Margarida Leal, Carla Costa, João Vasco Henriques, Tiago Bártolo, Luzia Paramés / Voz do padre - José Henrique Neto

Canção original - Alexandre Dale

Fotografia - Vítor Cid

Concepção e programação do lampadário - André Pereira

Produção Produções Acidentais

 

TEATRO 

MARÇO 17 SEX – 21H30

 

M/14

 

Exposição "A Natureza Move-se..." de Conceição Freitas I 10 março 21:00 na Galeria de Arte Imargem

The rest of the giraff.JPG

 

  

A NATUREZA MOVE-SE... 

Exposição de Gravura e Xilogravura 

de Conceição Freitas

 

Inauguração, 10 Março I 21h I Galeria de Arte Imargem

 

Patente até 28 Março

Foi olhando, observando a Natureza que se desenvolveram os trabalhos que se apresentam. As formas, foram recortadas no metal, riscadas com pontas afiadas, impressas a ácido; a madeira e linóleo escavados a golpes de goiva. Em fundo, uma história sempre diferente, impressa no papel.

Conceição Freitas

_____________________________

APOIO CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA

____________________________________

 

GALERIA DE ARTE IMARGEM - RUA TORCATO JOSÉ CLAVINE Nº19 PISO 03 2804-501 PRAGAL

21 273 12 72 I imargem.arte@gmail.com I www.imargem82.wordpress.com

HORÁRIO: TERÇAS 14:00 - 20:00 I QUARTAS 9:30 - 13:00 I QUINTAS 16:00 - 20:00

 

Os Deolinda dia 11 Março no TMJB

image001.jpg

 

image002.jpg

 

Os Deolinda: dia 11 Março no TMJB

 

 

Deolinda em Almada com Outras histórias

 

A conhecida banda liderada por Ana Bacalhau vai estar no Teatro Municipal Joaquim Benite dia 11 de Março, às 21h, com o seu mais recente álbum: Outras histórias.

 

Os Deolinda chegam ao TMJB com um novo álbum. Outras histórias foi lançado em Fevereiro de 2016 e dá continuidade ao caminho trilhado desde o início pela banda, sempre em busca dos limites da canção popular. “Corzinha de Verão” é o single de apresentação, que assim se junta a antigos êxitos como “Movimento Perpétuo Associativo”“Um contra o outro” e “Seja agora”. Gonçalo Frota, no jornal Público, não hesita em destacar “um dos melhores álbuns da música popular portuguesa da última década”, no qual participam também vários artistas convidados, como Manel Cruz, dos Ornatos Violeta, e Riot, dos Buraka Som Sistema.

Os Deolinda nasceram em 2008 pelas mãos de Ana Bacalhau, José Pedro Leitão, Luís José Martins e Pedro da Silva Martins. Desde então já editaram Canção ao lado (2008),Dois selos e um carimbo (2010), Ao vivo no Coliseu dos Recreios (2011), Mundo pequenino (2013) e Outras histórias (2016). O grupo foi já distinguido com sete galardões de platina, quatro discos de ouro, três Globos de Ouro, um Prémio Amália Rodrigues, um Prémio José Afonso e o Songlines Music Award.

 

 

TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE | SALA PRINCIPAL | M/12

11 MAR | SÁB às 21H

 

PREÇO: 8,5€ a 17€  

 

RESERVAS: +351 212 739 360
COMPRAR: http://cta.bilheteiraonline.pt/

Os Possessos estreiam Marcha invencível, dia 10 de Março, no TMJB

image001.jpg

 

image002.jpg

 

Marcha invencível, de 10 a 12 de Março no TMJB

 

 

Os Possessos estreiam Marcha invencível

 

Os Possessos, companhia formada em 2013, vêm estrear ao Teatro Municipal Joaquim Benite o seu mais recente projecto: Marcha invencível, com texto e encenação do jovem almadense João Pedro Mamede. O espectáculo estreia dia 10 de Março e mantém-se em cena até dia 12: Sexta-feira e Sábado às 21h, e Domingo às 16h.

 

Depois de Hansel & Gretel dedicam-se ao futuro em três passos (2013), uma desconstrução do conto dos irmãos Grimm que redundava numa reflexão sobre a precariedade do trabalho artístico, e de Rapsódia Batman (2014) e II – A mentira (2015), duas variações sobre a cidade, Os Possessos partem de um conjunto de títulos da literatura distópica para conceberem um espectáculo original, apresentado em estreia absoluta em Almada. Marcha invencível coloca em cena um estranho sobre cujo destino se deve pronunciar um Conselho de Sábios Desconhecidos, em virtude do tipo de interacção que aquele estabelecer com Susana na Sala 34 do Edifício. A evacuação do local é uma das hipóteses ponderadas, sobretudo no caso de “perigarem os corpos” e de ser impossível controlar “a expectativa inerente ao beijo entre os dois”.

João Pedro Mamede, natural de Almada, é actor, encenador, dramaturgo e co-fundador do colectivo Os Possessos. Diplomado em Teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema, já trabalhou com Francis Seleck, Tim Carroll, Gonçalo Amorim, Jorge Silva Melo, Ricardo Neves-Neves e Pedro Gil, entre outros. Colabora actualmente com os Artistas Unidos. No ano passado foi distinguido com o Prémio Jovens Talentos (área do Teatro), atribuído pela Câmara Municipal de Almada.

FICHA ARTÌSTICA

 

Intérpretes Ana Valente, Catarina Rôlo Salgueiro, Frederico Serpa, Inês Laranjeira, Isabel Costa, Mia Tomé, Miguel Cunha, Nádia Yracema, Nuno Gonçalo Rodrigues, Rafael Gomes e Vicente Wallenstein
Música Inês Laranjeira, Marco Mendonça, Rafael Gomes e Vicente Wallenstein
Cenografia e Figurinos Gonçalo Quirino
Luz Francis Seleck

Colaboração Daniel Gamito Marques, Marco Mendonça, Leonor Buescu e Tiago Ferreira

 

 

 

 

TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE | SALA EXPERIMENTAL | M/16

10 MAR | SEX às 21H

11 MAR | SÁB às 21H

12 MAR | DOM às 16H

 

PREÇO: 5€ a 10€  

 

RESERVAS: +351 212 739 360
COMPRAR: http://cta.bilheteiraonline.pt/