Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Art In Town vai invadir o Barreiro | Odeith será o primeiro de vários artistas a deixar marca nos núcleos antigos da cidade

CARTAZ-A3.jpg

 

Art In Town vai invadir o Barreiro

Odeith será o primeiro de vários artistas a deixar marca nos núcleos antigos da cidade

 

A Câmara Municipal do Barreiro (CMB) lançou o desafio à ADAO - Associação de Desenvolvimento de Artes e Ofícios para que, em conjunto, desenhassem um projeto que enaltecesse a arte pública na cidade e se manifestasse de forma a envolver a comunidade local, artistas locais e nacionais, com forte incidência nas zonas antigas da cidade. Assim nasceu o Art In Town.

 

O Art In Town terá como “pano de fundo” o património imaterial que se reflete nas pessoas e na História do Barreiro, permitindo, assim, dar a conhecer a memória coletiva através da arte acessível a todos.

 

Numa cidade onde abundam cada vez mais os fenómenos criativos e culturais, e na procura de uma imagem urbana e contemporânea, ambas as entidades procuram, numa primeira fase, ocupar as zonas mais antigas do Barreiro, com uma obra de Odeith, que iniciará a sua intervenção, ainda, durante o mês de novembro, com data prevista para o dia 25.

 

O aclamado artista estará no edifício municipal, no Largo Alexandre Herculano, vulgo “Largo das Obras”, onde se encontram instalados os serviços de Planeamento e onde se encontra, já, a decorrer a preparação da fachada. A sua obra vai nascer, crescer e firmar-se em paralelo com as intervenções de requalificação do espaço público, que agora decorrem, na Urbanização das Cordoarias, com a execução do arruamento de ligação da Praça da Amizade ao Largo das Obras, criação de novas bolsas de estacionamento e áreas pedonais, e arranjo paisagístico/introdução de novos espaços verdes.

 

Curadoria do artista barreirense Ricardo Manso “Tota”

 

Sob a curadoria do artista barreirense Ricardo Manso “Tota”, vários serão os artistas de renome internacional que deixarão o seu marco em várias fachadas do Concelho, onde a história e identidade locais serão o suporte para todos os trabalhos artísticos.

Ainda durante este ano participarão neste projeto os artistas MAR e TOTA, bem como o Núcleo de Arte Urbana da ADAO, além de vários nomes que vão estar presentes em debates e masterclass (programa a anunciar em breve).

 

Além da vertente artística, procurar-se-á que o Art in Town seja o catalisador para o desenvolvimento socioeconómico da cidade, associando-se ao potencial fator turístico e cultural da cidade.

As influências que estas práticas exercem sobre a cidade podem ser, também, catalisadoras de diálogo e de experiências, empenhadas na reconstrução do tecido social.

Para além destes objetivos, procurar-se-á, também, através da conceção de obras de arte, que, mesmo efémeras, tornar possível a reconstrução de novas infraestruturas e habitação, através da valorização do local.

 

+INFO: http://www.artintown.pt/

 

CMB

O mundo Ibérico do cinema e das artes reunido no Porto

1ca99dce-772c-4c64-ab5b-f924ac01be06 (2).jpg

 

 


Nau – Festival de Cinema e Artes de Expressão Ibérica, parte para a 5ª edição por iniciativa da D.A.S Desenvolvimento das Artes Associação – como espaço de divulgação de obras audiovisuais e arte em geral. O mote essencial é a linguagem Ibérica como modo de afirmação artística. O festival realizar-se-á de 21 a 23 de Julho no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Porto.
Cinema de países como Brasil,Colômbia,México,Cabo Verde,Chile,Uruguai,Argentina,Espanha e Portugal, exposições,concertos,dança, e as conversas à volta de um festival este ano com o título  "Uma Empresa Financeira vale mais que uma sinfonia?" com a participação de Marco Ginoulhiac – Professor na Faculdade de Arquitectura do Porto,Jaime C. Soares - actor e encenador de teatro,Carlos Costa – Realizador de Cinema .Alexandre Monteiro – Músico,e moderação de Julio Filipe Cardoso -  director da associação D.A.S. e do festival NAU.
O festival conta com o Júri, o Diretor da RTP2 Pedro Bessa, a Escritora 
Isabel Morujão, o Realizador Cristiano Pereira, a Chefe de Departamento de produções da RTP Sandra Lopes e o Director do Festival de Cinema Porto7 Francisco Lobo Ávila.

QUANDO UM BARCO ANTIGO É TRANSFORMADO NUMA OBRA DE ARTE

PROJETO.08 –ART BOAT

QUANDO UM BARCO ANTIGO É TRANSFORMADO NUMA OBRA DE ARTE

 

 

Setúbal é terra de pescadores. Uma cidade que termina e começa no Sado. O rio foi,desde sempre, uma fonte de inspiração e sustento, onde gerações de setubalenses navegaram em pequenos barcos de madeira, para sustentar as suas famílias e alimentar os seus sonhos. Para homenagear estes homens e mulheres e as suas embarcações, o Centro Comercial Alegro Setúbal convidou a artista Teresa Melo e seis IPSS para Séniores, de Setúbal, a intervir num barco de madeira, transformando-o numa peça artística que homenageasse a cidade e a arte da faina. O resultado é a obra “ART BOAT” que dá nome ao Projeto.08 do Arte em Toda a Arte.

 

A inauguração, marcada para o dia 9 de outubro, às 10h30, no Mercado do Livramento, conta com a presença da Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira; do Diretor-geral da Immochan, Mário Costa, da artista plástica Teresa Melo e dos utentes das instituições locais envolvidos na conceção da obra.

 

A peça em si é dividida em duas partes: a exterior, revestida com mais de 20 mil pioneses dourados, simboliza o perigo e a coragem e a parte interior é composta por peças criadas pelos utentes das seis instituições envolvidas e que simbolizam o seu quotidiano: Centro Comunitário de Sta. Maria da Graça; Santa Casa da Misericórdia de Setúbal – Centro de Apoio a Terceira Idade (CATI); Associação de Socorros Mútuos Setubalense; Venerável Ordem Terceira da Nossa Senhora do Carmo; Centro de Apoio aos Idosos Dependentes – Santa Casa da Misericórdia de Setúbal e Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Azeitão (AURPIA).

 

O Arte em Toda a Parte visa consolidar a Arte e a Cultura como um eixo estratégico no posicionamento da marca Alegro, em perfeito alinhamento e sintonia com tudo aquilo que os Centros Comerciais Alegro vêm realizando. Assume-se como um projeto de natureza artística que ao longo de mais de um ano promoverá a realização de intervenções artísticas no município de Setúbal, bem como a conceção e exposição de obras de arte em espaços públicos, entre muitas outras iniciativas.

 

O projeto contará com a participação de artistas portugueses consagrado, artistas locais (região de Setúbal) e artistas internacionais, tendo sempre uma componente de integração e participação da população setubalense. De salientar que as obras realizadas durante o projeto serão integradas na arquitetura do futuro Centro Comercial Alegro Setúbal.

 

Até agora o “Arte em Toda a Parte” apresentou 7 projetos: Projeto 01 – ART IN PROGRESS (intervenções nos tapumes da obra do Alegro Setúbal); Projeto 02 – ALEGRO HAPENNINGS (recolha de resíduos para criação de escultura. Bisnau é um golfinho de 5 metros que está agora no Parque Urbano de Albarquel em Setúbal); Projeto 03 – ART’IN’MOTION (intervenções nas betoneiras da obra do Centro Comercial Alegro Setúbal), Projeto 04 – STREET’ART (mural de 20m criado no Auditório José Afonso em homenagem ao conhecido fotógrafo setubalense Américo Augusto Ribeiro); Projeto 05 – WORK.ART (7 artistas plásticos criaram peças de arte tendo como fonte de inspiração a construção do futuro Alegro Setúbal e que podem ser vistas no novo estacionamento do Centro Comercial); Projeto 06 – SOMOS TODOS ALEGRO (mural com fotografias de rostos de setubalenses) e Projeto 07 – OUTDOOR GALLERY (galeria de ilustração ao ar livre em 5 outdoors da cidade).

 

 

INAUGURAÇÃO - PROJETO.08 –ART BOAT

9 DE OUTUBRO, 10H30

MERCADO DO LIVRAMENTO

  • Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira
  • Diretor-geral da Immochan, Mário Costa
  • Artista plástica Teresa Melo
  • Utentes das instituições locais envolvidos na conceção da obra.

 

 

«Almoços com Arte»

De 1 a 26 de Agosto

Conheça uma peça de arte em 15 minutos na hora de almoço


«ALMOÇOS COM ARTE»

NA CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

Serviço de chá de Napoleão e quadro de Brueghel são algumas das peças da colecção de António Medeiros e Almeida cujas histórias são reveladas nesta iniciativa

 

Inspirada na National Gallery de Londres, a Casa-Museu Medeiros e Almeida apresenta «Almoços com Arte».

De 1 a 26 de Agosto é possível conhecer uma peça de arte da colecção de António Medeiros e Almeida durante a hora de almoço em 15 minutos e enquanto come-se uma sandes. Um quadro de Brueghel, o relógio de Sissi da Áustria ou o serviço de chá de Napoleão Bonaparte são algumas das peças eleitas.

 

No Verão, Lisboa fica ainda mais cosmopolita e apela ao turista que há em nós. A Casa-Museu Medeiros e Almeida, bem no centro da cidade, lança o desafio: agarrar numa sandes e aproveitar a hora de almoço para “beber” um pouco de cultura, entre dentadas.

 

A inspiração para os «Almoços com Arte» veio da National Gallery de Londres. Deste modo, em 15 minutos fica-se a saber a história por detrás de uma peça de arte da colecção de António Medeiros e Almeida (1895-1986) em exposição permanente na Casa-Museu. Um quadro deBrueghel, o relógio de Sissi da Áustria ou o serviço de chá de Napoleão Bonaparte são algumas das peças eleitas.

 

«Almoços com Arte», de segunda a sexta-feira, entre 1 e 26 de Agosto, às 13h30, com entrada gratuita e sem necessidade de reserva, mas limitado ao mínimo de 5 e ao máximo de 15 participantes.

 

 

Estatueta do Funcionário Bês

Imagem:
#
#
  #   #
#

#
 
#
 
#
 
#
#
# # #   #
#
# # #
#
# #   #
#
# # #  

6 de Outubro de 2010

13h30

 

Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna, 45 A

Lisboa

 

Visita temática incluída na programação de Uma Obra de Arte à Hora do Almoço, com a duração de meia hora, onde se analisa em pormenor uma obra seleccionada da colecção permanente do Museu Gulbenkian. Dia 6 chega a vez da estatueta egípcia do Funcionário Bês (660-610 a. C.),

 

DUAS ARTES – UMA SÓ

Sexta-feira, dia 28 de Maio, entre as 19H30 e as 22H30, a Casa -Museu Medeiros e Almeida recebe o Dj Trol 2000, que promete animar o final de tarde dos seus visitantes. Em simultâneo, os presentes podem apreciar a instalação de Miguel Palma, um projecto sobre a memória, mas também sobre a revitalização e utilização da mesma no futuro e no presente, através do famoso relógio Breguet do General Junot.

 

Sexta-feira, dia 28 de Maio, Miguel Palma e Dj Trol 2000 “actuam” na Casa-Museu Medeiros e Almeida

 

 

 

Após uma semana intensa de trabalho, chega a sexta-feira e o desejo de divertimento e relaxamento. Desta vez, a sugestão não é um novo bar, nem um concerto há muito esperado. O convite passa pela Casa – Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa, que criou o ambiente perfeito para que possa entrar em grande no seu fim-de-semana.

 

Durante três horas, o Dj Trol 2000 animará o seu final de tarde, ao mesmo tempo que poderá descobrir a instalação criada em exclusivo por Miguel Palma para a Casa Museu Medeiros e Almeida, proporcionando um momento inesquecível para os verdadeiros amantes da arte.

 

Llink da sala onde o Dj irá colocar música. http://rcpt.yousendit.com/878248463/24a7b40dc9e9165eb6c696878a58738d

 

 

 

Mostra de Artes ZAAT

 

 

Até 22 de Novembro
24h/dia
 
Parque de estacionamento da Praça da Figueira e Crew Hassan
 

Zaat_m

Para que serve um parque de estacionamento? Esta é fácil: para expor arte. E para estacionar carros, motas, motocicletas, bicicletas, albergar máquinas de pagamento manuais e automáticas, empregar dois ou três seguranças e gastar dinheiro. Mas falemos da aplicação mais cultural, a decorrer durante aproximadamente um mês no parque da Praça da Figueira. A ZAAT, mostra de Artes Visuais e Sonoras, apresenta-nos um parque galeria com exposições de Fotografia, Instalações, Vídeo e Stereo Pictures, de artistas como Vincent Boisselier, Jordi Burch, Patrícia Almeida, Olivier Perriquet, entre outros. A não perder também os eventos paralelos pela Crew Hassan e pela Infusão, Café Crêperie (consultar o site). Sara Vale.

 

Festival PopUp

 

Inauguração 5 de Junho
22h
Semana das 14h às 22h| Fds 11h às 19h
 
Antiga Cavalariça do Palácio da Trindade
Rua da Trindade nº18, ao Largo do Carmo
Lisboa
Pop_up1_m
 

Arte mais cidade igual a arte urbana. Artes plásticas, música, dança, conversas, workshops e mais arte para a cidade. Chama-se Pop-up Lisboa 2009 e é a primeira edição de um festival de arte urbana que quer aproveitar edifícios devolutos ou inutilizados e ocupá-los com obras de artistas emergentes. Não tenciona lucrar, apenas intervir. Uma exposição colectiva, música pelas mãos dos Post Hit e Dj Hugo Santana, alunos da Escola Superior de Dança a dançar do Carmo à Trindade são alguns dos exemplos do que este festival vai fazer acontecer. Nos workshops há fotografia, terapia pela arte, reciclagem urbana… É chegar ver, ocupar e intervir na cidade.Catarina Rebelo

Conferência “A Arte antes e depois da Arte”

 

Imagem:

18 e 25 de Maio

18h

 

Culturgest

Edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos
Rua Arco do Cego
1000-300 Lisboa

Telefone: 217 905 155
Fax: 217 905 154
Internet: www.culturgest.pt
E-Mail: culturgest@cgd

 

com coordenação de Maria Teresa Cruz, por ocasião da inauguração do Museu do Côa. Em vez de uma longa discussão acerca do fim da arte propõe-se recordar aqui o mistério do seu nascimento e reflectir, ao mesmo tempo, sobre o carácter enigmático da sua condição contemporânea. Reúnem-se neste ciclo de conferência especialistas da imagem e da cultura visual, da linguagem e da escrita, da estética, da história e da teoria da arte.

 

 

Este ciclo é uma iniciativa do Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens - Universidade Nova de Lisboa (CECL – UNL).

A entrada nas conferências é gratuita, mediante o levantamento da senha de acesso 30 min. antes de cada sessão, no limite dos lugares disponíveis. As conferências serão na língua materna dos conferencistas (inglês, espanhol, italiano e português).