Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

SESSÕES DE CINEMA INFANTIL GRÁTIS AOS DOMINGOS - PARQUE NASCENTE

AOS DOMINGOS NO PARQUE NASCENTE

sessões de cinema Grátis para toda a família

 

image002.png

 

A partir do próximo dia 1 de Outubro e ao longo de todo o ano, o Parque Nascente passa a oferecer sessões de cinema gratuitas todos os domingos de manhã, destinadas a crianças entre os 3 e os 12 anos de idade e respetivos acompanhantes.

 

As sessões estão marcadas para as 11h e na sessão de abertura está já agendado o filme “Boss Baby”.

 

Béla Tarr dá workshop de realização em Espinho

0b878240-f27a-4e3d-a83e-0935216e3b6f.jpg

 

O realizador húngaro Béla Tarr está de regresso a Espinho para ministrar um workshop de duas semanas sobre realização de filmes. A acção de formação é levada a cabo pela FEST – Associação Cultural, entidade responsável pelo FEST - Festival Novos Realizadores | Novo Cinema, em Espinho. O evento terá lugar entre os dias 26 de Fevereiro e 11 de Março de 2018.

Com acesso limitado e exclusivo, o workshop permitirá que os inscritos desenvolvam competências ao nível do desenvolvimento de guiões, processos de escrita, produção e realização de filmes. Ao longo deste tempo os inscritos desenvolverão uma curta-metragem, acompanhados pelos conhecimento e experiência do histórico realizador. Não respondendo a uma lógica formativa de certo e errado, este workshop será orientado pela visão única de Béla Tarr que, ao longo das duas semanas, partilhará a sua história pessoal e visão plástica e artística guiando os participantes na construção de uma curta metragem. 

Béla Tarr é um realizador húngaro, amplamente considerado um dos mais influentes autores de cinema dos últimos 30 anos. Começou a produzir cinema amador ao 16 anos, altura em que os trabalhos realizados cativaram a atenção do Bela Balazs Studios, que ajudou a financiar a primeira longa-Metragem de Béla Tarr “Family Nest” em 1979. Nomeado para diversos prémios e galardões em todo o mundo, venceu alguns dos mais importantes galardões do cinema mundial, tendo anunciado a sua reforma enquanto cineaste em 2012, um ano após a estreia de "The Turin Horse”, filme que venceu o Urso de Ouro e o prémio Fipresci em Berlim e Palm Springs. Em 2016, Béla Tarr anuncia que se retirava também do ensino. Pelas mãos do FEST, Béla Tarr regressa à formação, naquela que será uma das raras oportunidades de colaboração com uma das figuras de proa da escola do "slow cinema". 

Os interessados poderão inscrever-se através do site http://www.filmlab.fest.pt/, submetendo portefólio e carta de motivação. Serão apenas 12 os candidatos seleccionados para o workshop, sendo que será o próprio Béla Tarr a fazer a triagem de candidatos. O workshop custará 1599 euros.

Ageas Seguros promove cultura com apoio ao Festival Doclisboa e Festival Literário Internacional de Óbidos

A Ageas Seguros, no âmbito do trabalho desenvolvido em prol da cultura nacional, patrocina dois dos festivais importantes do panorama português: o Festival Doclisboa 2017 e o FOLIO -  Festival Literário Internacional de Óbidos. A marca estará presente no Doclisboa 2017 como seguradora oficial e através da promoção de um Cocktail Ageas na sessão de abertura Heart Beat no Cinema São Jorge.

Haverão ainda duas sessões Ageas Seguros no sábado e domingo:

Dia 21/10 pelas 21h: Documentário “Becoming Cary Grant” – Grande Auditório da Culturgest - http://www.doclisboa.org/2017/filmes/becoming-cary-grant/

Dia 22/10 16h15: Documentário “Cantores de Paris” - Sala Manuel de Oliveira no Cinema São Jorge - http://www.doclisboa.org/2017/filmes/os-cantadores-de-paris/

 

No FOLIO 2017, além do patrocínio ao evento, a Ageas Seguros marca ainda presença através do seu stand dinamizado pelos Agentes Ageas Seguros na Praça da Criatividade do recinto.

 

“A Ageas Seguros tem o objetivo de estimular o potencial artístico e cultural. Iniciativas de elevado valor como o Doclisboa e o Folio são para nós uma honra apoiar. Queremos estar ao lado daqueles que colocam o seu talento à disposição dos outros – um gesto que se traduz num ato generoso de partilha das suas sensibilidades no âmbito da música, cinema, literatura, design e muitas outras formas de expressão artística”, refere Alexandra Catalão, Diretora de Marketing da Ageas Seguros.

 

De 19 a 29 de outubro, o Doclisboa pretende promover, uma vez mais, o cinema como um modo de liberdade. O evento recusa a categorização da prática fílmica e procura novas problemáticas presentes na imagem cinematográfica, nas suas múltiplas formas de implicação no contemporâneo e procura ser um lugar de imaginação da realidade.

Também de 19 a 29 de outubro, desenrola-se o Festival Literário Internacional de Óbidos, um evento organizado pelo Município de Óbidos, que este ano tem a Revolução como tema principal. Na edição de 2017, Óbidos coopera com outras cidades literárias criativas, declaradas pela UNESCO, num programa que combina a música, a literatura e o design.

Ivan, O Terrível de Sergei Eisenstein no CCB

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

29 de outubro | 16:00 | Grande Auditório

Belém Cinema
Ivan, O Terrível é um dos mais icónicos filmes do cinema soviético, resultado de uma encomenda de Estaline a Serguei Eisenstein. O filme, que pretendia ser um hino à Rússia e ao seu líder em plena II Guerra Mundial, é composto por duas partes, que serão exibidas no CCB, na sua versão restaurada digitalmente.
Comprar

PRAÇA PARIS DUPLAMENTE PREMIADO NO FESTIVAL DO RIO

image004.jpg

 

O filme PRAÇA PARIS, co-­‐protagonizado pela atriz luso-­‐brasileira Joana de Verona e co-­‐produzido pela Fado Filmes, estreou-­‐se a ganhar no Festival do Rio.

 

Realizado pela prestigiada diretora brasileira Lúcia Murat, PRAÇA PARIS foi exibido na Mostra Competitiva da Première Brasil -­‐ que contou este ano com 75 títulos – tendo arrecadado os prémios de Melhor Direção de Ficção, para Lúcia Murat, e o Prémio Redentor de Melhor Atriz, para Grace Passô, prémio este para que Joana de Verona foi também nomeada.

 

PRAÇA PARIS é um thriller que mostra o conflito entre uma psicanalista portuguesa, Camila (Joana de Verona), que vai ao Brasil desenvolver uma pesquisa sobre violência, e a sua paciente, Glória (Grace Passô), num centro de terapia de uma universidade brasileira. Glória é ascensorista na universidade e tem uma história de violência muito complexa: violada pelo pai, tem apenas no irmão Jonas (Alex Brasil), traficante do morro, a proteção que procura. O filme mostra uma relação de transferência ao invés, onde o medo do outro acaba por dominar a trama.

 

Com argumento da própria Lúcia Murat e do jovem escritor Raphael Montes, autor de vários livros de suspense vendidos em inúmeros países, décima terceira longa metragem da   realizadora,  é uma co-­‐produção entre a Taiga Filmes (Brasil), a CEPA Audiovisuais (Argentina) e a Fado Filmes, que celebra em 2017 o seu 20º aniversário e em cujo currículo predominam as coproduções, com especial ênfase nas coproduções luso-­‐brasileiras.

 

Para além da presença no Festival do Rio, PRAÇA PARIS foi selecionado para a 53ª edição do Chicago International Film Festival, igualmente em competição (Cinemas of the Americas, International Feature Competition), com estreia internacional marcada para o dia 14 de Outubro, seguindo-­‐se, no final do mês, a sua presença na seleção oficial da Mostra de São Paulo.

 

image006.jpg

 

“A questão da violência sempre me interessou por ter sido parte da minha vida. PRAÇA PARIS, no entanto, vai além disso. O filme trabalha sobre o medo e a paranoia numa relação entre duas pessoas com histórias e classes sociais diferentes. O medo do outro me parece algo implantado na sociedade brasileira hoje. E a partir desse medo sabemos que injustiças, agressões, mortes violentas acontecem, como no filme, um thriller que trabalha a intimidade dos personagens.”, declara Lúcia Murat.

 

A Fado Filmes orgulha-­‐se de ter coproduzido este filme, felicitando Lúcia Murat, Grace Passô e Joana de Verona pelo êxito obtido.

image009.jpg

 

Mais informação e materiais em: http://www.pracaparisofilme.com.br/ e https://www.facebook.com/pracaparis/

ELIS + Sendas | Quintas de Cinema no Cine Teatro de Estarreja

ELIS

+ Sendas | Quintas de Cinema

image003.jpg

 

Cinema

Quinta, 19 de outubro às 21h30

 

A vida de Elis Regina - indiscutivelmente a maior cantora brasileira de todos os tempos, é contada nesta cinebiografia em ritmo energético epulsante.

A trendsetter cultural quesinalizou a mudança de estilos deBossa Nova para MPB,a "pimentinha" ardente, que viveu uma vida turbulenta. Ao mesmo tempo

que se chocava com a ditadura militar noBrasil, lutou comos seus demónios pessoais.“Elis”, o filme, estáimbuído da alma da cantora edo país que ela amava.

SOLO - UMA HISTÓRIA DE STAR WARS | ANÚNCIO DO TÍTULO | NOS CINEMAS EM MAIO DE 2018

SOLO: UMA HISTÓRIA DE STAR WARS
ANÚNCIO DO TÍTULO DO FILME SOBRE HAN SOLO

b636cd13-8d20-4b0e-9539-09acaab31d9c.jpg

 

Num anúncio surpreendente, o realizador Ron Howard, revelou hoje, o nome oficial do filme sem título de Han Solo, que será Solo: Uma História de Star Wars. O anúncio chegou através de um post em que o aclamado realizador, agradeceu à sua equipa, o final da produção do filme.

Solo: Uma História de Star Wars que decorre antes dos eventos da trilogia original de Star Wars, estreia nos cinemas em maio de 2018.

 

4e99eb5b-d185-4fb2-ae82-5a6cd472a457.jpg

 

 

 

 

 

 

BLACK PANTHER | NOVO TRAILER | NOS CINEMAS EM FEVEREIRO DE 2018

 

 

O filme conta a história de T'Challa, que depois da morte do seu pai, o Rei de Wakanda, volta a casa, à nação africana isolada e tecnologicamente avançada, para subir ao trono e assumir o seu lugar como rei. Mas, quando um antigo e poderoso inimigo reaparece, a força de T'Challa como rei e Pantera Negra é testada, quando é atraído para um conflito que coloca o destino de Wakanda e do mundo em risco. Diante da traição e do perigo, o jovem rei deve reunir os seus aliados e libertar o poder total de Pantera Negra para derrotar os seus inimigos e garantir a segurança do seu povo.

BLACK PANTHER estreia nos cinemas em fevereiro de 2018.

Estreia nacional de Algo de Novo (Qualcosa di nuovo) dia 26 de outubro

afff3962-f50e-445e-83d5-3cf207f3964f.jpg

 

 

Após a apresentação na Festa do Cinema Italiano deste ano, Algo de Novo (Qualcosa di nuovo), de Cristina Comencini, estreia dia 26 de outubro, em Lisboa e no Porto, nos cinema UCI El Corte Inglés e UCI Arrábida 20, respectivamente (e noutras cidades a anunciar em breve).

A realizadora, filha de Luigi Comencini - considerado um dos mestres da commedia all'italiana, juntamente com Dino Risi e Ettore Scola - apresenta-nos uma comédia centrada no mundo feminino, contando a história de Lucia e Maria: duas amigas que se conhecem há muito tempo mas que não podiam ser mais diferentes uma da outra. Lucia já não quer saber de homens, Maria não consegue viver sem eles. Uma noite caem na cama com o homem perfeito. Assim sendo, que importará realmente a sua idade?

Um dos sucessos de bilheteira do ano passado em Itália, Algo de Novo é baseado na peça de teatro La Scena, da própria Cristina Comencini. Com uma carreira que conta com mais de uma dezena de filmes, alguns nomeados e premiados, realiza este filme, depois de Latin Lover (2015), premiado pelo Sindicato Italiano de Críticos de Cinema.

ALGO DE NOVO (Qualcosa Di Nuovo)
Realização: Cristina Comencini
Ano: 2016
Duração: 93’

 


Trailer: