Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Frederico Braga da Costa em concerto acústico no Casino Estoril

Frederico Braga da Costa.jpg

 

Em versão acústica, Frederico Braga da Costa regressa, na próxima Quinta-Feira, 30 de Março, a partir das 22h30, ao Lounge D para protagonizar um concerto intimista. O artista propõe-se interpretar vários temas originais da sua autoria e recriar outros êxitos que marcam o panorama da música internacional. A entrada é livre.

 

A personalidade e o bom gosto musical são as bases deste conceituado projecto liderado por Frederico Braga da Costa. Do Swing ao Pop, passando por temas originais, Frederico Braga da Costa traz ao Casino Estoril um largo e vasto repertório, preenchido com grandes êxitos.

 

A sua passagem por Londres, onde estudou numa prestigiada academia de música e os grandes palcos que já pisou, quer em outros casinos, quer em salas privadas, fazem deste jovem músico um artista cada vez mais completo a todos os níveis. 

 

Juventude em palco | 1 e 2 Abril | Museu do Oriente

Um encontro musical entre duas orquestras juvenis de cordas, um concerto ilustrado ao vivo por um artista plástico, uma “viagem” até à Índia e um ateliê dramatizado para bebés são as sugestões do Museu do Oriente para o fim-de-semana de 1 e 2 de Abril.

 

A diversão começa no sábado, às 10.00 - com uma segunda sessão às 11.00 -, com a oficina “O Rei Não Vai Nu!” para famílias com bebés entre os 12 e os 24 meses. Entre trajes coloridos, mangas esvoaçantes e sapatinhos de seda bordados, alia-se a componente teatral a uma diversidade de estímulos e incentivo à participação. Esta actividade repete no dia 15.

 

o_rei_nao_vai_nu.jpg

 

Às 17.00, o Concerto de Primavera das Orquestras e Coro da Academia de Música de Lisboa conjuga os ingredientes necessários para agradar a toda a família: música, virtuosismo e energia, com a música interpretada a ser ilustrada, ao vivo, pelo artista plástico Ligeiramentecanhoto através de artes digitais. Uma oportunidade de “ver” a música a ganhar forma, cor e expressão visual.

 

No domingo, também pelas 17.00, a Camerata de Cordas do Instituto Gregoriano de Lisboa encontra-se em palco com a Orquestra Juvenil da Academia Musical dos Amigos das Crianças para um concerto inédito que teve origem numa ideia de partilha de experiências musicais e artísticas dos membros destas orquestras. A entrada é gratuita.

 

1abril_espectaculo-min.jpg

 

Antes, às 11.00, desafiam-se as famílias com crianças a partir dos 5 anos a viajar até ao Oriente para descobrir “Quem foi Buda?” e de que forma o Budismo se expandiu pelo mundo. Esta oficina repete no dia 30 de Abril.

 

Oficina

“O Rei Não Vai Nu!”

Ateliês Primeiros Passos

1 ou 15 de Abril

10.00-10.30 ou 11.00-11h30

Público-alvo: bebés de 1 e 2 anos, acompanhados por um adulto

Preço: € 4/participante [adulto ou criança]

Participantes: mín. 10, máx. 20

 

Concerto de Primavera

Orquestra e Coro da Academia de Música de Lisboa

Com ilustrações digitais ao vivo por Ligeiramentecanhoto

1 de Abril

17.00

Duração: 75’, sem intervalo

Preço: € 8

 

Oficina “Quem foi Buda?”

Domingos em Família

2 ou 30 de Abril

11.00-12.30

Público-alvo: famílias com crianças a partir dos 5 anos

Preço: € 4/participante [adulto ou criança]

Participantes: mín. 10, máx. 24

 

Concerto de Orquestras de Jovens

Orquestra Juvenil da Academia Musical dos Amigos das Crianças e Camerata de Cordas do Instituto Gregoriano de Lisboa

2 de Abril

17.00

Duração: 70’, sem intervalo

Gratuito [mediante levantamento de bilhete no próprio dia]

 

  1. I . TCHAIKOVSKY (1840-1893) | Elegia em Sol Maior - Andante non troppo
  2. S. BACH (1685-1750) | Musikalisches Opfer, BWV 1079: Ricercare a 6
  3. SIBELIUS (1865-1957) | Romance, Op. 42
  4. F. HAENDEL (1685-1759) | Abertura do Messias, HWV 56
  5. VIVALDI (1678-1741) | Concerto L’ estro harmonico, Op. 3, n.º 11, RV 565:
  6. GRIEG (1843-1907) | Suite Peer Gynt: Na Gruta do Rei da Montanha
  7. MASCAGNI (1863-1945) | Ópera Cavalleria Rusticana: Intermezzo
  8. HOLST (1874-1934) | St Paul’s Suite, Op. 29, N.º 2: Jig

 

Direcção: maestros Alexandre Delgado e António Carrilho

 

 

Museu do Oriente, Avenida Brasília | Doca de Alcântara (Norte) | 1350-362 Lisboa

www.museudooriente.pt

Dolce Vita Ovar com noites de fado ao vivo

image007.jpg

 

Entre os meses de janeiro e junho, o Dolce Vita Ovar é palco da iniciativa “Noites de Fado”. Os espetáculos terão lugar na Praça da Restauração, pelas 20h00, sendo o primeiro concerto no dia 20 de janeiro que conta com o fado de Jorge César.

 

As “Noites de Fado” estão reservadas para as sextas-feiras à noite e contam com artistas como Ana Cristina, no dia 17 de fevereiro, a fadista Filomena Silva no dia 31 de março, já no dia 28 de abril, será a vez da fadista Filomena Sousa. No dia 26 de maio, o palco volta a ser de Jorge César, para fechar o programa de fados, o Dolce Vita Ovar conta com a Isa de Castro no dia 30 de junho.

 

Os fadistas, contam também com o apoio de Amável Carneiro na guitarra portuguesa e com Pedro Martins na viola. O Dolce Vita Ovar, pretende estimular o gosto pela música e a cultura juntos dos habitantes da região.

CICLO DE MÚSICA JAZZ DE MAFRA

image003.jpg

 

Dos clássicos que fazem parte do cancioneiro americano às experiências contemporâneas, com interpretações intimistas e sóbrias, mas também energéticas e cheias de caráter. Está de regresso o Ciclo de Música Jazz de Mafra à Casa da Música Francisco Alves Gato, integrada no Complexo Cultural Quinta da Raposa, em Mafra. De 3 de março a 2 de junho, às 21h30, são quatro os concertos gratuitos promovidos pela Câmara Municipal.

 

A estrear a segunda edição deste ciclo, no dia 3 de março sobe ao palco Zé Soares Trio, apresentando o trabalho “Silêncio”, acabado de lançar no mercado discográfico. Neste espetáculo autobiográfico, à guitarra elétrica de Zé Soares juntam-se os companheiros de viagem Gonçalo Leonardo e Bruno Pedroso, respetivamente no contrabaixo e na bateria.

 

No dia 7 de abril é a vez de Charlie & The Blues Cats, que apresentam a sua perspetiva única dos Blues clássicos e contemporâneos. A Carlos Pereira, na voz e na guitarra, aliam-se João Oliveira (guitarra e voz), Miguel Costa (baixo e voz) e René van der Valk (bateria e voz), constituindo atualmente uma das bandas portuguesas mais representativas e experientes do circuito europeu de Blues.

 

Moisés Standard Trio é a sugestão para o dia 5 de maio. O agrupamento, liderado pelo trompetista madeirense Moisés Fernandes e formado também pelo aclamado pianista brasileiro Cláudio Andrade e pelo grande contrabaixista português Francisco Brito, propõe uma viagem vibrante e energética pelos sons e ritmos do cancioneiro americano.

 

O último concerto está a cargo de Marta Plantier, premiada cantora portuguesa que se faz acompanhar por Mark Cain na guitarra elétrica. Neste espetáculo, denominado “Sons da Vida”, “Eu só conto aquilo que está, que ficou. Sons daquilo que oiço se prolongam”, declara Marta Plantier.

 

O Ciclo de Música Jazz de Mafra é uma organização da Câmara Municipal de Mafra, com produção da “Musicland – Escola de Jazz e Música Atual de Mafra”. A entrada é gratuita, sujeita à lotação da sala.

Diogo Piçarra | Começa hoje em Faro a digressão de “do=s”

 

Mais de 370 mil visualizações em 4 dias do single “Já Não Falamos”

Tem hoje início a nova digressão de Diogo Piçarra. Num Teatro das Figuras completamente esgotado, os fãs vão ter a oportunidade de ouvir, pela primeira vez, as canções de “do=s”, o novo disco de Diogo Piçarra, que será editado no próximo dia 31 de março.

“Dialeto” e “História” já são conhecidos do público, tendo em conjunto mais de 12 milhões de visualizações no canal de Diogo Piçarra no Vevo. O mais recente single,  “Já Não Falamos” ficou disponível na segunda-feira e, em apenas 4 dias, tem mais de 370 mil visualizações.

 

“do=s” tem edição física e digital no próximo dia 31 de março e está em pré-venda aqui. Na noite de 30 março, na Fnac do Colombo, às 22h, Diogo Piçarra fará um showcase com as algumas das músicas novas seguido de uma sessão de autógrafos. Quem fizer a pré-compra do disco na Fnac recebe um tema inédito, não incluído em nenhum dos formatos do novo disco.

Nesta fase de lançamento do disco, Diogo Piçarra estará também presente nas lojas Worten para sessões de autógrafos : dia 3 d abril, na Worten Marshopping, no Porto; dia 4 de abril, na Worten Estádio, em Coimbra; e no dia 5 de abril, na Worten Amoreiras Plaza, em Lisboa.

O acesso às sessões de autógrafos é exclusivo a quem tenha produto oficial para ser autografado.

622___224_1_.png

 

AMAC | Espetáculos | Palavra Cantada, Luíz Caracol, Rita Redshoes e João Pedro Pais

MAC | Espetáculos

 

Palavra Cantada, Luíz Caracol, Rita Redshoes e João Pedro Pais

 

O Auditório Municipal Augusto Cabrita recebe, em junho, outubro e novembro, os seguintes concertos:

 

3 junho | sábado | 16h00 – AMAC Júnior

Palavra Cantada

DESTAQUE paços do concelho_palavra cantada.jpg

 

Até aos 8 anos

Ingresso: 5,00 €

Chegou a hora…a versão Portuguesa do projecto Brasileiro “Palavra Cantada” sobe aos palcos nacionais para encantar todas as famílias.

Com mais de 20 anos de sucesso no Brasil, as canções de Sandra Peres e Paulo Tatti são agora recriadas e apresentadas ao público nacional.

Todas as canções do CD/DVD que ocupou os primeiros lugares do top de vendas nacional nos últimos meses e presença regular no Canal Panda, serão agora apresentadas ao vivo num teatro musical imperdível!

Muita música e aventuras num espetáculo divertido, conduzido pelas personagens Sandrinha e Paulinho onde não faltarão temas como “Coloridos”, “Lavar as mãos” ou “ O Caranguejo, Cravo e a Rosa”.

Venham cantar connosco, a Palavra Cantada chegou!

 

 

10 junho | sábado | 22h00

Concerto com Luíz Caracol – apresentação do álbum “Metade e Meia

DESTAQUE paços do concelho.jpg

 

M/6 anos

Ingressos: 10,00 €

Com novo álbum Metade e Meia, editado em março de 2017, confirma-se a excelência deste artista singular cuja música apresenta uma mestiçagem muito própria, entre sonoridades de Portugal, Brasil e África. Tocou, entre outros, com Sara Tavares, Tito Paris, Jorge Drexler e Fernanda Abreu. Depois do sucesso do primeiro álbum Devagar, que apresentou nos EUA e em show case oficial na EXIB Música Iberoamericana, tem vindo a tocar em Portugal, Espanha e Brasil. Este ano está em nova tour em Portugal, passando por várias cidades do País onde se destaca a passagem pelo Porto (Casa da Música) por Lisboa (Cinema S. Jorge) e, naturalmente, pelo Barreiro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita no dia 10 de Junho, dia de Portugal, Camões e das Comunidades.

 

14 outubro | sábado | 22h00

Rita Redshoes

 

M/4 anos

Duração: 75 minutos (s/ intervalo)

Ingressos: 12,50 €

Rita Redshoes iniciou o seu percurso como baterista num grupo de teatro de escola, passou por inúmeros projectos musicais como autora e intérprete, onde tocou muitos instrumentos e gravou vários discos (Atomic Bees, Photographs, Rebel Red Dog, David Fonseca, The Legendary Tigerman, Noiserv). Tem também colaborado em inúmeras bandas sonoras premiadas para teatro e cinema, tendo, inclusivamente, discos editados nesta área.

Recentemente tocou no lendário Joe’s Pub, em Nova Iorque e apresentou também em Nova Iorque, no MoMA, e posteriormente em Berlim, a banda sonora original do documentário “Portugueses no Soho”, de Ana Ventura Miranda.

Em 2016, depois de "Golden Era" (2008), "Lights & Darks" (2010) e de “Life is a Second of Love” (2014), Rita Redshoes rumou em Junho a Berlim, onde gravou o seu quarto álbum de estúdio.

O novo registo discográfico, “Her”, contou com a produção de Victor Van Vugt, produtor do seminal disco de Nick Cave, "Murder Ballads" e do disco de Beth Orton, "Trailer Park”, vencedor do prestigiado Mercury Prize. O produtor australiano já trabalhou também com artistas tão diversos como P.J.Harvey, Depeche Mode, The Fall, Billy Bragg ou Einsturzende Neubauten, entre outros.

Para além de ser o álbum em que a artista mais instrumentos tocou (piano, omnichord, teclados e guitarra acústica) é também o trabalho em que Rita Redshoes escreve e interpreta, pela primeira vez a solo, três temas em português, um dos quais em co-autoria com Pedro da Silva Martins.

 

11 novembro | sábado | 22h00

João Pedro Pais

DESTAQUE paços do concelho_jppais.jpg

 

M/6 anos

Ingressos: 12,50 €

Em 2015 João Pedro Pais volta às grandes canções, “Identidade” foi o sétimo álbum de originais de João Pedro Pais, gravado entre Londres e Lisboa.

Sobre o 1º single “Passo a Passo" extraído deste álbum, o Cantautor disse:

“Cada momento meu e de tudo o que aprendi e vi, está aqui nesta canção. É isto que eu sou e que muitos de vocês também são, momentos e acontecimentos. Vivemos um dia de cada vez, “Passo a Passo”. Construímos e desconstruímos relações, até nos encontrarmos nas mesmas. A nossa identidade!”

No dia 11 de novembro, João Pedro Pais visita o Barreiro com o seu espectáculo “Improviso”.

Um espectáculo intimista, de “olhos nos olhos” e onde as suas canções (as novas e os grandes êxitos) são abordadas de uma forma simples e mais próximas da sua essência.

 

Ficha artística:

João Pedro Pais

Rui Almeida – Piano

Fernando Tavares – Percussão

Sérgio Mendes – Guitarras

Donovan Bettencourt -  Baixo

 

VENDA DE INGRESSOS: AMAC (212 068 230) e Posto de Turismo do Barreiro (212 068 287).

OUTROS LOCAIS DE VENDA: www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, El Corte Inglés, C. C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Ag. Abreu, A.B.E.P., MMM Ticket e C.C. Mundicenter, Fórum Aveiro, U-Ticketline, CCB, Time Out Mercado da Ribeira, Shopping Cidade do Porto, Lojas NOTE, SuperCor – Supermercados e ASK ME Lisboa.

 

 

 

CMB

Atividades no Convento Madre de Deus da Verderena

 

 

No dia 21 de março, o Convento Madre de Deus da Verderena recebe cerca de 300 alunos da Escola Básica do 1º ciclo nº 9 do Barreiro no âmbito da Comemoração do Dia da Poesia. Os alunos vão colocar poemas nas árvores do jardim do Convento e visitar a exposição “Pinóquios, a Verdade e a Mentira”, do colecionador Hélder Martins.

De  destacar que haverá ainda  animação no Jardim do Convento e na Biblioteca Prof. José Esteves com a parceria da Associação dos Amigos dos Veículos Antigos e Clássicos – AAVAC.

 

 

“Pinóquios, a Verdade e a Mentira”

 

Cartaz Brinquedo.jpg

 

A Exposição de Brinquedos, comemorativa do Mês do Teatro, “Pinóquios, a Verdade e a Mentira”, do colecionador Hélder Martins, está patente, de 21 de março a 8 de abril, na Biblioteca Prof. José Esteves e Espaço Entregerações. Esta mostra conta com o apoio da AAVAC – Associação dos Amigos dos Automóveis e Veículos Antigos e Clássicos.

 

 

Tarde Cultural no Claustro do Convento

Cartaz AAVAC.jpg

 

 

No dia 1 de abril de 2017, a partir das 14h00, tem lugar a Tarde Cultural no Claustro do Convento com Exposição de Pintura e Artes, apontamento musical com o Mestre Francisco Santos, Poesia com o Grupo Mãos à Obra e chá. As atividades são promovidas pela AAVAC – Associação dos Amigos dos Automóveis e Veículos Antigos e Clássicos.

 

 

Exposições no Claustro do Convento

 

- Rotas da Memória. Itinerários do Património do Barreiro

   21 de março a 14 de abril

 

- Os primeiros dias da Liberdade

  24 de abril a 31 de maio

 

- Embarcações Tradicionais do Tejo no Concelho do Barreiro

19 de junho a 31 de agosto

 

- Álvaro Velho do Barreiro

  2 de outubro a 29 de dezembro de 2017

 

 

Horário: dias úteis, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

Entrada Livre

 

 

Tertúlias no Convento

Ao Encontro de…

 

Cartaz Tertulias Poéticas 7.jpg

 

24 abril | 15h00 | “Memórias de África”

Integrada nas comemorações do 25 de Abril

Convidado – José Espadeiro

 

22 maio | 15h00 | “Os Poetas do meu livro de escola”

Comemorativa do Dia do Autor Português

Convidada – Paula Leite

Participação de alunos da disciplina de Cante Alentejano da UTIB

 

26 junho | 15h00 | “Património Cultural do Barreiro”

Convidada – Carla Marina Santos

Integrada nas comemorações do Dia da Cidade

 

Capela Grande do Convento da Madre de Deus da Verderena

 

Mais informações 21 206 8654

 

CMB

LUZINGO Showcases FNAC

 

Após uma primeira passagem pelas FNAC em Janeiro último, o músico angolano Luzingo volta à carga com mais uma ronda de showcases ao vivo, que servem de apresentação ao novo EP homónimo editado com o selo da Music In My Soul.

Envolto em ritmos africanos e com influências de hip hop e música electrónica, o EP composto por sete temas - entre eles os singles “Mary Jane” e “Inveja” - já se encontra disponível para audição nas principais plataformas de streaming.

Conheçam as datas e locais:

 

25.03 | FNAC @ Almada, 17h00

25.03 | FNAC @ Alfragide, 21h30

Casino Lisboa recebe Ricardo Gordo na próxima Quinta-Feira

Ricardo Gordo.jpg

 

Ricardo Gordo estreia-se, em concerto, no Arena Lounge do Casino Lisboa, na próxima Quinta-Feira, 23 de Março, a partir às 23h30. Os blues, jazz, swing, hip-pop, folk lusa ou música electrónica são géneros e influências que Ricardo Gordo explora, alargando os horizontes, o ritmo e o timbre único da guitarra portuguesa para lá do fado. A entrada é livre.

 

É da fusão destes diferentes géneros, do diálogo improvável da guitarra portuguesa com o rock e o heavy metal, do experimentalismo do já chamado fado metal, que lhe vem o reconhecimento como “novo valor da guitarra portuguesa”.

 

Natural de Portalegre, o multi-instrumentista e compositor Ricardo Gordo licenciou-se na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco, onde se encontra a realizar o mestrado em ensino de música – variante de guitarra portuguesa. 

 

Os avós eram fadistas, mas Ricardo Gordo nunca se imaginou a tocar guitarra portuguesa. Na infância aprendeu a tocar flauta de bisel e violoncelo, mas interessou-lhe mais a guitarra eléctrica que o pai, também músico e docente, lhe ofereceu aos dez anos. 

 

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.