Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Curso de Cinema Documental – Cinemalogia 8

cinemalogia-8-banner-Website-01.png

 

 
O Cinema tem o poder de documentar. Documentar o real, o fictício, o cruzar de mundos e universos distintos que sob a batuta do realizador nos imergem noutras perspectivas e experiências. Pode dizer-se que o cinema começou assim, pela via documental. Nos primórdios desta sétima arte constatamos que os filmes produzidos pelos irmãos Lumière, bem como  de Aurélio Paz dos Reis, surgidos no término do Séc. XIX, e que reportavam situações do quotidiano. “L’Arrivée d’un Train à la Ciotat”, a “Chegada de um comboio americano a Cadouços”, “La Sortie Des Usines Lumière” ou “Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança” seriam naquela altura imagens tão revolucionárias quanto o são hoje. Se então era possível viajar no tempo e rever aquele momento para sempre fixo na película vezes sem conta, hoje é lhes conferindo um carácter antropológico, mas acima de tudo mágico transpondo as barreiras do tempo e do espaço, permitindo-nos observar num glimpse as sociedades de então.

Actualmente o documentário assume um papel importante numa sociedade profundamente digitalizada que vive numa era de mudanças tecnossociais acelaradas à escala global. A partilha e produção de informação ocorre a um ritmo frenético utilizando os mais diversos media. Documenta-se o real e o irreal. Se na ficção se induzem elementos do real, na realidade são introduzidos elementos da ficção. As fronteiras entre a esfera privada e pública esbatem-se e confundem-se. Não é algo que o cinema não o tivesse previsto. Belarmino também corria na película atrás dos seus combates, enquanto Leonard Zelig apenas desejava encontrar o seu lugar na sociedade e ser amado. Não se deve deduzir que o documentário represente a realidade «tal como ela é». Assim como o cinema de ficção, o documentário é uma representação parcial e subjetiva da realidade. Neste contexto, é pertinente olhar para o cinema como uma ferramenta de registo e de expressão.

Nesta oitava edição do Curso de Cinema – Cinemalogia os Caminhos do Cinema Português procuraram renovar o seu projecto pedagógico e explorar das fronteiras entre o real e a ficção, entre o cinema documental e o ficcional, isto é o cinema de docuficção. Os objectivos gerais do projecto vão para além da formação de estudantes. Pretende-se, de forma similar às edições anteriores, que o curso seja capaz de produzir uma obra fílmica cuja qualidade lhe permita a participação em eventos cinematográficos de relevo contribuindo para o enriquecimento curricular e profissional dos formandos. Em cento e sessenta horas o curso propõe treze módulos essenciais para a compreensão do diálogo cinematográfico documental.

As inscrições decorrem em http://www.caminhos.info/cinemalogia com uma campanha promocional até 1 de Março.

Curso Com­pleto Campanha Promocional - até 1 de Março de 2018
Estudante - 400€ 300€
Público Geral - 550€ 450€

Terça-feira, início do Curso de Filosofia Prática | Quinta-feira, Byung Chul Han na Biblioteca de Oeiras

image001.jpg

 

 

BYUNG CHUL-HAN
AMOR, BELO, TEMPO... PARA ALÉM DA CIVILIZAÇÃO DO «GOSTO»

Colóquio de Filosofia Prática
Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras
Quinta-feira, 1 de Fevereiro, 19h30-21h45


Entrada livre mediante inscrição prévia para:
http://bit.ly/2FLX6ZY

Mais informações:
E-mail: oeiras-cascais@nova-acropole.pt
Telefone: 963 925 758

ÚLTIMA SEMANA PARA SE INSCREVER| GEOMETRIA E COMPOSIÇÃO NA OBRA ABSTRATA DE ALMADA NEGREIROS

 

comecar-destaqueHP.jpg

 

GEOMETRIA E COMPOSIÇÃO NA OBRA ABSTRATA DE ALMADA NEGREIROS

Formador: SIMÃO PALMEIRIM (2ª edição)

__________________________________________________________________

ORGANIZAÇÃO: Associação Almada Negreiros 120

Simão Palmeirim Costa (n. 1984), finaliza em 2007 a licenciatura em Pintura pela Faculdade de Belas Artes, UL e em 2009 o mestrado em Fine Arts pela Byam Shaw School of Arts, CSM, em Londres. Em 2016 defende a tese de Doutoramento em Ciências da Arte como membro do CIEBA, da FBAUL, com bolsa da FCT, sobre a geometria na pintura portuguesa dos séculos XV e XVI. Colabora desde 2012 no projecto Modernismo Online: arquivo virtual da geração Orfeu. Neste contexto bolseiro FCT pela FCSH/Nova em 2016. Neste momento dedica-se ao estudo da obra abstracta geométrica de Almada Negreiros, com bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG). Tem diversas publicações e palestras sobre a obra geométrica de Almada Negreiros, das quais se destacam o Livro de Problemas de Almada Negreiros, com Pedro J. Freitas (FCUL) publicado pela Sociedade Portuguesa de Matemática em 2016, ou as palestras regulares na FCG: ‘Começar: uma viagem matemática por Almada Negreiros’.

_______________________________________________________________________________

Público-alvo: Estudantes de Belas Artes; Professores do grupo 600/Artes Visuais do ensino secundário; Interessados na obra plástica de Almada Negreiros; Interessados na relação entre ciência e arte; Interessados em geometria aplicada à pintura.

 

Descrição: Cinco aulas onde se fará uma abordagem teórico-prática à obra abstrata de Almada Negreiros, focando particularmente a sua obra final: o painel Começar (no átrio da sede da Fundação Calouste Gulbenkian).

Objectivos gerais: Contextualizar a obra de Almada Negreiros contemplando alguns momentos biográficos mais importantes. Elucidar sobre alguns dos conceitos geométricos fundamentais para Almada Negreiros, na sua obra geométrica/abstrata. Desmontar a estrutura do painel Começar, dando a conhecer algumas das suas propriedades e permitindo desenhar / reconstruir alguns dos seus traçados geométricos.

 

Número mínimo de inscritos: 8

Número máximo de inscritos: 20

 

Datas: 13, 20, 27 de Novembro | 4 e 11 de Dezembro de 2017

Total de horas: 10

Nº de sessões: 5

Dia da semana: segunda-feira

Horário: 20h30 – 22h30

Local: FBAUL Sala 4.06
Largo da Academia Nacional de Belas-Artes, 1249-058 Lisboa
www.belasartes.ulisboa.pt/ 

 

 

1ª Sessão (2ª feira / 13 de Novembro– 20h30 – 22h30 – sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução à figura e à obra de Almada Negreiros com respectiva contextualização histórica da progressiva tendência para a abstracção geométrica que de que a sua obra foi alvo. Introdução ao conceito de polígonos regulares.

Objectivo: Compreender o percurso da obra plástica do autor; dominar conceitos essenciais do autor no que concerne à abstracção geométrica; a partir do conceito de polígonos regulares explorar a construção de alguns dos mesmos.

 

2ª Sessão (2ª feira / 20 de Novembro – 20h30 – 22h30 – sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução à obra ‘Começar’ e a alguns dos conteúdos essenciais da mesma.

Proposta de divisão da obra em partes e apresentação das respectivas secções.

Reconhecimento de alguns polígonos regulares na obra e suas construções.

Objectivo: Entender o contexto em que surge a obra ‘Começar’ e reconhecer a sua importância na obra global do autor; discutir a possibilidade de seccionar a obra em partes para estudo aprofundado; aprender a construir algumas das figuras geométricas essenciais da obra.

 

3ª Sessão (2ª feira / 27 de Novembro– 20h30 – 22h30 - sala 4.06)

 

Conteúdo: Contextualização histórica da recepção crítica das quatro pinturas de 1957, apresentadas na Sociedade Nacional de Belas Artes, para a I Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian.

Objectivo: Compreender os conceitos que presidem aos títulos individuais de cada obra. Aprender a desenhar geometricamente cada uma das quatro composições abstractas em causa.

 

4ª Sessão (2ª feira / 04 de Dezembro – 20h30 – 22h30- sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução ao conceito de Relação 9/10 e seu reconhecimento na obra ‘Começar’.

Estudo da contextualização histórica deste conceito. Desenvolvimento da Relação 9/10 em função da ideia de Cânone, proposta por Almada Negreiros.

Objectivo: Entender a importância de três conceitos fundamentais para Almada: o Cânone, a Relação 9/10 e o Théleon; aprender a desenhar a relação 9/10; reconhecer a aplicação desta Relação no painel ‘Começar’.

 

5ª Sessão (2ª feira / 5 de Junho – 20h30 – 22h30- sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução ao conceito de Linguagem do Quadrado e seu reconhecimento no conjunto de desenhos com o mesmo título.

Objectivo: Aprender a desenhar e reconhecer a construção geométrica de alguns dos pressupostos base da Linguagem do Quadrado. Reconhecer os desafios propostos pelo autor como exercícios de geometria.

 

 

Nota: Materiais necessários (a trazer pelos alunos): - Folhas A4 – Lapiseira – Borracha – Compasso - Régua 50cm - Aristo ou esquadro - Esferográfica azul - Esferográfica verde - Esferográfica vermelha.

 

Preçário: Sessão individual: 25 € |Conjunto de 5 Sessões: 100 € (pagamento a efectuar na 1ª sessão) - (Nota: Alunos da FBAUL:  sessão individual 12,50€, conjunto de 5 sessões: 50€)

 

 

ALMADA NEGREIROS 120  

Sandra Simões | Produção +351 919175069 | EMAIL: almadanegreiros120@gmail.com

​EVENTO NO FACEBOOK: AQUI​

 

 

Início de Curso | Comunicação e Arte de falar em público

8e9f63c1-0158-4ef9-9fc0-73c05d3f6514.jpg

 

Comunicação e Arte de falar em público


por Severina Gonçalves
Terças das 18h30 às 19h50, a partir de 7 de Novembro
Curso em 8 sessões

Fundição de Oeiras

(Junto à Estação de C. F. de Oeiras)
 
Programa:

- Preparar um discurso em geral
- Preparação do orador/comunicador
- Adequar o discurso às finalidades que se quer alcançar
- Conhecer e adequar os diferentes meios de apoio à comunicação
- O uso da emotividade
- O improviso: exercícios de síntese e desenvolvimento do discurso. - Adequar o discurso a um público mais reduzido e um público mais vasto
- A reflexão como base do discurso
- A utilização da linguagem: figuras de estilo, expressividade não verbal, as pausas, o ritmo do discurso, a ênfase, o suspense, o “diálogo” com o público
- Preparação de possíveis respostas a questões colocadas pelo público

A formação será teórico-prática com apresentação de trabalhos semanais e acompanhamento individual pela formadora.
 

 
Participação: 80 € (Inscrições até 5 de Novembro)

Pagamento antecipado por transferência para a seguinte conta da Nova Acrópole: 0045 5492 4029 1166 0659 8

Informações e inscrições:
oeiras-cascais@nova-acropole.pt
Tel. 963 925 758

Cursos de Som e Iluminação de volta a Águeda! Inscrições abertas.

image.jpg

 

Cursos de Som e Iluminação arrancam em novembro na d’Orfeu AC!

Inscrições online: https://goo.gl/W5soat

 

CURSO DE SOM AO VIVO (iniciação)
Terças-feiras: 7, 14, 21 e 28 novembro 2017
das 21h00 às 23h00

 

CURSO DE SOM AO VIVO (iniciação)
Terças-feiras: 7, 14, 21 e 28 novembro 2017
das 21h00 às 23h00

CURSO DE ILUMINAÇÃO DE ESPETÁCULO (iniciação)
Segundas-feiras: 6, 13, 20 e 27 novembro 2017
 das 21h00 às 23h00


A d’Formação, vertente formativa da d’Orfeu AC, inicia em novembro os Cursos de “Som ao Vivo” e “Iluminação de Espetáculo”, dirigidos a todos os interessados em iniciar o seu percurso nas técnicas de palco. Os cursos têm um total de 8 horas cada e as inscrições decorrem até dia 3 de novembro.

Procurando estimular o conhecimento técnico das artes do espetáculo e torná-lo acessível a todos os principiantes interessados, os profissionais Gonçalo Abade (Curso de Som ao Vivo) e Miguel Carvalho (Curso de Iluminação de Espetáculo) permitirão o contacto direto com os conceitos básicos de cada área e a familiarização com o parque técnico da d'Orfeu AC.
 
O Curso de Som será lecionado todas as terças-feiras (7, 14, 21 e 28 novembro) e o Curso de Iluminação decorrerá todas as segundas-feiras (6,13, 20 e 27 novembro). Ambos das 21h00 às 23h00, resultando num total de 8 horas cada. No final, os participantes serão capazes de identificar, montar e operar o equipamento técnico básico necessário para a realização de um espetáculo.
 
As inscrições estão abertas até 3 de novembro através do link http://www.dorfeu.pt/cursos e têm um custo de 65 euros por curso, havendo descontos para portadores de Cartão d’Orfeu ou para quem se inscreva em ambos os cursos. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail dformacao@dorfeu.pt, pelo telefone 234603164 ou presencialmente na d’Orfeu, no horário habitual de atendimento 10h00-12h30 e 14h00-18h30.
 
 

http://www.dorfeu.pt/cursos



CURSO DE ILUMINAÇÃO DE ESPETÁCULO (iniciação)
Segundas-feiras: 6, 13, 20 e 27 novembro 2017
 das 21h00 às 23h00


A d’Formação, vertente formativa da d’Orfeu AC, inicia em novembro os Cursos de “Som ao Vivo” e “Iluminação de Espetáculo”, dirigidos a todos os interessados em iniciar o seu percurso nas técnicas de palco. Os cursos têm um total de 8 horas cada e as inscrições decorrem até dia 3 de novembro.

Procurando estimular o conhecimento técnico das artes do espetáculo e torná-lo acessível a todos os principiantes interessados, os profissionais Gonçalo Abade (Curso de Som ao Vivo) e Miguel Carvalho (Curso de Iluminação de Espetáculo) permitirão o contacto direto com os conceitos básicos de cada área e a familiarização com o parque técnico da d'Orfeu AC.
 
O Curso de Som será lecionado todas as terças-feiras (7, 14, 21 e 28 novembro) e o Curso de Iluminação decorrerá todas as segundas-feiras (6,13, 20 e 27 novembro). Ambos das 21h00 às 23h00, resultando num total de 8 horas cada. No final, os participantes serão capazes de identificar, montar e operar o equipamento técnico básico necessário para a realização de um espetáculo.
 
As inscrições estão abertas até 3 de novembro através do link http://www.dorfeu.pt/cursos e têm um custo de 65 euros por curso, havendo descontos para portadores de Cartão d’Orfeu ou para quem se inscreva em ambos os cursos. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail dformacao@dorfeu.pt, pelo telefone 234603164 ou presencialmente na d’Orfeu, no horário habitual de atendimento 10h00-12h30 e 14h00-18h30.
 
 

http://www.dorfeu.pt/cursos

INSCRIÇÕES A DECORRER| CURSO "GEOMETRIA E COMPOSIÇÃO NA OBRA ABSTRATA DE ALMADA NEGREIROS"

comecar-destaqueHP.jpg

 

GEOMETRIA E COMPOSIÇÃO NA OBRA ABSTRATA DE ALMADA NEGREIROS

Formador: SIMÃO PALMEIRIM (2ª edição)

 

Simão Palmeirim Costa (n. 1984), finaliza em 2007 a licenciatura em Pintura pela Faculdade de Belas Artes, UL e em 2009 o mestrado em Fine Arts pela Byam Shaw School of Arts, CSM, em Londres. Em 2016 defende a tese de Doutoramento em Ciências da Arte como membro do CIEBA, da FBAUL, com bolsa da FCT, sobre a geometria na pintura portuguesa dos séculos XV e XVI. Colabora desde 2012 no projecto Modernismo Online: arquivo virtual da geração Orfeu. Neste contexto bolseiro FCT pela FCSH/Nova em 2016. Neste momento dedica-se ao estudo da obra abstracta geométrica de Almada Negreiros, com bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG). Tem diversas publicações e palestras sobre a obra geométrica de Almada Negreiros, das quais se destacam o Livro de Problemas de Almada Negreiros, com Pedro J. Freitas (FCUL) publicado pela Sociedade Portuguesa de Matemática em 2016, ou as palestras regulares na FCG: ‘Começar: uma viagem matemática por Almada Negreiros’.

_____________________________________________________________

Público-alvo: Estudantes de Belas Artes; Professores do grupo 600/Artes Visuais do ensino secundário; Interessados na obra plástica de Almada Negreiros; Interessados na relação entre ciência e arte; Interessados em geometria aplicada à pintura.

 

Descrição: Cinco aulas onde se fará uma abordagem teórico-prática à obra abstrata de Almada Negreiros, focando particularmente a sua obra final: o painel Começar (no átrio da sede da Fundação Calouste Gulbenkian).

Objectivos gerais: Contextualizar a obra de Almada Negreiros contemplando alguns momentos biográficos mais importantes. Elucidar sobre alguns dos conceitos geométricos fundamentais para Almada Negreiros, na sua obra geométrica/abstrata. Desmontar a estrutura do painel Começar, dando a conhecer algumas das suas propriedades e permitindo desenhar / reconstruir alguns dos seus traçados geométricos.

 

Número mínimo de inscritos: 8

Número máximo de inscritos: 20

 

Datas: 13, 20, 27 de Novembro | 4 e 11 de Dezembro de 2017

Total de horas: 10

Nº de sessões: 5

Dia da semana: segunda-feira

Horário: 20h30 – 22h30

Local: FBAUL Sala 4.06
Largo da Academia Nacional de Belas-Artes, 1249-058 Lisboa
www.belasartes.ulisboa.pt/ 

 

 

1ª Sessão (2ª feira / 13 de Novembro– 20h30 – 22h30 – sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução à figura e à obra de Almada Negreiros com respectiva contextualização histórica da progressiva tendência para a abstracção geométrica que de que a sua obra foi alvo. Introdução ao conceito de polígonos regulares.

Objectivo: Compreender o percurso da obra plástica do autor; dominar conceitos essenciais do autor no que concerne à abstracção geométrica; a partir do conceito de polígonos regulares explorar a construção de alguns dos mesmos.

 

2ª Sessão (2ª feira / 20 de Novembro – 20h30 – 22h30 – sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução à obra ‘Começar’ e a alguns dos conteúdos essenciais da mesma.

Proposta de divisão da obra em partes e apresentação das respectivas secções.

Reconhecimento de alguns polígonos regulares na obra e suas construções.

Objectivo: Entender o contexto em que surge a obra ‘Começar’ e reconhecer a sua importância na obra global do autor; discutir a possibilidade de seccionar a obra em partes para estudo aprofundado; aprender a construir algumas das figuras geométricas essenciais da obra.

 

3ª Sessão (2ª feira / 27 de Novembro– 20h30 – 22h30 - sala 4.06)

 

Conteúdo: Contextualização histórica da recepção crítica das quatro pinturas de 1957, apresentadas na Sociedade Nacional de Belas Artes, para a I Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian.

Objectivo: Compreender os conceitos que presidem aos títulos individuais de cada obra. Aprender a desenhar geometricamente cada uma das quatro composições abstractas em causa.

 

4ª Sessão (2ª feira / 04 de Dezembro – 20h30 – 22h30- sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução ao conceito de Relação 9/10 e seu reconhecimento na obra ‘Começar’.

Estudo da contextualização histórica deste conceito. Desenvolvimento da Relação 9/10 em função da ideia de Cânone, proposta por Almada Negreiros.

Objectivo: Entender a importância de três conceitos fundamentais para Almada: o Cânone, a Relação 9/10 e o Théleon; aprender a desenhar a relação 9/10; reconhecer a aplicação desta Relação no painel ‘Começar’.

 

5ª Sessão (2ª feira / 5 de Junho – 20h30 – 22h30- sala 4.06)

 

Conteúdo: Introdução ao conceito de Linguagem do Quadrado e seu reconhecimento no conjunto de desenhos com o mesmo título.

Objectivo: Aprender a desenhar e reconhecer a construção geométrica de alguns dos pressupostos base da Linguagem do Quadrado. Reconhecer os desafios propostos pelo autor como exercícios de geometria.

 

 

Nota: Materiais necessários (a trazer pelos alunos): - Folhas A4 – Lapiseira – Borracha – Compasso - Régua 50cm - Aristo ou esquadro - Esferográfica azul - Esferográfica verde - Esferográfica vermelha.

 

Preçário: Sessão individual: 25 € |Conjunto de 5 Sessões: 100 € (pagamento a efectuar na 1ª sessão) - (Nota: Alunos da FBAUL:  sessão individual 12,50€, conjunto de 5 sessões: 50€)

Início de Curso - Filosofia Prática e a Sabedoria Viva das Antigas Civilizações l

 

e09c3f27-679e-460f-b46a-5d790dc595ab.jpg

 



1ª Aula - As Sete Dimensões da Natureza
                  e a Sabedoria Viva das Antigas Civilizações

Entrada Livre nesta 1ª aula

Segunda-Feira, 15 de Maio, das 19:30h às 20:30h

Espaço Arkhé

(Rua Margaria Palla, 25B - Miraflores, 1495-143 Algés)
(para ver mapa clique aqui)


Formadores:

Investigador e Director da Nova Acrópole Oeiras-Cascais
PAULO ALEXANDRE LOUÇÃO


Formador da Nova Acrópole
ANTONY CAPITÃO


Valor do curso:
120 euros (pagamento possível em duas prestações)
Desconto de 50% para jovens até aos 30 anos
 

                                                  Actividade integrada no projecto Fórum Terra
                                                                       http://www.terra.org.pt




Nos tesouros do pensamento do Oriente e do Ocidente - um verdadeiro património imaterial da Humanidade - encontramos ideias e soluções para enfrentar os desafios da actualidade e alcançar a realização individual e harmonia nas relações humanas. Este curso destina-se a todos aqueles que se perguntam sobre a arte de Ser e as leis da natureza, e desejam aprofundar o seu sentido.

Essa mesma demanda estimulou os grandes sábios das antigas civilizações que deixaram o seu legado pleno de ensinamentos atemporais, perfeitamente actuais, e práticos, para o Homem do século XXI. Nesta perspectiva, a Filosofia é uma via de transformação interior e desenvolvimento pessoal.



Inscrições e informações para:
oeiras-cascais@nova-acropole.pt 
Tlm:  96 39 25 758

Objectivos do curso:
http://nova-acropole.pt/curso-de-introducao/

Programa completo:
http://nova-acropole.pt/programa-filoso


                               

                                                 Organização


                                    Nova Acrópole Oeiras-Cascais


                                                                                                                                                                                                                                              
                                                        http://www.nova-acropole.pt/oeiras-cascais.html

D. João II e o Marquês | Os Templários | Açores Mágico | Confúcio | propostas da Nova Acrópole para momentos que enriquecem a alma

image005.jpg

 

D. João II e Marquês de Pombal
A Ciência e a Cultura como motores de evolução

Quinta-feira, 18 de Maio, às 19h30 no Palácio dos Aciprestes
Av. Tomás Ribeiro, n.º 18 – Linda-a-Velha

No âmbito do 318º Aniversário do Marquês de Pombal e do 25º Aniversário da Fundação Marquês de Pombal, vai realizar-se uma tertúlia com os seguintes temas: «D. João II – a fundação da ciência moderna e o sonho de um projeto global», pelo Prof. Paulo Loução - Investigador e Diretor da Nova Acrópole Oeiras-Cascais e «A Inovação em Marquês de Pombal», pelo Prof. Doutor Miguel Pereira Lopes - Coordenador da unidade de GRH do ISCSP/ULisboa.

- - - - -

Mais informações:
Organização: Fundação Marquês de Pombal e Nova Acrópole Oeiras-Cascais
Tel. 963 925 758 | oeiras-cascais@nova-acropole.pt
Entrada livre

- - - - -

Próximas actividades organizadas pela Nova Acrópole Oeiras-Cascais

Sábado, 20 de Maio, 8h-20h
Visita à cidade templária de Tomar
Visita guiada por Paulo Loução
(autor da obra «Os Templários na formação de Portugal)

Inscrições até 17 de Maio pelo tel. 963 925 758
ou pelo e-mail: oeiras-cascais@nova-acropole.pt

Mais informações em:
https://www.facebook.com/events/258521414611826/

- - - - -

Terça-feira, 23 de Maio, 20h-21h30
CONFÚCIO – um novo estilo de liderança: a liderança pelo Amor
Aula aberta por José Carlos Fernández
(Investigador, escritor e Director Nacional da Nova Acrópole)
Salão Nobre da Fundição de Oeiras

Entrada livre mediante inscrição prévia pata o e-mail: oeiras-cascais@nova-acropole.pt

- - - - -

image011.jpg

Quinta a terça | 1 a 6 de Junho
Na demanda da Atlântida | AÇORES Mágico

Uma aventura de seis dias visitando as novas
descobertas arqueológicas e vivenciando os impressionantes rituais
do Culto Português do Espírito Santo

Os Açores são um arquipélago mágico com grandes mistérios por desvendar, tradições e lendas antigas relacionam-no com os picos do antigo continente submerso pelas águas. Recentemente descobriram-se vestígios arqueológicos que testemunham uma presença anterior à portuguesa talvez com milhares de anos. Iremos apreciá-los com os nossos próprios olhos. São descobertas que desafiam o conhecimento até agora estabelecido e que a nossa expedição irá enquadrar noutros possíveis paradigmas.
Em simultâneo, estaremos no mágico ambiente do fim-de-semana açoriano dedicado ao Culto Português do Espírito Santo, com os seus rituais e refeições comunitárias, únicos no mundo.
A orientar a viagem estará o Prof. Paulo Loução, escritor e investigador das culturas antigas e do Culto do Espírito Santo, autor de várias obras, entre as quais, «Portugal – Terra de Mistérios» e «A Profecia de João XXIII». Este seu romance que começa e finaliza nas ilhas Terceira e Pico dos Açores.
Contaremos também com a orientação do Prof. Doutor Félix Rodrigues da Universidade dos Açores, que nos guiará na ilha Terceira e do Prof. Doutor Nuno Ribeiro que nos dará orientações para a observação das pirâmides da ilha do Pico.
Vivências mágicas a não perder!

Inscrições até 15 de Maio pelo tel. 963 925 758
ou pelo e-mail: oeiras-cascais@nova-acropole.pt

Mais informações em:
https://www.facebook.com/events/218221435346728

- - - - -

Cultura e civilização chinesa em estudo no Museu do Oriente | 22 de Abril a 24 de Junho

china2.jpg

 

 

Procurar uma ligação entre a China histórico-cultural e a contemporaneidade, com uma breve passagem por Macau e a presença portuguesa no império chinês, é o objectivo do curso “Cultura e Civilização Chinesa” que o Museu do Oriente organiza aos sábados de manhã, de 22 de Abril a 24 de Junho.

 

Em nove sessões, orientadas pelos sinólogo António Graça de Abreu, procura-se promover a compreensão do mundo chinês através de um diálogo aberto e multifacetado com a cultura e a civilização chinesa.

 

O curso aborda as múltiplas manifestações culturais, do mandarim à caligrafia, com passagem pela Arte, a porcelana, os bronzes e os jades, as religiões, as dinastias, a Literatura e a presença portuguesa, numa viagem pela História da China e pelo desdobrar da civilização do velho e novo Império do Meio.

 

Mais informações em museudooriente.pt.

 

Curso “Cultura e Civilização Chinesa”

Com António Graça de Abreu
22 Abril a 24 Junho, aos sábados

Horário: 10.00-13.00

Preço: €100

Participantes: mín. 25

 

Museu do Oriente, Avenida Brasília | Doca de Alcântara (Norte) | 1350-362 Lisboa

www.museudooriente.pt

Escola de Gamelão da Ilha de Java regressa ao Museu do Oriente | 13 Fevereiro-13 Maio

Escola de Gamelão da Ilha de Java (1).jpg

 

 

O Museu do Oriente organiza a 9.ª edição da Escola de Gamelão da Ilha de Java, entre 13 de Fevereiro e 13 de Maio, através de workshops, para todas as idades, que permitem experimentar os diversos instrumentos que compõem esta orquestra de percussão e aprender a tocar músicas tradicionais indonésias.

 

Durante a semana o público-alvo são os alunos - do jardim-de-infância ao ensino universitário – e, aos fins-de-semana, são as famílias, bem como crianças e jovens de todas as idades, os convidados de honra desta iniciativa organizada em colaboração com a Embaixada da Indonésia.

 

Será ainda realizado um curso específico para músicos e compositores que, em quatro sessões, ensina as várias técnicas de manipulação dos diversos instrumentos que compõem o gamelão, como os metalofones, xilofones, gongos, tambores, entre outros.  Para jovens dos 10 aos 14 anos que queiram explorar estas sonoridades em maior detalhe, decorre igualmente um curso em quatro sessões.

 

As aulas são orientadas por Elizabeth Davis, licenciada pela Universidade de Nottingham e pela Royal Academy of Music e actual timpanista e chefe de naipe de percussão da Orquestra Sinfónica Portuguesa.

 

IX Escola de Gamelão da Ilha de Java

13 de Fevereiro a 13 de Maio

Com Elizabeth Davis

 

WORKSHOP PARA ESCOLAS
13 Fevereiro a 13 Maio

Horário: segunda a sexta-feira, 10.15-12.15 ou 15.00-17.00
Público-alvo: a partir dos 8 anos
Participantes: mín. 10, máx. 15

Preço: € 10/participante/sessão

WORKSHOP PARA JARDINS-DE-INFÂNCIA

13 Fevereiro a 13 Maio

Horário: segunda a sexta-feira, 10.15-11.00
Público-alvo: 3-5 anos
Duração: 45 minutos
Participantes: mín. 10

Preço: € 3,50/participante/sessão

ATELIÊ PARA CRIANÇAS
18 Fevereiro, 25 Fevereiro, 22 Abril

18 Fevereiro | 10.00-11.00

25 Fevereiro, 22 Abril | 11.30-12.30

Público-alvo: 4-6 anos

Participantes: mín.10

Preço: € 8/participante/sessão

ATELIÊ PARA JOVENS

18 Fevereiro

Horário: 11.30-13.00
Público-alvo: 7-12 anos
Participantes: mín.10

Preço: € 10/participante

ATELIÊS PARA BEBÉS

25 Fevereiro, 8 Abril, 22 Abril

25 Fevereiro, 22 Abril | 10.30-11.00

8 Abril | 10.15-10.45
Público-alvo: 1-3 anos (cada bebé acompanhado por um adulto)
Participantes: mín.10

Preço: € 5 (bebé/sessão)

Curso para JOVENS

11, 18 e 25 Março, 1 Abril

Horário: 10:00-12.00

Público-alvo: 10-15 anos

Participantes: mín. 7

Preço: € 70/4 sessões

 

ATELIÊ PARA FAMÍLIAS

8 Abril

Horário: 11.00-12:30
Público-alvo: Famílias (crianças M/7 anos)
Participantes: mín.12
Preço: € 12/participante
Desconto 15% para famílias + 4 pessoas

 

GAMELÃO PARA MÚSICOS E COMPOSITORES

25 Março, 1, 22, 29 Abril
Horário: 14.30-17.30

Público-alvo: Músicos, estudantes e professores de música, compositores
Participantes: mín.12
Preço: € 60/4sessões

Museu do Oriente, Avenida Brasília | Doca de Alcântara (Norte) | 1350-362 Lisboa

www.museudooriente.pt