Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Ericeira acolhe prestigiado pianista de origem israelita

image002.jpg

 

 

Alon Goldstein, um dos mais originais pianistas da nova geração, faz a sua estreia em Portugal no próximo dia 10 de junho, pelas 21 horas, na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira, naquele que é o segundo concerto do Festival de Música de Mafra – Filipe de Sousa, que se prolonga até dia 1 de julho. A entrada é gratuita.

Admirado pela sua inteligência musical, personalidade dinâmica, visão artística e criatividade nos programas, o premiado Alon Goldstein é presença constante no meio musical norte-americano, tendo atuado como solista com algumas das mais importantes orquestras mundiais.

Neste singular concerto serão ouvidas peças de alguns dos mais importantes compositores para piano. Do programa fazem parte temas de Domenico Scarlatti, Franz Schubert, Franz Liszt, Bela Bartok e Claude Debussy.

Tendo como fator diferenciador a focalização nesse instrumento universal que é o piano, o Festival de Música de Mafra - Filipe de Sousa é uma iniciativa da Câmara Municipal de Mafra e da Fundação Jorge Álvares, constituindo uma homenagem ao mafrense de adoção e ilustre figura da cultura portuguesa que foi Filipe de Sousa.

Consulte o restante programa do festival:

http://www.cm-mafra.pt/pt/municipio/cultura/festival-de-musica-filipe-de-sousa-esta-de-regresso

Mostra Gastronómica da Cavala

image002.jpg

 

Nos dias 10 e 11 de junho, o desafio é provar as várias especialidades preparadas com cavala. Em escabeche, cozida, frita, em conserva ou como sashimi, a cavala apresenta-se numa mostra gastronómica que decorre em 12 restaurantes do Concelho de Mafra. Paralelamente, o Mercado Municipal da Ericeira recebe degustações show cooking pela mãode chefs conceituados, que aqui apresentam as suas receitas originais, para além de provas de vinho e cerveja artesanal.

 

Depois do ouriço-do-mar, da raia, do polvo e do mexilhão, a “Mostra Gastronómica da Cavala” é uma iniciativa promovida pelo Município de Mafra, no âmbito da sua estratégia de preservação e valorização dos produtos endógenos do território, assim como da sua promoção turística e desenvolvimento económico associado.

 

Os melhores pratos e petiscos à base de cavala poderão ser provados nos seguintes restaurantes que integram este evento:

 

7 Praias na Baleia; A Brasa na Gruta; A Tasquinha; Estrela do Mar; Fides Tua Restaurante; O Vigarista; Restaurante Dom Carlos; Restaurante Funky, Restaurante Sul; Retiro na Bela Sombra; Sushi Drinks Club; Tik Tak. 

Mostra Gastronómica do Mexilhão

image003.jpg

 

Nos dias 27 e 28 de maio, o mexilhão é o ator principal dos pratos apresentados nos 18 restaurantes que integram a “Mostra Gastronómica do Mexilhão”. Paralelamente, o Mercado Municipal da Ericeira recebe wine & beer pairing, degustações show cooking pela mão de chefs conceituados, que aqui apresentam as suas receitas inovadoras.

 

Depois do ouriço-do-mar, da raia e do polvo, a “Mostra Gastronómica do Polvo” é uma iniciativa promovida pelo Município de Mafra, no âmbito da sua estratégia de preservação e valorização dos produtos endógenos do território, assim como da sua promoção turística e desenvolvimento económico associado.

 

Os melhores pratos e petiscos à base de mexilhão poderão ser provados nos seguintes restaurantes que integram este evento:

 

7 Praias na Baleia; A Brasa na Gruta; A Tasquinha; Casa Portuguesa; Estrela do Mar; Marisqueira César; Marisqueira Furnas; O Gafanhoto; Restaurante Dom Carlos; Restaurante Sul; Ribamariscos; Ribeira d’Ilhas Surf Rest. & Bar; Sushi Drinks Club; Tik Tak; Tik Tapas; Toca do Caboz; Viveiros do Atlântico; Golfinho Azul.

 

Para mais informações, consulte o folheto informativo:

https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/mexilhao_folheto.pdf

Exposição "Oceano - Mar é Vida" chega à Ericeira

image002.jpg

 

Uma viagem pela epopeia marítima, mas também pelos reflexos do mundo submarino, navegando entre monstros do desconhecido e o gigante Adamastor, é a proposta da exposição coletiva "Oceano - Mar é Vida", que abre ao público no dia 29 de abril, na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira, promovida pela Câmara Municipal de Mafra, pela Associação David Melgueiro e pelo Instituto de Cultura Europeia e Atlântica.

 

O evento terá início às 16h30, com a apresentação do projeto David Melgueiro/ Expedição Marborealis pelo Comandante e Presidente da Associação David Melgueiro, José Mesquita. Em seguida, será proferida a palestra “Os oceanos e o clima do planeta” pelo Prof. Roberto Gamboa da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria. Depois, o Professor Doutor António Pascoal, do Instituto Superior Técnico, partilhará o seu conhecimento sobre “A robótica marinha: ferramenta para o estudo dos oceanos”. Finalmente, e antes da abertura da exposição, o escultor Carlos Oliveira abordará a relação da mesma com o projeto David Melgueiro/ Expedição Marborealis.

 

Patente até 21 de maio de 2017 na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira, a exposição “Oceano – Mar é Vida” reúne trabalhos de pintores, escultores e tecelões, dinamizada pelo grupo Tertúlia das Artes da Associação David Melgueiro, associação esta que presta apoio operacional a atividades científicas e técnicas nas áreas da preservação ambiental e das ciências do mar, com destaque para o projeto de construção de um veleiro oceanográfico para expedições marítimas científicas.

 

A exposição pretende também sensibilizar para a preservação dos ecossistemas, alertando para as agressões a que são submetidos os oceanos, sem esquecer os fenómenos extremos como os tsunamis, as tempestades e o desaparecimento dos gelos das altas latitudes.

 

A iniciativa enquadra-se no âmbito da política do mar implementada pela Câmara Municipal de Mafra, que se traduz em projetos tão diversificados quanto a criação de uma incubadora de negócios vocacionada para a economia do mar, o lançamento de uma marca associada à costa marítima, a preservação da Reserva Mundial de Surf - primeira da Europa e segunda do mundo -, o estudo do ecossistema dos fundos marinhos, o projeto de transferência de conhecimento da universidade para os pescadores, no âmbito da “Ouriceira Mar”, ou o apoio às associações do setor.

 

Sobre o projeto David Melgueiro/ Expedição Marborealis

 

A Expedição Marborealis é um projeto de carácter científico que pretende reunir a comunidade científica, empresas nacionais e arte, numa ação em que a responsabilidade e a sensibilização ambiental têm expressão no estudo dos impactos do aquecimento global nos ecossistemas oceânicos e na atmosfera.

 

O projeto inicia-se com a adaptação de uma embarcação à vela para a execução de expedições e investigação, tendo esta a capacidade de navegação em todos os oceanos. Assim, o objetivo passa por reconstituir o trajeto de Vasco da Gama, da Rota da Seda e do lendário David Melgueiro numa viagem de circum-navegação através dos Oceanos Atlântico, Índico, Pacífico e Ártico. Será uma epopeia náutica sem precedentes na história da navegação em geral e da navegação à vela em particular. A travessia do Cabo da Boa Esperança, do Mar do Sudoeste Asiático e da China, o famoso Mar de Bering e Mar Ártico pela passagem do Nordeste (costa Siberiana) é um feito que não deixará ninguém indiferente.

Polvo-rei na Ericeira

primage_19369.png.jpg

 

Terra de pescadores, não faltam na Ericeira relatos, mais ou menos surpreendentes, de pesca de polvos. Elegendo as muitas rochas que formam a orla costeira da vila como local privilegiado de habitação, não é preciso ir para alto mar nem sequer ter um barco para apanhar um belo exemplar.

As histórias de pescas inesperadas de polvos estendem-se inclusive aos veraneantes que, mesmo sem qualquer experiência de mar, acabam por conseguir apanhar alguns espécies mais incautos.

São todas estas histórias que fazem do polvo um dos grandes protagonistas da gastronomia da vila. Preparado de inúmeras formas, é um das propostas mais recorrentes nas ementas dos restaurantes da região.

Durante o 2º Festival do Polvo, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Mafra, que se realiza entre 12 a 21 de Maio, poderá deliciar-se com os seus pratos favoritos ou aventurar-se em novos temperos. Além dos 40 restaurantes participantes, vão realizar-se show cookings no Mercado Municipal da Ericeira, presididos por chefs de renome e elementos da restauração local, nos dias 13 e 14 de Maio. Aproveite o fim de semana para experimentar novas formas de saborear o polvo ao mesmo tempo que prova vinhos ou cerveja artesanal dos produtores regionais.

Mais um festival de sabor. Mais um excelente pretexto para fazer da Ericeira o seu destino de eleição nas próximas semanas.

Programa: https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/festival_gastronomico_do_polvo.pdf  

2.º FESTIVAL GASTRONÓMICO DEDICADO AO POLVO

image003.jpg

 

De 12 a 21 de maio, 38 restaurantes da Ericeira apresentam as suas propostas num festival em que o polvo é rei. Grelhado, em salada ou à lagareiro, são inúmeras as formas de confecionar este alimento. A par com esta iniciativa, nos dias 13 e 14 de maio, o Mercado Municipal da Ericeira recebe wine & beer pairing  e degustações e show cooking pela mão de chefs convidados, que aqui apresentam receitas inovadoras, tendo o polvo como ingrediente principal. Venha experimentar!

 

Depois do ouriço-do-mar e da raia, o “Festival Gastronómico do Polvo” é uma iniciativa promovida pelo Município de Mafra, no âmbito da sua estratégia de preservação e valorização dos produtos endógenos do território, assim como da sua promoção turística e desenvolvimento económico associado.

 

Os melhores pratos e petiscos à base de polvo poderão ser provados nos seguintes restaurantes que integram este evento:

 

7 Janelas; 7 Praias na Baleia; A Brasa na Gruta; A Panela dos Petiscos; A Pimentinha; A Tasquinha; A Tasquinha do joy; Brunch Me; Café O Gadoxa; Clavera; Casa Portuguesa; Cozinha 21; Estrela do Mar; Fidestua; Funky; Luxembourg I; Luxembourg II; Maconsul; Mar das Latas; Marisqueira César; Marisqueira Furnas; O Caniço; O Gabriel; O Gafanhoto; O Vigarista; Pedra Dura; Petiskas; Prim; Restaurante Dom Carlos; Retiro na Bela Sombra; Ribamariscos; Riviera; Roude Léiw Club; Sushi Drinks Club; Tik Tak; Tik Tapas; Toca do Caboz; Vira Copos.

 

Para mais informações, consulte o folheto:

https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/festival_gastronomico_do_polvo.pdf

 

Mostra Gastronómica da Raia

image002.jpg

 

A Raia na mesa

 

Venha degustar a raia preparada pelo Chef António Alexandre e pela restauração local. A Câmara Municipal de Mafra promove, nos dias 22 e 23 de abril, a “Mostra gastronómica da Raia”, nos restaurantes aderentes e Mercado Municipal da Ericeira.

 

A raia é peixe com tradição no Concelho. Pelas ruas da zona norte da vila da Ericeira é possível encontrar esta espécie a secar nos estendais, refletindo hábitos ancestrais de uma terra dedicada ao mar. Tal como o bacalhau seco, há 1001 maneiras de confecionar este peixe. O mais comum é comê-lo cozido, mas os entendedores não dispensam uma boa raia alhada ou um pitéu de raia, sendo em qualquer dos casos um petisco de inegável qualidade.

 

Durante dois dias, o festival integra uma mostra gastronómica em 15 restaurantes, mas também degustações, show cooking e wine & beer pairing no Mercado Municipal da Ericeira, onde os visitantes poderão experimentar experiências mais arrojadas e saborosas, envolvendo a raia, pela mão do Chef António Alexandre, pelo restaurante “Estrela do Mar” e pela “A Tasquinha”.

 

A “Mostra Gastronómica da Raia” é uma iniciativa promovida pelo Município de Mafra, no âmbito da sua estratégia de preservação e valorização dos produtos endógenos do território, assim como da sua promoção turística e desenvolvimento económico associado.

 

Experimente este peixe nos seguintes restaurantes:

 

7 Praias na Baleia; A Brasa na Gruta; A Pimentinha; A Tasquinha; Estrela do Mar; Funky; O Gafanhoto; Petiskas; Pirolito; Restaurante Sul; Retiro na Bela Sombra; Riviera; Sushi Drinks Club; Tik Tak; e Vigarista.

 

Para mais informações sobre o evento e pratos disponíveis, consulte o folheto: https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/raia_folheto.pdf

 

O ouriço-do-mar em destaque

image002.jpg

 

De 31 de março a 9 de abril,a Ericeira recebe a 3.ª Edição do Festival Internacional do Ouriço-do-mar, uma iguaria ainda desconhecida de muitos e que, por esses dias, irá revelar todo o seu sabor e potencial. A proteção da espécie é o mote das Jornadas Técnicas que se realizam no dia 1 de abril, na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva. A par com esta iniciativa, o Mercado Municipal da Ericeira recebe, nos dias 1 e 8 de abril, sessões de show cooking e degustações, com a presença de reputados chefs nacionais e internacionais. Durante os restantes dias do Festival, a Câmara Municipal de Mafra, promotora da iniciativa, propõe ainda acompanhar e participar numa série de experiências gastronómicas nos 24 restaurantes aderentes, em cujas ementas o ouriço-do-mar adquire um especial protagonismo.

 

As atividades das Jornadas serão dinamizadas por investigadores do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente. Estes irão fazer o ponto da situação sobre a pesca e o cultivo do ouriço-do-mar, bem como as estratégias para levar a cabo a sua exploração económica sem provocar impactos nas populações selvagens. Serão também apresentados os projetos candidatos ao MAR 2020 - Ouriceira Mar - que integra o estudo sobre a ecologia e a exploração de ouriços-do-mar na Ericeira e regiões adjacentes – e o Ouriceira Aqua – que visa criar as bases para o cultivo da espécie na região e em Portugal. A segunda parte, dedicada ao debate sobre Turismo Gastronómico, será centrada em temas como o impacto da enogastronomia no turismo culinário, promoção turística de recursos e produtos endógenos e desenvolvimento económico dos territórios. Turismo da Universidade Lusófona, Grupo Vila Galé, entre outros projetos e iniciativas, estarão em destaque nesta conversa e troca de ideias à mesa. A participação é gratuita.

 

Consulte todo o programa do “3.º Festival Internacional do Ouriço”:

https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/folhetoa4_festivaldoourico.pdf

Ericeira acolhe 2ª edição do Festival do Ouriço-do-Mar - 7 a 10 Abril

20150313_Ourico_JS-9251.jpg

 

O 2.º Festival do Ouriço-do-mar (Paracentrotus Lividus) realiza-se entre 7 e 10 de abril na vila da Ericeira, outrora Ouriceira, e dá a provar nas mesas de 12 restaurantes diversas receitas onde este é o ingrediente principal. A iniciativa integra-se na estratégia de valorização e promoção dos produtos endògenos do Concelho de Mafra.

 

Depois do sucesso da 1.ª edição em Abril de 2015, que levou milhares de forasteiros àquela vila para provar ouriços-do-mar, o Município de Mafra renova o desafio à restauração local para introduzir esta iguaria nas suas ementas, seja reinventando receitas, seja promovendo a forma mais simples de ser consumida: ao natural.

 

Da lista de pratos já agendados, viaje-se pelos restaurantes e faça-se já a opção para degustar. No Funky, o menu inclui Risotto de ovas de ouriço com espargos e camarão; A Tasquinha apresenta ouriços ao natural, sopa de ouriços e arroz do mar com ouriços; A Esplanada das Furnas e a Marisqueira Brisa sugerem ambas ouriço ao natural; ouriço na chapa, massa com ovas de ouriço, Risotto de ouriço com camarão grelhado e a venda de ouriço vivo são as amplas opções da Marisqueira César; e a Marisqueira Furnas cozinha açorda de ouriços, tal como o Restaurante A Panela.

 

O Dom Carlos opta pelo ouriço na grelha e ouriço ao natural com vinagrete de citrinos; vasta oferta no Restaurante Sul, com ouriço ao natural, ouriço assado, “Mergulho no Mar” (creme de ouriços com navalheira, mexilhão, percebes) e a sobremesa creme brulée com cristais de ouriço-do-mar; ouriço cru e ouriço cozido são as variantes do Tik Tak; no Ti Matilde, os clientes podem provar açorda de ouriços; e, por fim, o Uni Sushi tem dois pratos de ouriço: “Uni Maki” (uramaki de salmão com ovas de ouriço) e “Gunran Uni” (sushi enrolado com alga em forma de cesto com ovas de ouriço).

 

Estão apresentadas cerca de 15 variantes disponíveis nas mesas da restauração ericeirense durante 7 a 10 de Abril, sendo que muitas delas só serão confeccionadas para o 2.º festival e, por isso, são a oportunidade rara de comer ouriços como nunca se provaram.

 

A iniciativa é organizada pela Câmara Municipal de Mafra com o apoio da Junta de Freguesia da Ericeira.

 

 

 

MISHKA apresenta Roots Fidelity em Digressão Nacional

image002 (2).jpg

 

 

O havaiano e estrela pop reggae, Mishka, regressa a Portugal para apresentar o seu sexto álbum de carreira, Roots Fidelity. Produzido pelo lendário Prince Fatty, responsável por trabalhos de artistas como Gregory Isaacs, Lilly Allen, Graham Coxon (Blur), Capleton e Luciano, o novo disco do artista remistura os seus êxitos inserindo-os num panorama de reggae roots genuíno.

 

O single de avanço tem o nome de Rocksteady e já se encontra disponível.

 

 

 

Do heavy roots reggae às baladas melódicas acústicas, Mishka traz no seu repertório canções de amor, justiça social e consciencialização. De regresso às suas raízes criativas com “The Journey” lançado em 2013, o artista conquistou o primeiro lugar no Billboard Chart na categoria de álbuns de reggae.

 

Mishka lançou seis álbuns até à data incluindo o seu álbum homónimo “Mishka” em 1999, “One Tree” em 2005, “Above The Bones” em 2009, “Talk About” em 2010, “The Journey” em 2013, e os Ep’s “Anything Anytime Anywhere” em 2011 e “Ocean Is My Potion” em 2012.

 

Mais informações:

14 de Agosto – Mishka live @ Boardriders Quiksilver, Ericeira Início do Concerto: 19:00h

Entrada Gratuita

 

15 de Agosto – Mishka live @ Surf At Night, Espinho Início do Concerto: 22:30h

Entrada por 10€

 

19 de Agosto – Mishka live @ Grand Café, Lagos Início do Concerto: 22:00h

Pré-venda: 5€; No dia: 7,5€

 

20 de Agosto – Mishka live @ Stairway Club, Cascais Início do Concerto: 23:00h

Entrada por 7,5€ c/1 bebida incluída