Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

BRUNO MARS NO ROCK IN RIO-LISBOA A 24 DE JUNHO. PASSES DE FIM DE SEMANA À VENDA A PARTIR DE HOJE!

Primeira confirmação: Bruno Mars no Rock in Rio-Lisboa a 24 de junho

As novidades não se ficam por aqui e o festival disponibiliza, pela primeira vez, passes de fim de semana, à venda a partir de hoje por um preço especial de antecipação de 99€.

O evento regressa ao Parque da Bela Vista a 23, 24, 29 e 30 de junho, com uma nova Cidade do Rock que receberá novos espaços de entretenimento e diversão.

image003.jpg

 

A contagem decrescente para a 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa já começou e a organização do evento acaba de anunciar o primeiro nome para o lineup de 2018: Bruno Mars prepara-se para pisar o Palco Mundo da Cidade do Rock a 24 de junho, encerrando assim a segunda noite do festival.

Esta é a segunda vez do aclamado cantor, compositor, produtor e músico no Rock in Rio, tendo-se apresentado no festival em 2015, na edição de Las Vegas. Três anos depois, o artista que vendeu mais de um milhão de bilhetes em apenas um dia, logo após ter anunciado a digressão mundial 24K Magic World Tour, visita o Parque da Bela Vista e promete um espetáculo “too good to say goodbye”. 

E para todos aqueles que quiserem garantir, desde já, o seu lugar na próxima edição, a espera não será longa! A partir de hoje já é possível adquirir passes para o primeiro fim-de-semana do festival (23 e 24 de junho), por um preço de especial de antecipação de 99€. Os passes estão disponíveis nas lojas FNAC e em bilheteira.fnac.pt, Blueticket.pt, Festicket e Ticketmaster, e o voucher entregue no ato da compra deverá ser, posteriormente e em data a anunciar, trocado por um bilhete válido para os dois dias.

Esta é mais uma das novidades do Rock in Rio-Lisboa que, pela primeira vez, disponibiliza bilhetes de dois dias para o festival e abre uma venda antecipada, dando assim a oportunidade ao público de adquirir um passe de fim-de-semana por um valor especial.

Recorde-se que a 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa tem data marcada para os dias 23, 24, 29 e 30 de junho 2018 e promete transformar a Bela Vista num gigante parque temático da música, com inúmeras experiências e uma programação surpreendente, que combina o melhor do entretenimento.

A nova Cidade do Rock, além de mais horas de entretenimento diário (o recinto abrirá portas às 12h00 e encerrará às 02h00) vai, também, contar com novos espaços de entretenimento. No Pop District, um espaço que celebra a cultura pop e os seus principais ícones, o público poderá encontrar atrações como games - dos mais modernos aos mais antigos -, lojas com variados produtos alusivos aos maiores ícones culturais das últimas décadas, performances e demonstrações artísticas - como representações de musicais e super-heróis, exposições de pop art, referências do cinema -, havendo até espaço para cosplay e muito mais. Já o Digital Stage é um palco dedicado aos fenómenos digitais, trazendo um pouco do mundo online para o offline. Ao longo dos quatro dias do evento, este palco vai receber grandes fenómenos do entretenimento online que trocarão, por um momento, o ecrã dos PC’s, tablets e telemóveis por um contacto direto e próximo com a sua audiência. Neste palco também caberão apresentações de música, dança, cinema e outras performances ligadas a sucessos online. Na Rock Street África vai viver-se um clima único de festa, num espaço que celebra a música de uma forma global e onde, através da arquitetura, dos espetáculos e performances de rua, o público poderá perceber como a música africana influenciou todos os estilos musicais presentes nos outros palcos do festival. Por fim, o Gourmet Square é uma nova praça de alimentação que permitirá maior conforto aos seus visitantes, disponibilizando cerca de 500 lugares sentados e cerca de 10 food corners, num ambiente exclusivo e de acesso controlado.

 

Sobre Bruno Mars

Vencedor de vários GRAMMY® Award e nomeado 20 vezes para o galardão, Bruno Mars é um dos artistas best-sellers de todos os tempos, tendo vendido mais de 171 milhões de singles globalmente. Recentemente foi nomeado para oito AMA’s, incluindo na categoria de “Artista do Ano”.

O mais recente álbum do cantor, compositor, produtor, realizador e músico - 24K Magic – alcançou a platina e foi altamente elogiado pela crítica, valendo-lhe uma estreia impressionante com entrada direta para o topo das tabelas Top Digital Albums e R&B/Hip-Hop Albums. Adicionalmente, tanto o álbum como o seu lead single, “24K Magic”, alcançaram em simultâneo o #1 nas tabelas iTunes Overall Albums e Overall Songs, na semana de lançamento. O single continuou a escalar as tabelas desde então, tendo chegado à quarta posição no Billboard Hot 100 e tendo também sido certificado Platina pela RIAA. Já o mais recente single de Mars, “That's What I Like”, alcançou recentemente a quarta posição da tabela Hot 100, valendo ao artista o seu 14.º hit no top 10 e o seu primeiro #1 na tabela Hot R&B Songs.

Após anunciar a digressão mundial do seu último trabalho - 24K Magic World Tour –, o artista vendeu em apenas um dia mais de um milhão de bilhetes!

Em 2015, Bruno Mars dominou as tabelas com o hit “Uptown Funk.” Este êxito mundial mantém-se, até ao momento, como o single mais duradouro no topo da tabela da Billboard Hot 100 da década de 2010, e é apenas o 10.º single na tabela Hot 100, em 57 anos, a permanecer 14 semanas como número 1. “Uptown Funk” levou para casa três GRAMMY, incluindo o galardão de Record of the Year.

Em fevereiro do ano passado, Bruno Mars volta a fazer uma performance histórica ao participar no intervalo da Super Bowl juntamente com Beyoncé e Coldplay, durante o Super Bowl 50 Halftime Show. Já em 2014 o artista havia atuado neste evento, entrando para a história da NFL com a segunda atuação mais vista de todos os tempos, alcançando um número recorde superior a 115.3 milhões de espectadores, enquanto era em simultâneo o artista mais jovem a atuar, a solo, como headliner, no evento.

O álbum Unorthodox Jukebox e o seu álbum de estreia Doo-Wops & Hooligans alcançaram um total de 94 Platinas no mundo inteiro. De acordo com a Billboard, Bruno Mars registou os seus primeiros cinco #1 da tabela Hot 100 mais rápido que qualquer outro artista masculino desde o Elvis Presley. Enquanto cantor, compositor e produtor, Bruno Mars tem um incrível portfolio de 36 hits no Hot 100.

Festival Internacional de Música - Palmela "Terra de Cultura" | Espetáculos de ritmos do mundo decorrem até 11 de novembro

Festival Internacional de Música – Palmela “Terra de Cultura”:

Espetáculos de ritmos do mundo decorrem até 11 de novembro

 

O XIII Festival Internacional de Música – Palmela “Terra de Cultura”, promovido pela Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, está a decorrer até 11 de novembro, na sede da coletividade e noutros espaços do concelho. O festival, realizado com o apoio da Câmara Municipal, inclui um programa diversificado e de qualidade, que tem contribuído para a dinamização do concelho, assim como do Centro Histórico da vila, constituindo-se como bom exemplo de prática associativa e de divulgação da música junto de diferentes públicos.

No dia 21, sábado, os Entrequatre, quarteto de guitarras composto por Carlos Cuanda, Jesús Prieto, Manuel Ángel Paz e Roberto Martínez-Vigil, e a Orquestra de Câmara Loureiros, dirigida pelo maestro António Campos, sobem ao palco do Cine-teatro S. João, pelas 21h30, num concerto dinamizado no âmbito da Mostra España 2017.Logo no dia seguinte, a 22 de outubro, domingo, o projeto Marco Alonso Group apresenta “Busalik”, disco lançado em março de 2017, uma espécie de renovação do flamenco, da bossa nova, do jazz, da world music, da música tradicional portuguesa, da música experimental, clássica, alternativa e do fado.

A bossa nova, género musical oriundo do Brasil, mistura-se com os sons suaves do jazz norte-americano num concerto a realizar no dia 28, 21h45, na Casa de Atalaia, dinamizado por São Santos Silva, Luís Filipe Martins e Rui Rosado.De ressaltar, ainda, o concerto comemorativo do 165.º aniversário da Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, agendado para as 21h30 de dia 25, com a participação do Grupo Coral e da Banda de Música na sede da coletividade.

O programa do XIII Festival Internacional de Música – Palmela “Terra de Cultura” para novembro inclui um jantar comemorativo de aniversário dos “Loureiros”, na sede da coletividade, com entrega de emblemas às/aos associadas/os que completaram 25, 50 e 75 anos. Há ainda animação musical a cargo do grupo Companhia Limitada, composto por Carlos Camarão, no piano e voz, Ricardo Trindade, na bateria, Sónia Sampaio, viola baixo e voz, e Lígia Camarão, percussão e voz.

O último dia do certame de músicas internacionais no concelho de Palmela, a 11 de novembro, reserva o “World Music Fado – Com Fado, Castanhas e Vinho”, evento a realizar na Sociedade Filarmónica Palmelense “Os Loureiros”, com inscrições limitadas. Carla Sofia Marono, Valter Palma, Eugénio Almeida e Maria Valente, nas vozes, Albano Almeida, na viola, Rui do Cabo, na guitarra portuguesa, são os artistas convidados do “World Music Fado – Com Fado, Castanhas e Vinho”, com início previsto para as 21h00.

 

 

Há teatro infantil no Festival ORIENTE-SE e os mais pequenos não pagam! - 21 Outubro

ORIENTE-SE – Festival de Teatro | 30 de Setembro a 4 de Novembro

 

Há teatro infantil no ORIENTE-SE e os mais pequenos não pagam!

 

ORIENTE-SE.jpg

 

No dia 21 de Outubro, o ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador é dedicado aos mais pequenos. O Kaspiadas – Grupo Cénico da Casa do Povo de Pontével traz a peça “Farruncha”, de autoria de Jaime Gralheiro, que fala aos mais jovens das ilusões, fantasias e medos que marcam a infância. É já este sábado, às 16h00, no Auditório Fernando Pessa, em Lisboa, e as crianças até aos 12 anos não pagam.

O Festival ORIENTE-SE teve início no dia 30 de Setembro e prolonga-se até 4 de Novembro, acolhendo seis grupos oriundos de várias zonas do País. O anfitrião deste Festival é o Teatro Contra-Senso, grupo de teatro amador, sediado em Marvila, que este ano celebra duas décadas. A criação desta festa do teatro é a forma de comemorar o seu vigésimo aniversário.

O actor Pedro Górgia é o Padrinho desta primeira edição de Oriente-se.

 

FARRUNCHA

 

"Farruncha” é uma peça dedicada especialmente às crianças, composta por um prólogo e três quadros adicionais, da autoria de Jaime Gralheiro, escrita em 1964. Foi publicada nos Cadernos de Juventude e Cultura do Ministério da Educação e Investigação Científica, em 1975. Um Faz-Tudo, o Zico, o Toneca, outros colegas de escola, uma mãe e um espantalho divertido que está farto da sua tarefa compõem uma peça que retrata as ilusões, fantasias e medos associados à infância, recriando momentos de lazer e diversão, que farão as delícias de miúdos e graúdos.

 

Historial do Kaspiadas

 

O Kaspiadas – Grupo Cénico da Casa do Povo de Pontével foi fundado no final do ano de 1967, por um grupo de rapazes que frequentavam o Centro de Orientação de Leitura. E se nos primeiros anos a apresentação das peças estava limitada a um elenco exclusivamente masculino, mais tarde deu-se o ingresso de elementos femininos no grupo. Uma das peças de maior sucesso do grupo foi "O Gato", de Henrique Santana, que foi levada à cena mais do que uma vez, tendo percorrido o país de norte a sul. O Kaspiadas é responsável pela organização do Festével, festival de teatro amador do concelho do Cartaxo.

 

Ficha técnica e artística

Texto: Jaime Gralheiro | Encenação e Direcção: Mário Júlio Reis | Interpretação: José Falagueira, Tiago Santos, Gonçalo Sereno, Daniela Vintém, Filipa Silva, Manuela Calisto, Filomena Calisto, Fátima Calado

 

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

Sábados | 30 de Setembro a 4 de Novembro de 2017

Auditório Fernando Pessa

Rua Ferreira de Castro

1900-697 Lisboa



--

Festival Europeu Música e Aventura para um Público Jovem no CCB

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

O Festival Big Bang está de regresso, na sua oitava edição portuguesa. Esta será uma viagem aliciante, de descoberta partilhada, para crianças entre os 4 e os 12 anos, e para os adultos que as acompanham. Não percam os espetáculos Nocturno, de Joana Gama e Victor Hugo Pontes, Futurina, do coletivo Sonoscopia, 3ACH – A Stairway to Heaven, da companhia belga Zonzo Compagnie, Extension, do francês Vincent Martial, e ainda Como dormirão meus olhos?, uma criação de Filipe Faria e Pedro Castro. Os Tocá Rufar também estarão presentes com as suas percussões, além de terem lugar as instalações Jukebox e Caixa de Ressonância, da associação Ofício das Artes.

2ª Edição Festival da Água e do Tempo - Candidaturas Abertas

Adjustments1_2_3.png

 

 
À semelhança da 1ª edição contamos com a elaboração de um percurso rotativo que ganha vida à noite, numa dinâmica de museu ao ar livre que o público pode percorrer de forma aleatória.
Esta OpenCall destina-se a todos os artistas que estão interessados em expor uma obra na 2ª edição do Festival, cumprindo com os objetivos do mesmo de integração de artistas locais, nacionais e internacionais, assim como a divulgação de novos artistas.
 
 

CineEco arranca este sábado em Seia com 100 filmes em competição

a4733447-71f1-473c-aeb4-ef6fe07afb0d.jpg

 

Tudo pode mudar: Oceanos, Clima e Economia é a proposta da edição 2017 do CineEco Seia, a ter lugar entre 14 e 21 de Outubro na cidade beirã. Inspirada numa das mais importantes obras sobre alterações climáticas, de Naomi Klein, o Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela contará com 100 filmes em competição, oriundos de mais de 25 países.

Em destaque a estreia absoluta em Portugal do filme do Al Gore. Uma Verdade (Mais) Inconveniente, de Bonni Cohen e Jon Shenk, com Al Gore, passa a 18 de Outubro. O filme dá sequência ao documentário de 2006 no qual o ex-vice-presidente dos Estados Unidos faz uma análise sobre a crise climática mundial. Após a decisão de Donald Trump em retirar os Estados Unidos do Acordo de Paris, Al Gore, ex-vice-presidente do país e protagonista do documentário pronunciou-se nas suas redes sociais criticando a decisão. O filme mostra a negociação feita há um ano e meio envolvendo 200 países, com o objetivo de impedir o avanço do aquecimento global através da redução das emissões de gases poluentes na atmosfera.

Em competição estará A Idade das Consequências, de Jared P. Scott, que investiga como a mudança climática afeta a escassez de recursos, a migração e o conflito através da lente da segurança nacional dos EUA e da estabilidade global. Rio Azul: Pode a Moda Salvar o Planeta?, de David McIlvride, Roger Williams, mostrará a forma como a indústria da moda, dos tecidos e dos jeans se tornaram nas grandes poluidoras das águas e do ambiente. Acompanhando as notícias recentes sobre a poluição dos Oceanos, Ondas Brancas, de Inka Reichert mostra o combate e a reação dos surfistas de vários pontos do globo, contra a inadvertida contaminação dos oceanos. Ainda no tema dos oceanos, Perseguindo Corais, de Jeff Orlowski viaja pelo mundo mostrando como os recifes estão a desaparecer a uma taxa sem precedentes.

O ponto de encontro para o CineEco Seia volta a ser a Casa da Cultura de Seia, que albergará uma vasta programação de longas, curtas, documentários, reportagens de televisão, a par de uma competição dedicada aos filmes lusófonos, da região e um programa de sessões especiais. O festival abre no Sábado às 18 horas, com A Odiseia, de Jérôme Salle, uma sessão especial sobre a vida de Jacques-Yves Cousteau, sendo que a abertura oficial está reservada para as 21:30 horas, com a exibição do histórico filme Os Lobos, de Rino Lupo, musicado ao vivo pelo pianista Nicholas McNair.

O CineEco 2017, e organizado como habitualmente pelo Municipio de Seia sendo este ano reforçado pela valorização dos recursos naturais preconizada pelo Festival iNATURE Serra da Estrela e que estará bem patente as atividades paralelas do Festival, bem como nas comemorações que antecedem a semana do CineEco.

O CineEco e um dos mais antigos festivais de cinema de ambiente do mundo e integra a Green Film Network, uma plataforma de 40 festivais, da qual e igualmente membro fundador.

 

ORIENTE-SE | Teatro Vitrine apresenta história real de avô, escrita pelo neto

ORIENTE-SE – Festival de Teatro | 30 de Setembro a 4 de Novembro

 

2016 (098).jpg

 

Teatro Vitrine apresenta história real de avô, escrita pelo neto

“O Mais Longo Verão” é a terceira peça a ser apresentada no ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador, no dia 14 de Outubro, às 21h30, no Auditório Fernando Pessa. Esta será uma das peças mais emotivas deste Festival. Escrita pelo neto, conta a história verídica do avô, desde a sua decisão de emigrar a salto para França até ser capturado na fronteira entre Espanha e França. Daí foi levado para a Legião Estrangeira Francesa, no norte de Africa, onde se viu obrigado a permanecer durante seis anos. “O Mais Longo Verão” é uma peça do Teatro Vitrine, de Fafe.

 O Festival ORIENTE-SE teve início no dia 30 de Setembro e prolonga-se até 4 de Novembro, acolhendo seis grupos oriundos de várias zonas do País. O anfitrião deste Festival é o Teatro Contra-Senso, grupo de teatro amador, sediado em Marvila, que este ano celebra duas décadas. A criação desta festa do teatro é a forma de comemorar o seu vigésimo aniversário.

O actor Pedro Górgia é o Padrinho desta primeira edição de Oriente-se.

 

O MAIS LONGO VERÃO

Gervásio von Doellinger estava longe de imaginar o que o destino lhe havia reservado, quando, naquela manhã de 64, partiu de Fafe a salto para França. É capturado pela polícia francesa em Hendaye e, sem hipótese de escolha, é obrigado a viajar para Reggane, no coração do norte de África, para ingressar na Legião Estrangeira Francesa. Lá permaneceu seis anos e, durante esse tempo, viveu o mais longo Verão de que há memória. Esta, para além de ser uma história verídica de um Legionário Português, é também uma história real de sobrevivência em nome do Amor.

 

Historial do Teatro Vitrine

 

O Teatro Vitrine nasceu em Fafe, em 1998, e desde muito cedo, teve como missão a procura de itinerâncias teatrais, levando os espetáculos a terras do interior norte de Portugal, onde a maioria das grandes produções nacionais não chega. Ao longo de toda a sua história o Teatro Vitrine apresentou diversos géneros teatrais desde comédias, musicais, sátiras, farsas, dramas, revistas, sketches, pequenas performances, apresentação de obras literárias, leitura de poemas, para público adulto e infantil, em espectáculos de palco e de rua, um pouco por todo o País, em festivais, concursos e mostras. O Teatro Vitrine acredita que os sonhos são para ser transformados em realidades vividas e o seu lema é, por isso, “Em representação de um sonho”. 

 

Ficha técnica e artística

Texto: Rafael von Doellinger | Direcção de actores e Encenação: Orlando Alves | Interpretação: Ana Catarina Silva, Beatriz Costa, Conceição Costa, Daniel Pinto, Diogo Leite, Elisa Silva Freitas, Joaquim Leite, Norberto Cunha, Orlando Alves, Rafael von Doellinger, Rui Rodrigues, Vitor Cunha | Banda Sonora: Rafael von Doellinger | Sonoplastia: Gilberto Magalhães | Guarda-roupa e adereços: Teatro Vitrine | Desenho de luz: Gilberto Magalhães | Design e ilustração: Rafael von Doellinger | Multimédia: Gilberto Magalhães

 

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

Sábados | 30 de Setembro a 4 de Novembro de 2017

Auditório Fernando Pessa

Rua Ferreira de Castro

1900-697 Lisboa

 

Metro: Bela Vista

Autocarros: 755, 794

Coordenadas GPS: N 38.7504466 W -9.1202096

 

Bilhetes: 3€ | Grátis até aos 3 anos

Peça infantil do dia 21 de Outubro: grátis até aos 12 anos

 

Reservas

E-mail: geral@contrasenso.com

SMS: 96 245 11 19 - 91 521 80 02

Festival Europeu Música e Aventura para um Público Jovem no CCB

 

20 e 21 de outubro

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

O Festival Big Bang está de regresso, na sua oitava edição portuguesa. Esta será uma viagem aliciante, de descoberta partilhada, para crianças entre os 4 e os 12 anos, e para os adultos que as acompanham. Não percam os espetáculos Nocturno, de Joana Gama e Victor Hugo Pontes, Futurina, do coletivo Sonoscopia, 3ACH – A Stairway to Heaven, da companhia belga Zonzo Compagnie, Extension, do francês Vincent Martial, e ainda Como dormirão meus olhos?, uma criação de Filipe Faria e Pedro Castro. Os Tocá Rufar também estarão presentes com as suas percussões, além de terem lugar as instalações Jukebox e Caixa de Ressonância, da associação Ofício das Artes.

“El Rei Seleuco”, de Luís de Camões, no ORIENTE-SE - Festival de Teatro Amador

ORIENTE-SE – Festival de Teatro | 30 de Setembro a 4 de Novembro

 

“El Rei Seleuco”, de Luís de Camões,

no ORIENTE-SE - Festival de Teatro Amador

 

ORIENTE-SE.jpg

 

“El Rei Seleuco” é a segunda peça a ser apresentada no ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador, no dia 7 de Outubro, às 21h30, no Auditório Fernando Pessa. Esta é uma adaptação do texto de Luís de Camões que chega de Vila do Conde, pela Juventude Unida de Mosteiró.

O Festival ORIENTE-SE teve início no dia 30 de Setembro e prolonga-se até 4 de Novembro, acolhendo seis grupos oriundos de várias zonas do País. O anfitrião deste Festival é o Teatro Contra-Senso, grupo de teatro amador, sediado em Marvila, que este ano celebra duas décadas. A criação desta festa do teatro é a forma de comemorar o seu vigésimo aniversário.

O actor Pedro Górgia é o Padrinho desta primeira edição de Oriente-se.

 

EL REI SELEUCO

E se, de repente, lhe entrasse porta adentro uma trupe itinerante, montasse arraiais e apresentasse uma peça de teatro? Neste Auto em que Luís de Camões satiriza a nobreza, tudo é possível! Num registo cómico, somos levados por uma complicada paixão que o Príncipe nutre por sua madrasta, a Rainha, esposa de El Rei Seleuco. E qual será o desfecho? No mínimo surpreendente, tendo em conta “aqueles tempos”…

 

Ficha técnica e artística

Texto: Luís de Camões | Adaptação e encenação: Nuno Meireles | Interpretação: Altino Conceição, Beatriz Sanches, Diogo Moreira, Gonçalo Leitão, Joana Lima, José Rodrigues, Maria do Alivio Fernandes, Maria do Céu Rodrigues, Paulo Ferreira, Sofia Amorim. | Cenografia e guarda-roupa: produção colectiva | Luz e som: Jorge Cunha e Adão Miguel

 

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

Sábados | 30 de Setembro a 4 de Novembro de 2017

Auditório Fernando Pessa

Rua Ferreira de Castro

1900-697 Lisboa

 

Metro: Bela Vista

Autocarros: 755, 794

Coordenadas GPS: N 38.7504466 W -9.1202096

 

Bilhetes: 3€ | Grátis até aos 3 anos

Peça infantil do dia 21 de Outubro: grátis até aos 12 anos

 

Reservas

E-mail: geral@contrasenso.com

SMS: 96 245 11 19 - 91 521 80 02