Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Polvo-rei na Ericeira

primage_19369.png.jpg

 

Terra de pescadores, não faltam na Ericeira relatos, mais ou menos surpreendentes, de pesca de polvos. Elegendo as muitas rochas que formam a orla costeira da vila como local privilegiado de habitação, não é preciso ir para alto mar nem sequer ter um barco para apanhar um belo exemplar.

As histórias de pescas inesperadas de polvos estendem-se inclusive aos veraneantes que, mesmo sem qualquer experiência de mar, acabam por conseguir apanhar alguns espécies mais incautos.

São todas estas histórias que fazem do polvo um dos grandes protagonistas da gastronomia da vila. Preparado de inúmeras formas, é um das propostas mais recorrentes nas ementas dos restaurantes da região.

Durante o 2º Festival do Polvo, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Mafra, que se realiza entre 12 a 21 de Maio, poderá deliciar-se com os seus pratos favoritos ou aventurar-se em novos temperos. Além dos 40 restaurantes participantes, vão realizar-se show cookings no Mercado Municipal da Ericeira, presididos por chefs de renome e elementos da restauração local, nos dias 13 e 14 de Maio. Aproveite o fim de semana para experimentar novas formas de saborear o polvo ao mesmo tempo que prova vinhos ou cerveja artesanal dos produtores regionais.

Mais um festival de sabor. Mais um excelente pretexto para fazer da Ericeira o seu destino de eleição nas próximas semanas.

Programa: https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/festival_gastronomico_do_polvo.pdf  

2.º FESTIVAL GASTRONÓMICO DEDICADO AO POLVO

image003.jpg

 

De 12 a 21 de maio, 38 restaurantes da Ericeira apresentam as suas propostas num festival em que o polvo é rei. Grelhado, em salada ou à lagareiro, são inúmeras as formas de confecionar este alimento. A par com esta iniciativa, nos dias 13 e 14 de maio, o Mercado Municipal da Ericeira recebe wine & beer pairing  e degustações e show cooking pela mão de chefs convidados, que aqui apresentam receitas inovadoras, tendo o polvo como ingrediente principal. Venha experimentar!

 

Depois do ouriço-do-mar e da raia, o “Festival Gastronómico do Polvo” é uma iniciativa promovida pelo Município de Mafra, no âmbito da sua estratégia de preservação e valorização dos produtos endógenos do território, assim como da sua promoção turística e desenvolvimento económico associado.

 

Os melhores pratos e petiscos à base de polvo poderão ser provados nos seguintes restaurantes que integram este evento:

 

7 Janelas; 7 Praias na Baleia; A Brasa na Gruta; A Panela dos Petiscos; A Pimentinha; A Tasquinha; A Tasquinha do joy; Brunch Me; Café O Gadoxa; Clavera; Casa Portuguesa; Cozinha 21; Estrela do Mar; Fidestua; Funky; Luxembourg I; Luxembourg II; Maconsul; Mar das Latas; Marisqueira César; Marisqueira Furnas; O Caniço; O Gabriel; O Gafanhoto; O Vigarista; Pedra Dura; Petiskas; Prim; Restaurante Dom Carlos; Retiro na Bela Sombra; Ribamariscos; Riviera; Roude Léiw Club; Sushi Drinks Club; Tik Tak; Tik Tapas; Toca do Caboz; Vira Copos.

 

Para mais informações, consulte o folheto:

https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/festival_gastronomico_do_polvo.pdf

 

Restaurante “O Central” volta a vencer Concurso de Sopa Caramela | Município de Palmela e Rota de Vinhos promovem prato típico

 

Município e Rota de Vinhos promovem prato típico

Restaurante “O Central” volta a vencer Concurso de Sopa Caramela

 

 

O restaurante “O Central”, de Pinhal Novo, venceu o Concurso de Sopa Caramela 2017, mantendo, assim, o título conquistado no ano anterior. Integrado no programa de promoção gastronómica “Palmela – Experiências com Sabor!”, o Concurso realizou-se no sábado, dia 6 de maio, na Adega ASL Tomé, em Pinhal Novo. O júri - composto por Mário Oliveira, da Confraria da Sopa Caramela (Presidente do Júri), Paula Magalhães (Divisão de Comunicação, Turismo e Economia Local da Câmara Municipal de Palmela), Fátima Santos (Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa), Mário Brinca (Junta de Freguesia de Pinhal Novo) e Carlos Branco (Adega ASL Tomé) – atribuiu o 2.º prémio a Nuno Luz e o 3.º lugar ao Chateau Café, de Palmela.

Realizado em paralelo, o evento “Sopa Caramela na Adega” teve lotação esgotada, com várias dezenas de participantes, que tiveram oportunidade de desfrutar de uma visita guiada à adega, uma prova comentada de dois vinhos pelo enólogo da casa e um lanche regional, além das sopas a concurso.

Ao longo da primeira quinzena de maio, a Câmara Municipal de Palmela e a Rota de Vinhos da Península de Setúbal estão a promover a Sopa Caramela, prato típico das freguesias rurais do concelho, que está em destaque em vários restaurantes, no âmbito dos Fins de Semana Gastronómicos da Sopa Caramela, e será, também, uma das estrelas da 2.ª edição do Mercado Caramelo, a decorrer nos dias 12, 13 e 14 de maio, na vila de Pinhal Novo.

Fins de Semana Gastronómicos e Concurso de Sopa Caramela - concelho de Palmela | Primeira quinzena de maio

Sopa Caramela.JPG

 

Sopa Caramela é estrela de Fins de Semana Gastronómicos e Concurso

 

A tradicional Sopa Caramela volta a estar em destaque durante a primeira quinzena de maio, no âmbito do programa “Palmela – Experiências com Sabor!”, promovido pelo Município e pela Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal.

Os Fins de Semana Gastronómicos da Sopa Caramela regressam nos dias 5, 6, 7, 12, 13 e 14 de maio, e vão estar presentes nas ementas de 18 restaurantes do concelho, que apresentam as suas versões deste prato tradicional.

A 6 de maio, às 18 horas, a Adega ASL Tomé, em Pinhal Novo, é palco de mais uma edição do Concurso de Sopa Caramela (inscrições na Casa Mãe da Rota de Vinhos, em Palmela, ou através do e-mail turismo@cm-palmela.pt), que irá selecionar a melhor sopa do ano.

 

 

Mercado Caramelo homenageia origens rurais de Pinhal Novo

 

A designação “Sopa Caramela” remonta aos séc. XVIII/XIX e foi trazida pelas/os trabalhadoras/es rurais, provenientes das áreas da Beira Litoral e do Baixo Mondego, que se deslocavam sazonalmente, para as propriedades agrícolas da região, nomeadamente, para a Herdade de Rio Frio. Muitos acabaram por instalar-se na zona onde, hoje, se localiza Pinhal Novo. A Sopa Caramela - confecionada à base de batata, feijão, repolho, cenoura, toucinho e enchidos - é, ainda hoje, um símbolo da comunidade do Pinhal Novo, onde assenta, em larga parte, a sua origem e cuja cultura gastronómica é acarinhada pela população, enquanto fonte de consciência coletiva e identidade territorial. A programação especialmente dedicada à Sopa Caramela acompanha a segunda edição do Mercado Caramelo, iniciativa promovida nos dias 12, 13 e 14 de maio, no centro da vila de Pinhal Novo, pela Confraria Gastronómica da Sopa Caramela e pela Junta de Freguesia de Pinhal Novo, com o apoio do Município de Palmela (programa  em www.mercadocaramelo.pt/).

 

Estabelecimentos que participam nos Fins de Semana Gastronómicos da Sopa Caramela:

 

 

PaLMELA

 

Âncora & Serrano *

BREJOS DO ASSA | 265 501 236 

 

A Tipóia *

MONTINHOSO | 962 308 242

 

Bobo da Corte *

CASTELO DE PALMELA | 935 205 936

 

Chateau Café 

VILA DE PALMELA | 212 333 208

                                 

Culto Café *

VILA de Palmela | 926 578 578

 

Dona Isilda *

S. Brás | 212 333 255                    

 

Four’k *

Vila de Palmela | 916 640 069

 

Pousada de Palmela *

CASTELO de Palmela | 212 351 226

 

Retiro Azul *

Vila de Palmela | 212 333 070

 

 

Quinta do Anjo

 

Casa da Pimenta

Vila Amélia – Cabanas | 212 100 391

 

Lancelote *

CABANAS| 212 880 924

 

 

Pinhal Novo

 

O Central

Pinhal Novo | 212 383 865

 

O Forno

Pinhal Novo | 212 361 160

 

O Tascão

Pinhal Novo | 210 854 537

 

O Telheiro *

Pinhal Novo | 212 362 244

 

 

MARATECA

 

Mar Até Cá *

CAJADOS | 265 946 132

 

 

POCEIRÃO

 

A Moagem

POCEIRÃO | 265 990 317

 

Montalegre *

ASSEICEIRA | 265 995 662

 

 

 

 

DIA DA MÃE: ALEGRO CASTELO BRANCO PROPÕE EXPERIÊNCIAS PARA MÃES E FILHOS

Dia da Mãe.jpg

 

Dia da Mãe celebra-se com showcookings, um workshop e presentes

 

 

O Dia da Mãe comemora-se a 7 de maio e o Centro Comercial Alegro Castelo Branco preparou um domingo repleto de experiências, quer para as mamãs, quer para os filhos. Dos trabalhos manuais à demonstração de receitas saudáveis, passando por um passatempo, todas vão querer festejar o Dia da Mãe no Alegro Castelo Branco.

 

 

O Dia da Mãe está já aí e o Centro Comercial Alegro Castelo Branco é muito mais do que o local onde os filhos podem encontrar os presentes para surpreender a mulher mais especial da sua vida. Aqui este dia comemora-se com atividades para as mães e para os mais pequenos.

 

Para eles, às 15h30, há um workshop de trabalhos manuais. Mas este não é um workshop qualquer! Nesta oficina, as crianças são convidadas a criar o presente que vão oferecer à mamã: um colar. Para a mãe, este mimo terá um significado especial, já que foi feito pelo próprio filho.

 

A pensar na alimentação de toda a família, o Alegro Castelo Branco sugere um showcooking de demonstração do robot de cozinha Bimby® 5.ª Geração. No espaço Merenda 6000, às 11h, às 15h e às 18h, as mães (e os pais!) vão poder assistir à confeção de vários pratos e perceber como é simples e rápido preparar receitas caseiras e saudáveis.

 

E porque o Dia da Mãe não fica completo sem um passatempo, para se habilitarem a ganhar um Cartão Oferta Alegro para usufruir em compras no centro, as mães vão ser desafiadas a tirar uma fotografia num cenário criado para o efeito. A mesma será publicada no Facebook do Alegro Castelo Branco para votação. As três fotografias mais votadas receberão, respetivamente, 100€, 50€ e 30€ em Cartão Oferta Alegro. Os nomes das três vencedoras serão revelados no dia 11 de maio. Este passatempo não dispensa a consulta do regulamento no balcão de informações.

 

Um workshop, showcooking, presentes e ofertas. As razões são muitas para visitar o Alegro Castelo Branco no Dia da Mãe!

 

Mostra Gastronómica da Raia

image002.jpg

 

A Raia na mesa

 

Venha degustar a raia preparada pelo Chef António Alexandre e pela restauração local. A Câmara Municipal de Mafra promove, nos dias 22 e 23 de abril, a “Mostra gastronómica da Raia”, nos restaurantes aderentes e Mercado Municipal da Ericeira.

 

A raia é peixe com tradição no Concelho. Pelas ruas da zona norte da vila da Ericeira é possível encontrar esta espécie a secar nos estendais, refletindo hábitos ancestrais de uma terra dedicada ao mar. Tal como o bacalhau seco, há 1001 maneiras de confecionar este peixe. O mais comum é comê-lo cozido, mas os entendedores não dispensam uma boa raia alhada ou um pitéu de raia, sendo em qualquer dos casos um petisco de inegável qualidade.

 

Durante dois dias, o festival integra uma mostra gastronómica em 15 restaurantes, mas também degustações, show cooking e wine & beer pairing no Mercado Municipal da Ericeira, onde os visitantes poderão experimentar experiências mais arrojadas e saborosas, envolvendo a raia, pela mão do Chef António Alexandre, pelo restaurante “Estrela do Mar” e pela “A Tasquinha”.

 

A “Mostra Gastronómica da Raia” é uma iniciativa promovida pelo Município de Mafra, no âmbito da sua estratégia de preservação e valorização dos produtos endógenos do território, assim como da sua promoção turística e desenvolvimento económico associado.

 

Experimente este peixe nos seguintes restaurantes:

 

7 Praias na Baleia; A Brasa na Gruta; A Pimentinha; A Tasquinha; Estrela do Mar; Funky; O Gafanhoto; Petiskas; Pirolito; Restaurante Sul; Retiro na Bela Sombra; Riviera; Sushi Drinks Club; Tik Tak; e Vigarista.

 

Para mais informações sobre o evento e pratos disponíveis, consulte o folheto: https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/raia_folheto.pdf

 

Unlock Experience Week: As melhores oportunidades gastronómicas em Amarante, Lisboa e Viana do Castelo

UNLOCK EXPERIENCE WEEK AS MELHORES OPORTUNIDADES GASTRONÓMICAS EM AMARANTE, LISBOA E VIANA DO CASTELO

 

A Unlock Experience Week convida a descobrir o melhor da cozinha de diferentes regiões entre 18 a 22 de abril, numa experiência gastronómica que promete enaltecer os sentidos. A Cantina da Estrela, em Lisboa, o Monverde, em Amarante, e o Porta 93, em Viana do Castelo, são os restaurantes que apresentam menus especiais com preços mais atrativos. Os chefs dos restaurantes dos hotéis geridos pela Unlock Boutique Hotels de Lisboa, Amarante e Viana de Castelo prepararam menus exclusivos para a Unlock Experience Week, dirigidos aos amantes de uma cozinha requintada que desafia perder-se numa riqueza de sabores. Os menus especiais da Unlock Experience Week têm o preço convidativo de 20 euros por pessoa, incluindo entrada, prato principal e sobremesa – sendo que as bebidas são pagas à parte.

 

OS RESTAURANTES DA UNLOCK EXPERIENCE WEEK

 

Cantina da Estrela, no Hotel da Estrela (Lisboa)

Cantina da Estrela - Hotel da Estrela.jpg

 

No restaurante Cantina da Estrela vive-se um regresso aos bancos de escola, num ambiente original em que se experiencia uma cozinha criativa, assumidamente descontraída, mas de inspiração totalmente portuguesa pelas mãos do chef Diogo Conde.

 

Restaurante Monverde, no Monverde Wine Experience Hotel (Amarante)

Com uma cozinha onde impera uma fusão harmoniosa dos produtos da região, intensa de sabores e experiências, o Monverde é comandado pelo chef Carlos Silva e destaca pelo menu perfeitamente harmonizado com vinhos de excelência.

 

Restaurante Porta 93, na Casa Melo Alvim (Viana do Castelo)

Com um menu da autoria da chef Mariana Parra em que a tradição se mistura com modernidade, no restaurante Porta 93 é possível desfrutar de uma refeição única num espaço que respira história.

Vinhos da Companhia Agrícola do Sanguinhal no Peixe em Lisboa

primage_18901.png.jpg

 

Através de seis dos seus mais emblemáticos vinhos, a Companhia Agrícola do Sanguinhal fará um périplo pelas histórias, personagens e acontecimentos mais marcantes de Casa. Assim, os visitantes do Peixe em Lisboa (de 30 de Março a 9 de Abril) terão a oportunidade de descobrir que o Sottal branco leve 2015 representa a marca mais antiga ainda em comercialização de brancos leves em Portugal e no mundo. Antiguidade é também o cartão de visita do Quinta das Cerejeiras Reserva tinto 2011, que celebrou no ano passado 90 anos de existência no mercado com o mesmo rótulo e o mesmo tipo de garrafa.

Mas a história não se faz apenas de memórias, faz-se também de conquistas. E o Quinta de S. Francisco tinto 2014 é disso um perfeito exemplo, pois é o vinho mais premiado de sempre da Companhia Agrícola do Sanguinhal. O engenho revela-se ainda no Quinta de S. Francisco Colheita Tardia 2010, um vinho cuja complexidade só é possível graças às características únicas da sua zona de produção, na confluência de dois rios.

E porque o vinho e a poesia são praticamente da mesma casta, Fernando Pessoa também estará presente no Peixe em Lisboa, corporizado pelo Casabel Rosé 2015, um vinho que conta como o poeta era habitué das lojas do “Abel” – Abel Pereira da Fonseca, o fundador da Companhia. 

Uma viagem ao passado que, neste álbum histórico, passa ainda pelas célebres vinhas de Carcavelos e o Quinta da Bela Vista, 70 anos – um vinho velho e fortificado, descendente das primeiras videiras de que há registo na zona de Carcavelos, que datam de 1370.

Num dos dias d’o Peixe em Lisboa, 6 de abril, a Companhia Agrícola do Sanguinhal dinamiza uma prova exclusiva dos seus vinhos com a presença do produtor e enólogo, Miguel Móteo. Entre as 17 e as 20 horas, vão ser apresentados os vinhos Quinta de S. Francisco Colheita Tardia, Quinta da Bela Vista Carcavelos mais de 70 anos e 3 Magnums: Quinta das Cerejeiras Reserva 2011, Quinta do Sanguinhal 2009 e Quinta de S. Francisco 2010.

Programação do evento disponível em: http://www.peixemlisboa.com/agenda/

O ouriço-do-mar em destaque

image002.jpg

 

De 31 de março a 9 de abril,a Ericeira recebe a 3.ª Edição do Festival Internacional do Ouriço-do-mar, uma iguaria ainda desconhecida de muitos e que, por esses dias, irá revelar todo o seu sabor e potencial. A proteção da espécie é o mote das Jornadas Técnicas que se realizam no dia 1 de abril, na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva. A par com esta iniciativa, o Mercado Municipal da Ericeira recebe, nos dias 1 e 8 de abril, sessões de show cooking e degustações, com a presença de reputados chefs nacionais e internacionais. Durante os restantes dias do Festival, a Câmara Municipal de Mafra, promotora da iniciativa, propõe ainda acompanhar e participar numa série de experiências gastronómicas nos 24 restaurantes aderentes, em cujas ementas o ouriço-do-mar adquire um especial protagonismo.

 

As atividades das Jornadas serão dinamizadas por investigadores do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente. Estes irão fazer o ponto da situação sobre a pesca e o cultivo do ouriço-do-mar, bem como as estratégias para levar a cabo a sua exploração económica sem provocar impactos nas populações selvagens. Serão também apresentados os projetos candidatos ao MAR 2020 - Ouriceira Mar - que integra o estudo sobre a ecologia e a exploração de ouriços-do-mar na Ericeira e regiões adjacentes – e o Ouriceira Aqua – que visa criar as bases para o cultivo da espécie na região e em Portugal. A segunda parte, dedicada ao debate sobre Turismo Gastronómico, será centrada em temas como o impacto da enogastronomia no turismo culinário, promoção turística de recursos e produtos endógenos e desenvolvimento económico dos territórios. Turismo da Universidade Lusófona, Grupo Vila Galé, entre outros projetos e iniciativas, estarão em destaque nesta conversa e troca de ideias à mesa. A participação é gratuita.

 

Consulte todo o programa do “3.º Festival Internacional do Ouriço”:

https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/folhetoa4_festivaldoourico.pdf