Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

100 anos de história de Macau em exposição no Museu do Oriente

Fotografias seleccionadas por Rogério Beltrão Coelho

 

 

img022.jpg

 

Edifícios e bairros, entretanto desaparecidos ou profundamente alterados, os grandes acontecimentos locais e nacionais e as vivências quotidianas das comunidades macaenses, as suas tradições e costumes, estão retratados em “Macau. 100 anos de fotografia”, a exposição que o Museu do Oriente inaugura a 9 de Novembro.

 

Reunidas por Rogério Beltrão Coelho, jornalista com larga experiência em Macau e comissário da exposição, a colecção de cerca de 120 imagens integra o vasto acervo fotográfico do Museu do Oriente e aborda a história social e política de um território que esteve sob administração portuguesa durante 450 anos.

 

Neste século de imagens recorda-se a passagem por Macau de figuras políticas como Henrique Galvão e Gomes da Costa, ou do cinema, como Orson Welles e Clark Gable. São ainda lembrados acontecimentos como as celebrações do IV Centenário da Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia (1898), as primeiras travessias aéreas de Lisboa a Macau (1924 e 1931), a trágica explosão do paiol da Flora (1931) e o bombardeamento do hangar da aviação civil, pelos americanos, durante a Guerra do Pacífico (1945).

 

Como em muitos outros domínios, Macau esteve à frente do seu tempo também na fotografia, datando de 1844 os daguerreótipos do fotógrafo amador Jules Itier, que são as mais antigas imagens da região que se conhecem. A obra fotográfica produzida desde então, por amadores e profissionais sobre a temática Macau, anda dispersa pelo mundo integrando colecções particulares para além dos espólios de museus e instituições.

 

“Em Portugal, o Museu do Oriente detém, seguramente, uma das melhores colecções de imagens de Macau. Com esta exposição traz agora a público parte do seu acervo, franqueando-nos as portas para uma viagem de estudo e lazer pelo passado histórico de Macau”, afirma Rogério Beltrão Coelho. Nos dias 10, 17 e 24 de Novembro, pelas 18.30, o comissário fará visitas guiadas à exposição

 

“Macau. 100 anos de fotografia” está patente até 7 de Janeiro de 2018.

 

Exposição “Macau. 100 anos de fotografia”

Inauguração | 9 de Novembro | 18.30

Patente até 7 de Janeiro de 2018

Horário: terça-feira a domingo, 10.00-18.00

(à sexta-feira o horário prolonga-se até às 22.00, com entrada gratuita a partir das 18.00)

Preço: 6 €

Semana da Diferenç@ 2017

cartaz_Semana_Diferença_2017.jpg

 

 

27 novembro a 3 dezembro

 

 

 

De 27 de novembro a 3 de dezembro, o Barreiro acolhe a Semana da Diferenç@, promovida pela Câmara Municipal do Barreiro e pela Associação Vem Vencer, Associação NÓS, RUMO, CERCIMB. Na apresentação pública do programa, no dia 20 de novembro, no Forum Barreiro, a Vereadora da CMB, Sara Ferreira, responsável pela Intervenção Social, referiu que a Semana da Diferenç@ tem a particularidade de unir escolas, sociedade civil e entidades em torno do mesmo tema, contribuindo para a construção de cidades mais coesas.

 

Sara Ferreira considera que a temática da diferença tem de ser aprofundada, com especial enfoque na área do desporto, estendendo a integração a diversas modalidades.

 

Marco Gomes, em representação da NÓS - Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, salientou o facto de as escolas estarem integradas, com um papel ativo, este ano, na realização da Semana da Diferenç@, referindo que já não são apenas as instituições da área que trabalham a questão da diferença. Referiu ainda a importância de a “sociedade sentir que esta uma questão que diz respeito a todos”.

 

Conceição Varela, em representação da Associação Vem Vencer salientou a Gala da Diferenç@, no dia 1 de dezembro, como o “ponto alto” da semana, onde são valorizadas as boas práticas e distinguidos locais, personalidades e entidades com os seguintes prémios: Zona Pública, Edifícios Acessíveis, Organização Não Governamental, Personalidade, Empregabilidade e Inovação.

A Vem Vencer atribui ainda os prémios “Amigos” que, este ano, segundo Conceição Varela, serão entregues à Associação Sul e Sueste e ao grupo musical Night Falls.

Destacou ainda a participação do Instituto Nacional de Reabilitação na programação da Semana da Diferenç@ e recordou o trabalho de David Varela, recentemente falecido, como fundador da Associação e impulsionador desta semana.

 

De salientar que a Semana da Diferenç@ é organizada no âmbito do Grupo Concelhio para as Questões da Diferença, do Conselho Local de Ação Social do Barreiro, e conta com o apoio das Uniões de Freguesias do Alto do Seixalinho, Santo e Verderena e do Barreiro e Lavradio, da Junta de Freguesia de Santo António daCharneca, dos Agrupamentos de Escolas Alfredo da Silva, Santo André e Casquilhos, do ACES Arco Ribeirinho, do INR, da Segurança Social e do Forum Barreiro.

 

Programa

27 novembro

10h00 | Inauguração da Exposição “Diferença” | Fórum Barreiro | Até 3 de dezembro

10h30 | Passagem de modelos em articulação com Escola Secundária de Casquilhos e Associações de Apoio a Deficientes do Concelho | Fórum Barreiro

15h00 | Visita ao Hospital Nossa Senhora do Rosario/ CHBM (no âmbito do programa de empregabilidade de pessoas portadoras de deficiência)

 

28 novembro

10h00 | Marcha da Diferenç@ | Saída Polis Verderena – Praia da Torralta (Junto aos Pombais) em direção ao Parque da Cidade (dependente das condições climatéricas)

11h00 | Diversas atividades de animação na Tenda Parque da Cidade

 

29 novembro

10h00-17h00 | Seminário “Vencer a Indiferença pela Diferença” | Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro

10h00/10h45 - Mesa de Abertura

  • Câmara Municipal do Barreiro – Presidente Frederico Rosa
  • Instituto Nacional de Reabilitação (INR) - Marina Van Zeller
  • Grupo Concelhio para as Questões da Deficiência – Presidente RUMO Rute Pires

10h45/12h30 - MESA 1

“Vamos trocar a indiferença pela diferença”

  • Mário Durval
  • Augusto Sousa (Moderador)
  • Miguel Lemos
  • José Morgado   
  • Natividade Coelho
  • Simone Fragoso

12h30/14h30 - Almoço Livre

14h30/16h00 - MESA 2

“Vencer a Diferença”

  • Diogo Martins
  • Patrícia Santos
  • Renato Pereira
  • Diana Santos

16h00/16h30 - MESA DE ENCERRAMENTO

  • Grupo Concelhio para as Questões da Deficiência – Presidente da Associação Vem Vencer Conceição Varela
  • CNOD (Confederação Nacional dos Organismos de Deficientes)
  • CMB – Vereadora Sara Ferreira

16h30 – Lanche convívio

LOCAL:  Auditório da Biblioteca Municipal

 

30 novembro

11h00 | Animação e Atividades Várias | Centro Social Stº António

12h30 | Almoço Partilhado | Centro Social de Stº António

14h00 | Torneio de Boccia e Xadrez | Centro Social Stº António

 

1 dezembro

21h00 | Gala da Diferenç@ - Entrega de Prémios de Mérito | AMAC | Entrada Livre

 

Informações: geral@vemvencer.pt; Tlm: 918 089 191

CMB

Ciclo de Música – Guitarras em Mafra

image002.jpg

 

Os sons da guitarra portuguesa voltam à Casa da Música Francisco Alves Gato, integrada no Complexo Cultural Quinta da Raposa, em Mafra. De 30 de setembro a 9 de dezembro, o “Ciclo de Música – Guitarras”, organizado pela Câmara Municipal de Mafra, congrega quatro concertos com entrada gratuita, inserindo-se na estratégia municipal de promoção da música, abrangendo diversos géneros musicais destinados aos mais variados públicos.

 

O ciclo abre com a atuação do Quarteto Pedro Viana a 30 de setembro, garantindo um concerto repleto de surpresas, energia e sentimento.

No dia 14 de outubro, sobe ao palco Manuel de Oliveira, acompanhado apenas da sua guitarra, apresentando os temas de Ibéria, Amarte, bem como alguns inéditos. Num singular concerto a solo, Manuel de Oliveira garante-nos uma viagem à essência da sua composição musical.

Uma viagem pelos sons da Viola Campaniça e do Cante Alentejano, classificado pela Unesco, é o espetáculo esperado para 11 de novembro com a atuação de Pedro Mestre.

A 9 de dezembro, será a vez da atuação de Pedro Jóia. Possuindo uma aplaudida carreira nacional e internacional que se estende por mais de duas décadas, o músico irá apresentar um renovado concerto, recheado de novas e aventureiras composições, bem como de passagens em novo formato por alguns dos mais apreciados momentos da sua carreira.

Todos os concertos tem início às 21h30 e a entrada é gratuita, sujeita a reserva para o telef. 261 817 170. O levantamento dos ingressos pode ser efetuado nos postos de turismo de Mafra e Ericeira, bem como no Complexo Cultural Quinta da Raposa, em Mafra.

Consulte o folheto: http://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/folheto_ciclo_de_musica_-_guitarras2017.pdf

Biblioteca Júnior Barreiro

 

Eventos agendados para novembro

 

 

Inseridas na programação da Biblioteca Júnior, terão lugar, em novembro, diversas atividades, designadamente as “Histórias Vivas” dedicadas ao livro “Como apanhar uma Estrela”, a Leitura Expressiva “Construindo com Histórias”, a hora do conto “Álbum de Famílias” e a sessão de contos ”Aonde te leva a Corrente – histórias com Água”, na Biblioteca Municipal do Barreiro.  

 

 

 

 

18 novembro | sábado | 11h00 | sala do conto

Álbum de Famílias – Todas Diferentes e Especiais

Hora do conto e Ateliê pelo Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento parental da Associação NÓS (Comemoração da Convenção dos Direitos das Crianças).

Faixa etária: famílias com crianças dos 5 aos 10 anos

Duração: aprox. 1 h

Limite de inscrições: 15 crianças e adulto

Inscrições: 21 206 86 59

 

 

25 novembro | sábado | 11h00 | sala multiusos

"Aonde te Leva a Corrente" – Histórias com Água

Sessão de Contos "Aonde te Leva a Corrente"

A atriz Ângela Ribeiro dinamiza a Sessão

Faixa Etária: famílias com crianças a partir dos 4 anos

Duração - aprox. 1h

Entrada livre sujeita à lotação da sala.

 

Sinopse:

"A água dá. Dá vida, dá abrigo, dá caminho e alegria. A água leva. Leva a gente, leva para longe, leva a saudade e a sabedoria. Esta é uma sessão de histórias onde a água é a protagonista, nas suas diversas formas e feitios. Venham ouvi-las, vê-las, senti-las. E deixem-se levar pela corrente das palavras".

CMB

Galeria shairart: Exposição de Alexandre Rola explora cultura do consumo e do desperdício | Entrada Gratuita

 

galeria shairart dst.jpg

 

Coleção “LOOK BACK, GO AHEAD” para visitar na galeria shairart dst

EXPOSIÇÃO DE ALEXANDRE ROLA EXPLORA

CULTURA DO CONSUMO E DO DESPERDÍCIO

* 134 obras de arte e uma instalação site-specific do artista para ver gratuitamente

“LOOK BACK, GO AHEAD” é o nome da coleção de Alexandre Rola, em exposição na galeria shairart, em Braga. O artista português apresenta, até 4 de novembro, uma mostra com mais de 130 obras e uma instalação site-specific, através da qual explora o aproveitamento de materiais provenientes do desperdício quotidiano.

Com um vasto currículo, em que se incluem vários prémios nacionais e internacionais, dos quais se destacam “Personalidade do Ano em Artes Plásticas” (Portugal) e “Prémio Internacional de Pintura Desigual” (Espanha), Alexandre Rola evidencia, nesta exposição com curadoria de Helena Mendes Pereira, a sua desvinculação dos suportes tradicionais da criação artística, sendo evidentes as muitas referências à cultura do consumo, ao desperdício e à degradação da sociedade pós-moderna.

Para Helena Mendes Pereira, chief curator da shairart, “o aproveitamento de materiais provenientes do desperdício quotidiano e a apropriação de imagens provenientes da cultura de massas é uma tendência crescente dos nossos dias, que tem o seu histórico numa reinterpretação de conceitos da pop art, da art povera e dos movimentos de pendor conceptual.”

As obras de arte da exposição “LOOK BACK, GO AHEAD” encontram-se disponíveis para aquisição na shairart, plataforma online de arte contemporânea, sediada na galeria shairart dst.

Horário galeria shairart dst
Segunda-feira a sábado: 14h às 19h
Encerra em feriados nacionais.
Outros horários mediante marcação.
Entrada livre

Festival ExpressArte - XVIII Encontro de Expressões Artísticas | Jovens da APPACDM fazem festa da arte e da inclusão em Palmela

 

Festival Expressarte.jpg

 

XVIII Encontro de Expressões Artísticas

Jovens da APPACDM fazem festa da arte e da inclusão em Palmela

 

     O concelho de Palmela acolhe, nos dias 18, 20, 21 e 28 de novembro, um conjunto de atividades integradas no Festival ExpressArte – XVIII Encontro de Expressões Artísticas, com participação gratuita e abertas à população em geral. Espetáculos de dança, teatro e música e um festival de folclore são as principais propostas.

     A iniciativa é organizada pelo CAJ (Clube Animação Jovem) da APPACDM de Setúbal – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, que aposta na arte como forma de desenvolvimento, terapia e inclusão social, reunindo, anualmente, as suas e os seus utentes e grupos artísticos das associações congéneres, bem como de outros grupos profissionais e/ou amadores da região, promovendo o convívio e a troca de experiências.

     O Festival ExpressArte está a decorrer em vários concelhos da Península de Setúbal, levando junto da comunidade o trabalho das associações que apoiam as pessoas portadoras de deficiência. O Município de Palmela é, uma vez mais, parceiro da iniciativa, reconhecendo o seu elevado interesse cultural e social.

 

Atividades no concelho de Palmela:

 

            Dia 18 | 14h00 – 18h00 | Grupo Desportivo da Lagoa da Palha

            3.º Encontro de Folclore Solidário entre Associações

 

            Dia 20 | 10h30 – 12h30 | Cine-teatro S. João, Palmela

Espetáculo de dança, teatro e música - Apresentações de Grupos da APPACDM e associações congéneres à comunidade escolar e IPSS do concelho de Palmela

 

            Dia 21 | 10h30 – 12h30 | Auditório Municipal de Pinhal Novo

Espetáculo de dança, teatro e música - Apresentações de Grupos da APPACDM e associações congéneres à comunidade escolar e IPSS do concelho de Palmela

 

            Dia 28 | 10h30 – 12h30/14h30 – 15h30 | Centro Cultural de Poceirão

Espetáculo de dança, teatro e música - Apresentações de Grupos da APPACDM e associações congéneres à comunidade escolar e IPSS do concelho de Palmela

 

STOLEN BYRDS - JETPLANE TOUR

O ROCK DOS STOLEN BYRDS CHEGOU A PORTUGAL

 

image007.jpg

 

Os Stolen Byrds têm o Rock na alma e comprovaram-no com o single “In My Head”, primeiro excerto do mais recente álbum da banda, “2019”. Agora a banda vem finalmente a Portugal mostrar a sua identidade rockeira.

 

Oriundos do Brasil, os Stolen Byrds têm o seu espaço bem demarcado na cena independente brasileira. A sua identidade musical inspirada no Hard Rock da década de 70, no Rock e Stoner Rock mas também no Blues.

 

A banda do Paraná tem dividido palcos com nomes do calibre de Sepultura, Cachorro Grande ou Casa das Máquinas e, chegou a hora de tomarem de assalto os palcos portugueses. A Jetplane Tour conta já com quatro datas no nosso país, com o apoio da Music For All.

 

29.11| Tokyo, Lisboa, 23h30, 5€

30.11| Hard Rock Café, Porto, 22h30, Entrada livre

01.12| Fábrica dos Ofícios, Porto, 23h, Entrada livre

02.12| Estudantino Café, Viseu, 23h, Entrada livre

Neighbourhood Where Álvaro Meets Aldo no CCB

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

14 de novembro a 11 de fevereiro | Garagem Sul

A representação oficial portuguesa na XV Bienal de Arquitetura de Veneza escolheu, como tema central, o notável trabalho de Álvaro Siza no domínio da habitação social, abarcando os seus projetos em diferentes contextos – Campo di Marte (Veneza), Schlesisches Tor (Berlim), Schilderswijk West (Haia), e Bairro da Bouça (Porto). A exposição, agora apresentada em parceria com a DGARTES, documenta não só este trabalho, mas também o regresso do arquiteto aos quatro bairros, em 2016, neles confrontando-se com fenómenos como a imigração, a guetização, a turistificação e a gentrificação das cidades.

Casino Estoril inaugura XXXI Salão de Outono a 25 de Novembro

Casino Estoril Nadir Afonso.jpg

 

O Casino Estoril inaugura no próximo dia 25 de Novembro, às 17 horas, o XXXI Salão de Outono. Para a edição deste ano, a Direcção da Galeria de Arte do Casino Estoril decidiu incluir, na modalidade de Pintura, algumas alterações em relação às mostras colectivas de anos anteriores.

 

A mostra do presente ano poderia ser chamada de Salão de Pequeno Formato, dado que foi lançado aos artistas o desafio de executarem os seus trabalhos em dimensões que no mundo da Arte são geralmente definidas com essa designação. 

 

“Com estas características que poderão, eventualmente, ter continuidade em futuras edições, pretendemos alcançar os seguintes objectivos: convidar um maior número de artistas; tornar a Arte mais acessível em tempo de apregoada crise económica; permitir que coleccionadores emergentes possam investir em trabalhos de artistas de qualidade comprovada; que os clientes com grandes colecções possam adquirir obras, mesmo que eventualmente tenham falta de espaço em suas casas e, finalmente, que os turistas que diariamente visitam o Estoril possam adquirir alguns trabalhos de artistas portugueses, o que não sucedia em alguns casos por condicionantes de portabilidade”, explica Nuno Lima de Carvalho, Director da Galeria de Arte.

 

Na edição deste ano participam os seguintes artistas: Abílio Febra, Alfredo Luz, Branislav Mihajlovic, Carlos Ramos, Clo Bourgard, Cohen Fusé, Denis Cavalcanti, Diogo Navarro, Edgardo Xavier, Eduardo Eloy, Fernando Gaspar, Filipa Oliveira Antunes, Filipe Curado, Francisca de Magalhães Barros, Gustavo Fernandes, Ivald Granato, João Feijó, João Sotero, Jorge Pé-Curto, Lima Carvalho, Luzia Lage, Mário Vinte e Um, Mariola Landowska, Marius Moraru, Moisés Preto Paulo, Nadir Afonso, Paulo Ossião, Pedro Castanheira, Renato Rodyner, Rogério Timóteo e Rogério Tunes.

 

“Esta exposição é pelo número de trabalhos expostos e qualidade dos 31 artistas participantes, uma mostra representativa do estado da Arte em Portugal, nas modalidades de Pintura e de Escultura”, conclui Nuno Lima de Carvalho.

 

 

Com entrada livre, esta exposição ficará patente ao público até ao dia 10 de Janeiro, todos os dias, das 15 às 24 horas. Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos. 

 

FESTIVAL LUZA ILUMINA NOITES DE LOULÉ

De 24 a 26 de novembro,

 

 

 

SKYWAY5..jpg

 

De 24 a 26 de novembro, Loulé recebe o Festival Internacional de Luz do Algarve – LUZA, um evento cultural único na região que apresenta o trabalho de dezenas de artistas nacionais e internacionais. Durante três dias, as ruas de Loulé recebem performances de luz, cor e som, projeções multimédia e interativas que proporcionam momentos únicos de descoberta da cultura, costumes e tradições da região do Algarve.

 

Na primeira noite, o ponto alto do Festival LUZA está marcado para às 18h30, no Convento de Santo António. Daqui os participantes são convidados a percorrer um percurso pelas ruas da cidade até ao Coreto, passando por várias performances onde é possível interagir com os artistas, e onde os monumentos se transformam em telas gigantes ao ar livre.

 

Todos os dias, a partir das 19h00 até à meia noite, a fachada do Mercado Municipal será palco de um espetáculo de video mapping (com sessões a todos os 45 minutos). No Convento Santo António, estará patente a Exposição sobre Luz e Instalação de ByBeau (a partir das 10h00). A não perder no dia 24 de novembro a Conferência “Working with Light” no Cine-teatro Louletano (15h00) e no dia 25 de novembro o “Torch Light Parade” (entre as 18h30 e as 23h00) que promete trazer às ruas de Loulé muita animação, cor e luz. Todas as atividades são de entrada livre.

 

Esta iniciativa única conta com a participação de artistas nacionais e internacionais: ByBeau Studio, Grandpas´Lab (a quem se deve, entre outros, os espetáculos de video mapping do Terreiro do Paço), Felipe Mejías (conhecido pela sua performance criativa em areia em contraste com a luz), Boris Chimp 504, Musson+retallick, Plex Noir e os poloneses Joaquim Slugocki & Katarzyna Malejka.

 

LUZA é um evento pioneiro na região algarvia, apoiado pelo programa cultural «365 Algarve».

 

Para mais informações: http://pt.luzafestival.com  e www.365algarve.pt