Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

JAY-JAY JOHANSON FESTEJA OS 20 ANOS DE "WHISKEY" COM 5 DATAS EM PORTUGAL

dde4684c-17d9-4bb0-957f-03d7028d94e2.jpg

 

Álbum de estreia de Jay-Jay Johanson faz 20 anos e a digressão que o celebra passa por Portugal em Outubro
 

Faro - 10 de Outubro
Lisboa - 11 de Outubro
Leiria - 12 de Outubro
Guarda - 13 de Outubro
Braga - 14 de Outubro

 

Corria o ano de 1996 quando Jay-Jay Johanson resolveu mostrar a todos um novo lado da sua carreira, lançando aquele que seria um dos seus registos mais icónicos, "Whiskey".

A história de "Whiskey" surge em 1994 quando Jay-Jay, músico proveniente do Jazz, ouve uma promo de "Dummy" dos Portishead que havia chegado por correio, naquele dia, à redacção da revista de música POP, onde Johanson trabalhava à noite e aos fins-de-semana para ganhar algum dinheiro extra.

Após escutar exaustivamente aquele trabalho da banda de Beth Gibbons e companhia, Johanson percebeu que era possível fazer algo com que ele sempre sonhara: misturar um estilo de composição típico do jazz com batidas urbanas, herdadas do hip hop, abrandadas de modo a que conseguisse cantar, como no jazz, por cima das mesmas.

Certo dia, já influenciado por este novo registo sonoro, é descoberto pela antiga editora BMG que o convida a gravar alguns temas nos seus estúdios. «It Hurts Me So» e «So Tell The Girls That I Am Back In Town» foram duas delas que tiveram a preciosa ajuda à produção de Magnus Frykberg, o produtor na altura de bandas como os Massive Attack e os próprios Portishead que curiosamente se encontrava em Estocolmo. 

No dia imediatamente a seguir à conclusão da mistura da demo, Jay-Jay Johanson apresentou o produto final ao líder da BMG e assinou ali mesmo um acordo para gravar 3 álbuns com a editora. O lançamento de «Whiskey», em 1996, viria a dar ao artista sueco honras de capa na mítica publicação francesa Les Inrockuptibles. É aqui que Johanson, na 1ª pessoa, assume ter começado “a sério” a sua carreira.

É este brilhante trabalho que 21 anos depois será apresentado em 5 cidades portuguesas. Os bilhetes já estão à venda na Ticketline, BOL, bilheteiras locais e locais habituais com preços entre os 15€ e os 28€.

Os CantAutores em Águeda, Guarda e Tondela!

Os CantAutores de regresso, celebrando abril na d’Orfeu, no TMG e na ACERT!

sexta 21 abril, 22h00 - Espaço d'Orfeu, ÁGUEDA
sábado 22 abril, 21h30 - Teatro Municipal da GUARDA
segunda 24 abril, 21h45 - Novo Ciclo ACERT, TONDELA

image.png

 

http://www.dorfeu.pt/oscantautores


A d'Orfeu anuncia a reposição de um dos seus espetáculos mais emblemáticos, que percorreu o país há mais de uma década: “Os CantAutores”. Agora em quinteto, com grandes músicos, são três os concertos que recriam e celebram a música de intervenção: estreia em Águeda, na nova Latada do Espaço d’Orfeu (21 abril, lotação limitada e bilhetes à venda), no Teatro Municipal da Guarda (22 abril) e no Novo Ciclo ACERT, em Tondela (24 abril).

Dez anos depois, Luís Fernandes e Miguel Calhaz retomam a parceria musical que uniu as suas vozes em “Os CantAutores”, o espetáculo da d’Orfeu que, nos primeiros anos deste século, circulou por todo o país e resultou num disco de referência homónimo. Parte da obra menos conhecida dos cantautores José Afonso, Sérgio Godinho, Fausto e José Mário Branco vai voltar a subir aos palcos nacionais, na companhia do pianista Marco Figueiredo (também da formação original), do saxofonista Rodrigo Neves e do baterista Rui Lúcio.
 
É o regresso da música de intervenção, cuja atualidade não se perdeu, muito menos deixou de despertar intenso fascínio às novas gerações de público. Trata-se de música marcante na história das últimas décadas de Portugal, que vai voltar a encantar plateias. Por ora, em Águeda, na Guarda e em Tondela. Outros concertos estão já em marcação, cuja agenda pode ser permanentemente consultada em http://www.dorfeu.pt/oscantautores/. Os bilhetes para o concerto de Águeda estão à venda no Espaço d’Orfeu.

Na publicação das fotos, é obrigatória a menção dos respectivos créditos.

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC

CONCERTOS DE NATAL RUCA // NOVAS DATAS - LISBOA, PORTO E SANTA MARIA DA FEIRA

image004.jpg

 

Os concertos da personagem preferida dos mais novos vão chegar também às famílias de Lisboa, Porto e Santa Maria da Feira, com um espetáculo totalmente desenhado e inspirado na quadra natalícia.

 

 

Com espetáculos de Norte a Sul do país, que incluem agora as cidades de Santa Maria da Feira, a 8 de dezembro, Porto e Lisboa, a 7 e 8 de janeiro, respetivamente, as famílias portuguesas terão a oportunidade de entrar no mundo do Ruca, onde não vão faltar grandes doses de cor, animação, música, dança e a nova música “O Pai Natal chegou à cidade”. Todos poderão ver o boneco mais querido da televisão num formato dinâmico e com uma envolvência alegre e natalícia.

 

Nestes concertos ao vivo não vão faltar surpresas e momentos marcantes, tais como a visita do Pai Natal, a chegada de um enorme Boneco de Neve, uma selfie tirada com o público e, ainda, a parada improvisada pelas salas e palcos de Portugal. Quaisquer membros e gerações, desde pais, avós, irmãos, tios e primos, estão convidados a assistir a este concerto tão especial pensado para a época mais feliz e aguardada do ano.

 

Estão confirmadas as seguintes datas:

 

26-Nov

16h

Entroncamento

Pavilhão Municipal

08-Dec

11h

Santa Maria da Feira

Europarque

11-Dec

 

Beja

Pax julia

18-Dec

 

Loulé 

Pavilhão Municipal

03-Jan

 

Guarda

Teatro Municipal

07-Jan

15h

Porto

Coliseu

08-Jan

15h

Lisboa

Coliseu dos Recreios

 

 

 

 

 

 

 

Bilhetes à venda em www.bol.pt e nos pontos de venda aderentes.

RUCA TRAZ A MAGIA DO NATAL AOS PALCOS NACIONAIS

Ruca - Grande Concerto de Natal.png

 

A personagem preferida das crianças com a irmã Rosita, os seus Pais e companheiros Clementina, Luís e o Gato Riscas, vão percorrer o país para uma série de concertos que integram um surpreendente espetáculo totalmente desenhado e inspirado na quadra natalícia.

 

Com espetáculos de Norte a Sul do país, as famílias portuguesas terão a oportunidade de entrar no mundo do Ruca, onde não vão faltar grandes doses de cor, animação, música, dança e a nova música “O Pai Natal chegou à cidade”. Todos poderão ver o boneco mais querido da televisão num formato dinâmico e com uma envolvência alegre e natalícia.

 

Nestes concertos ao vivo não vão faltar surpresas e momentos marcantes, tais como a visita do Pai Natal, a chegada de um enorme Boneco de Neve, uma selfie tirada com o público e, ainda, a parada improvisada pelas salas e palcos de Portugal. Quaisquer membros e gerações, desde pais, avós, irmãos, tios e primos, estão convidados a assistir a este concerto tão especial pensado para a época mais feliz e aguardada do ano.

 

Até ao momento, estão confirmadas as seguintes datas:

26-Nov

 

Entroncamento

Pavilhão Municipal

11-Dec

 

Beja

Pax Julia

18-Dec

 

Loulé

Pavilhão Municipal

03-Jan

 

Guarda

Teatro Municipal

   

 

   

 

Bilhetes à venda nos locais habituais.

Festa Continente Guarda | 20 agosto | 14h00 à 00h00

No próximo dia 20 de agosto, a Festa Continente chega à Guarda e promete celebrar as melhores tradições e sabores portugueses, com muita animação, entre as 14h00 e a 00h00.

As famílias que passarem pela Festa Continente, que terá lugar no Parque Urbano do Rio Diz, vão ter a oportunidade de conhecer alguns dos produtores nacionais que fornecem as lojas Continente, saborear os seus produtos, como frutas, queijos e enchidos, e apreciar os aromas dos canteiros de ervas aromáticas.

Este evento traz ainda um programa repleto de atividades gratuitas para todas as idades. Showcookings com o Chef Rodrigo Menezes, workshops sobre como fazer pão ou compotas, exposições de artesãos locais e ainda um espaço dedicado aos mais novos, com atelier de pintura, jogos tradicionais e adereços como espantalhos, são apenas algumas das atividades que os visitantes vão ter oportunidade de experienciar.

Em homenagem a figuras importantes da região, a Festa Continente preparou ainda uma área dedicada a exposições: “Gente da Nossa Terra”, “As nossas Expressões”, e “Os nossos trajes”, com referências típicas das regiões de Portugal.

O programa da Festa Continente inclui ainda muita música e movimento para todos os gostos. Durante todo o dia do evento, os visitantes serão convidados a assistir a animações locais. Pelas 22h00, terá início o concerto de Tony Carreira que assinala o fim desta grande festa.

O evento conta com o apoio da Câmara Municipal da Guarda, da Confederação dos Agricultores de Portugal e do Clube de Produtores Continente, que pretendem sensibilizar e envolver os portugueses para o apoio à produção agrícola nacional, estimulando, em simultâneo, o orgulho de ser português.

 

Samara Lubelski no Lounge a 29 de Janeiro ENTRADA LIVRE

 

Não raras vezes descrita como uma música predilecta dos músicos, Samara Lubelski, novaiorquina de gema, é das grandes senhoras do universo independente de produção de som mais arrojado.
Criada no Lower East Side da Big Apple (quando aquilo parecia Beirute) e rodeada de arte por todos os lados desde miúda, Samara Lubelski já viu décadas passar na cidade onde as décadas condensam o que noutro sítio poderiam ser séculos de acontecimentos, sempre com um juízo crítico apuradíssimo e o maior dos entusiasmos por todos os que arriscam com destreza e engenho.
Co-fundadora dos Hall Of Fame, baluartes locais do ruído e da canção desmontada, parte integrante e colaboradora regular vai para mais de 10 anos nos Tower Recordings e em outras formações do guru Matt Valentine. Produziu uma catrefada de discos importantes do rock underground - de 'Arrived in Gold' dos Sightings, a 'Slow Globes' dos Mouthus. 
Hoje em dia toca activamente com Thurston Moore nos seus Chelsea Light Moving, quarteto que inclui também dois membros dos Sunburned Hand of the Man, Keith Wood (mais conhecido pelo moniker Hush Arbors) e John Moloney, e que tem viajado por todo o mundo. Participação que nasce de uma relação com alguns anos e que já havia dado frutos: Samara foi violinista nos dois últimos discos a solo de Thurston Moore e, consequentemente, companheira de estrada nas suas últimas digressões. Além disso, Thurston produziu o seu álbum anterior, 'The Future Slip', que foi editado na Ecstatic Peace, editora do mítico guitarrista.
'Wavelength' é o sexto longa-duração em nome próprio da senhora Lubelski, e marca o regresso à De Stijl, selo de inatacável relevância no domínio independente norte-americano. A carreira a solo de Samara distingue-se pela sua capacidade em entregar-nos algo de novo pelos mesmos processos e nas várias linguagens que utiliza. Cada álbum é resultado de uma longa maturação e de um amadurecimento de ideias que expressam a sua abordagem singular à canção. 'Wavelenght' é mais um capítulo numa discografia marcada por coerência e aprimoramento, Samara é uma esteta que sabe expressar bem as suas mais valias: uma colocação e presença vocal monotónica, impávida, um trono solene de onde vai operando toda a rica mecânica e harmónica dos instrumentos, arranjados com um requinte exemplar. Como é habitual, Samara conta com a habitual participação de amigos para a construção do seu reino onde habitam os imaginários da melhor Marianne Faithful do início, das meninas esfíngicas da canção francesa (Birkin, Hardy, Lafôret) ou da Nico de 'Chelsea Girl'. PG Six, Helen Rush (ambos seus colegas nos Metal Mountains), Steve Shelley (Sonic Youth), Mortiz Finkbeiner, Willie Lane, Brian Sullivan, são alguns dos nomes que ajudam-na a erguer este riquíssimo monumento da pop livre de 2012.
Um raríssimo caso de perseverança, paz interior e calma em canção, de alguém que continua a ter a gloriosa dose certa de liberdade e curiosidade, para continuar a fazer o que lhe bem apetece, cada vez melhor a cada ano que passa.

 

Site oficial http://samaralubelski.com/

Soundcloud https://soundcloud.com/destijlrecs/samara-lubelski-wavelength

Vídeo para “Jammage Cruiser” http://youtu.be/FGFQUxfpWlA

Vídeo para “Field the Mine” http://youtu.be/JB6liKBB-vc

 

Concerto: Samara Lubelski
Local: Lounge
Data: 29 de Janeiro
Horário: 22:30
Entrada: LIVRE



 

+ Datas da tournée nacional de Samara Lubelski:

 

 

 

Local: Café-concerto do Teatro Viriato, Viseu
Data: 30 de Janeiro
Horário: 22:00
Entrada: 2,50€

 

http://www.teatroviriato.com/pt/calendario/samara-lubelski/

 

 

 

Local: Café-concerto do Teatro Municipal da Guarda
Data: 31 de Janeiro
Horário: 22:00
Entrada: LIVRE

 

http://www.tmg.com.pt/eventodetalhe.aspx?idevento=797