Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

OLD SCHOOL #50 na Rua das Gaivotas 6

01-os-news.jpg

 


Teatro Praga

16 dez | sáb | 22h
entrada livre

OLD SCHOOL (OS) é um projecto curatorial de Susana Pomba, residente na Rua das Gaivotas 6. Apresenta obras inéditas de artistas plásticos num acontecimento que se circunscreve às horas úteis de uma noite apenas. Os artistas convidados a desenvolver uma obra para a edição de Dezembro será o Teatro Praga.
 

100 anos de história de Macau em exposição no Museu do Oriente

Fotografias seleccionadas por Rogério Beltrão Coelho

 

 

img022.jpg

 

Edifícios e bairros, entretanto desaparecidos ou profundamente alterados, os grandes acontecimentos locais e nacionais e as vivências quotidianas das comunidades macaenses, as suas tradições e costumes, estão retratados em “Macau. 100 anos de fotografia”, a exposição que o Museu do Oriente inaugura a 9 de Novembro.

 

Reunidas por Rogério Beltrão Coelho, jornalista com larga experiência em Macau e comissário da exposição, a colecção de cerca de 120 imagens integra o vasto acervo fotográfico do Museu do Oriente e aborda a história social e política de um território que esteve sob administração portuguesa durante 450 anos.

 

Neste século de imagens recorda-se a passagem por Macau de figuras políticas como Henrique Galvão e Gomes da Costa, ou do cinema, como Orson Welles e Clark Gable. São ainda lembrados acontecimentos como as celebrações do IV Centenário da Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia (1898), as primeiras travessias aéreas de Lisboa a Macau (1924 e 1931), a trágica explosão do paiol da Flora (1931) e o bombardeamento do hangar da aviação civil, pelos americanos, durante a Guerra do Pacífico (1945).

 

Como em muitos outros domínios, Macau esteve à frente do seu tempo também na fotografia, datando de 1844 os daguerreótipos do fotógrafo amador Jules Itier, que são as mais antigas imagens da região que se conhecem. A obra fotográfica produzida desde então, por amadores e profissionais sobre a temática Macau, anda dispersa pelo mundo integrando colecções particulares para além dos espólios de museus e instituições.

 

“Em Portugal, o Museu do Oriente detém, seguramente, uma das melhores colecções de imagens de Macau. Com esta exposição traz agora a público parte do seu acervo, franqueando-nos as portas para uma viagem de estudo e lazer pelo passado histórico de Macau”, afirma Rogério Beltrão Coelho. Nos dias 10, 17 e 24 de Novembro, pelas 18.30, o comissário fará visitas guiadas à exposição

 

“Macau. 100 anos de fotografia” está patente até 7 de Janeiro de 2018.

 

Exposição “Macau. 100 anos de fotografia”

Inauguração | 9 de Novembro | 18.30

Patente até 7 de Janeiro de 2018

Horário: terça-feira a domingo, 10.00-18.00

(à sexta-feira o horário prolonga-se até às 22.00, com entrada gratuita a partir das 18.00)

Preço: 6 €

Ana Moura celebra o Réveillon no Casino Lisboa

Réveillon no Casino Lisboa.jpg

 

Com um programa especial de Réveillon, o Casino Lisboa propõe aos seus visitantes uma noite festiva na qual se destaca um concerto de Ana Moura. Meia hora depois da chegada de 2018, a artista sobe ao palco central do Arena Lounge para celebrar o Ano Novo, interpretando os grandes sucessos da sua carreira. A entrada é livre.

 

O Casino Lisboa inicia, logo às 22 horas, o programa de Passagem de Ano com uma dinâmica actuação da banda The Joe’s. Às 23h30, será a vez de um espectáculo de comédia protagonizado por Telmo Ramalho. A celebração da meia-noite promete ser inesquecível, seguindo-se o primeiro set do DJ Rui Remix. Após o concerto de Ana Moura, o DJ Rui Remix regressa ao Arena Lounge para prolongar a festa até às primeiras horas de 2018. A entrada é livre.

 

Concerto de Ana Moura

Inspirada em "Moura", o seu 6º álbum de originais, Ana Moura será a grande protagonista do Réveillon do Casino Lisboa. Já em 2018, a intérprete apresenta-se, em palco, para recuperar os melhores sucessos do seu novo disco, não esquecendo outros êxitos incontornáveis da sua carreira.

 

Continuando a trilhar um caminho que personaliza o seu fado como uma música aberta ao mundo e sintonizada com a contemporaneidade, Ana Moura é cada vez mais uma cantora incomparável e com esse talento raro de levar uma música com uma enorme tradição à convivência próxima de um público vasto, de todas as idades e de ouvidos despertos para canções que celebram a vida com uma sonoridade que só poderia existir hoje.

 

“Moura”, tripla platina desde sua edição em novembro de 2015, volta a juntar a voz da fadista a alguns dos mais notáveis nomes de uma nova geração de compositores nacionais, casos de Pedro da Silva Martins e Luís José Martins (Deolinda), Miguel Araújo (Os Azeitonas), Márcia, Samuel Úria e Jorge Cruz (Diabo na Cruz). A este valoroso grupo de autores juntam-se, ainda, Pedro Abrunhosa, Carlos Tê, Edu Mundo e duas parelhas com África no horizonte – Kalaf Epalanga (Buraka Som Sistema) escreve para um original de Sara Tavares, enquanto o escritor José Eduardo Agualusa assina uma letra para um tema do, também, angolano Toty Sa'Med.

 

Em palco, Ana Moura continuará a contar com o mesmo excelente naipe de músicos que a tem acompanhado nos últimos anos: Ângelo Freire na guitarra portuguesa, Pedro Soares na viola de fado, André Moreira no baixo, João Gomes no teclado e Mário Costa na bateria e percussão.

 

Espectáculo de comédia com Telmo Ramalho

Em versão exclusiva, Telmo Ramalho protagoniza um espectáculo de comédia na noite de Passagem de Ano, assinalando com memórias e gargalhadas o final de 2017 no Casino Lisboa. No count-down para a mudança do ano, Telmo Ramalho traz ao Arena Lounge o melhor da comédia nacional.

A partir da sua relação pessoal com aquele que é considerado o grande mestre da comédia portuguesa, Telmo Ramalho recria algumas das mais icónicas rábulas de Raúl Solnado, sem esquecer os trejeitos e frases famosas. Uma noite imperdível!

 

Animação musical com os The Joe’s

Com um repertório muito diversificado, a banda The Joe’s inicia, às 22h00, o programa de Réveillon do Casino Lisboa, convidando o público a reviver os ícones que marcaram as décadas de 50 a 70. De Elvis Presley a The Beatles, passando por Roy Orbinson, The Platters, The Doors, Simone & Garfunkel, Rolling Stones ou James Brown, os The Joe’s abrangem diferentes gerações, unindo-as no prazer da música e da dança.

 

A banda The Joe’s reúne, em palco, um experiente elenco de músicos. Marco Pereira (voz, trombone e trompete), José Nuno Gonçalves (guitarra),  João Pedro Gonçalves (baixo) e André Pedro Dias (bateria conciliam os concertos com a actividade de professores de música e apresentações em outras formações musicais, onde potenciam a sua paixão.

 

Actuação do DJ Rui Remix

Na cabine da Juke Box, Rui Remix assegura, pouco depois da meia-noite melhores sonoridades para dar as boas-vindas a 2018. Após a actuação de Ana Moura, o conceituado DJ regressa ao Arena Lounge para conduzir a animação pela madrugada dentro.

 

Figura incontornável da noite portuguesa, Rui Remix construiu, desde a década de oitenta, uma carreira sólida ao serviço do djing, da animação e da divulgação musical. Rui Remix, ao qual muitos carinhosamente tratam por mestre, é um DJ com uma cultura e conhecimento musical muito vasto e continua a ser uma referência para jovens e novos valores do panorama nacional. Um "veterano" que acompanhou a evolução, o que lhe permite manter-se no top dos melhores DJs Nacionais.

 

Rui Remix mantém presença assídua nos principais palcos, casas e eventos do pais e ilhas e, também, no estrangeiro, sempre com sentido apurado na procura e divulgação de novos talentos da produção nacional e internacional, selecionando temas que são (e outros que virão a ser) os grandes hits das pistas de dança.

 

Programa de Réveillon do Casino Lisboa:

- 22h00: Animação musical com a banda The Joe’s

- 23h30: Comédia com Telmo Ramalho

- 00h00: Celebração da chegada do Ano Novo 

- 00h05: Actuação do Dj Rui Remix

- 00h30: Concerto de Ana Moura

- 02h00: Actuação do Dj Rui Remix

 

Com entrada gratuita, o Casino Lisboa oferece uma original noite de Réveillon que se prolonga até às primeiras horas de 2018. Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.

Neighbourhood Where Álvaro Meets Aldo no CCB

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

14 de novembro a 11 de fevereiro | Garagem Sul

A representação oficial portuguesa na XV Bienal de Arquitetura de Veneza escolheu, como tema central, o notável trabalho de Álvaro Siza no domínio da habitação social, abarcando os seus projetos em diferentes contextos – Campo di Marte (Veneza), Schlesisches Tor (Berlim), Schilderswijk West (Haia), e Bairro da Bouça (Porto). A exposição, agora apresentada em parceria com a DGARTES, documenta não só este trabalho, mas também o regresso do arquiteto aos quatro bairros, em 2016, neles confrontando-se com fenómenos como a imigração, a guetização, a turistificação e a gentrificação das cidades.

Exposição Os Trabalhadores Forçados Portugueses no III Reich no CCB

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 

17 novembro a 22 de janeiro | Centro de Congressos e Reuniões Piso 1


A 17 de novembro será inaugurada a primeira exposição que aborda o tema dos portugueses que foram sujeitos a trabalhos forçados no âmbito do sistema concentracionário do III Reich, durante a II Guerra Mundial. A exposição Os Trabalhadores Forçados Portugueses no III Reich é resultado de um projeto de investigação dirigido pelo historiador Fernando Rosas do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas.
Entrada Livre

Casino Lisboa oferece programa de música ao vivo em Dezembro

Com dinâmicas noites de música ao vivo, o Casino Lisboa acolhe, em Dezembro, um sugestivo programa de animação que culmina, precisamente, na noite de Réveillon. Num registo interactivo com o público, sobem ao palco multiusos do Arena Lounge, de Quarta-Feira a Sábado, Daniela Mendes, Woodnote, Plágio, Mon Key e The Joe’s. O cartaz inclui, ainda, de Quinta-Feira a Sábado, pouco depois da meia-noite, alguns dos melhores Dj’s do panorama nacional. A animação prolonga-se até de madrugada, sendo a entrada livre.

 

Em destaque no Arena Lounge, Daniela Mendes, actua, até ao próximo Sábado, 2 de Dezembro. A construção da estética musical assenta na mistura de sons, ritmos e palavras de Portugal, Brasil ou Cabo Verde. Daniela Mendes partilha o palco com Xico Santos no baixo, Ciro Lee na percussão e André Marques da Silva na guitarra.

 

Daniela Mendes no Arena Lounge.jpg

 

Depois de em 2009 concluir o curso de Arquitectura na Universidade Lusíada de Lisboa, Daniela Mendes decidiu que o seu caminho seria desenhado de canções. Quem hoje se cruza com esta singular voz, não crê que por pouco se perdia para outra arte. Reflexo talvez da “contaminação” que Lisboa provoca em quem por ela se apaixona, a sonoridade da cantora e compositora portuguesa convida o público a viajar por onde a mescla de influências lusófonas dão o mote. 

 

Com um registo muito próprio, os WoodNote actuam, de 6 a 9 de Dezembro, assegurando um ciclo musical que engloba numerosas composições clássicas que vão desde o jazz até ao soul mais profundo. 

 

Os WoodNote distinguem-se por uma performance musical onde a espontaneidade e naturalidade dos músicos, providencia um ambiente de cumplicidade com o público. O vocalista André Ferreira apresenta-se, em palco, com Pedro Brito na guitarra, Luís Rosa, no baixo, e Rui Carvalho, na bateria.

 

Bem conhecidos dos visitantes do Casino Lisboa, os Plágio apresentam, de 13 a 16 de Dezembro, êxitos do rock, pop, blues, soul e country. Trata-se de um quarteto constituído pela vocalista Vanessa Ferreira, por vezes ao piano, João Loureiro, na guitarra, Raphael Lopes, no baixo, e Ricardo Silva, na bateria. 

 

Com o intuito de recordar os momentos históricos da revolução musical, como foram as décadas de 60 e 70, os Plágio recriam êxitos dos Queen, Elvis Presley, Beach Boys, Aretha Franklin, James Brown e Tina Turner. A banda interpreta, ainda, outros sucessos mais recentes dos Maroon Five, Joss Stone, Bruno Mars e Amy Whinehouse. Os temas apresentados demonstram liberdade de arranjos musicais, dando lugar à criatividade, engenho e personalidade musical própria da formação. 

Plagio_Foto1.jpg

 

Por sua vez, os Mon Key protagonizam, de 20 a 23 de Dezembro, a animação musical no Arena Lounge. A vocalista Ana Caldeira partilha o palco com Hugo Ganhão no baixo, Diogo Santos nas teclas e Gonçalo Santos na bateria.

 

Mon Key.jpg

 

“Caracterizamo-nos pela ausência de... guitarra. Ainda assim, garantimos boa música, energia e versões originais de clássicos ou temas contemporâneos da Pop, Soul, Funk e Pop-Rock”, sublinham os Mon Key.

 

A banda The Joe’s inicia, a 27 de Dezembro, um ciclo de actuações que terá como ponto alto a noite de Réveillon. Os visitantes do Casino Lisboa poderão reviver os ícones que marcaram as décadas de 50 a 70. De Elvis Presley a The Beatles, passando por Roy Orbinson, The Platters, The Doors, Simone & Garfunkel, Rolling Stones ou James Brown, os The Joe’s abrangem diferentes gerações, unindo-as no prazer da música e da dança.

 

A banda The Joe’s reúne, em palco, um experiente elenco de músicos. Marco Pereira (voz, trombone e trompete), José Nuno Gonçalves (guitarra),  João Pedro Gonçalves (baixo) e André Pedro Dias (bateria conciliam os concertos com a actividade de professores de música e apresentações em outras formações musicais, onde potenciam a sua paixão.

 

Arena Lounge - Jukebox

O programa de animação musical culmina, de Quinta-Feira a Sábado, com as dinâmicas sonoridades da Juke Box. São diferentes DJ’s que seleccionam, pouco depois da meia-noite, os ritmos ideais para um público predominantemente jovem. A entrada é livre.

 

Programa de Dezembro

01 - Sheri Vari

02 - Diogo Pires

 

07 - Pan Sorbe

08 - Luís Patraquim

09 - Yugo Dee

 

14 - Nuno di Rosso

15 - Nery

16 - Luis Leite

 

21 - Mário Valente

22 - Johnny Deep

23 - Bruno Safara

 

28 - Pelota

29 - Dj Al

30 - John Holmes

31 - Rui Remix (Réveillon)

 

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.

 

Agenda FNAC com diversão para as crianças

Agenda Cultural para Crianças – todos os fins de semana de 4 de novembro a 16 de dezembro

FNAC_NATAL_KIDS.JPG

 

Natal chega à FNAC com diversão para os mais novos

A FNAC preparou para esta época natalícia atividades a pensar nos mais novos com workshops de jogos, espetáculos de música ao vivo, leitura de contos e sessões de autográfos. Durante os fins-de-semana de 4 de novembro a 16 de dezembro, a animação nos Fóruns FNAC é garantida.

 

Estão programados eventos didáticos como, por exemplo, o Workshop Natal Science4You, que promete  levar as crianças a apaixonarem-se pela ciência; o Workshop Majora, em que poderão experimentar diversos jogos de tabuleiro; o Workshop de Xadrez, que explora o universo das jogadas estratégicas e o Workshop Gaming,  que ensina a construir os próprios jogos.

 

A banda Fungaguinhos vai animar as FNAC Almada e Colombo, com os temas do seu albúm “Pra Bicharada”, recriação da música de José Barata Moura. Na FNAC Leiria, os mais jovens têm a oportunidade de se divertirem ao mesmo que aprendem com a Escola de Artes da Sociedade Artística Musical dos Pousos. Há ainda concertos para toda a família, com sonoridades a pensar nos bebés, que têm o intuito de contribuir para o seu desenvolvimento intelectual, sensorial e motor.

 

Já os fãs de histórias recheadas de humor e de fantasia, terão direito a sessão de autógrafos com Greg de o “Diário de um Banana” e à Hora do Conto, que acontece quase todos os domingos de manhã em todas as FNAC.

 

 

Calendário de 4 de novembro a 16 de dezembro:

 

Dia 4 de novembro, sábado

Workshop Majora – jogos de tabuleiro, FNAC NorteShopping, 11h30

 

Dia 5 de novembro, domingo

Workshop Gaming – Construção de jogos por ciência divertida – FNAC GaiaShopping, 16h

Concertos em família – concertos para bebés - FNAC NorteShopping, 11h30

Escola de artes por Sociedade Artística Musical dos Pousos – FNAC Leiria, 11h

 

Dia 11 de novembro, sábado

Concertos em família – concertos para bebés – FNAC Oeiras, 11h

Sessão de autógrafos com o Greg – “Diário de um Banana” – FNAC Alfragide, 11h30

Sessão de autógrafos com o Greg – “Diário de um Banana” – FNAC Almada, 15h

 

Dia 12 de novembro, domingo

Sessão de autógrafos com o Greg – “Diário de um Banana” – FNAC Oeiras, 11h

Sessão de autógrafos com o Greg – “Diário de um Banana” – FNAC Cascais, 15h

 

Dia 18 de novembro, sábado

Sessão de autógrafos com o Greg – “Diário de um Banana” – FNAC Colombo, 11h30

 

Dia 19 de novembro, domingo

Workshop Natal Science4You – FNAC Alfragide, 11h30

Workshop de Xadrez – multi road show – multi chess por grupo múltipla escolha – FNAC NorteShopping, 11h30

 

Dia 25 de novembro, sábado

Workshop Majora – jogos de tabuleiro – FNAC Alfragide, 11h às 18h

 

Dia 26 de novembro,domingo

Workshop Natal Science4You – FNAC Vasco da Gama, 11h30

 

Dia 1 de dezembro,sexta-feira

Workshop Natal Science4You – FNAC Vasco da Gama, 11h30

 

Dia 2 de dezembro, sábado

Workshop Majora – jogos de tabuleiro, FNAC Viseu, 11h30 às 14h

Workshop Majora – jogos de tabuleiro, FNAC Almada, 15h às 17h

 

Dia 3 de dezembro, domingo

Concertos em família – concertos para bebés – FNAC NorteShopping, 11h30

 

Dia 8 de dezembro, sexta-feira

Fungaguinhos, “Pra Bicharada” – a música de José Barata Moura para a infância – FNAC Almada, 16h30

 

Dia 9 de dezembro,sábado

Fungaguinhos, “Pra Bicharada” – a música de José Barata Moura para a infância – FNAC Colombo, 17h

 

Dia 10 de dezembro, domingo

Workshop Natal Science4You – FNAC Alfragide, 11h30

 

Dia 16 de dezembro, sábado

Workshop Natal Science4You – FNAC Viseu, 11h30

 

 

Dia Literário Manuel Ferreira no CCB

 
 

16 de dezembro | 15:00 | Centro de Congressos e Reuniões
Dia Literário Manuel Ferreira

phpThumb_generated_thumbnailjpg.jpg

 


No ano do centenário de Manuel Ferreira, escritor que introduziu os estudos sobre literatura africana de expressão portuguesa em 1974, na universidade, o CCB dedica-lhe este Dia Literário, com a participação da escritora angolana Ana Paula Tavares e do escritor cabo-verdiano Filinto Elísio. Deolinda Pereira de Barros fará um testemunho e lerá textos de Manuel Ferreira.
Entrada Livre

Santander Totta e Fundação Banco Santander organizam exposição de pintura e escultura ibéricas

image001.png

 

ALMADA NEGREIROS, PICASSO E VIEIRA DA SILVA ENTRE OS ARTISTAS EXPOSTOS  

 

25 NOV 2017 | 17 DEZ 2017

 

O Banco Santander Totta promove juntamente com a Fundação Banco Santander, uma exposição de pintura e escultura Ibéricas, subordinada ao tema: “Luzes e Sombras, Diálogos e Perspetivas Ibéricas”.

 

Nesta exposição, poderão ser apreciadas algumas das melhores obras de cada uma das duas coleções (Banco Santander Totta e Banco Santander), refletindo o cruzamento do pensamento intelectual e das expressões e movimentos artísticos que marcaram o séc. XX ibérico, através das obras de artistas como Almada Negreiros, Picasso, Solana, Vieira da Silva, Sorolla, Malhoa, entre outros. Trata-se de duas coleções em contraste, reveladoras dos mestres que marcaram o Século XX em Portugal e Espanha.

 

Esta exposição destina-se ao público em geral, associando-se ao facto de Lisboa ser a Capital Ibero-Americana da Cultura 2017, e pode ser visitada aos sábados e domingos das 10h00 às 16h00, entre os dias 25 de Novembro e 17 de Dezembro, no edifício sede do Banco Santander Totta, localizado na Rua do Ouro, 88, em Lisboa.

 

A entrada na exposição está associada a uma causa social, uma vez que os visitantes realizam um donativo mínimo de 2€ que reverterá integral e diretamente para o Serviço de Pediatria do IPO de Lisboa.