Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

LANÇAMENTO DO LIVRO “ORLANDO MORAIS – O PINTOR DA ERICEIRA” | 24 de setembro | 16h00 | Auditório da Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, Ericeira

image003.jpg

 

Lançamento do livro “Orlando Morais – O Pintor da Ericeira”

No próximo dia 24 de setembro, pelas 16h00, no Auditório da Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, será apresentado o livro “Orlando Morais – O Pintor da Ericeira”, editado pela Câmara Municipal de Mafra.

A presente obra publicada pela Autarquia, com a colaboração da família do pintor ericeirense, representa uma oportunidade para divulgação da pintura de Orlando Morais, assim como do vasto património do Concelho de Mafra.

Com esta publicação pretende a Câmara Municipal prestar tributo ao artista, natural da Ericeira, cujo legado é um testemunho de amor à Ericeira, assumindo-se, o seu trabalho, como memória sobre a vila e as suas gentes, no ano em que se assinala o seu 90.º aniversário.

Orlando da Silva Morais nasceu na Ericeira, a 26 de julho de 1927, falecendo, aos 68 anos, no dia 3 de novembro de 1995. Como artista autodidata, desde cedo sentiu o apelo pelas Artes Plásticas, começando a pintar nas horas vagas, tendo pintado cerca de 1500 obras. Com o passar dos anos e à medida que foi conquistando o apreço do público, acabou por se dedicar inteiramente à Pintura.

Ao longo da vida pintou e desenhou inúmeros quadros nos quais a Ericeira surge sempre como pano de fundo. Representou nas suas telas paisagens, o mar, detalhes da arquitetura, tais como fachadas, portas e janelas, ruas e becos da Ericeira, em que o azul e branco se fundem, conferindo aos seus quadros grande luminosidade e retratando a vida, a história, a identidade e as gentes da vila.

Agenda Cultural Fnac | Literatura | História contemporânea, romance policial, life coaching e receitas para bebés marcam os lançamentos FNAC

Agenda Cultural - Literatura – primeira quinzena de setembro

 

 

História contemporânea, romance policial, life coaching e receitas para bebés marcam os lançamentos FNAC desta quinzena

 

 

As sugestões e lançamentos literários FNAC desta quinzena tocam temáticas para todos os gostos e interesses.

 

 

Destaque para “Filhos da Primavera Árabe”, do antigo jornalista Paulo Jorge Pereira, que aborda a vida de Mekdad e Wafaa, dois jovens professores que trabalham na Universidade de Damasco, capital da Síria, e que são forçados a sair do país. A apresentação no Porto está marcada para dia 15 de setembro, às 21h30, na FNAC do NorteShopping. Da autoria de Luís Naves, com recolha de documentos por Eric Frattini, “Portugal visto pela CIA” é apresentado no dia 14 de setembro, na FNAC do Chiado, pela voz de Irene Pimentel. Uma recolha e análise de documentos inéditos e só recentemente divulgados pela CIA, abrangendo quatro décadas, onde ficamos a saber pela primeira vez como evoluiu o olhar dos Estados Unidos da América sobre Portugal.

 

 

A Verdade do Amor”, de Gustavo Santos, editado na sequência do sucesso dos títulos “Ama-te” e “Ama-te Nível 2: Assumir a alma”, é um livro onde o autor pretende dar a perceber que o amor é a base de tudo: das relações afetivas, da amizade, da vida profissional, no fundo, de tudo aquilo que nos rodeia. É apresentado na FNAC do Colombo no dia 12 de setembro, às 18h30. Já Joana Barrios, autora do blogue Trashédia, mostra em “Nhom Nhom” que planear e confecionar refeições diárias para os nossos bebés não é assim tão difícil como parece. O lançamento está marcado para dia 11 de setembro, pelas 18h30, na FNAC de Santa Catarina, no Porto.

 

 

Região Norte

 

Lançamento

“Nhom Nhom”, de Joana Barrios

11/09 |18h30 | FNAC STA CATARINA

 

Screen Shot 2017-09-04 at 11.30.09.png

 

Lançamento

“Cidades de Rio e Vinho – Memória, património, reabilitação”, livro de vários autores

14/09 | 18H30 | FNAC GAIASHOPPING

 

Lançamento

“Filhos da Primavera Árabe”, de João Jorge Pereira

15/09 |21h30 | FNAC NORTESHOPPING

 

Screen Shot 2017-09-04 at 11.30.58.png

 

 

Lançamento

“O Segredos dos Bragança”, de Ricardo Correia

15/09 | 19H00 | FNAC NORTESHOPPING

 

LANÇAMENTO

“Licenciei-me... e agora? – Guia passo a passo para entrares com o pé direito no mercado de trabalho”, de Catarina Alves de Sousa. Apresentado pela blogger Raquel Caldevilla.

08/09 | 21H30 | FNAC NORTESHOPPING

 

 

Coimbra, Leiria e Viseu

 

Lançamento

“Atrai pessoas para a tua vida fantástica”, de Diana Gaspar

13/09 | 18H30 | FNAC COIMBRA

 

 

Grande Lisboa e Almada

 

Lançamento

“A Verdade do Amor”, de Gustavo Santos

12/09 | 18H30 | FNAC COLOMBO

Screen Shot 2017-09-04 at 16.48.33.png

 

 

 

Lançamento

“Portugal visto pela CIA”, de Luís Naves

14/09 | 18H30 | FNAC CHIADO

 

Screen Shot 2017-09-04 at 16.51.43.png

 

 

 

Pode consultar toda a programação em culturafnac.pt.

Biblioteca Municipal apresenta os livros “Para além do Impossível” e “Enigma da Mentira: até os santos têm os seus pecados”

“Para além do Impossível”, de C. Gonçalves, e “Enigma da Mentira: até os santos têm os seus pecados”, de Paulo Gonçalves, serão os dois livros apresentados em setembro, no auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro. O primeiro no dia 16, às 16h00 e o segundo a 23, pelas 18h00.

A entrada é livre.

 

“Para além do Impossível” - Biografia  

cartaz_apresentação_alem_impossivel.jpg

 

“C. Gonçalves é o pseudónimo desta contadora de histórias, apaixonada pela vida, pelos sonhos, pelas emoções e pelo amor.

Nascida em 1972 no Barreiro, onde vive desde sempre.

Integra o corpo não-docente do Instituto Superior Técnico, desde 1991.

Licenciada em Estudos Europeus, Minor em Arte, Literatura e Cultura, em 2013.

Os livros e a música sempre ocuparam um lugar de destaque na sua vida, ambos associados à expressão dos sentimentos e das emoções, como um bem essencial à sua vida e dos quais não se consegue separar.

Publica desde 2015 na sua página de Facebook, as frases soltas e os pensamentos que guardou para si ao longo do tempo.

Tem dois contos publicados: «O café da minha vida» (2016) e «O tempo, faz de nós o que quer» (2017), através da iniciativa «Um livro num dia», da Chiado Editora.

«Para além do Impossível» é o seu primeiro romance”.

 

Sinopse

“Sara é uma mulher livre, independente e igualmente solitária. Com a aproximação dos quarenta anos, agarra-se à sua profissão para atingir a sua realização pessoal e faz da sua casa o seu refúgio, da sua vida um enigma. E é essa a sua forma de viver, onde usa as suas rotinas para se sentir segura.

Quando Santiago entra na sua perfeita existência e lhe vira a vida do avesso, ela irá perceber que, por vezes, o avesso é o lado certo. Mas quando tudo parece perfeito, os acontecimentos irão mostrar-lhes que a realidade pode mudar num instante e que juntos, terão que ultrapassar as dificuldades impostas pela própria vida.

Conseguirão fintar o destino e reescrever a história à sua maneira?

Um romance que aborda as relações pessoais no emprego, a diferença de idade e a descoberta do amor sem limites”.

 

“Enigma da Mentira: até os santos têm os seus pecados” - Biografia    

cartaz_enigma da mentira.jpg

 

“Paulo Costa Gonçalves - licenciado em Sociologia e Researcher Freelancer em projetos de investigação sociológica, tornou-se um contador de histórias perspicazes, que surpreendessem o leitor e os embrenhassem no passado já esquecido, onde os mistérios da História continuam a influenciar os dias atuais”.                

 

Sinopse

“Baseando-se num dos textos mais fascinantes do estudo das incursões nórdicas no ocidente peninsular e cujo documento original não chegou aos nossos dias, existindo apenas uma cópia datada do século XVII, o autor cria mais um enredo complexo, misterioso e interessante.

Estamos perante uma nova história que, além de voltar a fazer o cruzamento com a História passada, leva inicialmente, e pela primeira vez na sua vida de investigador, o “seu” inspetor Alex a sentir algo parecido com o verdadeiro medo que, no entanto, é superado pela perspicácia e inteligência a que nos habituou nas histórias anteriores.

O livro lê-se com aquele interesse que “obriga” a virar cada página à procura da solução das sucessivas situações de mistério e dúvida, encontradas na página anterior. Novamente, com uma leitura fácil mas, ao mesmo tempo, com a complexidade inerente às ligações ancestrais da História e dos mistérios que passaram pelo que é, agora, território português. O clímax da narrativa é imprevisível e garante emoções fortes mesmo até à última página”.

 

 

CMB

Dom Quixote ensaio - Novidades rentrée 2017

 

Homens Sem Mulheres, de Haruki Murakami (Casa das Letras, 19 de Setembro)

Sete contos que dão forma ao mais recente livro editado em Portugal.

Pelo Mundo Fora, de Diana Pereira (Casa das Letras, 19 de Setembro)

_opt_VOLUME1_CAPAS-UPpelo_mundo.jpg

 

A cozinha, os cheiros e os sabores que a modelo/apresentadora partilha em casa com os dois filhos. Uma viagem pela China, Porto Rico, Índia, México, Turquia, EUA, Tailândia, Marrocos, Japão, Angola, Brasil, Rússia e Líbano

Abril e Outras Transições, de José Cutileiro (Dom Quixote, 12 de Setembro)

abril_e_outras_transicoes.jpg

 

Uma mistura entre livro de memórias e reflexão sobre o país e o mundo, marca o regresso de José Cutileiro aos livros. O articulista decano do Expresso e embaixador fala das suas origens e família, da sua juventude passada entre o Alentejo e Lisboa durante o Estado Novo, dos seus estudos em Oxford e da vida de escritor e de diplomata ao mais alto nível durante cerca de vinte anos.

Vinhos de Portugal 2018, de João Paulo Martins (Oficina do Livro, 19 de Setembro)

Depois de um ano de interregno, Vinhos de Portugal, o mais respeitado e antigo guia de vinhos do país está de volta com o seu 23.º livro. Poderá encontrar a análise de vinhos de todas as regiões, devidamente assinalados com classificações e notas de prova, assim como uma criteriosa selecção dos melhores vinhos do ano – e, ainda, um capítulo dedicado aos vinhos que custam entre 4 e 10 euros e que custam menos de quatros euros.

História Íntima da Humanidade, de Theodore Zeldin (Texto, 12 de Setembro)

_historia_intima_da_humanidade.jpg

 

A história das emoções humanas.

50 Marcos da História que precisa mesmo de saber, de Ian Crofton (Dom Quixote, 4 de Setembro)

Novo título, o oitavo editado em Portugal, de uma das Colecções internacionais de não-ficção mais bem sucedidas da última década em Portugal.

O Islão e o Ocidente, a Grande Discórdia, de Jaime Nogueira Pinto (Dom Quixote, 4 de Setembro)

Quinta edição com um novo prefácio escrito à luz dos recentes atentados. 

OUTUBRO

Luta Armada, de Isabel do Carmo (Dom Quixote)

As Brigadas Revolucionárias, a ARA e a LUAR contadas pelos próprios protagonistas. E os dias de fúria da Europa rebelde da segunda metade do século XX.

A Tragédia de Um Povo, A Revolução Russa 1891 – 1924 (Dom Quixote)

Edição do centésimo aniversário, de Orlando Figes.

Antologia do Pensamento Geopolítico e Filosófico Russo, do José Milhazes e João Domingues (Dom Quixote)

 

 

Programação Cultural FNAC | Norte | Fim-de-semana 2 e 3 de setembro

 
 
02/09 | 16h00 | FNAC NORTESHOPPING
Apresentação | "Socorro! O meu bebé não dorme"
Livro de Clementina Almeida
Apresentado por Diana Bouça-Nova.
A psicóloga clínica, especialista em bebés, dá-te as ferramentas para compreenderes melhor o teu bebé e a forma como ele dorme.

Screen Shot 2017-09-01 at 11.47.33.png

 

 
__________
 
02/09 | 16h30 | FNAC MARSHOPPING
Apresentação | "Vila Chã - Um Mar de Experiências"
 
Livro de Teresa Azevedo
Com ilustrações de Bruno Costa
Sabe mais sobre a cultura piscatória, num livro que procura valorizar a riqueza natural e cultural de Vila Chã.

Screen Shot 2017-09-01 at 11.47.43.png

 

 
__________
 
02/09 | 18h30 | FNAC MARSHOPPING
Apresentação | "Speed date with a mobile APP"
 
Os segredos de uma aplicação para smartphone
Por Rumos
Tudo sobre aplicações: como são criadas, quais os segredos, como evoluem e chegam ao teu dispositivo. 

Screen Shot 2017-09-01 at 11.48.09.png

 

 

 

__________
 
02/09 | 16h00 | FNAC GUIMARÃES 
Apresentação | "Workshop sobre o mundo dos conectáveis"
Por Carlos Cunha e Tiago Marques
Fica a conhecer algumas das extraordinárias funcionalidades dos conectáveis.

Screen Shot 2017-09-01 at 11.48.02.png

 

 
__________
 
03/09 | 17h00 | FNAC SANTA CATARINA 
Apresentação | "Heróis que nascem da BD no Cinema"
Por César Nóbrega
Junta-te a esta viagem pelas fascinantes ligações entre filmes e banda desenhada.

Screen Shot 2017-09-01 at 11.47.49.png

 

Edições Almedina: Novidades Editoriais

Edições Almedina: Novidades Editoriais

 

  • Código de Processo Civil Anotado, de José Lebre de Freitas e Isabel Alexandre
  • FATCA e CRS, de Rodrigo Rabeca Domingues e Daniela Pessoa Tavares
  • Legislação Turística Anotada, de Paula do Couto Quintas

Acabam de chegar às livrarias portuguesas três novas obras das Edições Almedina: “Código de Processo Civil Anotado”, de José Lebre de Freitas e Isabel Alexandre, “FATCA e CRS”, de Rodrigo Rabeca Domingues e Daniela Pessoa Tavares, e “Legislação Turística Anotada”, de Paula do Couto Quintas.

 

 

Código de Processo Civil Anotado

CodigoProcessoCivilAnotado_frente(1).jpg

 

A obra “Código de Processo Civil Anotado”, que acaba de ser lançada pelas Edições Almedina, é a anotação aos artigos 362.º a 626.º do Código de Processo Civil, baseadas em referências à jurisprudência e pelo histórico daquele mesmo artigo e a transformação que foi sofrendo ao longo do tempo.

 

A obra da autoria de José Lebre de Freitas, à venda com o PVP de 59,90€, dá particular relevo às disposições contidas no Código de Processo Civil e a sua evolução ao longo dos anos. 

 

Dedicado essencialmente a juristas, advogados, magistrados, docentes e investigadores no ramo do Direito, este é um trabalho muito rico, que contém bastante informação, nomeadamente anotações muito sólidas numa obra que já tem grande aceitação no mercado.

 

 

FATCA e CRS

FATCA_CRS_frente.jpg

 

 

Os últimos anos foram marcados por uma mudança de paradigma da fiscalidade, sobretudo em matéria de transparência fiscal. O reconhecimento da troca automática de informações, em especial a de natureza financeira, como meio de combate à fraude e evasão fiscais, desencadeou a negociação de um conjunto de instrumentos internacionais, de natureza bilateral e multilateral, que foram rapidamente absorvidos pelas legislações nacionais das jurisdições aderentes.

 

Em matéria de troca automática de informações sobre contas financeiras merecem especial destaque o Foreign Account Tax Compliance Act (FATCA) dos EUA e a norma mundial única desenvolvida pela OCDE, comummente designada como Common Reporting Standard (CRS), a qual foi integralmente acolhida pela União Europeia, mediante a aprovação da Diretiva 2014/107/EU, do Conselho, de 9 de dezembro de 2014, que altera a Diretiva 2011/16/EU, no que respeita à troca automática de informações obrigatória no domínio da fiscalidade.

 

Face aos compromissos assumidos a nível internacional para a implementação da troca automática de informações sobre contas financeiras, por um lado, e à necessidade de transposição da Diretiva 2014/107/EU, do Conselho, de 9 de dezembro de 2014, por outro, Portugal adotou um conjunto de diplomas que vieram consagrar a disciplina jurídica da troca automática de informações sobre contas financeiras.

 

“FATCA e CRS”, uma obra que está agora à venda nas livrarias da especialidade com o pvp de 24,90€, aborda todos estes temas, compilando, num único volume, legislação dispersa e complexa relativa à troca automática de informações sobre contas financeiras, cuja compreensão é facilitada através do enquadramento inicial com algumas tabelas interativas com informação relativa a prazos e conceitos chave.

 

Considerando então a diversidade de instrumentos internacionais que regulam esta matéria e aos quais Portugal se encontra vinculado, bem como a legislação extensa, dispersa e complexa atualmente em vigor, esta obra é dedicada a todos os advogados, consultores, fiscalistas, responsáveis da área fiscal de empresas do setor financeiro e não financeiro, revisores oficiais de contas e contabilistas certificados, e estudantes e investigadores da área.

 

 

Legislação Turística Anotada

LegislaoTurstica_7edi_frente.jpg

 

 

“Legislação Turística Anotada”, da autora Paula do Couto Quintas, docente especialista em Direito do Trabalho e Investigadora pelo IJP, é uma obra que reflete as atualizações legislativas e de pensamento dos temas maiores do Direito do Turismo (Animação Turística, Utilidade Turística, Regime das Agências de Viagens e Turismo, Direito Reclamacional e Contraordenacional), do qual se destaca o Regime Jurídico dos Empreendimentos Turísticos, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei nº 80/2017, de 30.06, bem como as Portarias para o qual remete.

 

No fundo, pode dizer-se que esta obra reúne a legislação fundamental sobre o setor turístico em Portugal, e tem a vantagem de concentrar, numa só obra, a legislação atualizada do sector.

 

O seu principal público-alvo são operadores turísticos, escolas que lecionam Turismo, Associações Empresariais (hotelaria, turismo no espaço rural, agências de viagens), Sindicatos e Institutos Públicos, nomeadamente Turismo de Portugal.

 

“Legislação Turística Anotada” permite a qualquer operador desta área conhecer o enquadramento jurídico da sua atividade. Encontra-se à venda nas livrarias da especialidade pelo PVP de 34,90€.

 

 

 

Sobre os autores José Lebre de Freitas e Isabel Alexandre:

 

José Lebre de Freitas:

Professor catedrático jubilado da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa

Consultor na Carvalho, Matias & Associados

 

Isabel Alexandre:

É licenciada pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL) e mestranda em Direito Fiscal na FDUL. Integra o departamento de Tax Financial Services da PwC desde 2014. É coordenadora e publica periodicamente na revista online ULisbon Tax Masters Review.

 

 

Sobre os autores Rodrigo Rabeca Domingues e Daniela Pessoa Tavares:

 

Rodrigo Rabeca Domingues:

É licenciado em Organização e Gestão de Empresas pelo ISCTE, com especialização em Corporate Finance pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. É atualmente Diretor no departamento de Tax _ Financial Services da PwC, árbitro do CAAD (Centro de Arbitragem Administrativa). É coordenador e formador de diversos cursos na área da fiscalidade na PwCs Academy, OROC, OCC e APOTEC.

 

Daniela Pessoa Tavares:

É licenciada pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL) e mestranda em Direito Fiscal na FDUL. Integra o departamento de Tax Financial Services da PwC desde 2014.

É coordenadora e publica periodicamente na revista online ULisbon Tax Masters Review.

 

 

Sobre a autora Paula do Couto Quintas:

 

Paula do Couto Quintas é Doutora em Direito do Trabalho, Mestre em Relações Internacionais, Pós-graduada em Estudos Europeus/Direito Comunitário e Licenciada em Direito, vertente jurídico-política, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Detentora do Curso jurídico de "Direito Comunitário", Ordem dos Advogados (1993), e do Curso jurídico de "Cessação do Contrato de Trabalho e Contratação a Termo" (1989), é Docente especialista em Direito do Trabalho e Investigadora pelo IJP.

 

“Nunca entres na floresta, onde muitos perigos espreitam e poderão capturar-te a alma”

Serafina.jpg

 

 

“Nunca entres na floresta, onde muitos perigos espreitam e poderão capturar-te a alma”

 

 

 

“Serafina e o Manto Negro” é o novo livro juvenil de Robert Beatty que acaba de chegar às livrarias portuguesas pela Minotauro, uma chancela do Grupo Almedina. A obra conta-nos a história de Serafina, uma menina que nunca teve motivos para se aventurar além da propriedade de Biltmore, mas que, com o objetivo de desvendar um mistério, parte à aventura para uma floresta que aprendeu a temer.

 

O pai disse-lhe muitas vezes para se manter escondida na cave da propriedade de Biltmore e para nunca permitir que a vissem, e Serafina nunca teve motivos para desobedecer e/ou aventurar-se além da propriedade. No entanto, certo dia, as coisas mudam e as outras crianças que vivem na herdade começam a desaparecer.

 

Serafina é a única que sabe quem é o responsável pelos raptos: um homem assustador com um manto negro, que percorre os corredores de Biltmore durante a noite. Serafina pretende desvendar a identidade deste vilão, e para isso arrisca o seu segredo e junta forças com Braeden Vanderbilt, o sobrinho mais novo dos donos da herdade.

 

Esta demanda levará Serafina até à floresta que aprendeu a temer, onde descobre uma magia há muito esquecida, ligada à sua identidade. Ao longo desta aventura, a jovem menina terá que procurar as respostas para completar o puzzle do seu passado, de forma a salvar as crianças e desvendar o mistério.

 

“Uma história cheia de suspense, que envolve o leitor na narrativa tão facilmente como o Homem do Manto Negro captura as suas vítimas”, escreveu o School Library Journal a propósito da obra que está agora à venda em Portugal com o pvp de 15,90€.

 

Sobre o autor:

 

Robert Beatty, autor do New York Times, vive em Asheville, North Caroline, com a mulher e três filhas, que o ajudam a criar as suas histórias. Adora passear pela floresta da Herdade de Biltmore, onde decorre a ação dos seus livros. Antes de se dedicar à escrita a tempo inteiro, foi pioneiro de desenvolvimento de clouds, fundador da Plex Systems e da Beatty Robotics, assim como diretor da Narrative Magazine.

 

 

Sobre a Minotauro:

 

A Minotauro é uma chancela do Grupo Almedina que embarca agora numa nova aventura nas áreas da Ficção e Não Ficção para adultos e para o público infantojuvenil. Os livros desta nova era da Minotauro têm como missão conquistar um novo universo de leitores e guiá-los nos labirintos da leitura.

 

CMB acaba de colocar à venda a 2ª edição do catálogo “O Regresso das Bandeiras”

Imagem2Edicao+.jpg

 

 

 

A Câmara Municipal do Barreiro acaba de colocar à venda a 2ª edição do catálogo “O Regresso das Bandeiras”, publicação de suporte à exposição temporária com o mesmo nome, realizada em parceria com o Arquivo Nacional/Torre do Tombo que, durante o ano de 2016, levou ao Espaço Memória perto de 3 milhares de visitantes, num evento que deu relevo a um acontecimento da história do Barreiro e hoje, sabemo-lo, da história nacional, até então pouco estudado e conhecido. Tratou-se da “Jornada de Agitação e Luta contra a Ditadura Salazarista, a Guerra e o Fascismo”, que culminou com a colocação de várias bandeiras vermelhas em vários pontos da Vila do Barreiro no dia 28 de Fevereiro de 1935.

 

O catálogo tem o preço de 7,5 € e pode ser adquirido no Espaço Memória, na Biblioteca Municipal do Barreiro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita e no Posto  de Turismo da Câmara Municipal do Barreiro. 

Recorde-se que este catálogo - cujo trabalho de investigação histórica e conteúdos foi da responsabilidade técnica municipal Rosalina Carmona, com conceção, design e logótipo criado pela empresa WeenOne - foi lançado pela primeira vez a 19 de novembro de 2016 no Espaço Memória, tendo esgotado rapidamente. Na ocasião, Carlos Humberto de Carvalho, Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, disse que a Autarquia cumpria “uma obrigação, um dever, uma homenagem à nossa Terra que tanto admiramos. O Barreiro não esquece o terror do período de ditadura e os que lutaram pela liberdade, democracia e pelo futuro”.

Neste sentido, “O Regresso das Bandeiras” visa homenagear e destacar todos os que lutaram. “É função dos poderes públicos preservar essa memória”, considerou.

“Queremos assumidamente tomar partido pela Democracia, pela Liberdade”, salientou o Autarca, considerando que “é preciso não desistir, é necessário definir estratégias de defesa dos Direitos e da Liberdade, semear a esperança, construir um tempo novo. Os povos merecem bem-estar, desenvolvimento, Paz e Liberdade”.

 CMB

Caminhada, de Drew Magary: uma leitura viciante e imaginativa

caminhada.jpg

 

 

“Caminhada” é a obra mais recente da norte-americano Drew Magary, que acaba de chegar às livrarias portuguesas através da Minotauro, uma chancela do Grupo Almedina. Descrita pela BoingBoing como “uma leitura viciante, imaginativa, profunda, comovente e hilariante”, a obra, escrita com humor e com muito suspense à mistura, conta-nos a história de Ben, um homem de negócios que um dia decide ir fazer uma caminhada e, sem perceber como, acaba envolvido numa verdadeira odisseia com reviravoltas surreais.

 

Acaba de chegar a Portugal o novo livro de Drew Magary – Caminhada –, uma saga de fantasia diferente de tudo o que leu até agora, que vai entretendo elementos de histórias tradicionais e de videojogos numa aventura fascinante e inesquecível sobre o que um homem é capaz de enfrentar para regressar para junto da família.

 

Tudo começa quando Ben, protagonista da obra, decide fazer uma caminhada, que mais tarde se revela uma verdadeira odisseia audaz e divertida.

 

Quando saiu para caminhar, Ben não contava estar fora muito tempo porque nessa noite iria ter uma reunião de negócios e, no dia seguinte, voltaria para casa, para junto da família. O protagonista também não esperava deparar-se com uma cena de terror inimaginável, que o obrigaria a fugir por um caminho longo e tortuoso, que o levaria até a um mundo de gigantes comedores de homens, demónios bizarros e insetos colossais. Inesperadamente, dá por si numa jornada de proporções épicas, de vida ou morte – auxiliado por um crustáceo profano e uma série de objetos mágicos, ferramentas e poções –, forçado a procurar uma misteriosa entidade conhecida como “Produtor” ao longo de um caminho que testa a sua resiliência e a profundidade da sua alma.

 

Mordaz, divertido e emocionalmente absorvente, A Caminhada é um marco notável na fantasia contemporânea, com uma história inovadora e intemporal. “Faz-nos lembrar Chuck Palahniuk no início… No final, Magary esconde-nos uma reviravolta que nos atinge como um murro no estômago”, escreveu a NPR.org a propósito do livro.

 

Neste enredo, Magary conduz os leitores numa odisseia audaz, levando-os para longe do seu dia a dia e transportando-os para um mundo apaixonante, impelido pelo coração, pela imaginação e pela vontade de sobreviver.

 

A Caminhada é a Alice no País das Maravilhas de Cormac McCarthy – sombrio e assustador, mas com reviravoltas delirantes e surreais”, referiu Jeffrey Cranor, escritor de Welcome do Night Vale, bestseller do New York Times, a propósito da obra de Magary. E acrescentou: “Não existe um capítulo que não seja chocante ou surpreendente, e latente a tudo isso está a leveza e a inteligência que espero sempre da escrita de Drew Magary.”

 

Com uma visão sobre a tecnologia e a ciência do futuro “fantasmagoricamente realista”, de acordo com o The New York Press, este livro acaba de chegar às livrarias portuguesas pela Minotauro, uma chancela do Grupo Almedina, com o pvp de 16,90€.

 

Sobre o autor:

 

Drew Magary é correspondente de várias publicações: GQ, Rolling Stone, Comedy Central e New York Magazine. Magary escreve também para a NBC, Deadspin e Maxim e é autor de três outros livros: The Postmortal, Someone Could Get Hurt e Men With Balls. Foi finalista dos Prémios Philip K. Dick e Arthur C. Clarke. Vive em Maryland com a mulher e três filhos e adora fazer grandes caminhadas.

 

Sobre a Minotauro:

 

A Minotauro é uma chancela do Grupo Almedina que embarca agora numa nova aventura nas áreas da Ficção e Não Ficção para adultos e para o público infantojuvenil. Os livros desta nova era da Minotauro têm como missão conquistar um novo universo de leitores e guiá-los nos labirintos da leitura. Mais informações em: http://www.grupoalmedina.net/.

 

 

Embaixador António Monteiro apresenta livro do embaixador de Portugal em Dublin, Bernardo Futscher Pereira, terça, 20, às 18h30, em Lisboa

conv_crepusculo_colonialismo.jpg

 

O embaixador António Monteiro e o professor Tiago Moreira de Sá apresentam na terça-feira, dia 20, às 18h30, no Salão Nobre da Câmara de Comércio e Indústria de Lisboa, o livro Crepúsculo do Colonialismo - A Diplomacia do Estado Novo (1949-19619), escrito pelo actual embaixador de Portugal em Dublin, Bernardo Futscher Pereira.

Crepúsculo do Colonialismo é a continuação de A Diplomacia de Salazar, publicado em 2012, também pela Dom Quixote. O volume anterior cobriu o período entre a ascensão de Salazar ao Governo e a adesão de Portugal à Nato. O atual culmina com a invasão de Goa em Dezembro de 1961, mas aborda as visitas de Eisenhower e Isabel II a Portugal,a candidatura de Humberto Delgado à presidência,o sequestro do Santa Maria e os massacres em Angola, entre muitos outros assuntos.