Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Festival Islâmico de Mértola

Saber mais aqui.

 

Encontro de culturas, o Festival islâmico celebra toda a herança histórica da vila e a sua forte influência islâmica. Realiza-se de 2 em 2 anos, para que a sua chegada seja mais desejada. Durante o mês de Maio, a vila revela-se fértil em cultura, animação e conhecimento.
O ponto auge do Festival acontece nos 4 dias do souk. No mercado árabe improvisado nas ruas da vila velha coberta de panos: os cabedais, as djellabas, o incenso, o sândalo, o chá de menta, as especiarias e a mistura de vozes dão cores, aromas e melodias especiais ao quotidiano outrora pacato. Pela noite, no cais de Mértola e nos largos da vila há concertos de música que atraem curiosos ou entusiastas de ritmos exóticos.
O Festival Islâmico de Mértola é um daqueles eventos imperdíveis que vai ter de apontar na sua agenda, a próxima edição já está marcada e vai acontecer de 19 a 22 de Maio!

INSCRIÇÕES PARA O SOUK
Os interessados em participar no mercado de rua deverão enviar as suas candidaturas juntamente com fotos dos produtos a expor/ comercializar, fotocópias de documento de identificação, de cartão de contribuinte e de actividade, para um dos seguintes endereços:

Por carta: MERTURIS
Empresa Municipal de Turismo
Rua da República, nº 2
7750-340 MÉRTOLA
E-mail: merturis@cm-mertola.pt
Fax: 286 610 101
O prazo para apresentação das candidaturas terminará no dia 18 de Março de 2011.

Para solicitar a ficha de inscrição por favor contacte a Merturis através do
Telefone 286 610 100.

 

http://www.cm-mertola.pt/index.php?option=com_flexicontent&view=items&id=358:festival-islamico-de-mertola

 

OFICINA DE CULINÁRIA “SABORES DO MEDITERRÂNEO”


7 de Maio de 2011

16 horas

 

Hotel S. Domingos

Mértola

 

Integrado no programa da 6ª Edição do Festival Islâmico de Mértola, realiza-se a 7 de Maio pelas 16 horas no Hotel S. Domingos, na localidade da Mina de S. Domingos em Mértola a Oficina de Culinária “ Sabores do Mediterrâneo” com os chefes Luís Mourão e Nuno Amaral do Hotel Convento do Espinheiro em Évora.

A iniciativa é realizada em complementaridade com o Seminário “Sabores do Mediterrâneo – Alimentação e Gastronomia Medievais” organizado pelo Campo Arqueológico de Mértola e é dirigida a todos os profissionais da restauração e interessados na temática. A oficina parte dos ingredientes da gastronomia local tradicional para a sua aplicação a uma cozinha renovada e contemporânea fundamentada no conhecimento da sua base histórica mediterrânica.

As inscrições estão abertas até ao próximo dia 1 de Maio e estão limitadas a um total de 20 participantes. Para mais informações, por favor contactar a Merturis, Empresa Municipal de Turismo pelo telefone 286 610 100 ou pelo e-mail merturis@cm-mertola.pt

 

Mértola recebe Caravana Cabaret

9 de Abril de 2011

21h30

 

Cine Teatro Marques Duque

Mértola

O Cine-teatro Marques Duque, em Mértola, recebe a 9 de Abril, às 21h30, o espectáculo Caravan Cabaret,uma co-produção da companhia de teatro BAAL 17 (Serpa) e da Al-Masrah Teatro (Tavira).

 

O espectáculo que estreou em Serpa em Junho de 2008 e que, desde então, continua na estrada. O «Caravan Cabaret» é uma caixa de surpresas de dança, representação, canto e texto. Um espectáculo que abriu um novo caminho no percurso da companhia,levando-a a novos palcos e públicos.

 

De conceituados festivais a importantes salas de teatro do país, dos cine-teatros do Alentejo a palcos menos improváveis como o Cabaret Maxime, em Lisboa, mais de 11 000 mil pessoas já assistiram a esta produção teatral que, na senda do espectáculo que "com muito amor e carinho" aponta o dedo, seduz, faz soltar uma boa gargalhada.

 

Este espectáculo insere-se no projecto CAL –Cultura Alentejo, cujo objectivo é levar iniciativas culturais diversificados aos palcos dos municípios parceiros do projecto.

 

Entrada Gratuita

Espectáculo dança-teatro com a peça “NuMeio”

 

3 e 4 de Abril de 2011

17H e 10h30

 

Mértola - Cine-Teatro Marques Duque

 

 

artista convidada/coreografia Filipa Francisco e Bruno Cochat

 

Juntando movimento, palavra e canção esta peça faz uma caricatura da relação de um casal tipicamente português que se refugia no fado e no “maldizer”. Os dois actores-bailarinos usam acontecimentos recentes do local em que se apresentam e interagem com o público, quebrando a barreira entre a plateia e o palco.

 

Além dos espectáculos é realizada uma conferência para debater e mostrar documentários sobre a actividade artística de Filipa Francisco que teve componentes de desenvolvimento social: Íman (no Bairro da Cova da Moura) e (R)Existir (no Centro Prisional de Castelo Branco).

 

Com a população escolar juvenil e adultos de grupos locais, serão feitas oficinas para conhecerem de perto a peça NuMeio e contribuir com a as suas experiências para a realização dos espectáculos. Serão feitas ainda acções de sensibilização junto de alguns alunos.

Espectáculos

Coreografia: Filipa Francisco e Bruno Cochat / Música: Donatello Brida

 

http://numeio.blogspot.com/

Mais informações em www.dansul.net