Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Ciclo de Música – Guitarras em Mafra

image002.jpg

 

Os sons da guitarra portuguesa voltam à Casa da Música Francisco Alves Gato, integrada no Complexo Cultural Quinta da Raposa, em Mafra. De 30 de setembro a 9 de dezembro, o “Ciclo de Música – Guitarras”, organizado pela Câmara Municipal de Mafra, congrega quatro concertos com entrada gratuita, inserindo-se na estratégia municipal de promoção da música, abrangendo diversos géneros musicais destinados aos mais variados públicos.

 

O ciclo abre com a atuação do Quarteto Pedro Viana a 30 de setembro, garantindo um concerto repleto de surpresas, energia e sentimento.

No dia 14 de outubro, sobe ao palco Manuel de Oliveira, acompanhado apenas da sua guitarra, apresentando os temas de Ibéria, Amarte, bem como alguns inéditos. Num singular concerto a solo, Manuel de Oliveira garante-nos uma viagem à essência da sua composição musical.

Uma viagem pelos sons da Viola Campaniça e do Cante Alentejano, classificado pela Unesco, é o espetáculo esperado para 11 de novembro com a atuação de Pedro Mestre.

A 9 de dezembro, será a vez da atuação de Pedro Jóia. Possuindo uma aplaudida carreira nacional e internacional que se estende por mais de duas décadas, o músico irá apresentar um renovado concerto, recheado de novas e aventureiras composições, bem como de passagens em novo formato por alguns dos mais apreciados momentos da sua carreira.

Todos os concertos tem início às 21h30 e a entrada é gratuita, sujeita a reserva para o telef. 261 817 170. O levantamento dos ingressos pode ser efetuado nos postos de turismo de Mafra e Ericeira, bem como no Complexo Cultural Quinta da Raposa, em Mafra.

Consulte o folheto: http://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/folheto_ciclo_de_musica_-_guitarras2017.pdf

LANÇAMENTO DO LIVRO “ORLANDO MORAIS – O PINTOR DA ERICEIRA” | 24 de setembro | 16h00 | Auditório da Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, Ericeira

image003.jpg

 

Lançamento do livro “Orlando Morais – O Pintor da Ericeira”

No próximo dia 24 de setembro, pelas 16h00, no Auditório da Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, será apresentado o livro “Orlando Morais – O Pintor da Ericeira”, editado pela Câmara Municipal de Mafra.

A presente obra publicada pela Autarquia, com a colaboração da família do pintor ericeirense, representa uma oportunidade para divulgação da pintura de Orlando Morais, assim como do vasto património do Concelho de Mafra.

Com esta publicação pretende a Câmara Municipal prestar tributo ao artista, natural da Ericeira, cujo legado é um testemunho de amor à Ericeira, assumindo-se, o seu trabalho, como memória sobre a vila e as suas gentes, no ano em que se assinala o seu 90.º aniversário.

Orlando da Silva Morais nasceu na Ericeira, a 26 de julho de 1927, falecendo, aos 68 anos, no dia 3 de novembro de 1995. Como artista autodidata, desde cedo sentiu o apelo pelas Artes Plásticas, começando a pintar nas horas vagas, tendo pintado cerca de 1500 obras. Com o passar dos anos e à medida que foi conquistando o apreço do público, acabou por se dedicar inteiramente à Pintura.

Ao longo da vida pintou e desenhou inúmeros quadros nos quais a Ericeira surge sempre como pano de fundo. Representou nas suas telas paisagens, o mar, detalhes da arquitetura, tais como fachadas, portas e janelas, ruas e becos da Ericeira, em que o azul e branco se fundem, conferindo aos seus quadros grande luminosidade e retratando a vida, a história, a identidade e as gentes da vila.

in'cantate 2017 | festival de música de mafra

incantate2017_cartazFINAL.jpg

 

IN’CANTATE

FESTIVAL DE MÚSICA DE MAFRA | 1 E 2 JULHO 2017

ERICEIRA | MAFRA

A Câmara Municipal de Mafra e a cultur'canto associação cultural
coorganizam pelo terceiro ano consecutivo o in’Cantate - Festival de Música
de Mafra, com o objetivo de dar continuidade à estratégia de divulgação da
música de qualidade em diferentes locais do Concelho.

O in’Cantate promove a realização de concertos que combinam as vertentes
canto e instrumento com a beleza genuína de diferentes espaços de referência
do Concelho de Mafra. Através de múltiplas formas de expressão, o in’Cantate
tem com objetivo proporcionar uma experiência artística variada, dirigida a
toda a comunidade, possibilitando o acesso gratuito à música de qualidade,
interpretada por artistas e grupos distintos. A III edição do festival irá
destacar a música vocal e orquestral, clássica e ligeira, interpretada
integralmente por jovens cantores e músicos!

O festival pretende assumir um papel relevante na consolidação da oferta
cultural de Mafra, dando ênfase à interpretação da música de diferentes
estilos e épocas. Os concertos propostos anualmente realizam-se, geralmente,
de forma descentralizada para alcançar o maior público possível, investindo
na diversidade e intercâmbio de experiências, estabelecendo uma plataforma
de desenvolvimento coletivo relativamente à divulgação da música nas
comunidades.

A III edição do in’Cantate integra um programa musical diversificado,
assegurado pelas participações dos SOLinSI, Coro do Concelho de Mafra que
promove um conceito de de espetáculo muito original, de tal forma enérgico e
intenso, que promete contagiar o público com muita alegria e cor; e do Coro
e Orquestra de Cordas da Escola “Luís António Maldonado Rodrigues” de Torres
Vedras, que irá apresentar obras de relevante significado histórico,
incluindo a interpretação na íntegra da Missa em SOL Maior de Franz
Schubert.

Não perca este fantástico evento e assista aos concertos nos dias 1 e 2 de
julho na Ericeira e em Mafra. Em apenas dois dias, terá a possibilidade de
assistir à atuação de mais de 80 cantores e 30 instrumentistas.

 

Porque Mafra é Música!

--

 

INFORMAÇÕES E CONTACTOS:

 

cultur’canto associação cultural |

núcleo de produção e gestão de eventos

FESTIVAL DE MÚSICA FILIPE DE SOUSA ESTÁ DE REGRESSO

image003.jpg

 

De 3 de junho a 1 de julho, prestigiados pianistas reúnem-se, no Concelho de Mafra, para a segunda edição do Festival de Música de Mafra Filipe de Sousa, uma autêntica festa da música que homenageia o pianista, compositor, maestro, investigador e figura de referência da cultura portuguesa que foi Filipe de Sousa, mafrense de adoção.

 

Este festival abrilhanta as noites de Mafra e da Ericeira, num conjunto de cinco recitais, todos com início às 21 horas, com entrada gratuita.

 

No concerto inaugural, agendado para dia 3 de junho, no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra, sobe ao palco a pianista portuguesa Teresa da Palma Pereira, laureada em vários concursos nacionais e internacionais, que se faz acompanhar pela Orquestra do Atlântico, dirigida pelo maestro Artur Pinho Maria.

 

No dia 10 de junho é a vez de Alon Goldstein, um dos mais originais e sensíveis pianistas da sua geração, que se apresenta pela primeira vez em Portugal na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira.

 

O terceiro concerto é protagonizado, no dia 17 de junho, também na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira, pelo pianista brasileiro Luís Rabello, vencedor de diversos prémios no seu país e radicado na Holanda.

 

No dia 24 de junho, o pianista Manuel Araújo – que obteve o Prémio Vianna da Motta de “Melhor Pianista Português 2010” – apresenta-se em concerto no Auditório Municipal Beatriz Costa, em Mafra.

 

O concerto de encerramento realiza-se no dia 1 de julho no magnífico cenário da Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra, onde o ilustre pianista português Adriano Jordão e diretor artístico do festival tocará acompanhado do Quarteto Arabesco.

 

Esta é uma iniciativa da Câmara Municipal de Mafra e da Fundação Jorge Álvares, instituição sem fins lucrativos à qual Filipe de Sousa doou a sua casa e propriedade em S. Miguel de Alcainça (Concelho de Mafra), que agora é sede desta fundação, mas também a sua valiosa e diversificada biblioteca, as suas coleções de obras de arte, de discos e de manuscritos musicais, para além do espólio musical próprio.

 

Há festa no Parque - Comemoração do Dia Mundial da Criança

image001.jpg

 

Insufláveis, carros e barcos telecomandados, concertos, ateliers de maquilhagem, cabeleireiro e manicure, horas do conto, karts, ateliers de olaria e das profissões… São mais de 50 atividades lúdicas, culturais, desportivas e ambientais, com participação gratuita, para comemorar o Dia Mundial da Criança. A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal, realiza-se no dia 4 de junho, no Parque Desportivo Municipal de Mafra, entre as 10h00 e as 19h00.

FESTIVAL EM MAFRA REÚNE ORGANISTAS DAS CIDADES EUROPEIAS COM ÓRGÃOS HISTÓRICOS

image003.jpg

 

 

 

Símbolo da cultura organística em Portugal, o Concelho de Mafra recebe, entre 23 e 28 de maio de 2017, o prestigiado Festival Internacional de Órgão, promovido no âmbito da European Cities of Historical Organs (ECHO). Do programa fazem parte concertos gratuitos por consagrados organistas, que são diretores artísticos desta rede europeia constituída, atualmente, por Alkmaar (Holanda), Bruxelas (Bélgica), Freiberg (Alemanha), Fribourg (Suíça), Innsbruck (Áustria), Mafra (Portugal), Toulouse (França), Treviso (Itália) e Trondheim (Noruega).

 

O património organístico do Concelho de Mafra não se resume ao conjunto único dos seis instrumentos da Basílica do seu Palácio Nacional, que foram concebidos para utilização simultânea. A atividade organeira estendeu‑se a outras localidades, pelo que os concertos realizam-se, também, nas Igrejas de Nossa Senhora do Livramento, Nossa Senhora da Encarnação, São Pedro da Ericeira e São Silvestre do Gradil.

 

Para além destes cinco concertos, este festival – cujo programa está disponível em https://www.cm-mafra.pt/sites/default/files/festival_internacional_orgao_mafra.pdf – integra o concerto de apresentação das obras distinguidas com o “Prémio Internacional de Composição Órgãos do Palácio Nacional de Mafra 2017”, promovido pelo Ministério da Cultura e pelo Município de Mafra, assim como a apresentação do livro “Órgãos Históricos Mafra”, com textos de João Vaz e fotografias de Luís Ramos.

 

Integrando-se no programa de comemorações dos 20 anos da European Cities of Historical Organs e também dos 300 anos do lançamento da primeira pedra do Real Edifício de Mafra, o Festival Internacional de Órgão de Mafra é uma organização do Município de Mafra e da ECHO, com o apoio do Palácio Nacional de Mafra e da Vigararia de Mafra.

 

Os concertos têm entrada gratuita, sendo que, no caso da Basílica do Palácio Nacional de Mafra, esta é sujeita a reserva através dos seguintes contactos telefónicos: 261 817 550 ou 261 817 170.

Dia do Município

image003.jpg

 

A Câmara Municipal de Mafra assinala o Dia do Município (Quinta-feira da Ascensão ou da Espiga), no dia 25 de maio de 2017, com a realização do seguinte programa de atividades:

 

9h00 – Hastear das bandeiras no Terreiro D. João V, Mafra

9h15 – Missa solene na Basílica de Mafra, presidida por Sua Excelência Reverendíssima o Bispo D. Nuno Brás

10h00 – Sessão solene no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra

12h00 – Inauguração do Parque Intermodal do Alto da Vela

 

18h00 – Apresentação do livro “Órgãos Históricos Mafra” no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra

21h00 – Concerto de apresentação das obras distinguidas com o “Prémio Internacional de Composição Órgãos do Palácio Nacional de Mafra” na Basílica do Palácio Nacional de Mafra

 

Dia do Município

image003.jpg

 

A Câmara Municipal de Mafra assinala o Dia do Município (Quinta-feira da Ascensão ou da Espiga), no dia 25 de maio de 2017, com a realização do seguinte programa de atividades:

 

9h00 – Hastear das bandeiras no Terreiro D. João V, Mafra

9h15 – Missa solene na Basílica de Mafra, presidida por Sua Excelência Reverendíssima o Bispo D. Nuno Brás

10h00 – Sessão solene no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra

12h00 – Inauguração do Parque Intermodal do Alto da Vela

 

18h00 – Apresentação do livro “Órgãos Históricos Mafra” no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra

21h00 – Concerto de apresentação das obras distinguidas com o “Prémio Internacional de Composição Órgãos do Palácio Nacional de Mafra” na Basílica do Palácio Nacional de Mafra

 

DIA DA EUROPA CELEBRA-SE COM MÚSICA… EM MAFRA!

image003.jpg

 

O conjunto único dos seis órgãos da Basílica do Palácio Nacional de Mafra foi escolhido para saudar, no nosso país, o Dia da Europa, no ano em que se comemora o 60.º aniversário da assinatura dos Tratados de Roma. Com início às 21 horas do dia 9 de maio, neste concerto tocarão organistas de seis países europeus, simbolizando a união através da música. O programa inclui a estreia mundial da obra “3 pontos no espaço”, de António Pinho Vargas, especialmente escrita, a pedido da Câmara Municipal, para a celebração do tricentenário do Real Edifício de Mafra.

 

Ludger Lohmann (Alemanha), Reinhard Jaud (Áustria), Roberto Antonello (Itália), Juan de la Rubia (Espanha), João Vaz (Portugal) e Steffen Schlandt (Roménia) interpretarão, para além das peças de conjunto, um tema a solo do seu país. O concerto terminará com um arranjo para seis organistas em seis órgãos do Hino da Europa(baseado na música de Ludwig van Beethoven para a “Ode à Alegria” de Friedrich von Schiller, da 9.ª Sinfonia).

 

A entrada é gratuita, condicionada à capacidade da Basílica e sujeita a marcação prévia pelo telefone 261 817 550.

 

Esta é uma organização da EUNIC Portugal, à qual o Gabinete em Portugal do Parlamento Europeu e a Representação da Comissão Europeia em Portugal se associaram, dado o seu cariz multicultural. Do programa do “Dia da Europa” realizado em Mafra faz ainda parte uma cerimónia protocolar, que decorre na Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra.

 

CICLO DE MÚSICA JAZZ DE MAFRA

image003.jpg

 

Dos clássicos que fazem parte do cancioneiro americano às experiências contemporâneas, com interpretações intimistas e sóbrias, mas também energéticas e cheias de caráter. Está de regresso o Ciclo de Música Jazz de Mafra à Casa da Música Francisco Alves Gato, integrada no Complexo Cultural Quinta da Raposa, em Mafra. De 3 de março a 2 de junho, às 21h30, são quatro os concertos gratuitos promovidos pela Câmara Municipal.

 

A estrear a segunda edição deste ciclo, no dia 3 de março sobe ao palco Zé Soares Trio, apresentando o trabalho “Silêncio”, acabado de lançar no mercado discográfico. Neste espetáculo autobiográfico, à guitarra elétrica de Zé Soares juntam-se os companheiros de viagem Gonçalo Leonardo e Bruno Pedroso, respetivamente no contrabaixo e na bateria.

 

No dia 7 de abril é a vez de Charlie & The Blues Cats, que apresentam a sua perspetiva única dos Blues clássicos e contemporâneos. A Carlos Pereira, na voz e na guitarra, aliam-se João Oliveira (guitarra e voz), Miguel Costa (baixo e voz) e René van der Valk (bateria e voz), constituindo atualmente uma das bandas portuguesas mais representativas e experientes do circuito europeu de Blues.

 

Moisés Standard Trio é a sugestão para o dia 5 de maio. O agrupamento, liderado pelo trompetista madeirense Moisés Fernandes e formado também pelo aclamado pianista brasileiro Cláudio Andrade e pelo grande contrabaixista português Francisco Brito, propõe uma viagem vibrante e energética pelos sons e ritmos do cancioneiro americano.

 

O último concerto está a cargo de Marta Plantier, premiada cantora portuguesa que se faz acompanhar por Mark Cain na guitarra elétrica. Neste espetáculo, denominado “Sons da Vida”, “Eu só conto aquilo que está, que ficou. Sons daquilo que oiço se prolongam”, declara Marta Plantier.

 

O Ciclo de Música Jazz de Mafra é uma organização da Câmara Municipal de Mafra, com produção da “Musicland – Escola de Jazz e Música Atual de Mafra”. A entrada é gratuita, sujeita à lotação da sala.