Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Marcha Global da Marijuana

7 de Maio de 2011

15h

 

Jardim das Amoreiras > Largo do Rato
LIsboa

Para os organizadores da Marcha global da Marijuana de Lisboa, a questão da legalização da canábis não é assunto de somenos importância em tempos de crise económica. E dizem porquê: a proibição favorece o crime organizado, permite a fuga aos impostos e não protege os direitos dos consumidores. Legalizada, o Estado arrecadaria impostos e gerar-se-ia emprego. Libertavam-se recursos afectos ao sistema judiciário, podendo ser usados na resolução dos verdadeiros problemas do país, e valorizavam-se os outros usos da canábis (na farmacopeia, na medicina, na produção de fibras têxteis...), potenciadores de gerar riqueza e de beneficiar a sociedade e o ambiente. “Contra a crise, legalize” – está o mote dado. / Lino Palmeiro