Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Os Gatos" e "A Missão da Alice" - Teatro da Vila | 14 de outubro (Pinhal Novo) e 21 de outubro (Poceirão) - entrada gratuita

 “Os Gatos” e “A Missão da Alice” em cena

no Auditório Municipal do Pinhal Novo e no Centro Cultural de Poceirão

 

Cartaz_Gatos.jpg

Cartaz_M_Alice.jpg

 

A Associação Teatro da Vila, apoiada pela Câmara Municipal de Palmela, apresenta as suas duas novas produções para o público infantil - “Os Gatos” e “A Missão da Alice” - a 14 de outubro, às 17h00, no Auditório Municipal do Pinhal Novo, e a 21 de outubro, às 16h30, no Centro Cultural de Poceirão.

No início do espetáculo, sobe ao palco “Os Gatos”, peça que retrata a história de amor entre dois felinos. «Esta é uma história de um lindo gato que anda à procura do amor e tenta encontrá-lo com a Lua, a Nuvem, a Brisa ou até uma Parede», refere a Associação Teatro da Vila. «Porém, o amor verdadeiro consegue finalmente encontrá-lo com uma gatinha dengosa».

Segue-se “A Missão da Alice”, que aborda, numa perspetiva pedagógica, os desafios que se colocam à Humanidade para a melhoria de questões ambientais. O público é convidado a viver, por instantes, dentro do sonho de Alice, no qual o ambiente, a ecologia, a preservação, a reciclagem, o lixo, o consumismo e a poluição se transformam em personagens reais. Depois de se reunirem para discutir situações urgentes para o ambiente, Alice, acompanhada do “Respeito”, da “Tolerância” e do “Amor”, tem como missão ajudar na melhoria do “Ambiente” e das restantes personagens.

Ambos os espetáculos são encenados por Bárbara Vicente, com cenografia de Leonor Faria e técnica de Paulo Vicente. A interpretação está a cargo de Beatriz Nunes, Carina Leal, Catarina Costa, David Ambrósio, Diogo Lucas, Gabriel Lobo, Inês Marques, Joana Trindade, Leonor Amado, Margarida Sousa, Maria Amado, Maria Justino, Mário Vicente, Marta Ameixa, Marta Peres, Matilde Gaspar, Matilde Costa, Miguel Canteiras, Rafael Amado, Rita Garcia, Rita Baião, Rodrigo Trindade, Rodrigo Dias, Simão Carapeto, Tiago Dias, Tiago Lourenço e Zita Pires.

A entrada é gratuita. Para informações e reservas, devem ser contactados os números 966 564 933 ou 915 343 493.

 

 

 

Outubro Maior 2017 | V Feira Sénior de Palmela divulga trabalho de Instituições que prestam serviços nesta área

 

 

Outubro Maior 2017

V Feira Sénior de Palmela divulga trabalho de Instituições que prestam serviços nesta área

 

No âmbito da iniciativa Outubro Maior – Mês das Pessoas Idosas, o Mercado Municipal de Pinhal Novo recebe, nos dias 24 e 25 de novembro, a V Feira Sénior de Palmela. Trata-se de uma organização do Grupo Interinstitucional para as Questões do Envelhecimento, constituído por 11 instituições, além da Câmara Municipal de Palmela: União Social Sol Crescente da Marateca, Associação de Idosos e Reformados de Poceirão (AIRP), Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Pinhal Novo (ARPI), Fundação COI, Centro Social Paroquial de Pinhal Novo, Associação de Idosos de Palmela (AIP), Santa Casa da Misericórdia de Palmela (SCMP), Fundação Robert Kalley, Centro Social de Quinta do Anjo, Associação de Convívio para Idosos de Cabanas (ACIC) e Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Bairro Alentejano (ARPIBA).

A Feira decorre, em ambos os dias, no período da manhã, a partir das 10h00, e integra ações sobre a vacinação contra a gripe e o uso responsável do medicamento, pela Unidade de Cuidados na Comunidade do Agrupamento Centros Saúde Arrábida, e momentos de animação com ginástica pela Fundação COI, e música pela Santa Casa da Misericórdia, Grupo “Gente Boa” de Pinhal Novo e o Grupo Coral da União Social Sol Crescente da Marateca. A Feira conta, ainda, como convidados, com as presenças da GNR, Bombeiros Voluntários de Pinhal Novo, Centros de Saúde Arrábida e UCCP – Unidade de Cuidados na Comunidade Palmela e encerra com o Ciclo de Conversas “Pensar com…Mercado da Cidadania”.

Até ao final do mês decorre, ainda, no âmbito do Outubro Maior, a apresentação do filme “A Aldeia da Roupa Branca” (versão original de 1939) com o Espaço Conversa entre Gerações, no Auditório Municipal de Pinhal Novo, no dia 23, às 14h30 e dia 30, às 14h30, no Centro Cultural de Poceirão. Dia 31, às 14h30, a Sociedade Filarmónica União Agrícola de Pinhal Novo acolhe a iniciativa “Baile na Sociedade”, com a acordeonista Sara Pessoa.

 

 

Programa:

 

Dia 24 de outubro | Nave do Mercado

 

10h00 | Abertura da Feira

10h00-12h00 | Ação sobre “Vacinação contra a gripe”

 

Agrupamentos Centros Saúde Arrábida

UCCP – Unidade Cuidados na Comunidade Palmela

 

11h00 | Ginástica

Fundação COI

 

11h30 | Grupo Coral

Santa Casa da Misericórdia de Palmela

 

 

Dia 25 de outubro | Nave do Mercado

 

10h00-12h00 | Ação sobre “Uso responsável do medicamento”

Agrupamento Centros Saúde Arrábida

UCCP – Unidade Cuidados na Comunidade Palmela

 

11h00 – Grupo Musical

Gente Boa, de Pinhal Novo

 

11h15 – Grupo Coral

União Social Sol Crescente da Marateca

 

 

Centro de Recursos para a Juventude de Pinhal Novo (CRJ)

 

11h30 | Ciclo de Conversas “Pensar com…Mercado da Cidadania”

Devolução de resultados da 1.ª edição do Mercado a Cidadania 2016. Debate e apresentação de propostas para a 2.ª edição do Mercado da Cidadania a realizar em 2018.

 

 

 

 

Município de Palmela apoia a Festa de Todos os Santos | Quinta do Anjo - 27 de outubro a 2 de novembro

 

Certame decorre entre 27 de outubro e 2 de novembro

Município de Palmela apoia a Festa de Todos os Santos

 

A 261.ª edição da Festa de Todos os Santos, em Quinta do Anjo, contará, este ano, com mais um dia de celebração, iniciando-se a 27 de outubro e continuando até 2 de novembro.

Aquela que é uma das festividades mais antigas e tradicionais do concelho de Palmela e da região, é promovida pela Associação das Festas de Quinta do Anjo, assumindo-se a Câmara Municipal como parceira na concretização do certame, que tem registado dimensão e ambição crescentes, procurando afirmar a cultura, os valores e os saberes da freguesia.

Na reunião pública realizada a 20 de Setembro, o Município aprovou, por unanimidade, a atribuição de um subsídio à Associação, no valor de 3.500 euros, como comparticipação na organização da Festa. A este apoio financeiro, somam-se apoios logísticos, técnicos e de comunicação.

A população e as associações locais envolvem-se fortemente na organização da Festa, que evoca a promessa feita em virtude da proteção da aldeia de Quinta do Anjo, na sequência do terramoto de 1755.

 

Festival Internacional de Música - Palmela "Terra de Cultura" | Espetáculos de ritmos do mundo decorrem até 11 de novembro

Festival Internacional de Música – Palmela “Terra de Cultura”:

Espetáculos de ritmos do mundo decorrem até 11 de novembro

 

O XIII Festival Internacional de Música – Palmela “Terra de Cultura”, promovido pela Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, está a decorrer até 11 de novembro, na sede da coletividade e noutros espaços do concelho. O festival, realizado com o apoio da Câmara Municipal, inclui um programa diversificado e de qualidade, que tem contribuído para a dinamização do concelho, assim como do Centro Histórico da vila, constituindo-se como bom exemplo de prática associativa e de divulgação da música junto de diferentes públicos.

No dia 21, sábado, os Entrequatre, quarteto de guitarras composto por Carlos Cuanda, Jesús Prieto, Manuel Ángel Paz e Roberto Martínez-Vigil, e a Orquestra de Câmara Loureiros, dirigida pelo maestro António Campos, sobem ao palco do Cine-teatro S. João, pelas 21h30, num concerto dinamizado no âmbito da Mostra España 2017.Logo no dia seguinte, a 22 de outubro, domingo, o projeto Marco Alonso Group apresenta “Busalik”, disco lançado em março de 2017, uma espécie de renovação do flamenco, da bossa nova, do jazz, da world music, da música tradicional portuguesa, da música experimental, clássica, alternativa e do fado.

A bossa nova, género musical oriundo do Brasil, mistura-se com os sons suaves do jazz norte-americano num concerto a realizar no dia 28, 21h45, na Casa de Atalaia, dinamizado por São Santos Silva, Luís Filipe Martins e Rui Rosado.De ressaltar, ainda, o concerto comemorativo do 165.º aniversário da Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, agendado para as 21h30 de dia 25, com a participação do Grupo Coral e da Banda de Música na sede da coletividade.

O programa do XIII Festival Internacional de Música – Palmela “Terra de Cultura” para novembro inclui um jantar comemorativo de aniversário dos “Loureiros”, na sede da coletividade, com entrega de emblemas às/aos associadas/os que completaram 25, 50 e 75 anos. Há ainda animação musical a cargo do grupo Companhia Limitada, composto por Carlos Camarão, no piano e voz, Ricardo Trindade, na bateria, Sónia Sampaio, viola baixo e voz, e Lígia Camarão, percussão e voz.

O último dia do certame de músicas internacionais no concelho de Palmela, a 11 de novembro, reserva o “World Music Fado – Com Fado, Castanhas e Vinho”, evento a realizar na Sociedade Filarmónica Palmelense “Os Loureiros”, com inscrições limitadas. Carla Sofia Marono, Valter Palma, Eugénio Almeida e Maria Valente, nas vozes, Albano Almeida, na viola, Rui do Cabo, na guitarra portuguesa, são os artistas convidados do “World Music Fado – Com Fado, Castanhas e Vinho”, com início previsto para as 21h00.

 

 

DançArte: Projeto Eira 2017 | Estreia 14 e 15 de outubro - Cine-teatro S. João

DançArte: Projeto Eira 2017

Património, folclore e etnografia misturam-se na dança

 

Searar.jpg

 

 

A DançArte/Passos e Compassos apresenta, a 14 e 15 de outubro, no Cine-teatro S. João, em Palmela, um espetáculo de dança contemporânea baseado no património, na etnografia e no folclore, no âmbito do projeto Eira – criação 2017. “Se…arar” é o título do espetáculo a apresentar pela companhia residente no Cine-teatro S. João, nos dias 14, às 21h30, e 15, às 17h00.

A produção da DançArte - uma espécie de diálogo entre o presente e o futuro, com direção de António Machado e Sofia Belchior, figurinos de Zé Nova e interpretação por Inês Maló, Ivanoel Tavares, José Lobo, Ricardo Mondim e Rita Pinto – conta, ainda, com a participação de ranchos folclóricos do concelho.

O espetáculo, organizado com os apoios do Município de Palmela, do Secretário de Estado da Cultura, da DGArtes – Direção-Geral das Artes e da Fundação Buehler-Brockhaus, tem o preço de 5 euros, sendo que as/os menores de 25 anos e as/os maiores de 65 beneficiam de um desconto de 1 euro. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteira do Cine-teatro S. João, a funcionar das 09h00 às 12h00 e das 13h30 às 16h00, e com o telefone 212 336 630. Informações em www.passosecompassos.pt.

“Se...arar” é o primeiro momento deste espetáculo, que regressa em novembro com “Se...mentes”.

 

Ficha artística:

 

Ideia e Direção: António Machado e Sofia Belchior

Coreografia: Sofia Belchior e intérpretes

Composição e interpretação musical: António Machado

Figurinos: Zé Nova

Design: Utopia Designers

Design web: João Belchior

Interpretação: José Lobo, Inês Maló, Ivanoel Tavares, Ricardo Mondim e Rita Pinto

Registo fotográfico: Carlos Teixeira

 

 

Mercadinhos de Palmela no dia 7 de outubro

No Centro Histórico da vila

 

 

Mercadinhos.jpg

 

 

Os Mercadinhos de Palmela, mostra de artes e produtos dinamizada no Centro Histórico da vila, vão ter lugar no próximo dia 7 de outubro. Esta iniciativa decorre desde o passado mês de maio, quinzenalmente, entre as 9h00 e as 13h00, no Terraço do Mercado Municipal de Palmela, e integra a promoção e venda de produtos locais, biológicos, artesanato, hortofrutícolas, colecionismo e velharias.

Recorde-se que o Centro Histórico de Palmela acolhe, desde setembro, três Pop Up Stores – Lojas Temporárias ocupadas por empreendedoras/es e criadoras/es e funcionam aos sábados, entre as 9h00 e as 18h00, na Rua Hermenegildo Capelo, 99 e 123, e Rua Jaime Afreixo, 71, até 6 de janeiro de 2018.

Ambos os projetos contribuem para a dinamização económica e social do Centro Histórico da vila de Palmela, privilegiando a relação direta com o público.

 

 

DançArte: Projeto Eira 2017 | Estreia 14 e 15 de outubro - Cine-teatro S. João

DançArte: Projeto Eira 2017

Património, folclore e etnografia misturam-se na dança

 

 

Searar.jpg

 

A DançArte/Passos e Compassos apresenta, a 14 e 15 de outubro, no Cine-teatro S. João, em Palmela, um espetáculo de dança contemporânea baseado no património, na etnografia e no folclore, no âmbito do projeto Eira – criação 2017. “Se…arar” é o título do espetáculo a apresentar pela companhia residente no Cine-teatro S. João, nos dias 14, às 21h30, e 15, às 17h00.

A produção da DançArte - uma espécie de diálogo entre o presente e o futuro, com direção de António Machado e Sofia Belchior, figurinos de Zé Nova e interpretação por Inês Maló, Ivanoel Tavares, José Lobo, Ricardo Mondim e Rita Pinto – conta, ainda, com a participação de ranchos folclóricos do concelho.

O espetáculo, organizado com os apoios do Município de Palmela, do Secretário de Estado da Cultura, da DGArtes – Direção-Geral das Artes e da Fundação Buehler-Brockhaus, tem o preço de 5 euros, sendo que as/os menores de 25 anos e as/os maiores de 65 beneficiam de um desconto de 1 euro. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteira do Cine-teatro S. João, a funcionar das 09h00 às 12h00 e das 13h30 às 16h00, e com o telefone 212 336 630. Informações em www.passosecompassos.pt.

“Se...arar” é o primeiro momento deste espetáculo, que regressa em novembro com “Se...mentes”.

 

Ficha artística:

 

Ideia e Direção: António Machado e Sofia Belchior

Coreografia: Sofia Belchior e intérpretes

Composição e interpretação musical: António Machado

Figurinos: Zé Nova

Design: Utopia Designers

Design web: João Belchior

Interpretação: José Lobo, Inês Maló, Ivanoel Tavares, Ricardo Mondim e Rita Pinto

Registo fotográfico: Carlos Teixeira

Adoecer" em cena na sede do Teatro O Bando até 15 de outubro | Palmela

A partir do romance de Hélia Correia

“Adoecer” em cena na sede do Bando até 15 de outubro

 

Adoecer.jpg

 

Entre 5 e 15 de outubro, o Teatro O Bando apresenta a peça “Adoecer” no seu espaço sede, em Vale de Barris, Palmela. A partir do romance de Hélia Correia, com dramaturigia e encenação de Miguel Jesus, a companhia guia o público através da vida de Elizabeth Siddal, modelo, pintora e poetisa que, na segunda metade do século XIX, intrigou a sociedade inglesa vitoriana com sua relação amorosa com o pintor e poeta Dante Gabriel Rossetti. 

O espetáculo, apoiado pelo Município, pode ser visto de quinta a sábado (às 21h) e domingo (às 17h). A entrada tem o valor de 8, 10 ou 12 euros, à escolha (7 euros para portadores do Palmela Tourist Card). Está disponível um jantar de inspiração vitoriana para grupos de cinco ou mais pessoas (jantar + espetáculo = 15 euros). Para reservas, contactar bilheteira@obando.pt ou 912 438 817.

 

 

Ficha técnica:

A partir do romance de Hélia Correia

Dramaturgia e encenação | Miguel Jesus
Cenografia | Rui Francisco

Música | Jorge Salgueiro 

Figurinos e adereços | Clara Bento e Sara Rodrigues
Assistência de encenação | João Neca 

Desenho de luz | João Cachulo / Contrapeso

Produção | Raquel Belchior

Assistência de produção | Nisa Eliziário

 

Interpretação:

Catarina Câmara, Miguel Moreira, Sara de Castro e os convidados especiais

Antónia Terrinha/Juliana Pinho, Bibi Gomes/ Raul Atalaia, Carolina Bettencourt/ Rita Brito, Nélson Boggio/ Guilherme Noronha, Nuno Nunes, Paulo Campos dos Reis/ João Neca, Ricardo Soares/ Miguel Jesus e Rui M Silva


Músicos:

Carlos Lourenço, Eurico Cardoso e Nélson Ferreira (ao vivo) e Bizarra Locomotiva (gravado).

 

 

«Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade profundamente doente.» 
[Jiddu Krishnamurti]

«A partir do romance de Hélia Correia, mergulhamos na vida de Elizabeth Siddal, a modelo, pintora e poetisa que intrigou a sociedade inglesa vitoriana com a estranheza da sua relação amorosa com o pintor e poeta Dante Gabriel Rossetti, na segunda metade do século XIX. 
No meio desse universo pré-rafaelita (Siddal foi a modelo que serviu o célebre quadro de John Millais, Ofélia), encontramos Dante e Lizzie, movimentando uma tela contra os espartilhos do tempo.

Num abrigo de chá e sujidade, celebram as mais inevitáveis pulsões, criando por palavras e pinturas um mundo onde se pode fugir ao mundo. Um mundo onde seres excepcionalmente assépticos gravitam, iluminando a pestilência.
Um mundo onde abutres necrófilos se alimentam da singularidade. Um mundo manipulado por bonecos epidémicos. Um mundo onde aquilo que os liberta é também aquilo que os afoga, os afunda e os condena.»

 

Fins de Semana Gastronómicos do Coelho à Moda de Palmela | 6 a 15 de outubro

image004.jpg

 

“Palmela, Experiências com Sabor!”

Coelho à Moda de Palmela é estrela dos próximos Fins de Semana Gastronómicos

 

Em outubro, a Câmara Municipal de Palmela destaca um dos pratos mais emblemáticos do receituário típico palmelense e, em parceria com a Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal e com vários restaurantes do nosso concelho, promove mais uma edição dos Fins de Semana Gastronómicos do Coelho à Moda de Palmela.

O coelho estará, assim, em destaque nas ementas, nos dias 6, 7, 8, 13, 14 e 15, proporcionando dois fins de semana cheios de sabor e tradição. Cada restaurante foi convidado a dar o seu toque especial a esta receita, propondo pratos cheios de personalidade. As sobremesas também não podem faltar, para um final doce em cada refeição.

O programa de promoção turística “Palmela, Experiências com Sabor!” 2017, que continua a dar a conhecer a nossa restauração e a impulsionar a gastronomia, está na sua reta final e encerrará em novembro, com dois fins de semana dedicados ao Moscatel.

 

 

Ementas:

 

 

Palmela

 

3.ª Geração *

VILA DE Palmela | 212 350 152 

Prato Principal: Coelho à Graciosa

Sobremesa: Docinho do Castelo

 

Âncora & Serrano *

BREJOS DO ASSA | 265 501 236 

Prato Principal: Estufado de coelho com batata cozida, à moda de Palmela

Sobremesa: Cheesecake com frutos silvestres

 

A Tipóia *

MONTINHOSO | 212 383 396 

Prato Principal: Coelho à Caçador ao vinho tinto maduro

Sobremesa:Doce da Tipóia

 

Dona Isilda *

  1. Brás | 212 333 255

Prato Principal: Coelho com feijão à moda de Palmela

Sobremesa:Bolo rançoso

 

Pousada de Palmela *

CASTELO DE PALMELA | 212 351 226 

Prato Principal:Desfiado de coelho sobre telha de pão e saladinha verde

                           Coelho com feijão à moda de Palmela

Perninha de coelho estufada com esparregado e batatinhas assadas e pera em Moscatel

 

Retiro Azul *

Vila de Palmela | 212 333 070

Entrada: Terrina de coelho com funcho, geleia de vinho branco e bagos de romã

Prato Principal: Lacão de coelho cozinhado em vinho de casta Castelão, sobre puré de cogumelos e pão frito, acompanhado pelo seu guisadinho de feijão encarnado

Sobremesa: A panacotta, a compota de uvas e o sorbet

 

 

Quinta do Anjo

 

Alcanena *

QUINTA DO ANJO | 212 870 150

Prato Principal: Coelho com feijão à moda de Palmela

Sobremesa: Tarte de requeijão

 

Flavors - Sabores diferentes da nossa terra*

Espaço Fortuna - Quinta do Anjo | 917 263 116

Prato Principal: Caril verde tailandês de coelho e batata doce

Sobremesa: Mousse de manga e lima

 

Lancelote *

CABANAS| 212 880 924

Prato Principal: Coelho com feijão

Sobremesa: Mousse com Moscatel de Palmela

 

Casa da Pimenta

Vila Amélia – Cabanas | 212 100 391

Prato Principal: Coelho à Caçador à moda da Pimenta

Sobremesa:Pudim caseiro

 

O Pereira

CABANAS | 211 810 246

Prato Principal: Coelho com amêijoas

Sobremesa:Arroz doce

 

Pinhal Novo

 

O Central

Pinhal Novo | 212 383 865

Prato Principal: Empada de coelho (2 pax.)

Sobremesa:Bolo de bolacha caseiro

 

O Forno

Pinhal Novo | 212 361 160

Prato Principal: Coelho à moda de Palmela

Sobremesa: Torta de laranja à nossa moda

 

 

O Telheiro *

Pinhal Novo | 212 362 244

Prato Principal: Coelho na púcara

Sobremesa: Doce conventual

 

 

POCEIRÃO

 

A Moagem (encerra ao domingo)

POCEIRÃO | 265 990 317

Prato Principal: Coelho assado na brasa de coentrada

Sobremesa: Doce da casa

 

Montalegre

ASSEICEIRA | 265 995 662

Prato Principal: Coelho ao Montalegre

Sobremesa: Mousse de Chocolate caseira

 

Oficina de Latoaria de Jorge Reis dá o mote a exposição do Espaço Cidadão | Museu Municipal faz recolha sobre os ofícios tradicionais de Palmela

Recolha sobre os ofícios tradicionais de Palmela

Oficina de Latoaria de Jorge Reis dá o mote a exposição do Espaço Cidadão

 

Abre ao público, no dia 4 de outubro, a Exposição “A Oficina de Latoaria de Jorge Reis”. O Espaço Cidadão, no Centro Histórico de Palmela, continua, assim, a acolher o ciclo de exposições, promovidas pelo Museu Municipal de Palmela, no âmbito de uma recolha sobre os ofícios tradicionais da vila de Palmela e as pessoas que, nas últimas décadas, continuaram a dar-lhes rosto. Desta vez, o Museu Municipal recolheu o testemunho de Jorge Reis - com 78 anos de idade, natural de Águeda - que possui, há cinco décadas, uma oficina de latoaria em Palmela.

Esta mostra, que inclui peças e instrumentos de trabalho, substitui a anterior, dedicada às Drogarias do Centro Histórico.

A exposição poderá ser visitada no horário de funcionamento da Junta de Freguesia de Palmela, às segundas, terças, quintas e sextas-feiras, das 8h30 às 17h30, e às quartas-feiras, das 8h30 às 18h30.