Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL FUSÕES NO CINEMA

30456393994_4162c489dc_o.jpg

 

Inicia hoje a IV edição do Simpósio Internacional Fusões no Cinema, a acontecer em São João da Madeira, encerrando no dia 18 de novembro. Sendo co-organizado pelo Festival Caminhos do Cinema Português e pela Unidade de Desenvolvimento dos Centros Locais de Aprendizagem (UMCLA) da Universidade Aberta, nesta edição podemos contar com a presença de vários docentes, investigadores, oradores convidados, especialistas e artistas de diferentes áreas, tais como Fran­cisco Gar­cía Gar­cía da Uni­ver­si­dad Com­plu­tense de Madrid, João Rita do Cine Club Arouca ou Daniel Mill da Uni­ver­si­dade Fede­ral de São Car­los. Estes irão analisar questões que remetem às práticas artísticas e educativas nos dias de hoje, assim como os novos papéis dos diferentes agentes envolvidos na dinâmica criativa e operativa da arte, da educação e da cultura. O certamente conta ainda com um painel de sessões paralelas com comunicações propostas por académicos de vários pontos do mundo que foram escrutinadas pelo Comité Científico num processo de Double Blind Review.
Após a ordem de trabalhos de cada dia é dado espaço à exibição de cinema.

As inscrições continuam abertas ao público, sendo estas totalmente gratuitas.

+ em: IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL FUSÕES NO CINEMA

Programa Oradores Convidados do IV Simpósio Fusões no Cinema

 

MG_0642.jpg

 

Docen­tes, inves­ti­ga­do­res, ora­do­res con­vi­da­dos, espe­ci­a­lis­tas e artis­tas de dife­ren­tes áreas anali­sam, neste IV Sim­pó­sio Inter­na­ci­o­nal, as atu­ais prá­ti­cas artís­ti­cas e edu­ca­ti­vas, os novos papéis dos dife­ren­tes agen­tes envol­vi­dos na dinâ­mica cri­a­tiva e ope­ra­tiva da arte, da edu­ca­ção e da cul­tura hoje.
Já se encontra disponível o programa das comunicações de oradores convidados do IV Simpósio Internacional Fusões no Cinema. O simpósio decor­rerá nos dias 17 e 18 de novem­bro de 2017, em São João da Madeira, com o apoio da Câmara Muni­ci­pal de São João da Madeira, sendo co-organizado pelo festival Caminhos do Cinema Português e pela Unidade de Desenvolvimento dos Centros Locais de Aprendizagem (UMCLA) da Universidade Aberta.

A sessão de abertura está marcada para as 17h30min do dia 17 de novembro, contando com a participação de Jorge Sequeira (Presidente da Câmara Municipal de São João da Madeira), Domingos Caeiro (Vice-Reitor da Universidade Aberta), José António Moreira (Coordenador Executivo UMCLA) e Vítor Ferreira (Diretor do Caminhos Film Festival). Com exibição de curtas-metragens, conferências sobre as demais variedades do cinema e sua instrumentalização, o 4º Simpósio termina com a conferência de encerramento, que contará com a presença de Gerardo Ojeda Castañeda da Escuela de Altos Estudios em Comunicación Educativa e do Instituto Latinoamericano de la Comunicación Educativa.

Será conhecido em breve o programa para as pro­pos­tas de tra­ba­lhos apre­sen­ta­das que serão avaliadas num pro­cesso de revi­são cega por pares (blind-review), de modo a garan­tir a isen­ção e impar­ci­a­li­dade da ava­li­a­ção. Os tra­ba­lhos sub­me­ti­dos e acei­tes para comu­ni­ca­ção serão publi­ca­dos na Revista de Lin­gua­gem do Cinema e do Audi­o­vi­sual do Latec-UFRJ num número espe­cial de 2017. O prazo para a rece­ção de pro­pos­tas de comu­ni­ca­ções decorre até 27 de outubro.

Conheça o programa e oradores convidados em https://caminhos.info/simposio/programa-oradores-convidados/

+ em: Programa Oradores Convidados do IV Simpósio Fusões no Cinema

 

Coleção Treger/Saint Silvestre: Arte bruta africana no Núcleo de Arte da Oliva | Exposição inaugura dia 7 de outubro, em S. João da Madeira

“In and out of Africa” integra coleção Treger Saint Silvestre

ARTE AFRICANA CHEGA AO

NÚCLEO DE ARTE DA OLIVA

* Exposição inaugura no dia 7 de outubro, em S. João da Madeira

Prophet Royal Robertson, Sem título, d.d. © Andr

 

A exposição “In and out Africa” inaugura a 7 de outubro, no Núcleo de Arte da Oliva, em S. João da Madeira, para apresentar quase uma centena de obras de arte bruta e outsider de artistas de origem africana, que integram a coleção Treger/Saint Silvestre. A exposição tem como objetivo dar a conhecer a imensa riqueza e expressão de artistas africanos, afro-americanos, haitianos, brasileiros e cubanos, ao mesmo tempo que promove a discussão sobre questões raciais e de descriminação. António Saint Silvestre, colecionador e curador da exposição, selecionou pinturas, desenhos, esculturas, cerâmicas, instalações e filmes que vão estar em exposição até 7 de Abril de 2018.

A coleção Treger/ Saint Silvestre, que reúne mil obras de cerca de duzentos e cinquenta artistas, distingue-se sobretudo pelo importante núcleo de Arte Bruta, que pela sua dimensão e representatividade, é único na Península Ibérica e raro na Europa. As obras dos colecionadores são oriundas da Europa de Leste e Oeste - onde se incluem vários artistas portugueses, do continente americano, de África e também da Ásia. Este ano, a coleção Treger/ Saint Silvestre foi distinguida pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM) com o prémio Colecionador.

O termo Arte Bruta, cunhado por Jean Dubuffet em 1945, identifica a criação artística produzida por indivíduos externos ao mundo da arte, sendo sobretudo aplicado a pessoas com problemas de saúde mental, geralmente autodidactas.

"Toca a Falar" está de regresso a S. João da Madeira | Iniciativa decorre nos dias 25, 26 e 27 de agosto

Iniciativa decorre nos dias 25, 26 e 27 de agosto

“TOCA A FALAR” ESTÁ DE REGRESSO

A S. JOÃO DA MADEIRA

O “Toca a Falar” está de regresso a S. João da Madeira para animar a Praça Luís Ribeiro, nos dias 25, 26 e 27 de agosto. O evento que integra a iniciativa “Verão de S. João”, da Câmara Municipal de S. João da Madeira, apela ao convívio e desafia todas as famílias e grupos de amigos a saírem de casa, para celebrarem as últimas noites do mês de agosto num ambiente único, repleto de boa música e muita animação.

Para os três dias, está garantida uma programação inesquecível, protagonizada pela música e que vai levar boas energias ao centro da cidade de S. João da Madeira. O programa do “Toca a Falar” arranca no dia 25 de agosto, sexta-feira, às 20h30, com o concerto dos Presto Duo, grupo clássico que prima pela sofisticação e requinte em cada acorde e que é composto por um violinista, um violoncelista, um pianista e uma voz. No primeiro dia atuam também, às 22h30, os Blackunplugged, a banda de covers acústica que relembra alguns dos maiores clássicos das décadas de 60, 70, 80 e 90.

Já no sábado, dia 26 de agosto, a noite inicia com os ritmos envolventes do funk e dos blues. A banda Gato Pardo, que nasceu para homenagear e eternizar os gloriosos anos 70 e 80, atua às 20h30. Pelas 22h30, sobe a palco o grupo de rock português Pedra & Cal, que promete um concerto sensacional e cheio de energia. E para terminar em grande, a Praça Luís Ribeiro recebe no domingo, dia 27 de agosto, às 20h30, o concerto dos “Peixe da Lua”, grupo de música brasileira que vai ser seguido por uma vibrante arruada da Banda de Música de S. João da Madeira. A Companhia de Música, fundada em 1999 na cidade sanjoanense, encerra a iniciativa, subindo a palco às 22h30.

Além dos espetáculos musicais, o “Toca a Falar” vai contar, ao longo dos três dias, com um espaço infantil, insufláveis e animação de rua. Vai também integrar o “Praça Refrescar”, iniciativa que à semelhança do ano anterior, garante uma vasta oferta de bebidas refrescantes, como a sangria, as caipirinhas e os mojitos, para brindar da melhor maneira às últimas noites de agosto.

"Gin and Street Food Sessions" está de volta a S. João da Madeira | Segunda edição do evento nos dias 21, 22 e 23 de julho

 

A segunda edição do evento decorre nos dias 21, 22 e 23 de julho

Gin & Street Food Sessions  (2).jpg

 

O “Gin and Street Food Sessions” vai agitar S. João da Madeira, nos dias 21, 22 e 23 de julho. Depois do sucesso da primeira edição, em 2016, o evento, que celebra uma das bebidas mais trendy do momento, volta à Praça Luís Ribeiro com um programa repleto de música, espetáculos e muita animação, para ser vivido em família ou com amigos. Uma iniciativa integrada na programação do “Verão de S. João”, promovido pela Câmara Municipal de S. João da Madeira, e que dinamiza a cidade sanjoanense até ao mês de setembro.

A segunda edição está de regresso com algumas surpresas, entre as quais a participação do público que pode inscrever-se nesta iniciativa, para mostrar o seu savoir faire na preparação de gins. A organização garante um espaço próprio no evento, pelo que os interessados podem inscrever-se até dia 15 de julho, sábado, no site turismoindustrial.cm-sjm.pt, no separador “Eventos”. Trata-se de uma oportunidade imperdível para os verdadeiros amantes de Gin, que podem colaborar no “Gin and Street Food Sessions” ao lado de alguns dos melhores barmen.

Durante os três dias do “Gin and Street Food Sessions”, a Praça Luís Ribeiro e as ruas periféricas vão ser contagiadas pela descontração e pela música, que aliada a performances de grupos culturais da cidade, ocupam lugar de destaque na agenda do fim de semana. O programa arranca dia 21 de julho, às 18h30 com uma oficina criativa para os mais novos, e prolonga-se para lá da meia-noite, com a banda “Sardinha também é peixe” a subir ao palco às 22 horas.  

No sábado, 22 de julho, o programa inicia também com as oficinas criativas infantis, pelas 18h30. Seguem-se os Sambado à Noite, um grupo de samba nascido no Porto que vai levar à Praça Luís Ribeiro os sons ritmados e felizes das terras de Vera Cruz, com a promessa de pôr o público a dançar a partir das 19h30. Pelo final da noite, às 22h30, atuam os Dr1ve, a banda de pop rock portuguesa conhecida pelo dueto “A wish (keep fighting)”, com a Lúcia Moniz. Já no dia 23 de julho, os Cassette vão viajar até ao universo musical dos anos 80, para uma atuação que vai relembrar alguns dos maiores êxitos musicais da década.

Para os mais pequenos está reservada uma área infantil, com um programa próprio de animação que garantirá muitas gargalhadas e diversão.

 

 

MU.DA.TE: Festival de música, dança e teatro anima fim-de-semana em S. João da Madeira

Ala dos Namorados 1.jpg

 

Concerto da Ala dos Namorados com os coros da cidade, no dia 7 de julho

MU.DA.TE: FESTIVAL DE MÚSICA, DANÇA E TEATRO

ANIMA FIM-DE-SEMANA EM S. JOÃO DA MADEIRA

 

MU.DA.TE é o festival de música, dança e teatro que invade S. João da Madeira já no próximo fim-de-semana e que marca o arranque do vasto programa “Verão de S. João”, promovido pela autarquia sanjoanense. O MU.DA.TE promete animar a Praça Luís Ribeiro, o epicentro de toda a programação deste festival, que conta com mais de 500 participantes de vários grupos culturais daquela cidade.

Promovido no âmbito das comemorações do 90.º aniversário da criação do concelho, o festival arranca na sexta-feira, dia 7, com um programa inteiramente dedicado à música. Os Ala dos Namorados sobem ao palco na Casa da Criatividade, às 22h00, acompanhados por nove coros da cidade, num espetáculo que promete ser mágico. Também no dia 7 de julho, pelas 22h30, será possível viajar até aos anos 80, com o evento “Música na Praça: Back to the 80’s”, seguindo-se a atuação do DJ Marco Chaves, que promete animação noite dentro.

A dança e a música fazem as honras do segundo dia, sábado, com um Flash Mob de dança, com vários grupos da cidade, agendado para as 19h30, na Praça Luís Ribeiro. A partir das 20h30, inicia-se um surpreendente Roteiro de Música de Câmara, que decorre em diferentes espaços, nomeadamente nos Paços da Cultura, Largo da Capela de Santo António, Floyer da Casa da Criatividade e Casa da Criatividade. E para terminar a noite em poesia, a Praça 25 de Abril acolhe, às 23h00, o evento “Poesia ao Luar”, com o grupo Fugas Poéticas.

No último dia, o MU.DA.TE recebe o “Best of Festival de Teatro”, pelas 19h00, na Praça Luís Ribeiro, organizado pelo Projeto Espaço Aberto do Agrupamento de Escolas Serafim Leite e no qual marcam presença vários grupos de teatro amador da cidade. Às 21 horas, a Casa da Criatividade recebe os Prana, grupo de rock sanjoanense, que encerra os três dias de festival com um concerto imperdível, na companhia da Banda de Música de S. João da Madeira.

Museu da Chapelaria recebe designers da Casa Real Espanhola | Inauguração dia 20 de maio, às 17h, em S. João da Madeira

Pablo y Mayaya1.jpg

 

 

 

“Num conto de fadas. Da cabeça aos pés” é o tema que dá o mote para as histórias de sucesso que serão apresentadas ao longo deste ano, em S. João da Madeira. Uma parceria entre o Museu do Calçado e o Museu da Chapelaria, que leva à cidade sanjoanense histórias reais de designers internacionais, cujo talento, empenho e empreendedorismo projetaram as suas criações além fronteiras.

Depois dos sapatos de Anastasia Radevich terem calçado a iniciativa, no passado mês de abril, chegou a vez dos chapéus assumirem o protagonismo. O Museu da Chapelaria recebe a primeira exposição da iniciativa “Num conto de fadas. Da cabeça aos pés”, intitulada “Tocados por Pablo y Mayaya”, que vai viajar no tempo para conhecer e honrar o percurso de uma das mais importante marcas da indústria chapeleira, “Pablo y Mayaya”.

Pablo Merino e Mayaya Cebrián são dois dos principais designers espanhóis da atualidade, conhecidos por adornarem algumas das “cabeças” mais importantes de Espanha, como é o caso da rainha Letizia e da restante Casa Real Espanhola. Também colaboram regularmente com vários estilistas, como Andrés Sardá, Roberto Torreta, Pedro Morago, Mireya Ruiz y Ángel Schelesser, durante as Semanas da Moda de Madrid e de Barcelona. O seu prestígio indiscutível ultrapassa fronteiras e a marca exporta chapéus e toucados para vários países, como Portugal, Angola, França, Itália, Alemanha, Bélgica, Grã-Bretanha, Japão e até para o Brasil.  

Pablo e Mayaya deram os primeiros passos na indústria chapeleira nos anos noventa, quando abriram o primeiro atelier de alta-costura, em Valladolid. Desde então, percorreram um caminho singular, que os fez vencer o Prémio Nacional de Artesanato, em 2009, pela experimentação, recorrendo a novos materiais e textura, e o troféu “Dedal de Oro”, em 2015, atribuído apenas aos estilistas mais importantes de Espanha. A capacidade de se adaptarem aos tempos modernos, através de diferentes técnicas e conhecimentos, permitiu-lhes construir um percurso sólido numa indústria cada vez menos valorizada. Resultou assim, a criação de um negócio totalmente dedicado à produção de chapéus de modo artesanal e personalizado, associado a um rigoroso sistema de controlo de qualidade e sistema de distribuição tipo industrial. Hoje, depois de mais de duas décadas dedicadas inteiramente à chapelaria, os artistas sonham em alargar horizontes, apostando noutras áreas criativas, como o calçado e a perfumaria.


Mesa Redonda com Pablo Merino e Mayaya Cebrián, no dia 18 de maio, às 17h30

Atendendo à presença de Pablo Merino e Mayaya Cebrián em Portugal, o Museu da Chapelaria realiza uma mesa redonda com os artistas espanhóis, no dia 18 de maio, às 17h30. Dirige-se a alunos, profissionais do setor, empresários da indústria criativa e público em geral, para uma conversa em castelhano, guiada pela temática da moda enquanto setor industrial e enquanto expressão artística, sendo que os artistas apresentarão o seu processo criativo, o seu percurso profissional e as experiências em primeira pessoa no mercado da moda.

A entrada é livre mas sujeita a inscrição prévia, através do email museuchapelaria@cm-sjm.pt.

 

Inauguração da exposição, no dia 20 de maio, às 17h00

“Tocados por Pablo e Mayaya” reúne as principais obras Pablo Merino e Mayaya Cebrián, designers que dão nome à exposição que inaugura no próximo dia 20 de maio, às 17h00, no Museu da Chapelaria. É uma desconstrução do trabalho dos artistas, que se iniciaram na indústria dos chapéus há 27 anos e que percorreram, desde então, um caminho ímpar. Uma exposição onde o tradicional se alia à modernidade, através da criação e personalização de chapéus e toucados únicos, que transparecem a essência e a alma dos dois criadores.

Depois de percorrerem o mundo, as principais obras de arte da insígnia espanhola fazem uma paragem em S. João da Madeira, capital da indústria chapeleira e da indústria do calçado no nosso país, para mostrar aos portugueses alguns exemplares únicos de uma marca que sempre se soube reinventar e adaptar aos tempos modernos.  


“Num conto de fadas. Da cabeça aos pés”

“Num Conto de Fadas. Da Cabeça aos Pés” intitula a programação expositiva do Museu do Calçado e do Museu da Chapelaria para 2017, em S. João da Madeira, que acolherá ao longo do ano consagrados artistas-designers internacionais. O objetivo deste ciclo é o de colocar em evidência a ideia de “mundos mágicos” associados a duas indústrias de grande relevância cultura e económica na região, apresentando dimensões criativas e espetaculares destes dois setores industriais.

 

EXPOSIÇÃO “TOCADOS POR PABLO E MAYAYA

Até 30 de Setembro

Museu da Chapelaria

Terça-feira a sexta-feira: 09h00 - 12h30 |14h00 - 18h00

Sábado: 10h00 - 13h00 | 14h00 - 18h00

Domingos e Feriados: 10h30 - 12h30 |14h30 - 18h00

Segunda-feira: Encerrado

 

Rua Oliveira Júnior, nº 501, 3700-204 S. João da Madeira

Website: http://www.museudachapelaria.pt/pt

Milhares De Peças LEGO® Vão Invadir São João Da Madeira

Sanjoanense BRInCKa 2017 - Poster.jpg

 

 

Milhares De Peças LEGO® Vão Invadir São João Da Madeira

 

 

29 de Abril a 1 de Maio – Oliva Creative Factory
Réplicas de edifícios emblemáticos de São João da Madeira em LEGO®

Puzzle com cerca de 100.000 tijolos LEGO®

Rosário Costa – Directora criativa da LEGO® em Billund – natural de São João da Madeira, apresentará novidades LEGO® Friends no Sanjoanense BRInCKa

 

A PLUG, Associação Portuguesa de Utilizadores LEGO, a mais antiga associação relacionada com este “hobby” em Portugal e a única legalmente instituída, realizará, mais uma vez, uma exposição dedicada aos célebres brinquedos de construção, denominada Sanjoanense BRInCKa 2017, desta feita em parceria com a Secção de Basketball da Associação Desportiva Sanjoanense.

 

BRInCKa®, o maior evento nacional de construções LEGO®, pela primeira vez em São João da Madeira, realizar-se-á dos dias 29 de Abril a 1 de Maio e durante os três dias os visitantes poderão desfrutar das maravilhosas construções em LEGO® realizadas pelos Associados da PLUG, que vão desde peças singulares como uma pequena réplica da famosa máquina de costura da Oliva, fabricada em tempos idos no local onde se realizará a exposição, passando por uma grande cidade que ocupará quase toda a extensão do espaço onde nada falta como edifícios habitacionais, de serviços, esquadras da polícia e de bombeiros, autocarros e comboios em movimento, alguns deles réplicas fidedignas de composições que circulam ou já circularam em Portugal.

 

Não faltarão também alguns edifícios emblemáticos da cidade de São João da Madeira como a Torre da Fábrica da Oliva, assim como os seus pavilhões industriais, uma réplica da Câmara Municipal de São João da Madeira e até o estádio da Associação Desportiva Sanjoanense.

 

Tendo em conta o sucesso do filme de “The LEGO® Batman Movie” e o futuro lançamento “LEGO Ninjago: The Movie” cuja estreia também se afigura brevemente, não poderiam também faltar os cenários destas duas temáticas representados pela primeira vez numa exposição em Portugal.

 

Para os mais adultos, não faltará o reviver do seu passado recente com a inclusão de uma pequena cidade com conjuntos LEGO dos anos 80 e 90 assim como algumas réplicas das mais emblemáticas estruturas arquitectónicas mundiais ou construções em LEGO.

 

Neste evento o tema Friends terá um destaque muito especial com a participação especial da portuguesa Rosário Costa, a mais veterana colaboradora da LEGO de nacionalidade portuguesa, já há mais de vinte anos a trabalhar na empresa e responsável pela linha que constituiu uma grande surpresa e uma lufada de ar fresco na temática LEGO, tornando as pecinhas de plástico mais famosas do planeta melhor acolhidas por meninas de todo o mundo. Os temas femininos têm actualmente um peso significativo no sucesso desta marca e recentemente desdobrou-se noutras variantes como o LEGO Elves ou as DC Super Hero Girls.

 

A “nossa” LEGO Designer disponibilizar-se-á para a realização de uma apresentação num auditório das imediações no dia 29 de Abril pelas 17h00, onde irá apresentar em primeira mão algumas das novidades da linha de produtos que representa.

 

A robótica LEGO também estará representada com alguns trabalhos dos portugueses MCP (MINDSTORMS Community Partners) como o robot RPSGAM3 que joga ao “pedra/papel/tesoura” ou um protótipo de um robot capaz de se deslocar em qualquer direcção sem necessidade de rodar sobre si mesmo ou ainda uma prova de conceito de um comboio maglev.

 

Outros temas presentes na exposição serão os omnipresentes cenários com situações dos filmes da Saga “Star Wars”, inúmeras construções interactivas Technic e também uma saborosa pista de carros de competição com todo o cenário realizado em LEGO, entre muitos outros temas como Piratas, Minifiguras, mosaicos em peças LEGO, etc.

 

Na Sanjoanense BRInCKa 2017 haverá ainda a oportunidade de conhecer a linha de protótipos Jayfields, da autoria do construtor João Campos. Trata-se de uma marca de automóveis idealizada pelo próprio e que tem todo o tipo de veículos, todos concebidos de raiz, desde carros mais "vintage”, passando por veículos desportivos, utilitários, todo-o-terreno, nenhum segmento foi deixado ao acaso por esta "marca portuguesa".

 

Paralelamente à exposição de construções, realizar-se-ão várias iniciativas e passatempos dentro do recinto, incluindo a realização de um mosaico gigante pelos visitantes que serão convidados a realizar uma das peças de um puzzle proposto pela organização com uma imagem alusiva à vitória de Portugal no Campeonato da Europa de Futebol de 2016, o maior mosaico deste género na Península Ibérica, com cerca de 24 m2 e quase 100.000 peças, além de vários concursos de construções para vários escalões etários. Se o objectivo é apenas mexer em peças LEGO, terão também os visitantes à disposição as famosas “PLAYZONES” com milhares de peças para darem asas à sua imaginação.

 

É esta interactividade que faz com os eventos da PLUG se distingam dos demais eventos com peças LEGO realizados um pouco por todo o país. Mercê de um protocolo celebrado entre a Associação Desportiva Sanjoanense, às crianças do Ensino Básico dos Município de São João da Madeira, Espinho, Arouca, Santa Maria da Feira e Vale de Cambra, serão distribuídos bilhetes de acesso gratuito ao recinto, desde que acompanhados por um adulto.

 

Em exposição estará também a nossa mascote, o Pedrinha, em tamanho real, e o seu amigo capitão Rex, ambos construídos com muitas, mesmo muitas peças LEGO®.

 

Não faltarão ainda as lojas onde poderão ser comprados os conjuntos LEGO® que permitem fazer construções semelhantes aos modelos expostos, assim como um elevado sortido de peças avulsas e as famosas minifiguras.

 

Mais de 200.000 pessoas já visitaram os eventos BRInCKa da PLUG. Agora a BRInCKa em São João da Madeira terá mais peças, mais construções e muito mais diversão!

 

Horários:

29.Abril (Sábado): 10:00 às 20:00

30.Abril (Domingo): 10:00 às 20:00

1.Maio (Segunda-feira): 10:00 às 18:00

 

Entradas:

Crianças (4-10 anos) – 2€

Adultos (11+ anos) – 4€

As crianças têm de ser acompanhadas por um adulto com bilhete válido.

Crianças até aos 3 anos não pagam.

 

Site oficial do evento: http://www.plug.pt/eventos/BRInCKa/Sanjoanense/2017

Facebook: http://facebook.com/BRInCKa

 

BRInCKo, LEGO existo!

Cerveja Artesanal: 1ª Edição do Oliva Beer Mind está a chegar | De 31 de março a 2 de abril, em S. João da Madeira

Cerveja Oliva Beer Mind.jpg

 

 

A Oliva Creative Factory, em S. João da Madeira, organiza entre 31 de Março e 2 de Abril, o Oliva Beer Mind, um festival apelativo, lúdico, cultural e de entretenimento dedicado exclusivamente à cerveja portuguesa artesanal. Com um modelo único e diferenciado, o evento, organizado pela Câmara Municipal de S. João da Madeira, Oliva Creative Factory e OG&ASSOCIADOS, posiciona-se  ainda como uma iniciativa centrada  no empreendedorismo cervejeiro e no mundo da "craft beer revolution". Na véspera do evento, dia 30, às 18h30, realiza-se uma visita-degustação à cervejeira Vadia, para mostrar o processo de produção da cerveja ibérica Collab, marca que resulta de uma parceria entre a portuguesa Vadia e a espanhola Yria. A participação nesta visita é gratuita, mas limitada a 30 inscrições.

Na primeira edição deste festival da cerveja estarão presentes cerca de duas dezenas marcas de cerveja artesanal nacionais, cinco internacionais, duas distribuidoras multimarca estrangeiras e ainda uma representação do Movimento Cervejeiro Canadiano. O evento é uma verdadeira homenagem aos sabores da cerveja artesanal e inclui um atrativo programa cultural e de entretenimento, capaz de reunir diferentes públicos, com  streetfood, música, animação permanente, workshops de culinária e uma área pensada exclusivamente para os mais pequenos.

O evento tem também uma importante vertente dedicada a profissionais, com a realização de workshops e  ABFtalks, onde se debaterão temas ligados  à economia deste nicho de mercado. Segundo a organização, o objetivo do Oliva Beer Mind é o de promover um evento dinamizador de oportunidades, entre cervejeiros, criativos e o tecido empresarial tradicional. “A  partir de um território com ADN criativo, como é o de S. João da Madeira,  pretendemos criar valor e expertise industrial  num nicho de mercado que tem assistido  a um multiplicar de projetos que se tem consolidado economicamente no mercado e, em alguns casos, em movimentos de exportação” referem.  Trata-se de uma área de negócio em crescimento, com a maioria dos projetos a nasceram de situações de desemprego e até de novos rumos que os empreendedores decidem imprimir às respecivas vidas profissionais, e que tem desenvolvido em necessidades de mercado e ativado a sua própria cadeia de valor, criando novas oportunidades e o surgimento de novos players.

 

Oliva Beer Mind – 31 de Março a 2 de Abril

A primeira edição do Oliva Beer Mind arranca, no dia 31, com a realização do workshop “Comunicar: meios e estratégias”, seguindo-se às 18h30 a abertura ao público, que terá a possibilidade de conhecer, experimentar e provar as marcas de cerveja artesanal presentes no certame, numa noite com animação garantida pelos Simply Rockers Sound System e pelo Dj Rodrigo da Matta.

No sábado, após o ABFtalks “Maturação/Disrtribuição”, está prevista a atuação de Dj Chico Ferrão,  Les Crazy Coconuts, Vurro e Dj A Boy Named Sue, assim como vários workshops e show cookings. 

O último dia do evento abre portas às 15 horas e conta no cartaz de animação com Dj Miguel Cepa,  Dobro Sound System,  Dj Guilherme Barros, enquanto decorre na Oliva Creative Factory atividades na Kids Zone e workshops de cookies.  A primeira edição do Oliva Beer Mind encerra às 20 horas.

Poesia à Mesa arranca amanhã em S. João da Madeira | Poesia encenada, cantada e servida à mesa até ao final do mês

Iniciativa decorre até ao final do mês

POESIA à MESA A PARTIR DE AMANHÃ

EM S. JOÃO DA MADEIRA

 

*Homenagem a poetas António Aleixo, António Torrado, Cláudia R. Sampaio, Edito Gonçalves, Joaquim Pessoa e Olinda Beja

 

  1. João da Madeira recebe, a partir de amanhã, a 15ª edição da Campanha Poesia à Mesa, evento que decorre naquela cidade desde 2003. A Poesia à Mesa, projeto da Câmara Municipal de S. João da Madeira, tem vindo a assumir gradualmente um grande papel cultural, não só a nível local como nacional, sendo hoje uma das imagens fortes da cidade. A edição deste ano destaca os poetas António Aleixo, António Torrado, Cláudia R. Sampaio, Edito Gonçalves, Joaquim Pessoa e Olinda Beja. O programa, sempre vasto e diversificado, tem contado todos os anos com inovações culturais, demonstrando que a poesia pode ser encenada, cantada, recitada e, sobretudo, servida à mesa de restaurantes e bares. 

Mais do que apenas assinalar o Dia Mundial da Poesia (21 de Março), a campanha tem vindo a contribuir para a promoção e divulgação de um vasto conjunto de poetas e suas obras, incentivando a população a adquirir hábitos da leitura através de um conjunto de ações muito diversificado e dirigido a diferentes segmentos de públicos.

“Poesia à Mesa” tem, a cada ano que passa, uma maior adesão, envolvendo a comunidade não apenas na sua condição de espetadora mas também de produtora de conteúdos e mensagens, como é o caso evidente da Peregrinação Poética ou da Poesia na Corda.

Para além dos públicos locais e fruto de uma programação diversa e de qualidade que contempla espetáculos, exposições, oficinas criativas poéticas, declamações em bares, restaurantes e fábricas, animação de rua, apresentações de livros, conferências com poetas, entre outras, este evento tem aproximado, a S. João da Madeira, públicos provenientes de toda a região norte do país.

Como marca distintiva desta iniciativa, saliente-se a produção de um vasto conjunto de materiais (toalhetes de mesa e bases de copos e chávenas, sacos de pão, aventais, lápis) onde são impressos os textos dos seis poetas homenageados em cada campanha. Este ano são destacados os poetas António Aleixo, António Torrado, Cláudia R. Sampaio, Edito Gonçalves, Joaquim Pessoa e Olinda Beja. Distribuídos massivamente, estes materiais levam aos restaurantes, cafés, bares, padarias e comércio em geral, a palavra do poeta e a sua própria imagem.

 

PROGRAMA | 10 a 31 de Março de 2017