Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Comissão Diocesana de Arte Sacra inaugura exposição de fotografia “Rezar A Cidade”

image001.png

 

 

 

A exposição “Rezar A cidade”, organizada pela Comissão Diocesana de Arte Sacra de Setúbal, com a colaboração da Câmara Municipal de Setúbal, integra-se na 4.ª Jornada Diocesana de Arte Sacra, e será inaugurada no primeiro domingo da quaresma, dia 18 de fevereiro, na Galeria Municipal de Setúbal.

 

A exposição, projetada pela Comissão Diocesana de Arte Sacra, partiu de um convite, desta Comissão, a 15 fotógrafos amadores e profissionais, com o objetivo de inaugurar uma exposição de fotografia que “interpele cada um dos visitantes e que os convide a rezar com a cidade, na cidade.” Cada fotógrafo teve como mote inspirador um dos 15 Passos da Via Sacra de Jesus Cristo e os vestígios urbanos da religiosidade da cidade: “Setúbal, por exemplo, guarda na sua malha urbana, a memória desta história. Ainda se podem observar algumas capelas dos antigos passos, ou o calvário do Bonfim, as capelas das confrarias e oratórios junto às antigas portas das muralhas da urbe.”

 

Antes da inauguração da exposição, e juntamente com a Paróquia de Santa Maria da Graça e São Julião, é aberto ao público o seu Tesouro. De acordo com o Presidente da Comissão Diocesana de Arte Sacra de Setúbal, “este é o corolário de um trabalho digno de registo, pois nesta mostra dão-se a conhecer peças de relevo artístico, além de se colocar em evidência a preocupação pela salvaguarda do património sacro”.

 

Programa:

 

15h00 – Abertura da 4ª Jornada Diocesana de Arte Sacra de Setúbal, Igreja São Julião: P. Casimiro Henriques;

15h15 – Inauguração do TESOURO DA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DA GRAÇA E SÃO JULIÃO: P. Rui Rosmaninho / Dr. André Afonso;

16h15 – “Rezar Setúbal”, conferência com percurso pedestre entre a Igreja São Julião e Galeria Municipal, conduzida pelo Dr. José Luís Catalão;

17h15 – Apresentação da Exposição de Fotografia “Rezar a Cidade”; P. Casimiro Henriques;

17h30 – Encerramento da 4ª Jornada Diocesana de Arte Sacra de Setúbal, pela Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Dr.ª Maria das Dores Meira e pelo Bispo de Setúbal, D. José Ornelas;

18h00 – Moscatel de Honra.

 

Leia todas as informações em: http://diocese-setubal.pt/2018/02/09/arte-sacra-inaugura-exposicao-rezar-a-cidade-a-18-de-fevereiro/.

CUPIDO DISTRIBUI AMOR E PAIXÃO NO ALEGRO COM EXPERIÊNCIAS DE CINEMA VIP

Dias dos Namorados_Alegro.jpg

 

O Alegro aconselhou-se com o deus do amor e sugere surpreender a cara-metade com a oferta de uma experiência de cinema VIP neste Dia dos Namorados.

 

Chegámos a fevereiro, mês em que os apaixonados procuram as melhores formas para demonstrar o seu amor pela pessoa amada. Para quem está na corrida ao presente perfeito, de 10 a 14 de fevereiro, 60€ em compras no Alegro Alfragide e Alegro Setúbal estão a valer a oferta de um bilhete de cinema VIP duplo*.

 

Assistir a um filme com este bilhete VIP eleva a ida ao cinema para outro nível. A vista é privilegiada, pois fica assegurado o acesso a poltronas reclináveis em pele, que permitem encontrar a posição ideal. Os casais podem ainda usufruir do VIP Lounge, 20 minutos antes do filme, para relaxar ou aproveitar para tomar um cocktail.

 

São muitos os filmes em cartaz nas salas Cinema City do Alegro, mas há um que os casais vão querer ver em primeira fila e de preferência com uma experiência VIP para apimentar o clima de romance!

 

Está de volta a história do casal mais sexy e apaixonado do grande ecrã dos últimos tempos. Falamos da continuação da história de amor de Anastasia Steele e Christian Grey, agora em 50 Sombras Livres, com estreia marcada para dia 8 de fevereiro, que ficará em exibição ao longo do mês.

 

Mas há muito mais filmes para escolher nas salas Cinema City do Alegro. Faça as compras, escolha o filme e celebre o amor com uma experiência original!

 

 

*Bilhetes válidos por 3 meses a contar da data de emissão. Obrigatória a consulta do regulamento do centro selecionado, Alegro Alfragide ou Alegro Setúbal.

Docente José Gil apresenta novo livro de poesia | Solange das Cerejas

Docente José Gil apresenta novo livro de poesia

“Solange das Cerejas” é lançado dia 26, na Casa da Cultura de Setúbal

 

banner 5 (002).jpg

 

Encenador, performer, poeta e professor da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (ESE/IPS), José Gil apresenta mais uma obra de poesia já no próximo dia 26 de janeiro, sexta-feira, na Casa da Cultura de Setúbal. Solange das Cerejas – 53 Poemas de Amor, editado pela Sítio do Livro com o apoio do IPS, é lançado numa sessão com início pelas 18h00, que contará com as contribuições das docentes da ESE/IPS Cristina Gomes da Silva e Ana Pessoa e do poeta Jorge Vicente, autor do prefácio.

 

Solange das Cerejas é uma seleção de poemas de amor, retirada, como descreve o autor, “de um baú digital de centenas de poemas escritos numa paixão e namoro transatlântico de 10 anos, com algumas viagens em Portugal, no Brasil e no Chile. Como escreveu António Ramos Rosa [sem conhecer Solange] ‘é por ti que escrevo que não és musa nem deusa/mas a mulher do meu horizonte’”.

 

A sessão contará igualmente com um momento de leitura e interpretação de alguns destes poemas, para o qual foram convidados os atores e atrizes de vários projetos teatrais da cidade de Setúbal, bem como o elenco do Teatro Politécnico do IPS.   

 

Autor de vários livros de poesia, com diversos poetas portugueses e brasileiros, José Gil é um dos professores de expressão dramática em Portugal que mais contribuíram para o movimento associativo que haveria de conduzir à criação no Porto, em 1992, da IDEA – International Drama/Theatre and  Education Association.

 

 

 

Conversas de Ponta - Setúbal - 13 de Janeiro

 

Ciclo de Debates
 
Título – Reconhecimento e Justiça Ambiental

Conferencista – Carla Gomes 

Moderação – João Paulo Maia
 
Casa da Cultura de Setúbal
Rua Detrás da Guarda (junto à Praça do Bocage)
13 de Janeiro (sábado), 15h00

Resumo: 
A minha liberdade deve acabar onde começa a do outro. É um princípio que, à partida, parece simples. Mas que é posto à prova no momento em que diferentes outros, e as suas formas de estar no mundo, entram em conflito num mesmo território temporal e espacial. No fim de contas, a minha liberdade não existe num vácuo. Ela inscreve-se fisicamente na história, nas minhas interações sociais, numa paisagem. 
Não será por acaso que o conceito de reconhecimento – de outras identidades, valores e culturas - tem vindo a emergir no estudo da justiça ambiental. Diferentes conhecimentos ecológicos, formas de nos relacionarmos com o ambiente e de gerirmos os seus recursos, têm vindo a entrar em conflito no contexto dos ‘problemas ambientais globais’, da crise alimentar às alterações climáticas. 
Não foi preciso muito tempo para que os padrões de consumo dos chamados países ‘desenvolvidos’ desequilibrassem perigosamente o clima e os recursos disponíveis no planeta. Os mais vulneráveis à crise ambiental global são precisamente, por múltiplas razões, os países mais pobres do ‘Sul Global’. Mesmo a procura de soluções – como a produção de biocombustíveis – acaba por aumentar a pressão sobre uma terra cada vez mais escassa. Por todo o mundo, surgem movimentos em defesa da justiça alimentar e climática, pela proteção das terras indígenas e dos modos de vida das populações rurais.
Nesta conferência, partindo do meu recente trabalho de campo entre os agricultores de Moçambique, proponho-vos uma reflexão sobre o papel do reconhecimento em prol de uma melhor justiça social e ambiental.

Nota biográfica: Carla Gomes iniciou a carreira como jornalista, dedicando-se sobretudo à área do ambiente. Fez na Universidade de Aveiro o Mestrado em Gestão e Políticas Ambientais. Uma aventura que a levou até Cabo Verde e culminou na publicação do livro “Alterações Climáticas e Desenvolvimento Limpo”, premiado pela Fundação Calouste Gulbenkian. Quando deu por si era uma ‘cientista social ambiental’. Tem-se dedicado ao estudo das alterações climáticas, sustentabilidade e desenvolvimento, sobretudo em África. Acaba de concluir um doutoramento em Desenvolvimento Internacional, pelas Universidades de Lisboa e de East Anglia (Reino Unido), com uma tese sobre os camponeses do Norte de Moçambique.

Simone, O Musical | Digressão 2018

 
 
 

 

63db80ff-b7ce-457a-8b46-9944dfe5502b.jpg

 

Digressão 2018
5 de Janeiro a 4 de Fevereiro
Setúbal  |  Estoril  |  Aveiro  |  Faro  |  Leiria

 

SIMONE, O MUSICAL conquistou o público em 2017 e está de regresso em 2018, para mais 5 semanas de espectáculos pelo país!

SETÚBAL Fórum Municipal Luísa Todi | 5 e 6 Janeiro 
Salão Preto e Prata Casino Estoril | 10 a 14 Janeiro
AVEIRO Teatro Aveirense | 19 e 20 Janeiro
FARO Teatro das Figuras | 26 e 27 Janeiro 
LEIRIA Teatro José Lúcio da Silva | 2 a 4 Fevereiro 
M/6

 

 

"Com Arte e com Alma" | 5 de dezembro, 21h15, Costa de Caparica

 

 

2ª edição do ciclo de conferências/conversas

“Com Arte e com Alma. Serões com o nosso Património”

 

SEGUNDA CONFERÊNCIA/CONVERSA

 

05 de dezembro de 2017 (3ªf)

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição (igreja velha), Costa de Caparica

Avenida 1º de Maio, 2825-396 Costa da Caparica

21h15

Entrada livre

 

ORADORES

Pe. Casimiro Henriques

(Mestre em História da Arte, Diretor da Comissão Diocesana de Arte Sacra de Setúbal)

“As formas do sagrado nas pinturas do século XVIII da igreja matriz da Costa de Caparica”

 

Rui Manuel Mesquita Mendes

(Licenciado em História, investigador do Centro de Arqueologia de Almada)

“A Igreja Matriz da Costa de Caparica: 240 anos de história”

 

O PROJETO

“COM ARTE E COM ALMA. Serões com o nosso Património” é um projeto que pretende divulgar os bens culturais da Igreja existentes na Diocese de Setúbal, procurando criar relações de afeto entre as comunidades locais (mas não só) e esse património.

Após os bons resultados alcançados na 1ª edição (2014-2015), a Comissão Diocesana de Arte Sacra de Setúbal promove, agora, a 2ª edição. Entre novembro de 2017 e maio de 2018, serão realizadas sete conferências/conversas informais em sete igrejas da Diocese de Setúbal (integrando as sete vigararias da Diocese). Em cada sessão abordar-se-á uma determinada e importante obra de arte (ou conjunto) presente na igreja que acolherá a conferência, bem como serão discutidos aspetos relacionados com o historial do respetivo edifício. Reunindo os contributos de diversos investigadores, pretende-se que, num ambiente informal e pedagógico, as comunidades paroquiais e todos e quaisquer interessados possam melhor conhecer e valorizar determinados bens culturais de valor excecional presentes no território diocesano. Todas as sessões, de entrada livre, terão início às 21h15.

 

Organização:
Comissão Diocesana de Arte Sacra da Diocese de Setúbal

 

SIMONE, O MUSICAL regressa em 2018

DIGRESSÃO em 2018
Janeiro e Fevereiro
Setúbal | Estoril | Aveiro | Faro | Leiria

 

618_2790_1.jpg

 

SIMONE, O MUSICAL conquistou o público em 2017 e está de regresso em 2018, para mais 5 semanas de espectáculos pelo país!

SETÚBAL Fórum Municipal Luísa Todi | 5 e 6 Janeiro (www.bol.pt)
Salão Preto e Prata Casino Estoril | 10 a 14 Janeiro
AVEIRO Teatro Aveirense | 19 e 20 Janeiro
FARO Teatro das Figuras | 26 e 27 Janeiro (www.bol.pt)
LEIRIA Teatro José Lúcio da Silva | 2 a 4 Fevereiro 
M/6

 

 

Concerto de Natal com Sónia Araújo marca chegada do Pai Natal ao Alegro Setúbal

Oh Oh Oh… Pai Natal chega ao Alegro Setúbal com Sónia Araújo e traz uma Pista de Gelo!

 

CONCERTO DE NATAL COM SÓNIA ARAÚJO MARCA CHEGADA DO PAI NATAL AO ALEGRO

 

Pai Natal e as Dicas da Sónia.jpg

 

No próximo sábado, 18 de novembro, o homem das barbas brancas estaciona no Alegro Setúbal para ouvir atentamente os desejos de todos até 24 de dezembro. No trenó traz consigo uma convidada muito especial, Sónia Araújo e uma Pista de Gelo.

 

Já estamos todos a contar os dias até ao Natal, mas é já a 18 de novembro que o centro comercial Alegro Setúbal entra oficialmente na época mais mágica de sempre com uma programação que promete fazer as delícias das famílias, miúdos e graúdos, de Setúbal e arredores.

 

Sónia Araújo, conhecida cara da televisão portuguesa, veste o papel de cantora e dançarina para inaugurar esta quadra natalícia com um concerto de Natal gratuito. Às 16h00 na Praça Bombordo, “As Dicas da Sónia” dão conselhos sobre alimentação, higiene, reciclagem e muitos outros hábitos que devem ser assimilados desde a infância. É para ver, ouvir, cantar e aprender!

 

Este ano, e pela primeira vez, o Alegro Setúbal vai ter uma Pista de Gelo para todos os que se queiram aventurar a calçar os patins. Inaugurada pelo Pai Natal no dia 18 de novembro, a pista de gelo ficará na Praça Bombordo até ao dia 7 de janeiro. São 180m2 de emoções no gelo, a funcionarem das 11h00 às 23h00, de segunda a quinta-feira, domingos e feriados; às sextas, sábados e vésperas de feriados a pista funciona das 11h00 às 24h00. Os preços variam entre os 3€ para crianças e os 4€ para adultos, existindo ainda descontos para grupos.

 

Em novembro, o Pai Natal fica no Alegro Setúbal nos dias 18 e 19, 25 e 26, entre as 11h00 e as 20h00, para ouvir atentamente os pedidos de miúdos e graúdos na Ilha de Natal (na Praça Estibordo). Já em dezembro, a sua presença vai ser de dia 1 até ao dia 24. Aqui todos vão poder visitar a casa do Pai Natal e conviver com ele, para além de poderem tirar fotografias bem perto das suas barbas brancas e entregar-lhe a tal cartinha com os seus desejos.

 

No Alegro Setúbal está tudo preparado para viver o espírito de Natal: diversão e momentos inesquecíveis vão aquecer os corações de toda a família!

 

"Com Arte e com Alma" | 7 de novembro, 21h15, Almada

 

 

2ª edição do Ciclo de conferências/conversas

“Com Arte e com Alma. Serões com o nosso Património”

 

Terá início no próximo dia 7 de novembro de 2017 (3ªfeira) a 2ª edição do ciclo de conferências/conversas “Com Arte e com Alma. Serões com o nosso Património”.

 

Depois dos bons resultados alcançados na 1ª edição do projeto (em 2014-2015), a Comissão Diocesana de Arte Sacra de Setúbal dá continuidade a esta iniciativa que pretende divulgar os bens culturais da Igreja existentes na Diocese de Setúbal, procurando criar relações de afeto entre as comunidades locais (mas não só) e esse património.

 

PRIMEIRA CONFERÊNCIA/CONVERSA

A primeira conferência/conversa será realizada a 7 de novembro de 2017 (próxima 3ªfeira, 21h15). A arquiteta Maria José Lopes proferirá uma comunicação intitulada “Entre Memória e Criação. A reabilitação da Ermida de São Sebastião em Almada”, projeto no qual interveio como arquiteta coordenadora, tendo ainda concebido e coordenado, neste contexto, a publicação de um livro homónimo. O historiador Rui Manuel Mesquita Mendes, de forma a contextualizar e introduzir este projeto, apresentará uma breve comunicação intitulada “História da Ermida de São Sebastião de Almada (1535-1906)”, apresentando um breve e atualizado historial desta ermida.

 

O PROJETO “COM ARTE E COM ALMA”

Entre novembro de 2017 e maio de 2018, serão realizadas sete conferências/conversas informais em sete igrejas da Diocese de Setúbal (integrando as sete vigararias da Diocese). Em cada sessão abordar-se-á uma determinada e importante obra de arte presente na igreja que acolherá a conferência (uma pintura, uma escultura, uma alfaia ou paramento litúrgico, um retábulo, a arquitetura da igreja, etc.), bem como serão discutidos aspetos relacionados com o historial do respetivo edifício. Reunindo os contributos de diversos investigadores, pretende-se que, num ambiente informal e pedagógico, as comunidades paroquiais e todos e quaisquer interessados possam melhor conhecer e valorizar determinados bens culturais de valor excecional presentes no território diocesano.

 

Todas as sessões, de entrada livre, terão início às 21h15.

 

Mais informações:

www.artesacra.diocese-setubal.pt

www.facebook.com/artesacra.diocesesetubal

artesacra@diocese-setubal.pt

 

Orquestra Académica Metropolitana em concerto no IPS

 

Dia 24 de outubro, pelas 15h, na Escola Superior de Educação

MusicaCiencia-out17_setubal_nova data.jpg

 

O ciclo “Música e Ciência”, que está a percorrer várias instituições de ensino superior em todo o País, vai passar pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) no próximo dia 24 de outubro, para um concerto/conferência no edifício da Escola Superior de Educação (ESE/IPS), agendado para as 15 horas.

 

Recorde-se que a data inicialmente divulgada, 19 de outubro, foi alterada devido ao período de luto nacional entretanto decretado pelo Governo, na sequência dos incêndios trágicos do passado domingo.  

 

O programa, da responsabilidade do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), em parceria com a AMEC|Metropolitana, inclui a conferência “O espírito do tempo”, pelo musicólogo Rui Vieira Nery, seguida de um concerto pela Orquestra Académica Metropolitana, que interpretará a Sinfonia N.º 2, Op. 73, de J. Brahms, sob direção de  Jean-Marc Burfin. 

 

O programa “Música e Ciência” contempla ao todo 10 sessões, chegando a cinco universidades e cinco politécnicos.

 

 

 

 

 

--

Sobre o Instituto Politécnico de Setúbal:

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) é uma instituição pública de ensino superior com mais de 30 anos de experiência na formação de profissionais de qualidade reconhecida no mercado de trabalho. Atualmente integra cinco Escolas Superiores – Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, Escola Superior de Educação, Escola Superior de Ciências Empresariais, Escola Superior de Saúde (campus de Setúbal) e Escola Superior de Tecnologia do Barreiro (campus do Barreiro). A instituição procura, desde sempre, ser inovadora, adaptando-se constantemente às exigências do mercado de trabalho e em permanente contato com os diversos setores de atividade. Atualmente dispõe de uma vasta oferta formativa que inclui licenciaturas, mestrados, pós-graduações e cursos de especialização nas áreas das engenharias, tecnologias, educação, desporto, comunicação, animação, gestão, ciências empresariais e saúde. Paralelamente à formação o IPS procura, de forma permanente e em articulação com os parceiros sociais, contribuir para a valorização e desenvolvimento da sociedade em geral e da região de Setúbal, em particular, através de atividades de formação terciária, de investigação e de prestação de serviços, que concorram para a criação, desenvolvimento, difusão e transferência de conhecimento e para a promoção da ciência e da cultura. (www.ips.pt)