Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

JÚLIO PEREIRA | AO VIVO

 

25 de Maio - Coimbra,  Auditório do Conservatório de Música, 21h30

27 de Maio - Tavira, Santo Estevão, Largo da Igreja, 21h30

06 Junho – Lisboa, Teatro da Trindade, Gala CISAC (org. SPA)

10 de Junho - Albergaria-a-Velha, Quinta do Torreão (Festival Pão de Portugal)

25 de Junho – Esporão, 18h00

 

view.php.jpg

 

Júlio Pereira revisita, ao vivo, o seu último disco, Cavaquinho.pt. Acompanhado por Miguel Veras na guitarra, Sandra Martins no violoncelo e Pedro Dias na guitarra portuguesa, nestes espectáculos o som da pequena viola de quatro cordas alia-se aos seus parentes madeirenses e americanos, numa criação de contemporânea mestiçagem. Em palco, resulta numa diversificada viagem por múltiplas paragens sonoras, que não dispensa, até, um piscar de olho ao fado.
Júlio Pereira prepara-se para editar um novo trabalho, com data de lançamento prevista para o último trimestre de 2017.
 
Júlio Pereira site Oficial
 

Marafona dá música ao “Verão em Tavira”

03_Marafona_©BS_-1024x683.jpg

 

 

novas cores e ritmos da música tradicional portuguesa


É já no dia 13 de Agosto, pelas 22 horas, que o grupo Marafona vai apresentar o seu primeiro álbum "Está dito" em Tavira, no âmbito da programação de Verão, organizada pelo município e a Associação Baixa de Tavira. Um concerto gratuito em plena Praça da República, que promete muita animação para todas as idades.

Marafona nasceu em Janeiro de 2014 e rapidamente conquistou o seu lugar como um grupo de referência incontornável na world music portuguesa. Inspirando-se na música tradicional, Marafona recria novas personagens e histórias ao som de velhos ritmos, como o corridinho, a chula, o vira, o fado, a marcha ou a valsa.

O ponto de partida é a portugalidade, mas com as influências contemporâneas de cada músico: Artur Serra (voz), Gonçalo Almeida (trancanholas, cavaquinho, guitarra portuguesa e viola campaniça), Ian Carlo Mendoza (percussão), Cláudio Cruz (contrabaixo) e Daniel Sousa