Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

SUNSETS DE REGRESSO ÀS RUÍNAS ROMANAS DE TRÓIA

image001.jpg

 

 

A entrada é livre, a música é sempre diferente e todos os concertos duram uma hora.

 

Com entrada livre, os sunsets musicais estão de regresso às Ruínas Romanas de Tróia. Todas as quartas-feiras, das 18h00 às 19h00, e até dia 30 de Agosto, há sempre um concerto diferente com estilos de música distintos.

 

A 9 de Agosto, o fado é o rei da festa pelas mãos do Quarteto Deolinda de Jesus. Enquanto a 16 de Agosto, o Trio de Rute Tapadas recorda os principais clássicos portugueses. Já a 23 de Agosto, o ritmo quente da bossa nova marca presença com a atuação do Trio de Diana Cravo. Os sunsets musicais despedem-se, a 30 de Agosto, com a atuação do Trio de São Silva que mistura bossa nova com música francesa.

 

E porque os sunsets não têm apenas de ser em jardins ou rooftops, venha até um monumento com mais de dois mil anos, que funcionou como o maior complexo de produção de salgas de peixe do Império Romano, e desfrute de um pôr-do-sol, no mínimo, diferente!

NOITE DE ESTRELAS” NAS RUÍNAS ROMANAS DE TRÓIA

image004.jpg

 

 

Seja romano por uma noite e contemple as estrelas a partir de um sítio arqueológico único.

 

Sob o mote “Júpiter, rei dos céus”, o TROIA RESORT promove, nos dias 4, 5, 18 e 19 de Agosto, a partir das 21h15, uma sessão de astronomia nas Ruínas Romanas de Tróia – um monumento com mais de dois mil anos, que funcionou como o maior complexo de produção de salgas de peixe do império romano.

 

Limitadas ao número de inscrições disponíveis, estas sessões contam com o acompanhamento de um astrónomo e de uma arqueóloga que vão contar os mitos associados a cada constelação.

 

Em Agosto, nas Ruínas Romanas de Tróia, celebra-se Júpiter – o deus que presidiu aos céus. Rei dos trovões, Júpiter eternizou heróis e rainhas nas constelações de estrelas, que ainda hoje têm o seu nome. Nestas sessões de astronomia, vão ser reveladas as suas histórias e dado a conhecer um “novo céu”.

 

Com um custo de 10€ por adulto e 5€ por criança (dos 5 aos 14 anos), estas sessões prometem fazer as delícias de miúdos e graúdos. Venha até Tróia e descubra segredos nunca antes revelados! Mais informações através dos contactos: 939 031 936 ou arqueologia@troiaresort.pt

 

PRIMEIRA EDIÇÃO DO “TRÓIA BIOBLITZ” DESCOBRE MAIS DE 200 NOVAS ESPÉCIES DE FAUNA E FLORA

image001.jpg

 

A primeira edição do “Tróia BioBlitz” – uma inventariação relâmpago da biodiversidade da península de Tróia e do estuário do Sado – revelou mais de 200 novas espécies de fauna e flora. Entre as 210 espécies inventariadas até ao momento, e outras identificações em curso, os principais grupos identificados foram plantas terrestres e invertebrados marinhos, mas também aves e alguns mamíferos.

 

Entre as plantas identificadas destacam-se vários endemismos, como a Linaria Ficalhoana ou o Juniperius Navicularis, e ainda algumas espécies raras a nível nacional como o Delphinium Nanum e o Verbascum Giganteum. Já entre as aves observadas, destaque para o Noitibó da Europa (Caprimulgus Europaeus), avistado duas vezes, que reagiu ao chamamento emitido a partir de um telemóvel e de uma coluna portátil por pensar que se tratava de um outro noitibó. Por outro lado, uma das espécies que mais surpreendeu foi a Cenoura-do-Mar (Veretillum Cynomorium), um coral-mole bioluminescente, que fez as delícias dos visitantes na única saída de campo noturna.

 

Um dos aspetos que agradou também bastante aos visitantes foi a sala do “Tróia BioBlitz”, o ponto de partida de todas as atividades, onde os participantes puderam observar vários dos animais encontrados nas visitas, à lupa ou em aquário. Para a maioria dos visitantes, a primeira edição do Tróia BioBlitz “foi uma experiência muito gira e, sobretudo, uma ótima ideia para aproximar as crianças à natureza”.

 

“Que seres vivos existem em Tróia?” foi a pergunta de partida para dois dias de atividades em que os participantes tiveram a oportunidade de descobrir aves, insetos, mamíferos, plantas e ainda a zona entre-marés. O “Tróia Bioblitz” contou com o apoio de uma dezena de biólogos e investigadores ligados às diversas áreas da biodiversidade que orientaram os participantes no reconhecimento das espécies. Além das atividades no terreno, os participantes tiveram ainda a possibilidade de participar em trabalho de laboratório.

 

Os resultados (ainda em atualização) da primeira edição do “Tróia BioBlitz” já estão disponíveis em http://www.biodiversity4all.org

 

TRÓIA RECEBE PELA PRIMEIRA VEZ BIOBLITZ

 

 

Junte-se às equipas de investigadores que estudam a biodiversidade de Tróia e seja cientista por um dia!

 

image004.jpg

 

Realiza-se nos próximos dias 24 e 25 de Junho, a primeira edição do “Tróia BioBlitz” – uma inventariação relâmpago da biodiversidade da península de Tróia e do estuário do Sado. Com entrada gratuita e aberto ao público em geral, este evento é uma oportunidade única de contribuir para aumentar a lista de espécies identificadas, trabalhar lado a lado com investigadores e conhecer melhor a fauna e flora de Tróia.

 

“Há quase duas décadas que o TROIA RESORT desenvolve um programa de monitorização ambiental para promover um desenvolvimento equilibrado de Tróia”, afirma Célia Ferreira, Diretora de Gestão Ambiental do TROIA RESORT. “Nesse sentido, a realização de um BioBlitz em Tróia é a evolução natural do trabalho realizado e uma forma de educar e sensibilizar o público em geral para o ambiente e a biodiversidade”.

 

“Que seres vivos existem em Tróia?” é a pergunta de partida para dois dias de atividades em que os participantes vão ter a oportunidade de descobrir aves, insetos, mamíferos, plantas e ainda a zona entre-marés. O “Tróia Bioblitz” vai contar com o apoio de biólogos e investigadores ligados às diversas áreas da biodiversidade que prometem orientar os participantes no reconhecimento das espécies. Além das atividades no terreno, os participantes vão ter ainda a possibilidade de participar em trabalho de laboratório.

 

Quantas espécies vai conseguir descobrir? O desafio está lançado!

Mercado Romano de volta às Ruínas Romanas de Tróia

 

TR_Mercado Romano_1.jpg

 

A 5ª edição do Mercado Romano está de volta às Ruínas Romanas de Tróia, entre os dias 7 e 9 de Abril, e com horário alargado.

 

O tema deste ano é “Em nome do Deus Mitra”, uma divindade persa incorporada no panteão romano entre os séculos I e III D.C., responsável pela criação do mundo depois do combate com Hélios. O relevo mitraico descoberto em Tróia é um dos mais importantes testemunhos deste culto e constitui a peça mais tardia alguma vez encontrada na Península Ibérica.

 

Entre as 18h e as 22h, na sexta-feira (dia 7), as 11h e as 22h, no sábado (dia 8), e as 11h e as 20h, no domingo (dia 9), visite um grandioso mercado com muitas atividades a decorrer. Aceite o convite e participe numa festa com música dos Sons da Suévia, um parque de jogos romanos com treino de gladiadores das Décadas de Sonho e a participação especial do Chapitô em vários espetáculos.

 

Durante o fim-de-semana de 7 a 9 de Abril, haverá ainda lugar para oficinas pedagógicas desenvolvidas por várias instituições como o Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, o Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, o Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal e o Centro de Arqueologia de Almada, uma quinta com animais e aves de rapina, tabernas romanas e um mercado.

 

O Mercado Romano é uma oportunidade única para observar de perto como era viver no tempo dos romanos. E também para conhecer as Ruínas Romanas de Tróia – o maior complexo de produção de salgas de peixe conhecido no mundo romano, com dois mil anos de História.

 

Realizado desde 2013, o Mercado Romano tem vindo a crescer ao longo das suas edições, tendo ultrapassado os 3.000 visitantes no ano passado. Os bilhetes têm um valor de 5€ para os adultos e 3€ para as crianças (5-14 anos), sendo a entrada gratuita para crianças com menos de 5 anos. O acesso é feito de autocarro, gratuitamente, a partir do cais dos catamarãs e do cais dos ferries de Tróia.

 

Vá até às Ruínas Romanas de Tróia e atreva-se a ser romano!

IX Encontro de Arqueologia do Sudoeste Peninsular reúne investigadores portugueses e espanhóis em Tróia e Setúbal

Ruínas Romanas de Tróia.jpg

 

Nos dias 4, 5 e 6 de Novembro teve lugar, em Tróia e Setúbal, o IX Encontro de Arqueologia do Sudoeste Peninsular, que reuniu cerca de 120 arqueólogos e investigadores ibéricos.

 

Durante três dias, portugueses e espanhóis apresentaram e discutiram uma variedade de temas da arqueologia do Sudoeste Peninsular desde a Pré-História até à Época Moderna, em sete sessões de comunicações e uma sessão de posters num total de 92 apresentações. Os trabalhos decorreram sob os auspícios de uma Comissão Científica composta por professores e investigadores da Universidade de Lisboa (UNIARQ), da Universidade Nova de Lisboa (IAP-FCSH), da Universidade de Huelva, da Universidade Autónoma de Madrid, do Centro de Estudos de Arqueologia, Artes e Ciências do Património (CEAACP), do Consorcio Ciudad Monumental de Mérida e do Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal (MAEDS - AMRS).

 

O Encontro incluiu visitas de estudo às Ruínas Romanas de Tróia, o maior centro de produção de salga de peixe no mundo romano, ao Castro de Chibanes, um sítio fortificado com ocupação pré-histórica, proto-histórica e romano-republicana, e às grutas artificiais do Neolítico Final da Quinta do Anjo.

 

Organizado pelo TROIA RESORT, CEAACP e MAEDS, este evento contou com o apoio das Câmaras Municipais de Grândola, Setúbal e Palmela, e ainda da Atlantic Ferries e do Aqualuz Suite Hotel Apartamentos, em cujo Centro de Eventos tiveram lugar os dois primeiros dias de apresentações. A sessão de dia 6 de Novembro decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal e a sessão de encerramento teve lugar na Casa Mãe da Rota dos Vinhos de Palmela.

 

Os Encontros de Arqueologia do Sudoeste Peninsular, que se realizam alternadamente em Espanha e Portugal desde 1993, promovem a apresentação de novas descobertas e o debate sobre múltiplos temas que permitem o avanço do conhecimento científico dos sítios e paisagens arqueológicas do Sudoeste peninsular, uma vasta região particularmente rica em património arqueológico e que convida todos a uma visita.

 

TROIA RESORT propõe percurso alternativo pelas Ruínas Romanas

image004 (2).jpg

 

 

No âmbito das Jornadas Europeias do Património 2016, subordinadas ao tema “Comunidades e Culturas”, o empreendimento turístico vai realizar uma caminhada pela orla do estuário do Sado.

 

O TROIA RESORT organiza, no dia 24 de Setembro, um percurso pedestre pela orla do estuário do Sado. Este percurso alternativo de 2,5 quilómetros pelas Ruínas Romanas de Tróia pretende dar a conhecer este património europeu fora do seu circuito típico. Guiado pela arqueóloga Patrícia Brum, este passeio vai revelar espaços e paisagens das Ruínas Romanas, recentemente inscritas na Lista Indicativa do Património Mundial de Portugal.

 

Esta iniciativa insere-se no âmbito das Jornadas Europeias do Património 2016, que decorrem entre os dias 23 e 25 de Setembro, e que este ano são subordinadas ao tema “Comunidades e Culturas”. Este tema tem como objetivo destacar e envolver as múltiplas formas de comunidade. Compreender os elos de ligação entre o património e a comunidade contribui para a valorização da cultura nas suas múltiplas dimensões. Nesse sentido, o património arqueológico deve ser usufruído pelas comunidades que fazem de um monumento um sítio vivo.

 

Com encontro marcado na bilheteira das Ruínas Romanas, o percurso pedestre pela orla do estuário do Sado é gratuito, mas requer inscrição prévia através do e-mail: arqueologia@troiaresort.pt

 

 

Tróia recebe sabores do Street Food Festival

De 27 de Agosto a 4 de Setembro, o Jardim do Norte acolhe a 2ª edição deste festival que promete aguçar o paladar dos mais curiosos.

 

Em parceria com a Associação Street Food Portugal, o TROIA RESORT recebe, pelo segundo ano consecutivo, mais uma edição do Street Food Festival. Com entrada livre, este festival decorre entre os dias 27 de Agosto e 4 de Setembro, no Jardim do Norte, e reúne os mais diversos tipos de gastronomia, inspirados em várias culturas e ingredientes.

 

Entre as 12h00 e as 23h00, aproveite para saborear mais de dez propostas de street food preparadas para desafiar o seu paladar, desde clássicos reinventados até pratos mais arrojados. Cada proposta chega de forma criativa, num veículo personalizado, entre vans e atrelados, o que lhe permite desfrutar de uma conjugação única de sabores, conceitos e cores.

 

Entre os food trucks presentes, destaque para “Kürtös Kalács by Transylvania” com os seus bolos grelhados, “Fiesta Mexicana” com os seus nachos sem glúten, “Merenda Portuguesa” com as suas merendas recheadas com sabores tradicionais portugueses, “Konopizza” com as suas pizzas em forma de cone, ou “Piadina’s, Wine & Co.” com as suas piadinas italianas.