Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Territórios Dramáticos

primage_18840.png

 

 

o encontro de teatro que terminou no passado fim de semana e transformou Joane na Vila mais dramática de Vila Nova de Famalicão

 

Terminou no passado domingo, dia 26 de março, em Joane, a primeira edição do encontro de teatro Territórios Dramáticos promovido pela companhia Teatro da Didascália. O encontro que se realizou ao longo de dois fins de semana, entre 17 e 26 de Março, encerrou com a apresentação de um espetáculo para o público familiar, o espetáculo A Cores, da Peripécia Teatro.

Não é por acaso que se encerra este encontro de teatro com uma apresentação para as famílias, reunindo num mesmo espaço, jovens e adultos, para celebrar o teatro. Este projeto de programação desenhado pelo Teatro da Didascália tem como prioridade a promoção de um trabalho de proximidade entre o teatro e a comunidade local, e nesse aspeto, o principal objetivo foi cumprido. O público foi crescendo de dia para dia e em apenas 6 dias de programação, foi possível ver o surgimento de um público fiel que se deslocou a Joane para ver todos os espetáculos deste encontro. É a constatação de que existe público para o desenvolvimento de um trabalho de programação regular numa Vila como Joane, com condições técnicas, logísticas e artísticas capazes de construir, envolver e fidelizar público, numa freguesia com um historial fortemente ligado ao teatro.  

O público que se deslocou ao Centro Cultural da Juventude (ATC) em Joane, respondeu positivamente ao convite feito pela organização para cearem com os artistas no final dos espetáculos. O resultado foram longas conversas entre público e artistas, numa verdadeira partilha de pensamentos, acompanhados de um intercâmbio gastronómico, com um vinho verde muito bem acompanhado por Jesuítas, Queijadas de Montemor, Queijo da Serra e Pasteis de Águeda.  

Esta primeira edição do Territórios Dramáticos concretizou um total de 13 sessões públicas, entre elas: 7 espetáculos de teatro, 2 filmes e 4 conversas. Em apenas 6 dias de uma programação intensa.

Depois deste primeiro encontro, e da resposta francamente positiva por parte do público, o Teatro da Didascália acredita ser possível criar em Joane um profundo trabalho de proximidade com o território, estando neste momento a pensar e preparar novos projetos de proximidade a desenvolver com a comunidade local e envolvente. 

Esta semana o Pequeno Almoço é “Smile”!

primage_14333.png

 

O Ciclo de Teatro com Pequeno Almoço continua esta semana em Joane, Vila Nova de Famalicão, com o espetáculo “Smile” da Cia Baal 17 de Serpa.

“Smile” é um espetáculo com uma forte componente visual, onde a imaginação do público é um ingrediente fundamental para a construção de uma narrativa particular a cada espetador.

A peça centra-se na relação entre dois personagens, uma criança e uma velha e fala-nos do longo caminho que cada um tem de percorrer em direcção à felicidade.     

Dirigido a um público jovem a partir dos 6 anos de idade, “Smile” é um espetáculo onde a magia e o inesperado se cruzam com a realidade. Duas personagens, com um sorriso sempre à mão e a ternura sempre ao pé, irão explorar os cantos escuros das relações entre os Homens. O que se esconde por trás de um sorriso?

 

O espetáculo começa às 10h de Domingo, 6 de Dezembro, no Centro Cultural da Juventude de Joane, concelho de Vila Nova de Famalicão, resultado de uma parceria entre o Teatro da Didascália e a Associação Teatro Construção.

Este ciclo tem como objetivo proporcionar às famílias um espaço de encontro e de reflexão entre gerações, em que o teatro é o ponto de encontro para um diálogo alargado acerca desta arte e das suas diferentes formas de decifrar entre jovens e adultos.

Estes pequenos almoços no teatro serão encerrados com o espetáculo “Guarda Mundos”, apresentado pela companhia anfitriã, Teatro da Didascália, no domingo, dia 13 de Dezembro, também às 10h.

Não perca esta oportunidade de tomar a primeira refeição do dia no teatro e em família.      

POESIA UNE IBÉRIA, ÁFRICA E AMÉRICA EM VILA NOVA DE FAMALICÃO

Programa%20Raias%20Poéticas.jpg

 

  

Pelo terceiro ano consecutivo, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão organiza o encontro internacional “Raias Poéticas – Afluentes Ibero-Afro-Americanos de Arte e Pensamento”, sob a curadoria do poeta Luís Serguilha, durante os dias 24 e 25 de Outubro, na Casa das Artes.

 

“O Raias Poéticas pretende projectar Vila Nova de Famalicão como rota do pensamento e da arte ibero-afro-americana e potencializar a criatividade artística e o pensamento, aproximando diversidades.”, explica Luís Serguilha.

 

Dividindo-se entre conferências, debates e momentos de leitura de poesia, o encontro começa sexta-feira, pelas 18h, e é de entrada livre. Este ano, estarão presentes cerca de 50 poetas, professores, ensaístas e académicos oriundos de Angola, Portugal, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Brasil e Espanha.