Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Visita à cidade templária de Tomar por Paulo Loução | Sábado, 20 de Maio

d0ea2442-ecb6-4294-81db-c7445cd485a5.jpg

 

Sábado, 20 de Maio | 8h às 21h

                                             VISITA À CIDADE TEMPLÁRIA DE TOMAR

                                     O Mistério Templário desde a Formação de Portugal
                                                     ao Projecto dos Descobrimentos


                                                       por Paulo Alexandre Loução
                                        Autor de «Os Templários na Formação de Portugal»
 

Programa:
. 8h00 – Saída Espaço Arkhé, Algés-Miraflores;
. 8h30 – Paragem em Lisboa, junto à Faculdade de Direito, na Cidade Universitária;
. 10h30 – Visita à igreja templária de Santa Maria do Olival, primitivo templo da Ordem em Tomar, panteão dos seus mestre, e no tempo da Ordem de Cristo foi igreja matriz de todas as paróquias de além-mar.
. 12h30 – Visita à Igreja de São João Baptista, onde se encontra o enigmático óleo de Gregório Lopes, «Melquisedeque e Abraão»;
. 13h30 – Almoço;
. 15h00 – Visita ao Castelo templário e ao Convento de Cristo. Destaca-se explicação do simbolismo do Pórtico Sul, da Charola, da famosa janela manuelina, dos enigmáticos símbolos das estelas templárias e da Ordem de Cristo (a maior colecção de estelas templárias do mundo), e da pedra de fundação da Torre de Menagem, de origem romana e dedicada ao espírito do lugar;
. 18h00 – regresso a Lisboa e Algés. Chegada prevista por volta das 20h30-21h00.

Paulo Alexandre Loução é o autor das obras «Os Templários na Formação de Portugal», «Portugal – Terra de Mistérios» e «Dos Templários à Nova Demanda do Graal» e é um dos investigadores convidados pelo Canal História para diversos documentários, entre eles o dedicado aos Templários na Península Ibérica. Algumas referências nos media:

Revista UP da TAP sobre a visita a Tomar,
http://upmagazine-tap.com/pt_artigos/tomar-cidade-templaria/

no Público sobre o Portugal a (re)descobrir, com alma:
http://fugas.publico.pt/Viagens/299147_ha-um-portugal-magico-para-redescobrir?pagina=-1

e no ABC de Espanha:

http://www.abc.es/internacional/20131117/abci-templarios-portugal-tomar-201311152016.html

 

Valor da participação: 60 € (45 € para Membros da Nova Acrópole), inclui transporte, almoço, entradas nos monumentos e envio de documentação sobre o tema da viagem. Valor sem transporte: 45 € (encontro às 10h30 junto à entrada da Igreja de Santa Maria do Olival, em Tomar); Pagamento antecipado por transferência.


                                                        Informações e inscrições:
                                                   oeiras-cascais@nova-acropole.pt
                                                             Tlm. 963 925 758

                                                         Inscrições até 16 de Maio

Castelos de Palmela e Lisboa unidos por visita encenada Almenara | Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Castelo de Palmela - interior.jpg

 

 

 

No dia 18 de abril, o Município de Palmela, em parceria com a EGEAC – Serviço Educativo do Castelo de S. Jorge, promove a iniciativa “Em Família no Museu”, com a realização da visita encenada Almenara.

            Esta visita, que assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, tem início no Castelo de Palmela, às 10h30, seguindo-se almoço piquenique e visita ao Castelo de S. Jorge, em Lisboa, durante a tarde, com regresso a Palmela às 17 horas.

            A iniciativa evoca o episódio em que, após a vitória na batalha dos Atoleiros, em 1384, o Condestável D. Nuno Álvares Pereira acendeu grandes fogueiras – Almenaras - no Castelo de Palmela para alertar o Mestre de Avis, cercado em Lisboa pelos castelhanos, de que a ajuda estava próxima.

            O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios é celebrado, este ano, sob o tema “Património Cultural e Turismo Sustentável”. A ligação histórica entre os dois monumentos nacionais dá o mote para este projeto de parceria, que contribui para o desenvolvimento cultural e turístico da região, favorecendo o fluxo de visitantes entre as duas margens do Tejo.

De armazém portuário a Museu do Oriente | Visita guiada assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

De armazém portuário a Museu do Oriente

Visita guiada assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

 

O Museu do Oriente associa-se às celebrações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, este ano subordinado ao tema “Património Cultural e Turismo Sustentável”, com a organização de uma visita orientada ao seu edifício, classificado como Monumento de Interesse Público, no dia 18 de abril, terça-feira, às 11.00, com entrada livre.

 

Desenhado pelo arquitecto João Simões, em 1939, o edifício Pedro Álvares Cabral, onde está instalado o museu, albergava [até 1992] os Armazéns Frigoríficos da Comissão Reguladora do Comércio do Bacalhau do Porto de Lisboa. De traça modernista, conotada com o estilo e iconografia do Estado Novo, esta construção portuária enquadrava-se no espírito racionalista que representava a tendência da época e que levaria à construção das gares marítimas de Alcântara e da Rocha do Conde de Óbidos.

 

Anteriormente dividido em 50 câmaras frigoríficas, zonas de tratamento dos alimentos, armazéns, casa das máquinas e um ginásio para os trabalhadores, o edifício caracteriza-se pela ausência de fenestrações e pelos painéis exteriores com baixos-relevos do escultor Barata Feyo.

 

Respeitando a essência arquitectónica do edifício, mas adaptando-o interiormente ao novo uso, a requalificação é assinada pelos arquitectos João Luís Carrilho da Graça e Rui Francisco, com enquadramento paisagístico de Gonçalo Ribeiro Telles, passando actualmente a dividir-se por seis pisos, compostos por áreas expositivas, Reservas, Serviço Educativo, Centro de Documentação, Restaurante, Auditório e Centro de Reuniões.

 

A transformação deste edifício industrial num equipamento cultural moderno enquadra-se na tendência que se observa nas grandes cidades portuárias europeias, onde antigos pólos de actividade comercial foram reabilitados para fins culturais, contribuindo para a revitalização dos respectivos tecidos urbanos.

 

“Um espaço. Vários projectos.”

Visita orientada ao edifício Pedro Álvares Cabral

18 de Abril – Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Horário: 11.00-12.00

Público-alvo: M/16

Participantes: máx. 30

Gratuito (é necessária inscrição)

 

Museu do Oriente, Avenida Brasília | Doca de Alcântara (Norte) | 1350-362 Lisboa

www.museudooriente.pt

 

Castelos de Palmela e Lisboa unidos por visita encenada Almenara | Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Castelo de Palmela - interior.jpg

 

 

 

No dia 18 de abril, o Município de Palmela, em parceria com a EGEAC – Serviço Educativo do Castelo de S. Jorge, promove a iniciativa “Em Família no Museu”, com a realização da visita encenada Almenara.

            Esta visita, que assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, tem início no Castelo de Palmela, às 10h30, seguindo-se almoço piquenique e visita ao Castelo de S. Jorge, em Lisboa, durante a tarde, com regresso a Palmela às 17 horas.

            A iniciativa evoca o episódio em que, após a vitória na batalha dos Atoleiros, em 1384, o Condestável D. Nuno Álvares Pereira acendeu grandes fogueiras – Almenaras - no Castelo de Palmela para alertar o Mestre de Avis, cercado em Lisboa pelos castelhanos, de que a ajuda estava próxima.

            O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios é celebrado, este ano, sob o tema “Património Cultural e Turismo Sustentável”. A ligação histórica entre os dois monumentos nacionais dá o mote para este projeto de parceria, que contribui para o desenvolvimento cultural e turístico da região, favorecendo o fluxo de visitantes entre as duas margens do Tejo.

Próxima semana, no MAAT: Programação Especial, Visitas Orientadas e Oficinas Criativas

image012.png

 

17 de abril de 2017

Inscrição obrigatória

 

No âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, oMAAT tem preparada uma programação especial para o dia 17 de abril. Com vista a comemorar o património português e a contribuir para uma maior consciência da necessidade de conservação e proteção, o mais recente museu de Lisboa preparou três visitas guiadas, gratuitas para os visitantes do museu. Inscrição obrigatória.

 

- Espaços Legíveis – Visita Temática Arquitetura

12h30

Crianças maiores de 11 anos e adultos

 

- Visita Percurso Secreto – Visita às zonas da Central que estão habitualmente fechadas ao público

15h00

Crianças maiores de 12 anos e adultos

 

- Visita à exposição Utopia/Distopia, a primeira ‘exposição-manifesto do novo edifício do MAAT

16h00

Crianças maiores de 7 anos e adultos

 

Mais informações aqui.

 

 

VISITA ORIENTADA

 

Memórias da democracia

Visita orientada

image013.jpg

 

22 de abril de 2017

17H00

Preço: 5€

 

Nesta visita, propõe-se descobrir as estratégias, os processos criativos e os "pontos de vista" que José Maçãs de Carvalho registou sobre uma comunidade de mulheres filipinas em Hong Kong, os seus hábitos coletivos e a sua relação com o espaço público. Através de um olhar distanciado (geograficamente) mas simultaneamente próximo de todos nós, o artista questiona a cidade como metáfora da condição humana. Uma visita com Renato Santos.

 

Mais informações aqui.

 

 

OFICINAS CRIATIVAS

 

O Amarelo Escondido na Mão

Oficina Criativa

image014.jpg

 

22 de abril de 2017

16H00-17H00

Bebés dos 18 aos 36 meses

Preço: 5€ por criança + 1 adulto, com 50% de desconto na inscrição do segundo filho

 

Oficina sensorial para bebés dos 18 aos 36 meses que pretende ser um lugar de descoberta e de criação em família a partir da exposição Dimensões Variáveis, patente no MAAT. Um lugar para a construção coletiva a partir de cores, formas, sons, texturas, cheiros e volumes.

Mais informações aqui.

 

 

A Magia do Eletroíman

Oficina Criativa

image015.jpg

 

23 de abril de 2017

14h30 – 15h30

Maiores de 9 anos

Preço: 5€

 

Uma viagem pelo mundo da eletricidade onde os participantes são desafiados a descobrir o que é um eletroíman, como se constrói e qual a sua utilizada. No fim, os mais pequenos aplicam o que aprenderam num jogo.

Mais informações aqui.

 

 

 

Dia Nacional dos Moinhos e Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Dia Nacional dos Moinhos e Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

 

A Câmara Municipal do Barreiro associa-se às comemorações do Dia Nacional dos Moinhos e do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com as seguintes iniciativas, abertas à população:

 

Flyer Moinhos (3).jpg

 

- Dia Nacional dos Moinhos | 7, 8 e 9 abril | das 10h30 às 12h30 e das 14h30 às 16h30 – Moinho Nascente de Alburrica aberto para visitas

 

Flyer Monumentos 17.jpg

 

- Dia Internacional dos Monumentos e Sítios | 18 de abril | 10h30 – Visita acompanhada às Igrejas de Santa Cruz e Nossa Senhora do Rosário

Local de Encontro: Praça de Stª Cruz

Limite de inscrições: 20 pessoas

Data limite para inscrições: 13 de abril

 

Mais informações e inscrições:

Posto de Turismo, Mercado Municipal 1º de Maio

Telefone 21 206 82 87

Email: postodeturismo@cm-barreiro.pt

 

 

CMB

Mitra | Visita Cultural a Miróbriga e Alcácer do Sal | Mindfulness

def80ac5-f5d0-40df-baec-5bac7d8aa509.jpg

 

MITRA E AS RELIGIÕES DE MISTÉRIOS

 

| Conferência por Filomena Barata, historiadora e arqueóloga |

Quinta-feira, 16 de Março, às 19h30

Local: Espaço Arkhé - Algés-Miraflores 
 

"Mitra, cujo nascimento era evocado a 25 de Dezembro, tal como veio a acontecer com o Menino Jesus, tinha uma forte relação com o Sol. Mitra, ou Mithras, cujo nome significa "Amigo” em Sânscrito e “Contrato” em Persa, era concebido como um deus luminoso que incitava os homens a seguirem o Seu caminho, no combate pela Luz contra as Trevas".

 

***
VISITA CULTURAL A MIRÓBRIGA E ALCÁCER DO SAL

 


Sábado, 18 de Março, das 8h às 21h

| Visita guiada por Filomena Barata, historiadora e arqueóloga |



Programa:

Saída: 8h00 junto ao Espaço Arkhé

10h - Visita à Cripta Arqueológica do Castelo de Alcácer do Sal
12h30 - Almoço
14h30 - Visita às Ruínas Arqueológicas de Miróbriga
18h00 - Visita ao Castelo de Santiago do Cacém

Hora prevista de chegada: 21h00

MAAT | Arte e Arquitetura: Interface a várias dimensões - Visita Orientada | 11 de março, às 17h00

Arte e Arquitetura: Interface a várias dimensões

Visita Orientada

 

 

image002.jpg

 

11 de março de 2017

17H00

Preço: 5€, com 50% de desconto para grupos a partir de 10 pessoas

 

Tendo como ponto de partida o cruzamento das artes visuais e a arquitetura nas mais diversas dimensões, esta visita leva os participantes a descobrir variações espaciais e temporais, lógicas de escalas que vão desde o objeto à cidade, passando por mundos virtuais e por formas funcionais ou especulativas. Um desafio à adaptação do espectador à constante mudança de olhares e interpelações.

A visita é orientada por Fabrícia Valente, mediador cultural do MAAT.

Comemorações do Dia do Animal de Estimação | Município de Palmela promove visita guiada ao CROA - 18 de fevereiro

 

O Município de Palmela assinala o Dia Nacional do Animal de Estimação - data que visa relembrar a existência de animais de estimação na vida de todas/os nós - com um dia aberto a visitas ao CROA – Centro de Recolha Oficial de Animais. A população está, desta forma, convidada a visitar aquele equipamento (visita guiada e interação com os animais), localizado em Palmela, nos Armazéns Gerais da autarquia, no dia 18 de fevereiro, entre as 10h00 e as 12h30 e a adotar um novo amigo.

Recorde-se que o CROA foi inaugurado em julho de 2016 e representa um investimento municipal no valor de 133 mil euros, que veio preencher uma necessidade há muito sentida no concelho, garantindo todas as condições de bem-estar aos animais errantes recolhidos.

 

Inscrições Abertas | "Almada Neopitagórico" : Visita Guiada à Exposição de Almada Negreiros na Fundação Calouste Gulbenkian, 12 Fevereiro às 10:00

90aadfff-b295-48a3-825a-bb3b94aeeee5.jpg

Domingo, 12 de Fevereiro, às 10:00

Almada Neopitagórico

VISITA GUIADA
na Fundação Calouste Gulbenkian

à exposição "Almada Negreiros - Uma Maneira de Ser Moderno"

por Paulo Loução e António Valdemar


INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 9 DE FEVEREIRO (Quinta-feira)
Participação: 10€


 

"Um ponto que está no círculo e que se põe no quadrado e no triângulo.
Conheces o ponto? Tudo vai bem.
Não conheces? Tudo está perdido"

Almada Negreiros,
citando a quadra da Bauhütte, federação de mestres canteiros de origem medieval



INFORMAÇÕES e INSCRIÇÕES
tlm. 96 39 25 758
e-mail: oeiras-cascais@nova-acropole.pt
 

Organização

Nova Acrópole Oeiras-Cascais