Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“NOITES NO TEATRO”

 

 
O Chapitô, em Lisboa, é um dos teatros que vai receber o projecto

No próximo dia 15, no Teatro Aberto, em Lisboa, arranca o programa “Noites no Teatro”. A iniciativa pretende desvendar ao público os segredos do teatro, permitindo-lhe conhecer todo o ambiente que envolve esta arte.

Os ingredientes que dão corpo ao projecto “Noites no Teatro” são simples: aliar a uma peça o contacto directo com actores, encenadores ou técnicos, saber mais sobre a arte da dramaturgia, sobre os bastidores ou sobre a peça a que se vai assistir, entre outros. O objectivo é formar novos públicos. 

Entre Outubro e Dezembro, o projecto prevê chegar sobretudo ao público universitário, possibilitando a participação gratuita de alunos do ensino superior em sessões de peças em cena, nos vários teatros de Lisboa, como o Teatro Aberto, o Chapitô, o Teatro Taborda ou o Teatro da Comuna. Depois, em complemento, e através do projecto paralelo “Tardes no Teatro”, pretende-se atingir a população escolar dos primeiros e segundos ciclos, com uma programação de teor infanto-juvenil reservada às escolas da cidade, em parceria com o Teatro Infantil de Lisboa, o Teatro Ibérico e o Teatro Politeama.

As “Noites no Teatro” começam no dia 15 de Outubro, no Teatro Aberto, com a peça “O Deus da Matança”, de Yesmina Reza. É uma produção do “Novo Grupo”, com encenação de João Lourenço e interpretações de Joana Seixas, Paulo Pires, Sofia de Portugal e Sérgio Praia. Antes da peça haverá uma introdução onde se esclarecem pormenores acerca do texto, da encenação e de todo o processo criativo e cénico do qual resulta o espectáculo. 

A iniciativa é da Divisão de Programação e Divulgação Cultural da Câmara de Lisboa, em parceria com grupos teatrais, associações e fundações ligadas ao espectáculo teatral e à arte de representação.

A entrada é livre, mas mediante marcação prévia e limitada aos bilhetes disponíveis. As marcações realizam-se das 10h às 12h e das 14h30 às 16h30 de dia 12 de Outubro, através do telefone 218 170 600.

Imagem: Ana Banha (arquivo)
in Jornal Público | 12 de Outubro de 2009

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.